quarta-feira, 24 de julho de 2013

O inferno astral da classe política, e da Política do País

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Gelio Fregapani

A popularidade da Dilma desabou. Também a de Lula, cuja saúde não recomenda sua volta mesmo que queira. Ainda pior que eles estão os parlamentares em geral -(Sarney com 92% de rejeição, Renan e Henrique Alves com 89% e Aécio aproximando-se dos  50%).

Marina, já rejeitada por todos que querem produzir, ainda  sofrerá as consequências quando for conhecido seu passado de corrupção e de separatismo indígena a serviço da Inglaterra. Seria mesmo a pior opção. Até agora só escapa do desgaste o Joaquim Barbosa, que jura não ter pretensões eleitorais. Apesar disto já começa a ser atingido.

Essa ausência de alternativas é perigosa. Faltando ainda 18 meses para Dilma terminar o mandato se acentuam os sinais de ingovernabilidade A economia ainda não está mal, mas a perspectiva que vai piorar tem o mesmo efeito.

Não sabemos o que aconteceria se a Presidente tomasse o freio nos dentes e fizesse uma faxina completa: reduzisse os Ministérios para uns cinco, prendesse os corruptos, endurecesse com os bandidos e com o Judiciário mesmo ao arrepio da Lei e onde não houvesse administradores sérios e competentes colocasse técnicos apolíticos, como missão, sem recompensas extras.

Com ações nesse estilo talvez conseguisse levar o nosso País a um glorioso destino, mas talvez fosse alijada do poder. Não sabemos o que acontecerá, mas sabemos que,  enfraquecida, cedendo tudo à ambição imensa de seus aliados e de seu partido, permitindo o aumento dos juros ao setor financeiro desmontara a produção, e pior, terá que tolerar as ações das ONGs e dos “movimentos sociais” como o Lula e o FHC o fizeram.

Nessa hipótese haverá convulsão generalizada na próxima eleição ou mesmo antes e  talvez o desmembramento do nosso País.  

É bom saber

Governo FHC – O internacionalismo globalista do Governo entregou à Booz-Allen, empresa que coordenava o trabalho de grampos da CIA, (onde trabalhava  Snowden),  a responsabilidade por estudos estratégicos, desde o "Brasil em Ação" no primeiro governo até o "Avança Brasil" no segundo, bem como os programas de privatização e de reestruturação do sistema financeiro nacional. A empresa operou até 2002, em estudos e pareceres, contratados pelo governo para abastecer uma política de alinhamento do Brasil com a economia dos EUA.

Governo Lula – O internacionalismo esquerdista do Governo considerava que as fronteiras na deveriam ter cercas, mas sim pontes. Insistindo em não reagir às provocações, o nosso País passou a ser tratado como um grandalhão medroso que se ajoelha ao som do primeiro grito. “Devemos ser generosos com a Bolívia, é um país muito sofrido”, recitava Lula a cada insulto. Engolindo desaforos e confiscos. O mesmo acontece com a Argentina, Paraguai e Equador.

Difícil saber qual o pior.

Sem noção

O “Anonymous” convocou manifestantes para atos durante a Jornada da Juventude  e a visita do Papa":..."Não se trata de um protesto contra o Papa nem a Igreja Católica', esclarece o grupo. 'Será mais um grito contra a corrupção e por serviços públicos mais dignos........" Será?

O que esperam conseguir com essa inoportuna e constrangedora  convocação?      Desmoralizar o País e a cidade do Rio de Janeiro? Desmoralizar a política brasileira já mais do que desmoralizada? Conseguir espaço na mídia internacional - abrindo caminho para que o Brasil se torne o Egito da vez? Ou, será que esperam constranger o Papa a falar mal daqueles que, oficialmente, o estão recepcionando? Deveriam  saber que o Papa não pode intervir. Roupa suja se lava em casa.

É evidente a tentativa de aproveitamento das manifestações por um setor do PT, mas não podemos descartar totalmente o dedo estrangeiro, ou pelo menos o aproveitamento estrangeiro. Astentativas de ingerência começam exatamente com os colaboradores, colaboracionistas e, ou, ignorantes - na melhor das hipóteses - tentando  badernar, fazer manifestações etc., etc...
Talvez até consigam nos enganar, mas se soubermos a verdade, a verdade nos libertará
  
Que Deus guarde a todos nós


Gelio Fregapani é escritor e Coronel da Reserva do EB, atuou na área do serviço de inteligência na região Amazônica, elaborou relatórios como o do GTAM, Grupo de Trabalho da Amazônia.

Um comentário:

Manoel Vigas disse...



Saudações.


“Que Deus guarde a todos nós” ?

( até agora, desde a DEMISSÃO DE UM DOS MAIORES PATRIOTAS BASILEIROS, O Ilmo.Sr. MINISTRO DO EXÉCITO SYLVIO FROTA, . . .

“ELE” não nos guardou . . . )

*************

DESCULPE Ilmo.Sr. CORONEL,

PREFIRO QUE AS “FFAA” NOS GUARDE,

SIM, . . . QUE NOS GUARDE, A TODOS NÓS ! ! !

*************
EM TEMPO:

"A free people ought to be armed."
- George Washington
*************
Atenciosamente.
Manoel Vigas