terça-feira, 24 de junho de 2014

Petralhas são investigados em 314 casos de corrupção, mas derrota virá de percepção negativa na economia


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

O Partido dos Trabalhadores tem 314 casos sendo investigados pela Justiça, Ministério Público, Polícia Federal, Receita Federal e Tribunal de Contas da União. O santo nome do mito Luiz Inácio Lula da Silva é citado em pelo menos 10 situações. A Presidenta Dilma Rousseff aparece em 7. Os números assustadores do grau de corrupção no setor público, envolvendo a classe política, são tabulados por grandes escritórios de Lobby, que prestam assessoria aos políticos e partidos, em Brasília.

O PT e seus dirigentes não figuram sozinhos no levantamento sobre broncas que poderiam acabar em condenações criminais, cíveis ou administrativas, se o Brasil não fosse o País da Impunidade. O PTB, que abandonou o PTitanic, é investigado em 125 situações. O PMDB, que se divide entre Dilma e Aécio Neves para ser “sempre governista”, é alvo de 72 inquéritos ou processos. O PSDB, que tenta cristalizar o voto anti-petista, tem 47 problemas sob investigação. Até o PSOL, com o discurso moralista de esquerda, tem 7 casos sob apuração.

A preocupação dos políticos e dirigentes partidários só não é maior porque, no final das contas, nada acontece de concreto contra os eventuais infratores. Geralmente, investigações escabrosas não se concluem, em tempo hábil, no Brasil da Injustiça Sistêmica. A maioria dos casos cai no esquecimento da opinião pública. A falta concreta de provas para condenar, apesar dos indícios e evidências, facilita o esquema de impunidade. Quando algum caso chega a condenação, infindáveis recursos, que podem durar décadas nos tribunais, geram prescrição das penas.

Apesar da onda de corrupção constatada pela opinião pública e publicada, afetando negativamente o humor do eleitorado, os políticos sabem que tal problema não é decisivo na hora do eleitor sentar o dedo na urna eletrônica. A percepção econômica é quem define a decisão final de quem vai votar. Quem se sente beneficiado economicamente ou pelo clientelismo com a máquina pública tende a votar com o governo. Já quem sente dificuldades com a conjuntura econômica, por aumento do custo de vida, alta de impostos, dificuldades na hora de pagar dívidas ou o sumiço do dinheiro na hora de fazer compras no dia-a-dia, acaba apostando na “oposição”.

A percepção e a sensação concreta de que a economia tem problemas, por má gestão, corrupção ou incompetência conceitual da política econômica, são os fatores que sacramentarão a derrota reeleitoral de Dilma Rousseff. A pecha de corrupção cristalizada sobre a petralhada tem um efeito desmoralizante secundário. Se tudo estivesse bem na economia, o PT ganharia facilmente a Copa Reeleitoral. Vai perder, com chances de levar uma goleada, não por mérito da “oposição”. A derrota é porque a maioria sente que o pirão econômico desandou ou vai desandar se o mesmo esquema de desgovernança continuar em vigor.

O jogo eleitoral já está decidido no Brasil, da mesma forma de sempre. A política econômica, tradicionalmente imposta de fora para dentro, sofrerá ajustes para que tudo continue sob controle da oligarquia financeira transnacional e seus cartéis. Eles comandam o sistema Capimunista no Estado tupiniquim – que não tem previsão de sofrer mudanças, mantida a mesma ordem política atual. Ganhará a eleição de 2014, como sempre, quem for ungido e patrocinado pelo esquema transnacional de poder.

O PT promete sair reagindo, radical e violentamente, à perda do poder federal. Se a reação petista e petralha afetar profundamente os interesses da oligarquia financeira transnacional, seu esquema será dizimado. Caso deixe o poder, na base do jeitinho brasileiro, deixando aberta uma portinha para um futuro retorno, tudo fica como dantes, sob pretensa nova direção. O movimento do PT e seus aparelhos ideológicos, radical ou light, ditará o que vai acontecer no Brasil daqui para frente.

Uma coisa é consenso entre governistas e oposicionistas. O ano de 2015 não será fácil do ponto de vista econômico. Demandará ajustes – na ótica da oligarquia financeira transnacional – para que o Brasil não entre em uma crise. Se os petistas, PTs da vida com a perda do poder, partirem para a porrada, a situação pode caminhar para uma ruptura institucional.

Nessa conjuntura de caos, tudo pode acontecer. O mais fácil é que alguns daqueles 314 casos sob investigação (e muitos mais que podem surgir, a qualquer momento) acabem dando em alguma coisa, tal como aconteceu com o “justiçamento” político do Mensalão – que puniu alguns gatunos pingados, sem chegar ao chefe real da gang. Se a petralhada, perdendo a eleição, também perder a cabeça, pode, literalmente, ficar sem ela...  

Sentimento de mudança


Como hoje é Dia de São João, dia de dançar quadrilha, fica sempre a esperança que chegue logo o dia em que as quadrilhas vão dançar no Brasil.

Adeus, Imortal?


