sábado, 31 de agosto de 2013

Vai roubar pra ser preso!

Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Leia também o site Fique Alerta – www.fiquealerta.net
Por Jorge Serrão
serrao@alertatotal.net

Vai roubar para ser preso! Esta era a bronca que o veterano locutor esportivo José Cunha, nos velhos tempos de transmissão pela TV Educativa do Rio de Janeiro, dava ao jogador que fazia alguma grande besteira com a bola. O desabafo do Cunha nunca esteve tão atual e aplicável aos nossos políticos. Ainda mais depois que o Brasil inaugurou a Era do Presidiário-Parlamentar, com o agora famoso Natan Donadon, até outro dia um ilustre desconhecido no Congresso.

Roubar para ser preso, no imaginário do Governo do Crime Organizado no Brasil, vale muito a pena. Vide os mensaleiros. Podem até puxar uma cadeia... Quem sabe... Mas o patrimônio que acumularam – em muitos casos milionário – continuará intocado, à disposição deles, quando terminarem de cumprir as penas duramente impostas pela Teoria do Domínio do Fato no Supremo Tribunal Federal. Para os condenados na Ação Penal 470, tirando a vergonha de tomar uma vaia ou outra nas ruas, o crime compensou. E muito!

Agora, temos o esdrúxulo caso Donadon. Trata-se de um “desexemplo” – como se diria lá pelas bandas de Saramandaia. O paralamentar presidiário, condenado a 13 anos, 4 meses e 10 dias de prisão, tem privilégios na cadeia, porque continua sendo deputado federal. O mandato mantido pelo corporativismo sem vergonha de nossa classe política lhe garante uma cela individual no superlotado Presídio da Papuda, em Brasília, que abriga cerca de 1500 presos cumprindo penas por roubo, homicídio e tráfico.

Donadon fica bem longe deles. Não os vê, nem pode ser visto por eles. A hospedagem especial de Donadon é um cubículo de dois por três metros. Na cela especial do paralamentar tem colchão, uma televisão e um chuveiro. Pena que a água seja gelada, apenas... Claro, a privação da liberdade é uma punição, mas é bem atenuada no caso dele que só é obrigado a vestir a mesma calça, camisa branca e chinelo de seus colegas do Parlatório da Papuda - que as más línguas alegam ser uma sucursal do Congresso... Que injustiça com os presos comuns...


Donadon recebe três refeições por dia (café, almoço e jantar). Pode tomar duas horas diárias de banho de sol. Recebe visitas do advogado Nabor Bulhões e de familiares às quartas ou quintas, das 8 às 16 horas. Quando acabar seu mandado, a previsão é de que perca a mordomia... Mas uma ida para a cela coletiva só acontece (se realmente acontecer) depois do final de 2014... Até lá muita água suja deve passar por baixo do rubicão da impunidade tupiniquim...

Em 2010, o caso Donadon quase foi um exemplo de armação judicial bem sucedida. Quando foi denunciado pelo Ministério Público, e seu julgamento foi marcado no Supremo Tribunal Federal, por ter foro privilegiado, Donadon, providencialmente, renunciou ao mandato. Preferia ser julgado na Justiça de Rondônia. O STF percebeu a tramoia e resolveu que julgaria o processo dele. Donadon acabou se reelegendo deputado federal e reconquistou a imunidade parlamentar que agora o beneficia.

Agora, seu super advogado Nabor Bulhões, um dos mais conceituados e caros criminalistas do Brasil, pretende recorrer ao STF pedindo a revisão da condenação do paralamentar presidiário. Quem sabe, com uma nova composição, o Supremo dá uma aliviada no caso Donadon? Tentar não custa nada. Donadon tem muita bala na agulha para pagar por sua defesa...

Por isso, a frase do velho amigo Zé Cunha permanece atualíssima: Vai roubar pra ser preso... No Brasil, o crime compensa... Até segunda ordem em contrário... E vamos nos preparar para o pior... A novela Xicana da Silva está apenas começando e só deve acabar no Dia de São Nunca...

Vida dura na cadeia?

Situação meramente ficcional agora... Depois de 2015, quem sabe...



Somos Todos Iguais...



Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus.

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos.


A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 31 de Agosto de 2013.

7 comentários:

Anônimo disse...

Os revolucionários estão conseguindo subverter toda a moral e ética. Nada nos surpreende, nada nos choca mais... Tá tudo avacalhado, tudo esculhambado.
[]'s
Antipetista

Anônimo disse...

