sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Papa contrata McKinsey para promover mudança radical na comunicação da Igreja Católica

Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

O Papa Francisco vai promover uma radical transformação no setor de Comunicação da Igreja. O Vaticano acaba de contratar a transnacional McKinsey para reorganizar os diferentes meios de comunicação disponíveis para a hierarquia católica. O porta-voz do Vaticano, Federico Lombardi, informou ontem que o plano será desenvolvido em curto prazo: em dois ou três meses.

Os alvos da transformação de gestão são o jornal oficial, L' Osservatore Romano (publicação que tem 150 anos), a Rádio Vaticano (que transmite em várias línguas) e o Centro Televisivo Vaticano (que transmite as atividades do Papa). Na avaliação de Francisco, os meios não se comunicam entre si e, às vezes, parecem competir, atrapalhando a missão da Igreja.

Além da comunicação, o Papa contratou outra transnacional para reorganizar as finanças. A KPMG vai cuidar da reengenharia de duas grandes empresas financeiras católicas. Os alvos são a Promontory Financial Group – que fiscaliza o cumprimento dos regulamentos de gestão e das propriedades do Vaticano, numa espécie de auditoria interna católica – e o Instituto de Obras da Religião (mais conhecido como Banco do Vaticano).

O IOR já é alvo de uma investigação tocada por cinco cardeais indicados pelo Papa Francisco. Em 2014, eles vão apresentar o primeiro relatório que apontará as fragilidades a serem corrigidas. Francisco quer livrar seu banco da imagem negativa de que colaborou com lavagem de dinheiro e, indiretamente, com financiamento de ações terroristas. A investigação deve atingir, em cheio, o sistema global do crime organizado.

O Pontífice determinou que o “Banco do Vaticano” promova um pente fino nas contas de missões diplomáticas e de governos. O Brasil pode ser afetado nesta operação saneadora do Papa. Francisco estipulou que, até o final deste ano, esteja completamente saneada a instituição – oficialmente conhecida como Istituto per le Opere di Religione (IOR), profanamente chamada de “Banco do Vaticano”.

Um brasileiro faz parte diretamente da coordenação dessa missão saneadora. O Arcebispo de São Paulo, Dom Odilo Pedro Sherer atua como um dos cinco cardeais da Autorità di Informazione Finanziaria. Os membros desta espécie de alto conselho de gestão do banco, que opera a partir de uma única base no Estado da Cidade do Vaticano, têm mandato até 2018.

Além das finanças e das comunicações, Francisco já definiu outra prioridade de sua gestão. Criou um grupo de trabalho para cuidar da fusão das instituições católicas de ensino pelo mundo afora. Francisco identificou que é preciso criar sinergia entre as universidades e colégios católicos para competir com as grandes transnacionais que promovem megafusões para acelerar o movimento de controle do setor educacional no mundo.

Foto assustadora

Dá até medo a foto do ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso, com José Sarney, abraçadinho pelo Lula, sorrindo com a Dilma e o Fernando Collor, no luxuoso avião presidencial do Governo do Brasil, na viagem para o velório do ícone comunista sulafricano Nelson Mandela. A morte poupou Itamar Franco de aparecer nessa fotografia histórica

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus.

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos.


A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 20 de Dezembro de 2013.

8 comentários:

Anônimo disse...


Os saqueadores do Brasil nos últimos 30 anos unidos

Anônimo disse...

Somente a igreja católica e os militares oferecem uma educação realmente de qualidade. Precisamos ter mais colégios militares e que a igreja também ofereça mais colégios para a população mais carente, uma vez que fazem muita obra de caridade. Seria uma grande obra da igreja, oferecer uma boa educação à humanidade mais carente.

Anônimo disse...

Foto absurda, reflexo de Nação absurda, cega e muda. Trágico.

Anônimo disse...

Uma "MOSCA" para mostrar o cheiro que exalam!!!!

Gesni disse...

Acho que é uma foto muito reveladora, não de algo novo, mas velha como as moscas. O único não político dest foto é o chefe do cerimonial da presidência, que tem o apropriado nome de Renato Mosca. O resto é campo de pouso.

Marcio Cardozo disse...


Nem posso ver esta foto ridícula. Dá nojo!!! São todos iguais.

Enquanto uns abraçam os outros, o cidadão trabalhador foi massacrado com a Reforma da Previdência.

Assine a petição para Revisão da Reforma da Previdência acessando:

https://secure.avaaz.org/po/petition/Revisao_da_Reforma_da_Previdencia/edit/

Isayas disse...

E os oPTarios ainda continuam - espero que parem - a votar nos satanistas comunistas, governados por forças ocultas, como desabafou Lênin, ao ver que o comunismo não dá certo: “O Estado não funciona como desejamos. Como funciona? O carro não obedece. Um homem está ao volante mas parece não dirigir, o carro não corre na direção desejada, ele avança conforme o desejo de outras forças”.
Agora, é hora de v, sem ser advinho, descobrir que "Forças ocultas" movem os comunistas, sendo subsidiários da maçonaria...

Sérgio Alves de Oliveira disse...

Apesar do inegável "cartaz"de Deus,penso que a injustiça também é obra Sua. As fatalidades aéreas que vitimam centenas de pessoas de bem a cada ano,poderiam ser deslocadas dos seus alvos para outros que portassem alguma grandeza: o vôo acima,por exemplo. Exceto a tripulação da aeronave e a perda de bens materiais,nada mais a lamentar.