quarta-feira, 16 de abril de 2014

Definição do Brasil


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Luiz Sérgio Silveira Costa

“No Brasil, nem a esquerda é direita”. (José Simão)

Nelson Rodrigues, nosso grande cronista do cotidiano,  disse, entre as suas várias frases simples, mas profundas,  que: “O brasileiro é um feriado”; “Subdesenvolvimento não se improvisa. É obra de séculos”. E  “O brasileiro tem complexo de vira-lata”. Por isso, costumo aduzir que o complexo é devido, pois, apesar de poucos lampejos primeiro-mundistas,  o país é vira-lata.

Para provar, vejamos: quando há um acidente com caminhão na estrada, os moradores da localidade saqueiam as cargas; a corrupção estrutural; o povo não acredita na Justiça e a faz com suas próprias mãos, queimando ônibus e saqueando e destruindo lojas; as construções em encostas, que vão morro abaixo com chuvas abundantes; 10% da população é analfabeta, sem contar os funcionais; a lerdeza da Justiça, causada por copiosos agravos e embargos e dias não trabalhados, próximos a feriados; senador suplente, sem voto; prescrição da pena; progressão da pena; jovens mães solteiras, com vários filhos, de diferentes pais, todos não assumidos e sumidos; a proliferação de sindicatos.

Obras superfaturadas, que custam e demoram muito mais do que o estimado; empréstimos a Cuba e países africanos sob segredo e à revelia do Congresso; foro privilegiado; prisão especial para quem tem curso superior; limite máximo de 30 anos de prisão; indulto de Natal; universidade gratuita; indenização e pensão aos anistiados livre de imposto de renda (bolsa-ditadura); auxílio-reclusão; prisão domiciliar; Justiça que privilegia os ritos em detrimento dos fatos; extinção da punibilidade para quem tem mais de 70 anos; palácios na Justiça; imunidade parlamentar, que devia ser apenas para falar.

Juiz corrupto aposentado, em vez de demitido e processado; equiparação salarial em cargos diferentes; réus que podem ficar calados ou mentir para não se incriminar; cargos iguais com salários desiguais entre os Poderes; zonas de exclusão, como reservas indígenas contínuas; subsídio a fundo perdido; violência urbana; marajás no Serviço Público; desrespeito às posturas públicas (desordem urbana); excesso de ONG, muitas inidôneas, recebendo recursos públicos; favelização crescente nas cidades; falta de presença do Estado nas fronteiras; progressão continuada nas escolas.

Cargos de confiança, em detrimento de concursos públicos; senador suplente sem voto; deputado com poucos votos eleito por coeficiente eleitoral do partido; o Foro de São Paulo; deputados e senadores que aprovam aumentos salariais para si mesmos; dez milhões de analfabetos; falta de qualidade na educação fundamental; a cultura da mentira por políticos e advogados de criminosos; notas frias; verbas indenizatórias e verbas de gabinete dos congressistas; funcionários fantasmas; garçons do Senado ganhando R$ 15 mil, nomeados por atos secretos; maioridade penal de menores delinquentes só aos 18 anos.

Elevada carga e terrorismo tributário; maquiagem das contas públicas; excesso de vereadores, deputados e senadores; recursos não contabilizados; Constituição plena de direitos e parca de deveres; proibição do uso de algemas nos bandidos; emenda dos parlamentares ao orçamento; infidelidade partidária; voto secreto no Congresso; povos indígenas sob controle de ONG estrangeiras; cão pitbull;  milhões de brasileiros dormindo nas ruas por não terem dinheiro da passagem para voltar para casa; aumento da idade para recebimento da bolsa-família; trem da alegria; passeatas e marchas em apoio às drogas; nações e terras indígenas e quilombolas.

O desmonte da Petrobras e Eletrobras, usadas para corrupção e objetivos eleitoreiros de manutenção do poder; índios inimputáveis, que cobram pedágio em estrada; bandidos com celular nos presídios; agressividade e impunidade no trânsito; dengue, gripe suína, febre amarela, hepatite, meningite e hanseníase; péssimo atendimento à sociedade pelo Estado; ingerência político-partidária na administração pública (partidarismo de Estado); despesas sem fonte de receita;  aposentadoria sem contribuição anterior; o esvaziamento da Comissão de Ética Pública; dinheiro nas meias, cuecas e quartos de hotel.