3
As bolsas lançam seus papéis e estes sofrem a flutuação natural ou artificial sem com isso significar que a empresa tenha crescido ou diminuído de acordo os valores, nada contra, mas é coisa para quem entende bem senão fica fácil de perder, se tenho um milhão e cai 50% sobram 500 mil e quanto terá que subir para que eu volte a ter o milhão inicial? 100%, nada contra e o inverso é verdadeiro, pode-se ganhar muito também, mas totalmente contra trancar as ltdas para fazerem captação na praça, oras, se a empresa q precisa de certo valor e tem boas garantias para oferecer ela e as pessoas físicasou jurídicas devem ter liberdade para fazerem transação sem problemas e isso não é permitido, não falo aqui de pirâmide, falo de captação de empresa ltda dando bens em garantia e com juros e prazos ajustados entre as partes, só isso, a origem dessa proibição? boa pergunta, estou tentando encontrar, mas acho que deu para peceber como as coisas são né? este é o assunto mais importante, depois da luta contra o comunismo é claro, e que não vejo ninguém mostrando a importância, a tv só diz que ta tudo bem, amém, aliás, se as tvs dissessem a palavra proibida "comunismo" com mais frequência e mostrassem filmes e noticias dos nossos vizinhos atacados por essa desgraça, em 15 dias todo o povo acordaria, as emissoras não precisam temer a falta de recursos, a esmola ganha agora vai matar o Brasil, melhor mostrar a verdade agora e colher fartas safras em breve, essas algemas são as piores, elas são de ouro, nós podemos muito mais, todos sabemos.
Defendo a volta da democracia militar, eles tem Deus na retaguarda, sabem cuidar, zelar, planenejar, executar, olhar para frente, não precisam perder tempo agradando uns e outros, enfim, não são esquerda e nem direita, são pelo Brasil e por todos nós, já perdemos muitas décadas, os que defendem a atual liberdade estão matando milhares de brasileiros que estão sustentando tudo isso e estão longe de Brailia, Rio ou São Paulo, isso não é liberdade e muito menos democracia.
Vocês politícos nos deixaram desarmados, destruídos e totalmente desesperançosos, não há absolutamente nada pior para um país do que ficar na condição em que vocês nos deixaram, agora escutem, o povo e o Brasil precisam de um tempo pra cabeça, entendem isso? Vocês nos sabotaram para realizar o sonho de vocês, todos os partidos já brincaram de governar, agora só temos uma chance de sairmos dessa em paz, retirem-se todos incluindo o pt, fora disso não haverá outra saída senão um novo 64 e depois que vocês saírem o Brasil dará um salto que vai fazer os anos dourados parecerem café pequeno, cuidem dos seus estados e deixem o governo nacional para quem entende, ok? Vocês precisam parar de nos matar.
Deixando o governo federal com os militares, em 20 anos o pt se extingüe, qual estado que vai querer esse bando a lhes torturar?
Agora vou seguir o conselho do professor, escrever é pra quem pode, tô fora.

Anônimo disse...

2
Quando dei o exemplo de que oestado não tem nem mais condições de fazer uma blitz devido ao caos do trânsito queria dizer que não tem mais nem moral de fazer qualquer fiscalização pela pura desordem que este vem proporcionando na vida de todos e isso é um veneno para a sociedade, semanas atrás fui pagar ipva do meu carrinho com 12 anos de vida quase tive um treco, mais de 400 reais entre ipva e multas que brotaram do nada e estou com os 5 pneus no arame e sem condições de renová-los, é de doer.
Quando disse que governar é estar cheio de gralhas e ar aras em volta me referia aos presidentes militares que tinham que aturar um bando
de pessoas distorcendo palavras e fazendo o possível para confundir o povo, tanto fizeram que conseguiram, de modo algum me referi aos heróis da resistência de hoje que fazem de tudo para mostrar a verdade e o engano em que o povo está mergulhado.
Não tenho absolutamente nada contra banco ou bolsa de valores, só acho que o mercado deve ser aberto e não restrito como agora está.
Os bancos são parceiros importantes, mas nem todos tem acesso ao crédito e isso cria exclusão, vou tentar explicar: imaginamos o seu Manoel da esquina que tem uma padaria, ele tem um carro próprio com 5 anos de uso e seu ponto é alugado, ele precisa comprar um forno novo no valor de 5 mil, o banco cobra uma taxa de 4% ao mês e lhe dá 12 meses para pagar, mas acontece que seu único bem (o carro usado) não é aceito como garantia, pronto, lá se vai o sonho do forno. Agora, se o cliente do seu Manoel, o Sr z resolve fazer negócio com ele aceitando o carro como garantia e vai além e lhe cobra um juro de apenas 2% ao mês fica dificíl de saber quem fica mais feliz com essa transação, se o Sr Manoel que vai pagar a metade dos juros ou se o Sr z que vai lucrar muito mais que o dobro que o sistema financeiro lhe pagaria, massssss, me parece que isso é agiotagem, um crime e portanto o dinheiro que o Sr z tem sobrando fica restrito ao depósito bancário e o dinheiro que o seu Manoel tem faltando só poderá ser encontrado em um banco fechando assim as possíbilidades outras que poderiam ocorrer caso houvesse liberdade, só isso e não acho isso certo.

