quinta-feira, 15 de agosto de 2013

O momento delicadíssimo para o Brasil

Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Leia também o site Fique Alerta – www.fiquealerta.net
Por Jorge Serrão
serrao@alertatotal.net

O Brasil vive seu momento mais delicado como Nação com potencial para ser realmente desenvolvida. Precisa definir, urgentemente, que modelo vai adotar e seguir, preferencialmente capitalismo, com foco em investimentos em infraestrutura e empreendedorismo, racionalizando a carga tributária e tornando a burocracia viável.

Do contrário, vai se consolidar naquilo que já é: um País com riqueza, mantido artificialmente na miséria, cumprindo um papel periférico na economia mundial, por falta de vontade nacional própria e por imposição e conveniência do esquema globalitário. A Oligarquia Financeira Transnacional não quer o sucesso do Brasil. Quer apenas, como de costume, ganhar dinheiro a nossas custas.

A tendência de subida do Dólar, que já passa dos R$ 2,30, é apenas um aviso de que o modelo atual, sob direção do PT, apresenta falência múltipla dos órgãos, com alto risco de comprometer o futuro do Brasil. Investidores internacionais, consultados pelas mais diversas fontes, repetem, praticamente, um mesmo discurso. Não pretendem investir aqui em infraestrutura.

Os motivos são insegurança jurídica, excesso de burocracia, exagerada ingerência política nos negócios, dificuldades em lidar com a corrupção sistêmica e, talvez o que torna tudo pior ainda, a cultural “estadodependência” dos brasileiros. Em resumo, nosso modelo Capimunista consagra nosso fracasso como Nação.

O Brasil não avança em indicadores fundamentais para o desenvolvimento. Infraestrutura, que é ruim, não tem perspectiva de melhora – a não ser na propaganda enganosa do governo. O mesmo acontece com a Educação – onde existe financiamento e subsídio ao ensino superior, mas falta investimento consistente no ensino básico, salvo raras exceções, tanto na esfera pública quanto na privada.

E como o País aceita se submeter a um processo forçado de desindustrialização, ficamos cada vez mais distantes dos necessários investimentos em Ciência & Tecnologia. Sem isto, o Brasil nunca vai se desenvolver. Será apenas, como sempre foi, um País periférico, fornecedor de matéria-prima e, eventualmente, de mão de obra (no caso, a pouquíssima qualificada disponível).  

Tal falta de soberania nacional se reflete, diretamente, na Expressão Militar. Na verdade, nossas Forças Armadas se tornam, a cada dia, mais inexpressivas. Não têm a menor condição de cumprir o papel primordial de Defesa Nacional. O projeto globalitário é torná-las inúteis e desnecessárias. O sucateamento histórico, com “investimentos” apenas para pagar a folha de pessoal, é a evidência do caos.



Nesse cenário, qualquer discussão político-partidária-ideológica se torna tão útil quanto o debate sobre qual time de futebol tem a melhor torcida. O Brasil precisa ser reinventado para dar certo algum dia. E como falta vontade nacional para isso, a tendência é que continuemos o tradicional processo de enxugamento de gelo. Por isso, o momento histórico é delicadíssimo para o Brasil.

Estamos perdendo o timming para as mudanças infraestruturais. Tal atraso tende a nos condenar a continuar na periferia do sistema político-econômico mundial. Se o negócio parece ruim agora, pode ficar ainda pior. Politicamente, não há sinais de mudança no horizonte. Se o PT perder a eleição do ano que vem, aquele que ganhar (seja quem for) fará algo diferente da mediocridade praticada hoje?

A resposta é um não rotundo...

No Egito, o pau está comendo. Aqui, o anão-gigante voltou a tirar a costumeira soneca, até novos rompantes de bronca pública, sem objetivos bem definidos, por pura falta de uma liderança com um projeto viável para o Brasil.
No Egito, parece hora da múmia beber água. Aqui, as múmias continuarão paralíticas, na sombra, esperando para ver o que acontece... Enquanto isso, os ratos do esgoto da politicagem fazem a festa... E os faraós tirando onda com a nossa cara...