Balas perdidas; acidentes e mortes nas péssimas estradas; deficit  crescente na Previdência; gastos “secretos” da Presidência da República; deficit habitacional;  as filas e sofrimentos dos que usam a saúde pública; cartões corporativos do governo; rádios piratas; excesso de ministérios e secretarias; aparelhamento da máquina pública com correligionários, em detrimento de técnicos de carreira; plano de saúde vitalício para senadores, ex-senadores e seus familiares, mesmo que tenham exercido o cargo por poucos dias; nomeação para cargos públicos de políticos derrotados nas urnas; comunidades que vivem nos lixões; metade das casas do País sem rede de esgoto e coleta de lixo; bueiros sem tampa, roubadas.

Fraudes generalizadas; financiamento público das campanhas eleitorais; interferência da Igreja em assuntos como células-tronco e aborto; asilo a bandidos internacionais e liberdade aos bandidos nacionais; congressos de ministros, desembargadores e juízes financiados por bancos privados; autoridades viajando em jatinhos de empresários; traficantes fechando o comércio; falta de atitude do Congresso, Assembléias e Câmaras contra os políticos corruptos; funcionários da Receita Federal acessando dados de contribuintes, protegidos por sigilo, com fins inidôneos;

Elevado spread bancário; invocação de direitos humanos para aqueles que desrespeitam os direitos humanos; a prestação de favores em troca de benefícios pessoais; desmatamento da Amazônia e da Mata Atlântica; Códigos Penal, Ambiental e de Processo Penal desatualizados; excessiva demora no licenciamento ambiental; pais, dias na fila para matricular filhos em colégios públicos; sucessão de escândalos de corrupção; “laranjas”, inclusive a babá; tentativas de aumento do número de vereadores, de municípios e de estados; indulgência com os movimentos sociais, que invadem e depredam propriedades.

Caixa 2; Estatuto da Criança e do Adolescente, que prevê limite máximo de três anos de reclusão para menores de 18 anos, mesmo que tenham praticado crimes hediondos; cooptação, à custa de recursos financeiros, de sindicatos, movimentos sociais e de estudantes; auxílio-moradia para quem tem imóvel e para o cônjuge, embora ambos morem na mesma residência; consumo crescente de crack e cocaína nos últimos anos; ausência de trabalho nas prisões superlotadas e desumanas; milícias nas favelas; tráfico de influência; prevalência do pragmatismo político sobre o principismo ético; falta de transparência nos contratos; 20 mil funcionários no Congresso; tráfico de drogas.

Sete anos depois de ter sido escolhido o pais da Copa de 2014, estádios, aeroportos e mobilidade urbana ainda não estão prontos, a 60 dias do jogo inicial; crime organizado; contribuição sindical compulsória; aumento e maquiagem dos gastos públicos; falta de compromisso com a verdade; anúncios de planos e ações nunca executadas; as gastanças e os passaportes diplomáticos dos filhos de Lula; os filhos e a neta de Sarney, sua Fundação e seus contratados “secretos”; Roseana Sarney, seu mordomo e as suas muitas cirurgias às custas de dinheiro público; Juiz Lalau, do TRT.

Dilma e suas mentiras sobre projetos nunca executados; políticos filmados recebendo propina, que teimam em voltar; as cotas raciais no Instituto Rio Branco; excesso de feriados; arrastão; o presidente da FIESP, meca do capitalismo, membro de Partido Socialista, o Brasileiro; fundos de pensão privados fabricando dossiês contra adversários políticos do governo; livros escolares nas escolas públicas exaltando o socialismo e criticando o capitalismo; licitações combinadas e superfaturadas; tráfico de influência; transporte público caótico, maltratando os usuários; institucionalização da corrupção nos altos escalões, em todos os níveis do Estado e em todos os poderes.

Horário eleitoral obrigatório; padres pedófilos; insegurança pública; ministro do STF, empresário no ramo do ensino; violência nas escolas; Demóstenes Torres, senador cassado, promotor vitalício no MP de Goiás; trabalho escravo no campo; tráfico de influência nos empréstimos consignados; passaportes diplomáticos fornecidos a pastores evangélicos; banalização do erro; chamar crime, de falha administrativa; manutenção de gratificações por funções não mais exercidas.