Notícia divulgada pelo jornal O Globo, comemorada nos meios políticos mais que gol da seleção brasileira na Copa do Jegue:

“O ex-presidente e senador José Sarney (PMDB-AP) não deverá se candidatar à reeleição em outubro. A informação foi divulgada nesta segunda-feira pelo assessor dele no Amapá e confirmada ao GLOBO pelo presidente do PMDB no estado, o ex-senador Gilvam Borges. Segundo Borges, a primeira pessoa a saber da desistência de Sarney — pela boca do próprio — foi a presidente Dilma Rousseff, com quem o ex-presidente viajou de Brasília para Macapá.

Bem que muitos outros políticos poderiam seguir o bom exemplo do companheiro Sarney...

Erremos, mas consertemos – arquitetonicamente


Na notinha de ontem, “Aquartelando-se, FHC?”,  cometemos uma impropriedade, ao desinformar que o projeto do quartel general do Ibirapuera foi do arquiteto comunista Oscar Niemeyer.

Na verdade, o projeto do QG do Comando Militar do Sudeste, em São Paulo, é do arquiteto Paulo Bastos, também de esquerda, no ano de 1965.

A versão engraçada da história é que Bastos, amigo de vários oficiais, se aproveitou de que o Exército precisava de projetos arquitetônicos e, enquanto ficou “encarcerado” politicamente pelo regime de 64, chegou a montar “um escritório” no QG para seu trabalho voluntário...

O arquiteto Paulo Bastos faleceu em 28 de fevereiro de 2012, aos 76 anos.

Sem retoques



Bola fora!

Afirmar que a Copa do Mundo da Fifa alavancaria negócios não corresponde à avaliação da indústria gráfica sobre os efeitos do evento.

A pesquisa Sondagem da Indústria Gráfica, realizada nacionalmente pela Associação Brasileira da Indústria Gráfica (Abigraf), revela que os empresários do setor são unânimes na opinião de que a Copa afetará negativamente o setor.

O presidente nacional da Abigraf, Levi Ceregato, justifica o ceticismo:

“Esses eventos colocam o País em compasso de espera, com investimentos sendo adiados, o que prejudica os negócios. Além disso,  o excesso de feriados neutraliza o eventual aumento de demanda”.

Pisando na bola


Bola duvidosa

A Seleção Brasileira da CBF voltou a mostrar os mesmos defeitos dos dois jogos anteriores, na vitória fácil sobre Camarões, em Fortaleza.

O time do Felipão continua lento nas saídas de bola, erra muitos passes, acomodado demais no posicionamento em campo, sem jogadas bem ensaiadas, ficando dependente de talentos individuais, como o de Neymar, para fazer gols.
O duro é que, mesmo assim, o time tem chances de vencer a Copa (para delírio da torcida petralha ou não), se conseguir ganhar jogos aos trancos e barrancos...

Motogirl



É altíssimo o risco de uma derrapagem, com tais pilotos...

Doações ao Alerta Total

Os leitores, amigos e admiradores que quiserem colaborar financeiramente conosco poderão fazê-lo de várias formas, com qualquer quantia, e com uma periodicidade compatível com suas possibilidades.

Nos botões do lado direito deste site, temos as seguintes opções:

I) Depósito em Conta Corrente no Banco do Brasil. Agência 4209-9, C/C: 9042-5, em favor de Jorge Serrão.

OBS) Valores até R$ 9.999,00 não precisam identificar quem faz o depósito; R$ 10 mil ou mais, sim.

II) Depósito no sistema PagSeguro, da UOL, utilizando-se diferentes formas (débito automático ou cartão de crédito).

III) Depósito no sistema PayPal, para doações feitas no Brasil ou no exterior.
                           
Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus.

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos.

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 24 de Junho de 2014.

11 comentários:

Anônimo disse...

134 ou 314?

Anônimo disse...

Parece que o fator econômico é o que de fato pesa na consciência do brasileiro de modo geral - consciência de barriga cheia e seus interesses atendidos - pouco se importando com o qualidade ético-moral do partido.
Assim não fosse, não estariam eleitos e até mesmos as instituições que se dizem religiosas, como a CNBB, que a essa hora deveriam estar apontando os dedos contra as corrupções e descalabros totais, parecem serem-lhe solidarias, sugerindo estarem coniventes com o PT, tipo CNBB que estaria até mesmo aparelhada pelo PT.

Loumari disse...

A verdadeira questão é: O que terá entenebrecido a mente desta gente? Parece que entramos na era em que predia o Albert Einstein. "Geração de IDIOTAS."



"Procure ser um homem de valor, em vez de ser um homem de sucesso." (Albert Einstein)

Loumari disse...



Pelo que, dize-lhes esta palavra: Assim diz o Senhor, DEUS DE ISRAEL: Todo o odre se encherá de vinho; e dir-te-ão:
Não sabemos nós muito bem que todo o odre se encherá de vinho?
Mas tu, dizes lhes: Assim diz o Senhor: Eis que eu encherei de embriaguez a todos os habitantes desta terra, e aos reis da estirpe de David, que estão assentados sobre o seu trono, e aos sacerdotes, e aos profetas, e a todos os habitantes de Jerusalém.