Confissões de um Presidentro



Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus.

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog e podcast Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos.


A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 15 de Agosto de 2013.

11 comentários:

Joaquim Caldas disse...

Estamos diante do Marxismo cultural:o empobrecimento de um povo se inicia pela desvalorização das famílias e a extinção das religiões.Os governantes,"Redemocratas",já tomaram tudo que o povo produziu em 30 anos,estamos sem nada,pobres e miseráveis!

Sérgio Alves de Oliveira disse...

Dignissimo J.Serrão: Tens razão,por um lado. O Brasil não cresce. Ele "incha". Está quase no ponto de estourar.A economia é um tapa-buracos atrás do outro. Tudo manipulação de números. E quando estourar vai ser feio. Mas te cumprimento pela "persistência"em arrumar essa "droga". Mas já tentaram durante meio milênio,e nada. O Brasil "não deu certo",como nós,independentistas,sempre afirmamos. Tem que ser desmanchado pela lei da sissiparidade,fazendo de cada um dos seus pedaços uma grande nação.É o que nós,do SUL,queremos.

Anônimo disse...

Eu não acredito mais na política.
A sociedade cansará de protestar contra as péssimas condições da saúde, educação, segurança... etc e nada mudará, pelo contrário, tende a piorar. O único meio de mudar seria através dos militares, mas a sociedade não enxerga.

Anônimo disse...

Sinto Vergonha de Mim Cleide Canton/Rui Barbosa.
Sinto vergonha de mim
Por ter sido educador de parte desse povo,
Por ter batalhado sempre pela justiça,
Por compactuar com a honestidade,
Por primar pela verdade
E por ver este povo já chamado varonil
Enveredar pelo caminho da desonra.

Sinto vergonha de mim
Por ter feito parte de uma era
Que lutou pela democracia,
Pela liberdade de ser
E ter que entregar aos meus filhos,
Simples e abominavelmente
A derrota das virtudes pelos vícios,
A ausência da sensatez
No julgamento da verdade,
A negligência com a família ,
Célula-mater da sociedade,
A demasiada preocupação
Com o "eu" feliz a qualquer custo,
Buscando a tal felicidade
em caminhos eivados de desrespeito
para com o seu próximo.

Tenho vergonha de mim,
Pela passividade em ouvir,
Sem despejar meu verbo,
A tantas desculpas ditadas
Pelo orgulho e vaidade
Para reconhecer um erro cometido
A tantos floreios para justificar
Atos criminosos
A tanta relutância
Em esquecer a antiga posição
De sempre "contestar",
Voltar atrás
E mudar o futuro.

Tenho vergonha de mim
Pois faço parte de um povo
Que não reconheço, enveredando por caminhos
Que não quero percorrer...

Tenho vergonha da minha impotência,
Da minha falta de garra,
Das minhas desilusões
E do meu cansaço.
Não tenho para onde ir
Pois amo este meu chão,
Vibro ao ouvir meu hino
E jamais usei a minha Bandeira
Para enxugar o meu suor
Ou enrolar meu corpo
Na pecaminosa manifestação
De nacionalidade.

Ao lado da vergonha de mim,
Tenho tanta pena de ti,
Povo brasileiro.
Cleide Canton

"De tanto ver triunfar as nulidades,
De tanto ver prosperar a desonra,
De tanto ver crescer a injustiça,
De tanto ver agigantarem-se os poderes
Nas mãos dos maus,
O homem chega a desanimar da virtude,
A rir-se da honra,
A ter vergonha de ser honesto".

