terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Tributo à Yoani


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Sergio Sparta

As entranhas políticas são lamentáveis quando tratam de posturas radicais e ações agressivas, particularmente as que atentam contra a liberdade de expressão e de locomoção.

Diferenças ideológicas quando defendidas com argumentos e respeito são favoráveis à democracia. Lamentavelmente ainda sobrevivem, em nossos dias, indivíduos e entidades que não aceitam divergências e são desprovidos de bom senso e educação, que acobertam interesses subalternos, que tentam preservar idéias retrógradas e desmerecer pessoas que clamam por justa liberdade.
   
Falo da recepção à blogueira cubana Yoani Sánchez. Fato deprimente que merece o repúdio de todo cidadão brasileiro. Não bastassem as dificuldades, humilhações e castigos que sofreu em seu País pelo seu posicionamento frente às adversidades e opressões ao seu povo, é recebida, aqui, por um grupo bem doutrinado, a mando do comando de lá e do subserviente daqui, para denegrir a sua pessoa e abafar o seu grito de luta por liberdade.

A cada nova investida da esquerda raivosa, mais claro ficam as suas reais intenções, que não são nada republicanas e democráticas. As ações articuladas com esmero na embaixada de Cuba, com a presença de membros do governo brasileiro, refletem o grau de afinidade e comprometimento entre as partes e a subordinação da nossa soberania à causa da cúpula do Poder.

Nesta admoestação inconcebível, não ouço a voz de repúdio dos ativistas dos direitos humanos, de membros do Governo, de lideranças da esquerda, membros da direção de órgãos estudantis e sindicatos, com raras exceções. Por quê? Onde estão aqueles que lutam pela igualdade, pela liberdade e pela verdade?

Qualquer dúvida está dissipada. A esquerda truculenta continua ativa. Hoje, não pega em armas por conveniência, mas continua a usar os mesmos métodos de pressão adotados no passado, de beneficiar-se da democracia e da liberdade, que tanto defendem da boca pra fora, para impor a sua ideologia, que é ditatorial.

Obrigado, Yoani, pela tua demonstração de paciente tolerância ante tanta difamação e agressivas manifestações e pela oportunidade de desmascarar esses castradores da liberdade. Teu semblante reflete a sinceridade da tua mensagem; o mesmo, não é possível dizer dos teus agressores.

Sergio Sparta é coronel do Exército, já na reserva e integrante do Movimento Verde-Amarelo do RS. 

Um comentário:

Anônimo disse...

Prezado Coronel.
A verdadeira democracia pode conter, por exemplo, essa tão exigida "liberdade de expressão". O que determinados componentes dela não toleram, porque não lhes convém, é a FORMA como ela deve ser expressa. Os grupos de pessoas, regadas a conveniências pessoais ou pura ignorância, por total falta de raciocínio, amparada pela famosa preguiça de usá-lo, se comportam calcada num conceito de atendimento à coletividade que, durante setenta anos foi "enfiado goela abaixo", de forma compulsória, num grupo de pessoas que habitavam um chamado "paraíso", que de forma precisa era cercado por uma "cortina de FERRO", para que, acredite, as pessoas não pudessem SAIR. Isso é, no míimo, uma super incoerência. Claro, como não podia deixar de ser, SUCUMBIU. Jogaram a toalha, como se usa no pugilismo. Hoje é CocaCola e McDonalds prá todo lado. Não existe nenhum desmérito nisso, pelo contrário, "caiu a ficha. Ok! (ooopsss...) Pode ser que essa nova situação AINDA não seja a melhor para todos (ou a maioria). Assim que, como em qualquer caso semelhante, devemos aperfeiçoá-la ou - quem sabe? - criar uma nova modalidade de convivência social. O que se torna RIDÍCULO é insistir no uso da exumação daquele regime que os próprios criadores foram OBRIGADOS a rejeitarem. O que queremos dizer é que essa facilidade (maior alimento do homem preguiça) no uso da ambiguidade formada pela tais ESQUERDA x DIREITA (aliás, coisa de uso dos militares, os quais eles tanto repudiam)sustenta um par ideológico de pura conveniência. Veja que, nem boa parte dos componentes dos grupos dos próprios patrocinadores, são capazes, a não ser por impulso ou imposição, defender os ridículos atos de terrorismo, com acionamento de bombas pelos suicidas. E tem mais, que resultado prático para o que seria a maior causa do sistema - ogirizar o povo americano (!?!) - esse tipo de atitude oferece? Infelizmente, sabemos bem disso, com certeza, que uma nova posição pode estar longe de ser atingida, mas, por isso mesmo, é urgente que se comece logo. Contamos com o progressivo e insistente trabalho do ALERTA TOTAL, que, seguramente, já provou a que veio.
Grd abraço.
Danilo Hardman.