E fá-los-ei em pedaço, uns contra os outros, e juntamente aos pais com os filhos, diz o Senhor:
não perdoarei nem pouparei, nem terei deles compaixão.
(JEREMIAS 13:12)

Loumari disse...



Sabei, certamente, que o Senhor, vosso DEUS, não continuará mais a expelir estas naçoes de diante de vós,

mas vos serão por laço e rede, e açoite às vossas ilhargas, e espinhos aos vossos olhos;

até que pereçais desta boa terra que vos deu o SENHOR, VOSSO DEUS.
E EIS AQUI EU VOU HOJE PELO CAMINHO DE TODA A TERRA:
(JOSUE 23:13)


Confortai as mãos fracas, e fortalecei os joelhos trementes.
Dizei aos tribulados de coração: Esforçai-vos, não temais;
eis que o vosso DEUS virá com vingança, com recompensa de DEUS; ele virá, e vos salvará.
(ISAIAS 35:3)

Anônimo disse...

Perguntar não ofende: Rose é mulher de cama e mesa ou agente de transformação?

Anônimo disse...

Cleonice I Ferreira disse :
Sr. Robertho Camillo, o conteúdo do vídeo foi publicado no site:

http://www.militar.com.br/blog27408-%C3%89-bom-se-preparar-%E2%80%93-o-tranco-vai-ser-Forte--Gen-Paulo-Chagas

a postagem tem o título "É bom se preparar - o tranco vai ser forte! Líderes invisíveis - General Paulo Chagas".
O Sr. pode obter mais informações no site da AMAN-75-83, artigo:
"Brasil em perigo".
A situação do Brasil é a descrita pelo Excelentíssimo General Paulo Chagas.
Nós brasileiros temos que manter a nossa união e O NOSSO APOIO INCONDICIONAL AS FFAA DO BRASIL.
Que Deus ilumine a todos e abençoe esses SOLDADOS NESTA HORA TÃO CRUCIAL.


Anônimo disse...

“”A gravidez de cubanas no programa ‘Mais Médicos’”"
O programa “Mais Médicos” viu-se diante de duas questões legais na semana passada. Cinco profissionais cubanas teriam engravidado aqui. O governo de Raúl Castro estaria exigindo o regresso dessas mulheres grávidas, determinando que só poderão continuar no Brasil se abortarem. Eis a primeira questão: o aborto é crime em nosso país. Mais: o acordo de trabalho firmado entre os dois países estabelece que é a Missão Médica Cubana no Brasil que autoriza ou não o namoro das profissionais com homens não nascidos em Cuba. Essa é a segunda questão legal: o Brasil, regido pelo Estado Democrático de Direito, proíbe a discriminação de nacionalidades em namoros ou casamentos.
https://www.google.com.br/url?sa=t&rct=j&q=&esrc=s&source=web&cd=7&cad=rja&uact=8&ved=0CDUQFjAG&url=http%3A%2F%2Fwww.istoe.com.br%2Fassuntos%2Fsemana%2Fdetalhe%2F353715_A%2BGRAVIDEZ%2BDE%2BCUBANAS%2BNO%2BPROGRAMA%2BMAIS%2BMEDICOS%2B&ei=J66pU7X8L7HjsASqv4L4BQ&usg=AFQjCNGWmGSE0U1QqGRZFqmu_KWaTo8vBg&sig2=K6daXonFqSJMiZh9pjK_Sw

Anônimo disse...

MANIFESTO CONTRA A LEGALIZAÇÃO DAS DROGAS NO BRASIL

ASSINE:

https://www.change.org/pt-BR/peti%C3%A7%C3%B5es/congresso-nacional-manifesto-contra-a-legaliza%C3%A7%C3%A3o-das-drogas-no-brasil?recruiter=86513957&utm_campaign=mailto_link&utm_medium=email&utm_source=share_petition#news

Loumari disse...


Anônimo de 2:15 PM,

Meu caro amigo, as perguntas que você faz aqui ao Brasil são muito inocentes. No contexto atual o Brasil já não tem legislação, já não tem instituiçoes, já não tem leis, já não tem normas, já não tem bases disciplinares. Eles já demoliram todas as fundaçoes sobre quais foi fundada e estabelecida esta nação. Neste país hoje, é a lei de se penetencia a vontade do indivíduo. Hoje Brasil já é o que se pode chamar de: NO MAN'S LAND. TERRA DE NINGUEM. Cada um faz o que lhe apetecer, visto que já não há bases institucionais para quadrar o sistema. Dizem os brasileiros, temos muitas ideias, e temos muitas ideologias. Só que tudo o que se fermenta nas suas mentes é para a destruição.

Anônimo disse...

Justiça eleitoral confere “título” inédito ao PSDB: o partido mais corrupto do Brasil

Na divisão por partido, o PSDB é o que possui a maior “bancada” de barrados, com 56 candidatos –o equivalente a 3,5% dos tucanos que disputam. O PMDB vem logo atrás (49). O PT aparece na oitava posição, com 18 –1% do total de seus postulantes.