Rolando Boldrin Sinto Vergonha de Mim - Sr Brasil 18/08/2011 http://www.youtube.com/watch?v=5ahRnuQmZQs Profecia de Orlando Vilas Boas.mp4 http://www.youtube.com/watch?v=gNnqOfFQbZE Nióbio - Maior Riqueza do Brasil http://www.youtube.com/watch?v=xZVxtDAqaew

Anônimo disse...

Eu discordo de você. A Oligarquia Transnacional Financeira trabalha jogando a grana de um ponto pra outro do mundo mas sempre onde e grana tenha um mínimo de segurança. A OTF está mais é p...da vida com o PT pois botou uma grana considerável nas bravatas lulescas e se deu mal (vide Eike Batista e Petrobrás). O problema até pra esses caras é encontrar a alternativa. A OTF tem que achar um porto seguro para colocar sua grana, e o Brasil não é esse porto.
O caso é que eles deixaram seus empregados cuidar do osso enquanto era conveniente, e agora que não é mais, quero ver a tal Oligarquia tirar a cambada que eles mesmos deixaram que tomasse posse da coisa e financiaram largar o osso....nem a tal Oligarquia é competente!
Hienas são mais perigosas que leões, não é mesmo?

Anônimo disse...

As FA são o câncer desta Nação.

Nada produzem. Apenas generais da merda!

Selva disse...

Anonimo das 2,42h disse :FA nada produzem ,produzem as boas estradas ,as obras do rio Sao Francisco e a segurança porque os empresarios da gang do pt roubam o dinheiro fazem mal feitas ou nao terminam e ainda tem que dar segurança a gangues petistas.Fazem ou nao muito ?

Anônimo disse...

Amigo das 2:42 PM me permita dizer que esta enganado, entendo sua revolta, ela vem do silêncio das FFAA com relação ao caos crescente, mas na segunda escrevi que poderiam dar uma satisfação ao povo e a resposta veio em menos de 24hs, na terça a satisfação foi dada, confesso que estou sentindo um frio na espinha até agora, não passo de um zé ninguém e de repente meu pedido foi atendido, estão mais ligados do que todos nós juntos, nem de brincadeira se fala mal de nossas forças, por isso acho que essa turma do pt está mais para deficientes mentais do que malandros a toa, ninguém em sã consciência perde a noção do perigo assim como fazem com essas comissões, junte a isso o fato de estarem conduzindo o nosso povo a uma situação extremamente perigosa e inconsequente, se essas comissões funcionaram nos países vizinhos não se deve considerar o mesmo por aqui, somos um país completamente diferente de todos os outros e a receita do pt só vai fazer a maionese desandar para o lado deles mesmo.
Abusam dos valores cristãos como boa fé, misericórdia, aceitação da variedade de credos, raças e condições sexuais para fazer uma bagunça e colocar todos contra todos, deveriam ter deixado o passado no lugar certo, morto e enterrado e feito o que prometeram durante as campanhas.
Agradeço ao prof Olavo pelo pito, a carapuça me serviu como uma luva e pela contribuição permanente, o tenho como norte e professor assim como todos os que escrevem sobre assuntos que tratam da história que a estória não conta ajudando assim os que buscam uma luz nesse caleidoscópio que é nossa realidade e principalmente nosso passado manipulado e contado conforme deseja o regime que nos desgoverna.
FFAA, perdão por palavras mal colocadas e chulas no passado recente, se possível for, esse stress continuado há décadas leva a enganos e repentes de revolta, um desconto é pedido, quando me referi ao melhor custo-benefício da aposentadoria não tive a intenção de algo banal e sim que é o único custo ao povo onde há justiça de fato pela vossa missão e resposta na hora de precisão.
Uma receita de filmes e artigos poderia ser feita para deslavar a cabeça de nossos jovens, essa prosa de mundo melhor e mais justo leva multidões de roldão e pelo andar da carruagem eles poderão se dar muito mal, nem sonham na fria em que estão se metendo, as pessoas de bem que tinham um norte altruísta caíram fora do pt há tempos e os que ficaram assumem a condição de bandidos mesmo, uma turma insana, cruel e inconsequente.
Lendo o texto da grana que sumiu da cef me lembrei de uma pessoa que sofreu o batido golpe do sequestro e recebeu uma conta da cef para pagar o resgate, depois a cef disse que só podia dar os dados do proprietário da conta através de pedido judicial, isso não surpreendeu e sim a frieza e falta de surpresa da instituição, quem vai encarar um processo pelo resto da vida e ainda arriscar sofrer represálias de bandidos? sei lá se tá tudo ligado ou não. Que Deus nos proteja do amargo horizonte que se aproxima e se o soldado está pronto, em breve o povo o chamará, isso é certo, por fim, obrigado pela satisfação.
um Brasileiro.
*rede globo, por gentileza, poderia parar de aumentar o volume de meu televisor durante os comerciais?
**mostrar policiais batendo em indefesos e manifestantes pedindo o fim da policia enquanto promove a violência através de mma's e não esmiúça a matança de policiais só piora o quadro e deixa mais dúvidas no ar, basta a dureza de um regime traíra e insano, colabora vai, mostra de onde vem sua eletricidade, qual o melhor período que nosso povo viveu no século passado, essas coisas que esclarecem ao invés de confundir, deve retribuir à nação os lucros incessantes com informações de verdade, ajude a deslavar a mente do povo que segue o engano, vale também para as outras abertas.

