sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Guido Mantega declara guerra à Rede Globo

Edição Natalina do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

O Ministério da Fazenda, junto com a Receita Federal, e a Rede Globo estão de mal. Por ordem direta do ministro da Fazenda, Guido Mantega, há dois dias os burocratas de sua assessoria se recusam a comentar assuntos incômodos abordados pela produção do Jornal Nacional: aumento do IPI para carros e mais um criminoso reajuste, abaixo da inflação, na tabela do Imposto de Renda. As duas medidas fazem os brasileiros pagarem mais impostos ainda.

Se for levada adiante, agravando-se, a briga pode custar muito caro para ambos os lados. Sempre que a Globo toma raiva editorial de alguém, o alvo dos ataques cai em desgraça – principalmente se é alguém ocupando um cargo poderoso em qualquer governo que seja. Ainda não dá para saber se a guerra vai adiante, ou se o Palácio do Planalto vai dar uma ordem para o conflito acabar imediatamente.

No entanto, se o Palácio do Planalto resolver imitar a turma de Hugo Chávez, impondo uma censura econômica à Globo, diminuindo os anúncios comerciais ou atrasando o pagamento deles, a empresa da família Marinho é quem pode sentir um duro golpe. A Receita Federal, subordinada à Mantega, já aplicou, neste ano que acaba, uma multa impagável à Globo – o que indica que a relação para o ano reeleitoral está mais que desgastada entre o governo e a mais governista das emissoras.

A Globo foi na veia contra o governo. Citou o  Dieese (Departamento Inter-Sindical de Estudos Socio-Econômicos) para lembrar o criminoso fato de que, desde 1996 as faixas do Imposto de Renda não acompanham de perto a inflação. Segundo reportagem do Jornal Nacional, se as faixas do leonino imposto acompanhassem, só pagaria o tributo o brasileiro que tem salário a partir de R$ 2.758 reais. A Globo frisou que, no ano que vem, quem ganhar R$ 1.787 já vai pagar.

“A correção das faixas do imposto de renda é de 4,5%, ou seja, não atualiza sequer a inflação deste ano - que, segundo o Boletim Focus do Banco Central, deve chegar a 5,7%”. A matéria do JN foi didática na detonação ao governo Dilma Rousseff: “O que o governo considera o primeiro andar do Imposto de Renda começa em R$ 1.710,78, com alíquota de 7,5%. Quem ganha menos que isso não paga imposto. Quem ganha igual ou mais paga. A Receita já desconta no salário do trabalhador. Ano que vem, esses andares vão ficar mais altos. O piso sobe para R$ 1.787,78. Quem tiver salário menor que isso será isento. Os andares de cima, onde o imposto varia de 15% a 27,5%, também serão atualizados”.

Ouvido pela Rede Globo, José Silvestre Oliveira, coordenador Relações Sindicais do Dieese, chutou na cabeça: “O primeiro efeito é que menos gente pagaria Imposto de Renda. E o segundo efeito é que aqueles que vão pagar pagariam menos. Teria mais dinheiro para consumir, para gastar, teria mais dinheiro para poupar fazer aplicação, enfim, seria um ganho para os trabalhodores, todos ganhariam, né?”. Na mesma matéria, o tributarista Miguel Silva faz um cálculo para mostrar o que vai acontecer com um trabalhador que ganha hoje R$ 1.710, é isento e vai ter o salário corrigido pela inflação: “Ele vai ganhar a partir de 2014, R$ 1.809. Ele não era contribuinte em 2013, passa a ser contribuinte a partir de 2014, vai pagar imposto”.

Por ironia, tendo problemas no pagamento dos impostos com a Receita Federal, é a Globo quem corre o risco de tomar o troco mais truculento do desgoverno petralha. Como já foi dado o sinal de que a Globo partiu para a oposição, a briga pode render...

Ter ou não ter...


Diabólica


Doador


Petralhice


Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus.

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos.


A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 27 de Dezembro de 2013.

Um comentário:

Manoel Vigas disse...




Saudações.

SABE QUAL É A MINHA MAIOR VINGANÇA?

RESP.:
É SABER QUE DO FUTURO NEGRO DOS FILHOS E NETOS DAQUELES QUE PODERIAM FAZER ALGO PROATIVO CONTRA O FIM DA NAÇÃO,E PERMANECEM HOJE NO CONFORTO DE SEUS CARGOS, TENDO A OMISSÃO COMO A “MANTA SALVADORA DO SEU STATUS QUO”.

MELHOR:
SERÃO ELES ( filhos e netos ) QUE IRÃO AMALDIÇOAR SEUS COVARDES PROGENITORES.

CONFIRA ==> 2013 / 2014:
*******************
Educação

21/12/2013 - 09:49

Ensino superior
Universidade do governo terá aulas de marxismo para politizar trabalhadores

Ministro do Trabalho afirma que há uma ‘despolitização’ na classe.

Universidade será fundada no primeiro trimestre de 2014

http://veja.abril.com.br/noticia/educacao/universidade-do-governo-tera-aulas-de-marxismo-para-politizar-trabalhadores

O governo federal vai fundar uma nova universidade no primeiro trimestre de 2014.
A Universidade do Trabalhador já tem até grade curricular definida.

Aulas de “marxismo, socialismo e capitalismo” serão obrigatórias, como adiantou o ministro do Trabalho, Manoel Dias.

Etc., etc., etc...
*******************
Atenciosamente.
Manoel Vigas