Estatuto da Igualdade Racial, que, com suas ações afirmativas, torna desigual o tratamento às raças e contribui para o racismo;  pagamento de horas extras não trabalhadas a funcionários do Congresso; vice-presidente da República sem funções administrativas; congressistas ganhando 15 salários anuais e adicionais; atrasar prazos para depois comprar com urgência, sem licitação; cotas raciais nas universidades; uso de órgãos do Estado como extensão de um partido político; a degradação generalizada do patrimônio público; nepotismo direto e cruzado; descaso com as Forças Armadas, embora com ambição de ser membro do Conselho de Segurança da ONU.

As tendências autoritárias do PT; o mensalão do PT e do DEM; os sanguessugas, os aloprados e o valerioduto do PT; o Bancoop e o tesoureiro do PT; generosidades com países vizinhos em detrimento das necessidades internas; presidentes que não separam o Estado do seu partido político; ministros do STM que se atribuem auxílio-aposentadoria; perdão de dívidas de países diversos; atos administrativos secretos no Senado, criando cargos e aumentos de salários para apaniguados; congressistas usando verbas de representação em despesas pessoais; férias excessivas de políticos e juízes; juízes recebendo auxílio-moradia em suas comarcas; irresponsabilidade fiscal.

Uso da máquina oficial em favor de uma candidatura; Poder Legislativo submisso aos interesses do Poder Executivo; desmerecimento de presidentes anteriores; liberdade assistida de menores criminosos; encanto com as ditaduras de esquerda, como em Cuba, e revanchismo contra as de direita; o custo exagerado da Copa, muito além do previsto, e com dinheiro público, quando se anunciava que o grosso seria privado; o trem-bala, anunciado com apesar de pauta extensa de PEC e MP, só trabalha meia semana.

Simpatia e apoio a grupos revolucionários de esquerda, como as FARC; simpatia e apoio a governos bolivarianos, como da Venezuela, Equador e Bolívia; ônibus escolares municipais reprovados pelo Detran;  Plano Nacional de Promoção da Cidadania e Direitos Humanos dos LGBT; o Plano Nacional de Direitos Humanos e a Política Nacional de Cultura, contrários aos princípios democráticos; ameaças de “controle social” da mídia; eufemismos caridosos, chamando menores criminosos não de presos, mas “apreendidos”, e presidiários, de “reeducandos”, etc, etc, etc.

E mais, mais, mas muito mais!!!

Afinal, que país é este?

Respondo: a melhor definição do Brasil colhi, recentemente, de um artigo de Maria Helena R. R. de Souza, em seu blog, “Pintando o 7”:

“Já fomos o País do Futuro. Hoje somos o B dos BRICS. Não sei se B maiúsculo ou minúsculo. Para mim, somos é a Viúva Porcina, a que foi sem nunca ter sido”.

Irretocável!!


Luiz Sérgio Silveira Costa é Almirante, reformado.

10 comentários:

Ricardo disse...

Ler algo assim, me faz mais depressivo ainda e não ha tratamento que resolva, a não ser defenestrar o PT imediatamente !

Anônimo disse...

Senhor Cronista.
Se tivesse decrito todas essas mazelas e omitido o nome do país, eu teria a certeza que o senhor estaria falando sobre o Haiti pós-terremoto

Anônimo disse...

Sr. Almirante

O Brasil é a nova Babilônia, a nação mãe de todas as nações prostitutas.

Anônimo disse...

CLEONICE I FERREIRA DISSE: EXCELENTÍSSIMO ALMIRANTE LUIS SÉRGIO SILVEIRA COSTA, SEU ARTIGO "DEFINIÇÃO DO BRASIL" É UM DIAGNÓSTICO ASSOMBROSO DO BRASIL. TUDO QUE O SENHOR MENCIONOU É O QUE MAIS SE OUVE NO MEIO DO POVO. UMA NAÇÃO QUE VÊ O SEU PAÍS MERGULHADO NESSA ANOMALIA, CAOS GENERALIZADO E A CRIMINALIDADE INSTITUCIONALIZADA.

SEMPRE AO LONGO DA HISTÓRIA DA HUMANIDADE QUANDO A NAÇÃO DE UM PAÍS ESTÁ DESTRUÍDA, TUDO PERDIDO.

