terça-feira, 28 de agosto de 2012

PT, PMDB e PSDB já receberam este ano R$ 63,3 milhões de recursos públicos do Fundo Partidário

Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Leia também o site Fique Alertawww.fiquealerta.net  
Por Jorge Serrãoserrao@alertatotal.net  

Grana farta para a politicagem nunca falta no Brasil dominado pelo Governo do Crime Organizado. O site Contas Abertas revela que os 27 partidos políticos do Brasil receberam, até agosto deste ano, do Tribunal Superior Eleitoral, nada memos que R$ 201,1 milhões. Pior ainda: Até o final do ano, as legendas devem receber um total de R$ 326,1 milhões. País Capimunista é assim mesmo. O Estado banca tudo, exceto aquilo que é realmente relevante.

Os partidos fazem a festa com a grana oriunda do Fundo Especial de Assistência Financeira aos Partidos Políticos. Mais conhecido como Fundo Partidário, serve para a “manutenção das agremiações”. O problema é que, em sua maior parte, a verba deste fundo vem do Orçamento da União. Trocando em miúdos, o dinheiro público do “FP” viabiliza os partidos em suas operações “FDP” de corrupção e tráfico de influência, no jogo sujo do governo do crime organizado contra o interesse público.

Problema gravíssimo: Não há fiscalização nem transparência sobre a aplicação dos recursos públicos dados aos partidos – que são associações de direito privado. A legislação partidária prega que 20% do valor destinado do “FP” devem ser aplicados na criação e manutenção de institutos ou fundações de pesquisa, doutrinação e educação política. Na prática, dificilmente isto acontece. Os partidos só ficam sem a grana salvadora caso não seja feita a prestação de contas anual pelo partido ou esta seja reprovada pela Justiça Eleitoral, conforme artigo 37 da Lei n° 9.096/95.

PT, PMDB e PSDB são os maiores beneficiários este ano. Até julho, o Partido dos Trabalhadores havia recebido R$ 24,1 milhões. O PMDB, no mesmo período, recebeu R$ 22,2 milhões. O PSDB, terceiro colocado, R$ 17 milhões. Contas Abertas compara que, em 2011, o PT recebeu R$ 51,1 milhões do fundo partidário nos 12 meses do exercício, paralelamente a R$ 50,7 milhões em doações de campanha. A receita total do partido foi de R$ 109,9 milhões). O PMDB embolsou R$ 39,6 milhões do fundo. Só que não consta na respectiva prestação de contas qualquer natureza de doações, sendo os repasses 98,5% da receita total do partido no ano. O PSDB teve repasses de R$ 35,9 milhões em 2011, somado a doações que totalizaram R$ 2,4 milhões.

A farra

A grana farta do Fundo Partidário beneficia a existência de partidos que funcional como meras legendas de aluguel – sem ideiologia definida e nenhum compromisso real em fazer Política de verdade.

Os recursos do Fundo Partidário vêm de quatro fontes: multas e penalidades pecuniárias aplicadas nos termos do Código Eleitoral e leis conexas; recursos financeiros que lhe forem destinados por lei, em caráter permanente ou eventual; doações de pessoa física ou jurídica, efetuadas por intermédio de depósitos bancários diretamente na conta do Fundo Partidário;

E dotações orçamentárias da União em valor nunca inferior, cada ano, ao número de eleitores inscritos em 31 de dezembro do ano anterior ao da proposta orçamentária, multiplicados por trinta e cinco centavos de real, em valores de agosto de 1995.

Fique de Olho

A seção Transparência, no site do Tribunal Superior Eleitoral na internet, publica os dados referentes aos repasses de duodécimos e multas efetuados aos partidos políticos por exercício.

As informações incluem os valores mensais por partido e ainda os percentuais com que cada agremiação foi contemplada, tendo por base o montante até então distribuído.

Repasses de recursos por partido político:

http://www.tse.jus.br/transparencia/relatorio-cnj/fundo-partidario

Dados mensais consolidados:

http://www.tse.jus.br/partidos/fundo-partidario

http://intranet.tse.gov.br/partidos/fundo_partidario/distribuicao.html

Palestragem eleitoreira

Lula deu um destino familiar-eleitoral para milhares de reais que arrecadadou com as caríssimas palestras que deu após deixar a Presidência da República.

Parte do dinheiro vai financiar a campanha do filho mais velho, Marcos Claudio, a vereador em São Bernardo.

É assim que um zeloso pai e generoso doador de campanha lava a sua alma...

Politicagem salarial

“Políticos ganham mais 81 euros por mês de ordenado”.

Em função de tamanho descaladro salarial, que virou manchete escandalosa do jornal Correio da Manhã, o primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, pediu moderação salarial em 2012

Ainda bem que essas coisas só acontecem em Portugal, onde o povo ainda se indigna com a merreca paga aos seus políticos...

Mensaleiros aloprando

A Petralhada está aloprada, e já sentindo o deles apertadinho e na reta, com a visão surpreendentemente condenatória, no julgamento do Mensalão, de ministros por eles indicados para o cargo quase vitalício de ministro do Supremo Tribunal Federal.

O susto e o medinho se materializaram porque, até agora, pelo placar de 6 a zero, já estão condenados, pelos crimes de corrupção ativa e peculato, os réus Marcos Valérios, seus ex-sócios Ramon Hollerbach e Cristiano Paz, na propriedade das agências de publicidade SMP&B e DNA.

Também já foi para o saco, pelos crimes de corrupção passiva e peculato, o ex-direitor de Marketing do Banco do Brasil, o petista "aloprado" Henrique Pizzolatto.

Cinco estrelas

O Globo noticia que os os irmãos François-Xavier Dussol e Jacques Dussol — proprietários dos hotéis La Suíte, na Joatinga, e La Maison, na Gávea, da rede By Dussol – vão investir R$ 10 milhões na compra, reforma e transformação em padrão cinco estrelas do Hotel Paris, na Praça Tiradentes.

A velha construção neoclássica de 1902 tinha a má fama de servir de espaço para prostituição.

Agora, já pensou se algum estrangeiro resolve fazer a mesma coisa com os palácios de poder no Brasil?

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus.

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva.

Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog e podcast Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos.

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 28 de Agosto de 2012.

2 comentários:

Anônimo disse...

Nenhuma legenda política possui ou tenciona possuir algum tipo de programa polític aqui, nesta corruptocracia.

O mensalão jamais terminou. Agora se chama de emendas parlamentares e medidas provisórias.

Apenas uma questão de semântica.

Anônimo disse...

A petralhada da porra já afirma que o crucifixo foi oferecido ao fdp do canceroso e é certo que ele não será devolvido ao Planalto.

Itamar instado a esclarecer a polêmica, Itamar fez chacota. "O crucifixo era do Palácio. É melhor fazer um (exame de) DNA no crucifixo".

Logo, como pode ser do louco?

Os petistas estão todos mobilizados para defender a honra de lulla como se ele algum dia a tenha tido!

Só mesmo corruptos e soviéticos procedem assim: "Mente, mente sempre, alguma coisa vai ficar".

claudio soares, diretor da documentação histórica da Presidência, reafirmou que o crucifixo "foi presente pessoal de um amigo ao Presidente Lula" e disse que a imagem de Itamar que circula na internet "trata-se de edição grosseira. O presidente Itamar nunca se sentou naquela poltrona enquanto aquela peça esteve naquela parede".