quarta-feira, 19 de março de 2014

Cem Cesura


O jornalista Políbio Braga avalia que o PT perdeu a Guerra Cibernética e critica o ataque do governo contra seus opositores na Internet, via Marco Civil e controle estatal furioso

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Fabrizio Albuja

Hipócrita? Oportunista? Imoral? Por qual critério começar?
Escrevo sobre o marco regulatório da internet que tem como principal ponto a punição de quem publica informações ofensivas contra o governo. Censura?

Qual o critério de “ofensivo” ? Vou usar alguns dos meus critérios pessoais para poder descrever esse conceito.

1.       Fico ofendido quando vejo um país que é, há 12 anos, comandado por um semi-analfabeto sem preparo nenhum, apenas com um discurso populista e mentiroso.

2.       Fico ofendido quando, quem representa meu país, é uma mulher que já fez parte de uma quadrilha de roubo a banco.

3.       Fico ofendido quando vejo um partido político em que o conceito é “trabalhar”, gerar a cultura da vagabundagem no nosso país.

4.       Fico ofendido quando, após todas as provas, um STJ decide por absolver mensaleiros do crime de formação de quadrilha.

5.       Fico ofendido quando num país com tanta necessidade real, seja social, seja econômica, seja o que for, inventam uma Copa do Mundo sem estrutura, preparo e utilizando dinheiro público para interesses essencialmente particulares.

6.       Fico ofendido quando tenho alunos da quinta série que não sabem ler, escrever e muito menos as operações matemáticas básicas.

7.       Fico ofendido quando vou ao posto de gasolina e o litro custa três reais, sendo que o Brasil não importa petróleo e mesmo assim temos o combustível mais caro do mundo.

8.       Fico ofendido quando vejo um aposentado que vive há anos sem correção da previdência, pois, não existe proporcionalidade em relação ao valor pela sua contribuição em vida. Diferentemente da aposentadoria dos políticos que estão ou não no cargo.

9.       Fico ofendido quando, sabendo que se arrecadam tantos bilhões em impostos dos brasileiros, esse dinheiro serve para financiar governos comunistas em Cuba e no continente africano.

10.   Fico ofendido de ter que gastar em elaborar este texto e algum senador sem-caráter vota em calar minha voz.

A melhor solução para quem mora no Brasil é tentar fugir daqui. Se não posso dar opinião sobre o meu país é porque ele não me merece. A cada dia mais tenho vergonha de ser brasileiro.


Fabrizio Albuja é Jornalista e Professor Universitário.

8 comentários:

Anônimo disse...

Esse quadro lamentável é o resultado da agenda comunista, que alguns ousam negar.
E agora, quem poderá nos salvar?

Caio Germano disse...

PARABENS PELO TEXTO !!!
FAÇO MINHAS TUAS LETRAS.

Anônimo disse...

E eles estão enfiandos dentro do Congresso, com o papagaio de pirata, ministro da justiça, que nunca se manifestou ou manifesta em nada, o tal do molon, juntamente com todos os ptbostas e seus afiliados para infringir ao povo brasileiro a agenda deles, querem fazer do pais uma organização criminosa que e o que vem implantando desde que assumiram em 2002. Bebum 1, Bebum 2 não querem tirar o rabo do planalto, assim como os trapalhões do congresso, senado, supremo federal e supremo eleitora. Temos que mandar a corja toda para casa, eles tem que ser demitidos e ressarcir o erário tudo que foi roubado. Agora quem nos fiscalizar via internete, não gostam de ser criticados e com isso querem nos amordaçar. Hoje o Congresso deve estar tramando isso. Cuidado brasil, o pais de todos e so o pais de uma minoria a maioria paga a conta dos desmandos desse governo maldito. 12 anos e muito tempo para mostrarem a que vieram e não vieram a nada so para criar seu curral eleitoral e pagar aos barrigas de aluguel. Os ptbostas quando assumiram estavam falidos agora estão todos ricos com a complacência dos barrigas de aluguel em todos os três poderes. E muita mordomia que esses políticos tem para prestar desserviço a nação. Brasil o pais dos patetas uns ganham e ficam ricos os outros trabalham de sol a sol e pagam a conta em contrapartida tudo que o governo oferece e merda.

Anônimo disse...

Este texto deve ser espalhado...
Parabéns!

Lourdes

BRAGA disse...

CONCORDO PLENAMENTE!

Anônimo disse...

Meu nome é Sérgio A.Oliveira. Não gosto do anonimato. Mas meu nome está sendo "barrado".O autor tem toda a razão. Mas a sua alternativa de deixar o país vai cair no que dizia o Regime Militar: Brasil,ame-o ou deixe-o. Minha sugestão : O homem é produto do meio ; ora, o meio (Brasil)não presta ; logo,para o homem prestar, há que ser desmanchado o meio (Brasil). Se cada Região seguir o exemplo do que quer o SUL e constituir-se em país próprio,independente,soberano,cada um mandando no seu "nariz",tudo melhoraria. Discordo do ilustre professor,portanto. Ao invés de "ir embora",reclamo o pedaço de soberania a que tenho direito.

Anônimo disse...

A cada dia que passa, aos pouquinhos, tentam calar a voz de quem quer e precisa falar; de quem percebe com clareza o que se passa ao seu redor e não se curva escravo de nenhuma esmola oficial. Agora, chegaram à internet: um espaço em que muitos se expressam e onde se concentra a maioria dos descontentes, dos indignados, dos envergonhados com uma situação de cultura à imoralidade, à corrupção, à compra de votos e troca de favores... Com o objetivo de controlar, leia-se "censurar", o governo pretende dissolver aquilo que hj concentra a sua maior oposição: parte do povo que se sente enojado com o que vê e põe a boca no trombone. Movimentos são organizados via rede, blogs multiplicam-se alimentados pelas opiniões daqueles ´cidadãos que não engolem a balela de que tudo está bem. Será que o governo classifica a insatisfação destes, ofensiva? E o que somos obrigados a engolir, não é? Haja estômago, haja vísceras para toda sujeira que nos é imposta a cada dia. E que democracia é essa que tolhe o direito à voz, mesmo que essa voz seja contrária à situação?

Jussara Carvalho Rocha - Professora
Salvador /BAHIA

Anônimo disse...

A cada dia que passa, aos pouquinhos, tentam calar a voz de quem quer e precisa falar; de quem percebe com clareza o que se passa ao seu redor e não se curva escravo de nenhuma esmola oficial. Agora, chegaram à internet: um espaço em que muitos se expressam e onde se concentra a maioria dos descontentes, dos indignados, dos envergonhados com uma situação de cultura à imoralidade, à corrupção, à compra de votos e troca de favores... Com o objetivo de controlar, leia-se "censurar", o governo pretende dissolver aquilo que hj concentra a sua maior oposição: parte do povo que se sente enojado com o que vê e põe a boca no trombone. Movimentos são organizados via rede, blogs multiplicam-se alimentados pelas opiniões daqueles ´cidadãos que não engolem a balela de que tudo está bem. Será que o governo classifica a insatisfação destes, ofensiva? E o que somos obrigados a engolir, não é? Haja estômago, haja vísceras para toda sujeira que nos é imposta a cada dia. E que democracia é essa que tolhe o direito à voz, mesmo que essa voz seja contrária à situação?

Jussara Carvalho Rocha - Professora
Salvador /BAHIA