PERGUNTO: POR QUE AS NOSSAS FORÇAS ARMADAS NÃO SE PRONUCIAM? SABEMOS QUE A GARANTIA DA ORDEM E PROGRESSO SÃO DAS NOSSAS FFAA.

SEI, SR.ALMIRANTE, QUE MUITOS BRASILEIROS SE PERDERAM NA AMBIÇÃO, SE TORNANDO VERDADEIROS TRAÍDORES DA PÁTRIA. NO ANO DE 2012 LI EM UM JORNAL DE GRANDE CIRCULAÇÃO UMA MATÉRIA QUE AFIRMAVA: "NOSSO BRASIL, COMO CONHECEMOS HOJE, SERÁ DESFIGURADO E DIVIDIDO EM QUATRO NAÇÕES DISTINTAS..." O ARTIGO DO JORNAL IMPUTAVA A MENSAGEM DIZENDO SER DITADA DO ALÉM. NA ÉPOCA ACHEI ABSURDO, O ARTIGO ERA MUITO LONGO, CITAVA MINUCIOSAMENTE COMO O PAÍS SERIA OCUPADO E QUAIS OS PAÍSES QUE OCUPARIAM CADA PARTE DO TERRITÓRIO BRASILEIRO. GUARDEI O JORNAL, MUITO IMPRESSIONADA, POIS NÃO HOUVE QUALQUER REAÇÃO POR PARTE DAS AUTORIDADES. SR. ALMIRANTE, HOJE COMEÇO A PENSAR: É ESSE O DESTINO DO GIGANTE TERRITÓRIO BRASILEIRO? NO FIM CONCLUÍREMOS COMO O PRIMEIRO PRESIDENTE DO QUÊNIA NO SEU DISCURSO: "TÍNHAMOS A GENEROSA TERRA DO BRASIL, CHEGARAM AQUI PESSOAS ASTUCIOSAS PARA ENSINAREM O POVO A LER A BÍBLIA DE OLHOS FECHADOS, QUANDO O POVO ABRIU OS OLHOS NÃO TINHA MAIS A TERRA, SOMENTE AS ESPERANÇAS PERDIDAS, TODAS. AGORA SÃO SOMENTE "SERVOS" DE SEUS TIRÂNICOS CARRASCOS". EU AFIRMO QUE PREFIRO LUTAR ATÉ A MORTE A ME SUBMETER AO JUGO DESSA TIRANIA. É MELHOR MORRER LUTANDO DO QUE VIVER NA INDIGNIDADE. QUE DEUS ILUMINE A TODOS.

Unknown disse...

CARO JORNALISTA SERRÃO

A TRAJETÓRIA DO PT E SEUS COLIGADOS NO GOVERNO E NA CONDUÇÃO DA DEMOCRACIA BRASILEIRA
1º FATO
sexta-feira, 28 de março de 2014

MACONHEIRADA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA ARRIA A BANDEIRA NACIONAL E HASTEIA UMA BANDEIRA VERMELHA
domingo, março 30, 2014

MAIORIA DOS ESTUDANTES DA UFSC DETONA OS COMUNISTAS, HASTEIA A BANDEIRA DO BRASIL E OBRIGA A DESOCUPAÇÃO DA REITORIA.
2º FATO
Share
Share on Tumblr

16/04/2014

às 4:05

Bandeira do Brasil é queimada durante protesto contra a Copa (foto: Felipe Souza-Folhapress)

A LEI DO RETORNO É IMPLACÁVEL COM AQUELES QUE A INFRINGEM

OS DIRIGENTES DOS PARTIDOS POLÍTICOS PT E SEUS COLIGADOS ( 21 PARTIDOS, APROXIMADAMENTE), SE UNIRAM PARA ARQUITETAR E PLANEJAR UM PLANO DE GOVERNO NESTE PAÍS, PARA DURAR NO MÍNIMO 20 ANOS, APÓS O ADVENTO DA REELEIÇÃO.

PLANOS A E B.
PLANO A
- ESTES PLANOS INICIALMENTE CONSISTIAM EM - NOS PRIMEIROS QUATRO(4) ANOS, ESTE PAÍS SERIA GOVERNADO PELO SR. LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA DO PT. O QUE ACONTECEU.

