sábado, 2 de fevereiro de 2013

A outra tragédia: Renan

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Humberto de Luna Freire Filho

Poucos dias se passaram de um grande tragédia humana e hoje acabamos de assistir a uma outra.

Essa é política, moral, ética e social, promovida por um bando de homens e mulheres homiziados em um prédio público na ilha da fantasia e que no Brasil, eufemisticamente, chamam de Senado Federal.

Lá, 56 "nobres" de moral duvidosa acabam de eleger para seu presidente um desqualificado que 72 horas antes de ser eleito presidente da Casa, foi denunciado pelo Ministério Público por peculato, uso de documento falso e falsidade ideológica.

Esse antro de corrupção oficial, balcão de negócios sujos, valhacouto de bandidos, consome R$ 3 bilhões de reais por ano, dinheiro de quem trabalha, subtraídos da Educação e da Saúde e usados para enriquecer chefes de quadrilhas e desmoralizar o país.

Humberto de Luna Freire Filho é Médico.

8 comentários:

Anônimo disse...

Foi uma vergonha. Ou melhor, muitas vergonhas. Precisamente 56 vergonhas. Um festival de cinismo. Transformaram o Senado em uma casa de tolerância.

Anônimo disse...

Descobri a poucos meses esse blog e ESTOU ADORANDO!!! É impressionante como você consegue saber em primeira mão de coisas tão estarrecedoras. Conto contigo para também divulgar coisas, novas, da figura principal dessa nova tragédia que o Brasil está vivendo com o Renan na predidencia do Senado. Os Senadores acharam pouco o descalabro do Sarney no sanado, ainda pode piorar!!!

Anônimo disse...

Para o autor e o editor,

Entre colunas, tá?

Se realmente tivesse força e três colhões, a Maçonaria já teria feito algo de bom para a política nacional, pois, até onde sei, o Congresso está entupido de maçons. Pergunto, então: Para quê?

Me deu extrema revolta em ver que, em virtude das copas e Olimpíadas, teremos estádios de primeiro mundo e escolas e hospitais públicos subsaarianos.

Como se não bastasse, o Brasil está nas mãos de vagabundos e marginais que votam e endossam a eleição de um acusado pelo PGR.

Simplesmente, o terceiro homem na linha sucessória da República é acusado solidamente por uma ministro de estado, e... nada.

SOU ABSOLUTAMENTE A FAVOR DE UMA NOVA E EFICAZ CONTRA-REVOLUÇÃO NO BRASIL.

Abraços,

Ronald disse...

Bandalha impera !

Anônimo disse...

O povo imbecilizado nao esta nem ai.

Félix disse...

Meu caro Humberto de Luna Freire Filho,

Se “56 "nobres" de moral duvidosa acabam de eleger” o presidente do senado, o que dizer de 53 milhões de almas que elegeram uma ladra de bancos, para presidente do Brasil?
E o que dizer de 1.5 milhão de almas paulistas e paulistanas que elegeram um palhaço famoso, confirmadamente analfabeto, para ser deputado federal?
E um pouco mais atrás, o que dizer de outras 56 milhões de almas, todas igualemnte brasileiras, que elegeram o maior estelionatário político que já apareceu no Brasil, para ser também presidente do país?
Não entendo o seu espanto? Em que país vc vive?
Eu moro em Bruxelas, há 5 anos joguei literalmente no lixo a minha nacionalidade brasileira, e hoje sou Belga, e tampouco me espanto com a realidade brasileira, nem com a sua decadência moral, nem com a sua índole criminosa ou assassina constante.
Pessoalmente estou convencido que os brasileiros, incluindo os que se dizem honestos, merecem bem o senado e o congresso que têm, bem como todos os impostos mais altos do mundo que lhe forem empurrados goela abaixo.
Mas não se aborreça com o que escrevi acima. Gosto dos seus textos. Vez ou outra reproduzo um ou outro no meu blog.
Abraço
Félix Jarreth

Félix disse...

Meu caro Humberto de Luna Freire Filho,

Se “56 "nobres" de moral duvidosa acabam de eleger” o presidente do senado, o que dizer de 53 milhões de almas que elegeram uma ladra de bancos, para presidente do Brasil?
E o que dizer de 1.5 milhão de almas paulistas e paulistanas que elegeram um palhaço famoso, confirmadamente analfabeto, para ser deputado federal?
E um pouco mais atrás, o que dizer de outras 56 milhões de almas, todas igualemnte brasileiras, que elegeram o maior estelionatário político que já apareceu no Brasil, para ser também presidente do país?
Não entendo o seu espanto? Em que país vc vive?
Eu moro em Bruxelas, há 5 anos joguei literalmente no lixo a minha nacionalidade brasileira, e hoje sou Belga, e tampouco me espanto com a realidade brasileira, nem com a sua decadência moral, nem com a sua índole criminosa ou assassina constante.
Pessoalmente estou convencido que os brasileiros, incluindo os que se dizem honestos, merecem bem o senado e o congresso que têm, bem como todos os impostos mais altos do mundo que lhe forem empurrados goela abaixo.
Mas não se aborreça com o que escrevi acima. Gosto dos seus textos. Vez ou outra reproduzo um ou outro no meu blog.
Abraço
Félix Jarreth

Félix disse...

Meu caro Humberto de Luna Freire Filho,

Se “56 "nobres" de moral duvidosa acabam de eleger” o presidente do senado, o que dizer de 53 milhões de almas que elegeram uma ladra de bancos, para presidente do Brasil?
E o que dizer de 1.5 milhão de almas paulistas e paulistanas que elegeram um palhaço famoso, confirmadamente analfabeto, para ser deputado federal?
E um pouco mais atrás, o que dizer de outras 56 milhões de almas, todas igualemnte brasileiras, que elegeram o maior estelionatário político que já apareceu no Brasil, para ser também presidente do país?
Não entendo o seu espanto? Em que país vc vive?
Eu moro em Bruxelas, há 5 anos joguei literalmente no lixo a minha nacionalidade brasileira, e hoje sou Belga, e tampouco me espanto com a realidade brasileira, nem com a sua decadência moral, nem com a sua índole criminosa ou assassina constante.
Pessoalmente estou convencido que os brasileiros, incluindo os que se dizem honestos, merecem bem o senado e o congresso que têm, bem como todos os impostos mais altos do mundo que lhe forem empurrados goela abaixo.
Mas não se aborreça com o que escrevi acima. Gosto dos seus textos. Vez ou outra reproduzo um ou outro no meu blog.
Abraço
Félix Jarreth