Anônimo disse...

1
Bom, depois de usar e abusar deste espaço e da paciência do editor e dos leitores, acabei cometendo muitos erros e poucos acertos.
Falar em público não é a minha praia nem alimento pretensão nenhuma nesse sentido, foi tudo por força das circunstâncias mesmo.
Mal dei conta de terminar o segundo grau e queria mesmo agora é estar trabalhando e cuidando de minha vida, mas está impossível.
Quero tentar corrigir alguns erros cometidos por pura falta de habilidade com as palavras e raciocínio linear.
Fui mesmo muito babaca colocando de forma leviana o belo artigo do Jabour, além de muito elucidativo, no geral gosto dos textos dele.
Um dia lembrei o nome da Miriam Leitão dizendo que anunciava aos quatro ventos que os agricultores eram caloteiros, sendo que os políticos criaram aquela dívida e cabe somente a eles darem fim na lambança que criaram, desculpe-me Miriam, hoje sei que vocâ apenas fazia a leitura da lauda da emissrora de tv e mesmo que na época pensasse assim acredito que hoje seu pensar é diferente, quem se alimenta diariamente deve reconhecer
também a labuta dos que estão de sol a sol sem feriado, fim de semana e outros descansos que outras profissões proporcionam, além é claro de darem motivo existencial para aquilo que chamam de balança comercial.
Outro dia mandei a petralhada pra casa daquele lugar usando sobrenome do professor, puxa vida que mancada, claro que na hora não me atinei, foi pura ansiedade mesmo e falta de revisão do texto, foi muito mal.
Quando disse que se a linha não for dura ninguém se emenda, me referia aos políticos e não ao povo que ja vem sendo malhado a tanto tempo, para
mim a culpa dessa coisa toda é somente da justiça, sim, quando veio à tona o mensalão, todos sem exceção deveriam ser afstados sumariamente para investigações, incluindo aí o Dr. lula, como não fizeram, deram um certificado de garantia para que a farra prosseguisse e pudesse ser ampliada.

Anônimo disse...

"MÉDICO CUBANO DENUNCIA: "NOSSA MEDICINA É QUASE CURANDEIRISMO".

(...)

Como é a formação de um médico em Cuba?

Muito ruim. É uma graduação extremamente ideologizada, as aulas são teóricas, os livros são velhos e desatualizados. Alguns tinham até páginas perdidas. Aprendi sobre as doenças na literatura médica, porque não tinha reativo de glicemia para fazer um exame, por exemplo. Não dava para fazer hemograma. A máquina de raio-X só podia ser usada em casos extremos. Os hospitais tinham barata, ratos e, às vezes, faltava até água. Vi diversos pacientes que só foram medicados porque os parentes mandavam remédios dos Estados Unidos. Aspirina, por exemplo, era artigo raro. É triste, mas eu diria que é uma medicina quase de curandeiro. Você fala para o paciente que ele deveria tomar tal remédio. Mas não tem. Aí você acaba tendo que indicar um chá, um suco.

(...)"

http://aluizioamorim.blogspot.com.br/2013/08/medico-cubano-denuncia-nossa-medicina-e.html

Anônimo disse...

Toda a midia chama de "médicos" aos impostores cubanos como se eles fossem realmente médicos e tivessem feito exame comprovativo na Ordem da Medicina!

Não fizeram, logo não são médicos!

Só mesmo uma vaca bulgara e terrorista faz isso a uma nação continental.

Anônimo disse...

...mais uma chicanagem com o brasileiro...