"PORÉM PARA ATINGIREM ESTE OBJETIVO FORAM NECESSÁRIO ULTRAPASSAR ALGUNS OBSTÁCULOS, TAIS COMO AS MORTES DO PREFEITO DE CAMPINAS, TONINHO DO PT ( Morte 10 de setembro de 2001 (49 anos) Campinas, SP) E DO PREFEITO DE SANTO ANDRE, CELSO DANIEL DO PT (Morte 18 de janeiro de 2002 (50 anos) Juquitiba, SP), QUE PODERIAM ATRAPALHAR OS PLANOS ARQUITETADOS PELOS DIRIGENTES NACIONAIS DO PARTIDO. CRIMES ESTES ATÉ HOJE, NÃO SOLUCIONADOS DEVIDAMENTE PELAS AUTORIDADES".

NO DECORRER DESTES QUATRO (4) ANOS, APARECERAM ALGUNS ESCÂNDALOS, O MENSALÃO E MUITOS OUTROS QUE FORAM CONTORNADOS PELOS DONOS DO PODER.
- NOS QUATRO(4) ANOS SEGUINTES, VEIO A REELEIÇÃO DO SR.INÁCIO LULA DA SILVA, E O ESCÂNDALO DO MENSALÃO, CONTORNADO NO PRIMEIRO MANDATO PELOS DONO DO PODER NO GOVERNO. ESTOUROU EM 2005 E ATINGIU ALGUNS MEMBROS DA CÚPULA DO PARTIDO (ARQUITETOS DO PLANO) QUE OCUPAVAM CARGOS IMPORTANTES NO GOVERNO FEDERAL. O MINISTRO DA CASA CIVIL SR. JOSE DIRCEU, "José Dirceu foi o Ministro-chefe da Casa Civil do governo Lula. Ele foi afastado depois de Roberto Jefferson acusá-lo de ser o coordenador de um esquema ilegal de pagamentos mensais para congressistas. Em 2012, foi condenado a 10 anos e 10 meses de detenção", O MINISTRO DA FAZENDA ANTONIO PALOCCI "Em 2005, Antonio Palocci Filho se viu envolvido no escândalo do Mensalão, após ser acusado por Rogério Buratti, seu ex-secretário na primeira gestão como prefeito em Ribeirão Preto, de receber entre 2001 e 2004 R$ 50 mil mensais de propina da empresa Leão&Leão, que seria favorecida em licitações da prefeitura", E OUTROS, QUE TAMBÉM FORAM DEMITIDOS PELO SR. LULA.

PLANO B
- A ESTA ALTURA O PLANO INICIAL A, JÁ ESTAVA SE DESARTICULANDO. AS CABEÇAS QUE ARQUITETARAM E PLANEJARAM, FORAM ATINGIDAS PELA LEI DO RETORNO COM A ABERTURA DO PROCESSO Nº 470 - MENSALÃO) E NÃO MAIS PODERIAM FAZER PARTE DO PROJETO ORIGINAL, QUE ERA A INDICAÇÃO DO SR. JOSE DIRCEU (MINISTRO DA CASA CIVIL), COMO CANDIDATO A PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA EM SUBSTITUIÇÃO AO SR. LULA EM 2010 E NEM O SEU SUBSTITUTO IMEDIATO SR. ANTONIO PALOCCI (MINISTRO DA FAZENDA). COM ESTES OBSTÁCULOS E ESCÂNDALOS , ACONTECIDOS NOS 8 ANOS DE MANDATO DO SR. LULA, A CÚPULA DO PT E SEUS COLIGADOS ARQUITETARAM E PLANEJARAM NOVOS PLANOS.

PLANOS C E D.
PLANO C
- NO ENTENDER DO SR. LULA, COMO NÃO HAVIA UM CANDIDATO DE PESO NO PT PARA SUBSTITUÍ-LO NA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA, O PARTIDO RESOLVEU INVESTIR NUMA CANDIDATURA ALTERNATIVA, A INDICAÇÃO DA SRA. DILMA DO PDT, PARTIDO COLIGADO.

CONTINUAÇÃO:

CEL CESAR PINTO - AVERDADEDASMENTIRAS-UNKNOWN disse...

