quarta-feira, 23 de abril de 2014

Virou Bagunça


Poesia no Alerta Total – www.alertatotal.net 
Por Oswaldo de Toledo de Carvalho

Nunca antes no Brasil houve tanto roubo,
nem tão pouca importância ao desmando,
a tal ponto de entregar-se o comando,
ao crime, defendido com arroubo.

O dinheiro arrecadado, aos bandidos,
em afronta à justiça que os condena,
é sinal de época de decadência
de um povo com direitos corrompidos.

E a generosidade do arbítrio,
na desforra é um desafio solerte,
buscado, em cuja lei, que se perverte
com chicana e com torpe artifício.

E tudo o mais, de modo pervertido,
que é legal ficar o povo roubado,
desde que si do tesouro lesado,
nada se esconda ou se negue ao bandido.

Aos ladrões nada basta nem satisfaz,
tudo tem jeito, afana ou lança mão,
vejam-se os fatos pré e pós mensalão...

agora é só enrolar-se a Petrobras.

Nenhum comentário: