sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Onde estão os direitos humanos?

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Luiz Sérgio Silveira Costa

Uma das características da esquerda é o desrespeito à inteligência e sensibilidade alheias, provavelmente por achar que todos são como os que votam neles, pobres, impotentes, deseducados e despreparados.

Em 8 de outubro de 2012, justamente no aniversário da morte de Che Guevara, foi inaugurada, na Aman, uma placa em homenagem a um cadete falecido numa instrução do Curso de Formação de Oficiais, por iniciativa e indisfarçável revanchismo e ideologia da secretária de Direitos Humanos, Maria do Rosário.

Há poucos dias, tivemos o episódio do senador Molina, trazido ao Brasil pelo encarregado de negócios da embaixada brasileira na Bolívia, arrostando a hierarquia e arriscando a sua carreira, tudo em nome dos direitos humanos. Nada se ouviu, nem um simples  murmúrio, da secretária em defesa do diplomata.

Certamente porque o diplomata desafiou a própria presidente, que, fazendo o jogo subserviente dos governos petistas aos nanicos latino-americanos, nada fazia de concreto para obter o salvo-conduto, pois o cocaleiro, depois de vistoriar o avião de outro nanico, brasileiro - físico e moral - queria mesmo é que o senador apodrecesse na embaixada.

O caso dos médicos cubanos é outro atentado aos direitos humanos: como mercadorias, seu pagamento é feito ao governo cubano; como prisioneiros, suas famílias, em Cuba, são a garantia de que não vão fugir. Além do Muro de Berlim, dos “balseros” cubanos, esse é mais um exemplo prático da desumanidade do sistema comunista, que, pasmem, há adeptos no governo, haja vista o Foro de São Paulo.

Apesar dessa afronta aos direitos humanos, a secretária – aguerrida contra a ditadura militar aqui, que acabou há 30 anos, mas a favor da de Cuba, longeva e ainda em vigor – está muda, certamente com ar de desdém, sem nem mesmo emitir um simples muxoxo!

Agora, o deputado-presidiário (ou o presidiário-deputado) se queixa de tratamento desumano na cadeia, de tomar banho fria com garrafinhas de água e de comer xepa, tendo intestino irritado....,não pensando nisso, como o senador boliviano, ao praticar seus malfeitos. Secretária: onde estão os direitos humanos do sofrido Donadon? Além do desconforto, está precisando ir ao Sírio e Libanês para curar esse intestino...

Não, secretária, irritados estamos nós, a decente sociedade brasileira, exausta de tanta dubiedade e desfaçatez!

Para esses governos petistas, que estão afundando o país, ética e moralmente, e  por falar no Exército, apenas uma ordem:

Mestre da Banda! Toque fúnebre!


Luiz Sérgio Silveira Costa é Almirante, reformado.

Um comentário:

Anônimo disse...

Essa Maria do Rosário não vale um tostão!!!! Aliada dos tiranetes meliantes, assassinos. Nenhuma palavra a favor do Senador Molina nem mesmo qualquer referencia ao genocídio praticado na Síria por um tiranete envolvido em narcotráfico e contrabando de armas.