CONTINUAÇÃO DO COMENTÁRIO ANTERIOR

COM A ELEIÇÃO DA PRESIDENTE DILMA, O PT DEU CONTINUAÇÃO AO SEU PLANO INICIAL, GANHANDO MAIS QUATRO(4) ANOS NO GOVERNO.
HOJE, O PT E SEUS COLIGADOS, SE VÊM AS VOLTAS NOVAMENTE COM A LEI DO RETORNO, PARA TENTAREM EMPLACAR A REELEIÇÃO DA PRESIDENTE DILMA, QUE NOS SEUS TRÊS (3)ANOS GOVERNANDO ESTE PAÍS, ESTÁ ENFRENTANDO O DESFECHO FINAL DO PROCESSO 470 - MENSALÃO E OS ESCÂNDALOS DA PETROBRAS, A OPERAÇÃO LAVA-JATO DO MP E POLÍCIA FEDERAL E A ABERTURA DE UMA CPI NO CONGRESSO NACIONAL PARA APURAR OS DESVIOS DE VERBAS PÚBLICAS NA PETROBRAS, ESCÂNDALO ESTE, EM PROPORÇÕES MUITO MAIORES QUE O MENSALÃO.

A TENSÃO NO PT E SEUS COLIGADOS É TÃO GRANDE QUE JÁ DIMINUIU EM MUITO O Nº DE COLIGADOS DO PARTIDO E AS BRIGAS COM O MAIOR PARTIDO BRASILEIRO COLIGADO, O PMDB É MUITO FORTE DENTRO DO CONGRESSO NACIONAL.

O PT VENDO QUE A PROBABILIDADE DE SER INTERROMPIDO O SEU PROJETO ORIGINAL DE CONTINUAÇÃO NO PODER POR 20 ANOS, COM A PERDA DA REELEIÇÃO DA PRESIDENTE DILMA, RESOLVEU IMPLANTAR RÁPIDAMENTE O PLANO D.

PLANO D
- CONSISTE NO LANÇAMENTO DE UM PROJETO DE INICIATIVA POPULAR.

- VEJAM:
Prezados(as),

O Partido dos Trabalhadores elaborou um projeto de iniciativa popular para coletar 1,5 milhão de assinaturas a fim de propor alguns pontos de mudança na nossa política. Já estamos nas ruas com uma campanha nacional em busca do apoio da sociedade. No ano passado para a campanha foram enviados documentos e um formulário para recolhimento de adesão/assinaturas.
(…)
Iniciaremos a partir de maio próximo a 2° etapa da Campanha, com o objetivo de envolver toda a sociedade civil e queremos fazer do PT o protagonista da grande e necessária Reforma que certamente, mudará os rumos das eleições em nosso país.
A proposta do PT é Fundamentada basicamente em quatro pilares:
- FINANCIAMENTO PÚBLICO E EXCLUSIVO DE CAMPANHA;
- VOTO EM LISTA PRÉ-ORDENADA PARA OS PARLAMENTOS;
- AUMENTO DA PARTICIPAÇÃO FEMININA;
- ASSEMBLÉIA CONSTITUINTE EXCLUSIVA;
Para esta nova etapa, iremos percorrer todo o Brasil, construindo o debate com a nossa base social, levando uma nova narrativa ainda mais convicta da precisão desta Reforma. Haverá também um novo material, com mais didática e acessibilidade levando em conta todo o movimento de junho/2013. Em breve nossa campanha estará nas redes, nas caixas de correios e sobretudo nas mentes e corações de quem quer um "Brasil sem corrupção".
(…)SÓ PODERÁ ACONTECER SE NÃO FOR COM UM GOVERNO PETISTA.

Política - publicado em 17 de dezembro de 2012 às 10:19

Gilberto Carvalho: Em 2013, “o bicho vai pegar”, diz ministro em vídeo

MENSAGEM DO MINISTRO DA SECRETARIA-GERAL DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

O INCENTIVADOR DA VIOLÊNCIA E BADERNA, AGORA VEM A PÚBLICO PEDIR AOS JOVENS QUE CESSEM ESTES MOVIMENTOS CONTRA A COPA.

Na sexta-feira, Gilberto Carvalho, secretário-geral da Presidência, encontrou-se com alguns jovens, supostos líderes de manifestações. Pediu a colaboração deles; reclamou que o governo é incompreendido; chegou mesmo a acusar uma espécie de ingratidão: “Vocês, jovens, também nos dão desespero pelas coisas que vocês fazem. A gente organiza uma Copa do Mundo achando que vai ser uma festa, e vocês vêm e dão porrada. E dizem: é uma… merda”.