Anônimo disse...

Falando em porto e só para ilustrar o comentário do Anônimo das 12:29 PM, vou lhes contar uma história, verídica. Hoje, lá pelas 11h00min da manhã, dirigia meu carro pela Avenida Oceânica, orla de Salvador, em direção ao Farol da Barra, quando me deparei com uma cena que em todos esses anos de vida, nunca tinha presenciado. Cinco cargueiros parados (ancorados) para fora da boca da entrada da Baia de Todos os Santos. Bem ali, para fora do Farol da Barra. As popas dos navios, todas voltadas para mar aberto, pois a “maré era de vazante”. Imediatamente imaginei o cenário que, mesmo nunca tendo presenciado antes, era fácil de estabelecer. Não haveria espaço para os cargueiros apoitarem dentro da baia onde sempre o fazem, perto do porto de Salvador (Cidade Baixa) e da Ilha de Maré. Passei pelo Farol da Barra e virei em direção ao Porto da Barra curioso de ver se minha intuição ia se confirmar. Não deu outra! Logo chegando ao Hospital Espanhol já podia notar vários cargueiros ancorados em frente à Ilha de Itaparica, mas ainda não dava para ver toda a extensão da baia, lá para as bandas do Forte São Marcelo. Cheguei ao Porto da Barra e entrei pela estrada velha do Yatch Club e aí sim, me deparei com a cena que tinha imaginado, um pouco pior. Ao todo eram 28 cargueiros (contei varias vezes para me convencer) que estavam ancorados nas imediações do porto e das ilhas de Maré e Itaparica. Seria de nos enaltecermos ver um porto tão movimentado onde cargas se transformam em divisas. Mas depois de ouvir vários depoimentos, inclusive de mestres e capitães dos próprios navios, de que levam às vezes 15, 20 dias ou mais para descarregar suas cargas, ficou a impressão de que o Brasil está, cada vez mais, sucumbindo às pressões da evolução natural e crescente do comercio marítimo mundial. Uma pequena faceta da incompetência dessa nossa administração pública.
jmv

Anônimo disse...

Enquanto aqui no Brasil pensarmos que ser um político é aceder à riqueza fácil e promover uma imagem de poder supremo...o potencial deste país vai ser escoado para os bolsos de uma minoria.

Coronel Humberto Pinto disse...

Ilustre Jornalista
Jorge Serrão

Como sempre estiveram, as Forças Armadas estão atentas...
Intervirão no tempo certo e manterão a República. QUEM VIVER VERÁ!