sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

O PACC


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Paulo Chagas

Denúncia de corrupção na gestão do Exército, não é a primeira nem será a última vez que ocorre, afinal, a gestão é feita por humanos e estes falham.

No entanto, como sempre, o fato será apurado com a presteza, o rigor e a precısão que sua gravidade exige e os culpados, se houver, serão punidos  dentro da norma do processo e de acordo com as penas estabelecidas na lei.

É assim que sempre foi e assim que será mais esta vez!

Neste novo "affaire escandaloso" da administração pública, a atitude e a ordem para "apuração urgente", ınócua em se tratando de militares, tem sido adjetivada como "dois pesos e duas medidas", quando, na realıdade, o que ocorre é a prática do "aos amigos tudo, aos indiferentes o regulamento, aos inimigos a calúnia, sempre que possível”.

Neste caso, por enquanto, apenas o regulamento, mais tarde, quando ınteressar, virá a calúnia! É o modus operandi dos corruPTos, basta observar a CNV, a fatídica criadora de factóides, mentiras e falsos heróis.

Aos militares, a Presidente, envergando o capacete de Comandante Suprema, ordena, em curto prazo, averiguar e punir, como se, alguma vez, algum erro, particularmente nas contas, finanças e processos, tivesse sido escamoteado do rigor da lei para beneficiar algum apaniguado, como soe acontecer no ambiente em que se locupletam os seus "amigos", para os quais "tudo" é válido.

Quando foi que a Sra. Rousseff determinou ou, sugeriu , a apuração rápida e rigorosa do escândalo dos seus amigos mensaleiros? E as denúncias contra o Sr. Lula da Silva, quando merecerão o interesse da "companheira" Dilma?

Façamos votos para que esta ânsia justiceira que se apossa da Presidente não seja mais um ato falho da "simpatia" que nutre pelos militares, mas o primeiro ato de um novo programa, o PACC - Programa de Aceleração do Combate á Corrupção!

Paulo Chagas é General na Reserva.

2 comentários:

Anônimo disse...

Tem que investigar mesmo!
Se houver oficiais envolvidos, a punição tem que ser exemplar!
Chega de corporativismo nas FFAA!

Anônimo disse...


Eh conhecida a pratica secular de se acusar alguem por algo que o proprio acusador esta passivel de punicao, porque o proprio acusador estah, com o perdao da palavra, "com o rabo preso". Passada eh a hora de tomarmos as redeas do poder, baseado inteiramente no Artigo primeiro de nossa Constituicao, e talvez contratarmos o Assange para nos informar mais. Garanto que a economia com altissimos salarios sendo pagos para nao vermos resultados positivos poderiam ser empregados na energia solar a ser implantada em nosso Norte/Nordeste e gerando assim milhoes de empregos locais.

http://www.brasil247.com/+rg2n7