RESOLVERAM INTERFERIR ATÉ NO IBGE

15/04/2014

às 21:44

Servidores do IBGE paralisarão atividades nesta quarta-feira

Daniela Amorim, no Estadão:

Servidores do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) participarão de um ato nesta quarta-feira, 16, para protestar contra uma suposta interferência política no órgão.

GOVERNO TOTALITÁRIO DISFARÇADO.

VAMOS AGUARDAR PARA VER NO QUE VAI DAR E DEPOIS PODER FALAR
 
 






 

Findomundo disse...

O Brasil entrou em decadência sem jamais ter atingido o ápice.

Anônimo disse...

Seguinte, se não está satisfeito com o país onde vive, que vá morar em outro!!! Pelo menos evita essa CHORADEIRA alheia que se vê em todo lugar que se vá. Este texto por sí já é uma mazela infinita!

Anônimo disse...

CLEONICE I FERREIRA DISSE: SR. ANÔNIMO DAS 9:56 PM POR FAVOR LEIA O ARTIGO POSTADO NESTE BLOG "MIRIAM LEITÃO: UM CASO PSIQUIÁTRICO" DO EXCELENTÍSSIMO ALMIRANTE LUIZ SÉRGIO SILVEIRA COSTA. O SR.ANÔNIMO DAS 9:56 VERÁ QUE NÃO SE TRATA DE" CHORADEIRA" MAS DE PATRÍOTISMO.AMAMOS O NOSSO PAÍS E NÃO GOSTAMOS DA ANARQUIA GENERALIZDA.O SR. ESTÁ FELIZ COM NOSSA JUVENTUDE SENDO ASSASSINADA TODOS OS DIAS? EU NÃO. QUE DEUS ILUMINE A TODOS.

Carlos Cobalto disse...

Diria ainda sobre o desperdício de energia, recursos e alimentos; os cartéis, sindicatos e associações de profissionais; a censura e manipulação promovida pela própria imprensa; os perenes imbróglios da Previdência; os juros abusivos e intocáveis dos bancos e dos cartões de crédito; a censura a livros, escritores, temas, blog, internet, etc; a auditoria da dívida pública com os bancos que ninguém faz nem fala; a maçonaria arraigada em todos os segmentos nacionais há séculos destilando relativismo; o judaísmo intromissor na soberania e consciência nacionais; o monopólio e mercenarismo da grande mídia e sua pobreza programática; a máfia nos esportes; os crimes contra os animais e o abate kosher; a desindustrialização geral e o pífio desenvolvimento de tecnologias; a inversão de valores; um dos piores retornos dos impostos que são dos mais altos do mundo; os políticos que legislam para interesses estrangeiros; a poluição, agressões e desmatamento do meio ambiente; o descaço com a reciclagem do lixo; a falta de compromisso com a infraestrutura logística e energética; o tabagismo e alcoolismo; a cultura da lei de Gerson; a prostituição promovida e legalizada; a destruição da família tradicional e intromissão do Estado na criação dos filhos; a ineficiência do Congresso e Senado, além de serem um dos mais caros do planeta; a farsa da segurança das urnas eletrônicas; as fronteiras livres sem vigilância; o tráfico de animais, pedras preciosas, obras de arte, armas, drogas, órgãos humanos e pessoas; o tráfico de influência em todos os segmentos políticos, privados e sociais; o cinismo e hipocrisia generalizada e cultural; a total ausência de uma política nacional de desenvolvimento e soberanias reais para o país; a fraude e falta de identidade que são os partidos políticos e a mentirinha que são os de oposição; a máfia automobilística; os rolezinhos; as denúncias engavetas em todas as esferas de governo e as prescrições no Judiciário; a privataria; o sucateamento predial e de equipamentos de/em hospitais, postos e escolas; a privatização de reservas minerais estretégicas e do petróleo; a pobreza literária, cultural, musical, cinematográfica; etc.

O Brasil entrou em decadência sem jamais ter atingido o ápice.

Veja também :
http://desatracado.blogspot.com.br/2013/09/brasileiro-reclama-de-que.html

http://desatracado.blogspot.com.br/2014/04/conhece-estrategia-da-tesoura.html