segunda-feira, 18 de agosto de 2014

PSB: o fiel da balança


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Sérgio Alves de Oliveira

Não é preciso ser cientista político, nem um “nostradamus” improvisado, para perceber desde logo o que acontecerá com as eleições presidenciais que se avizinham. O vencedor,com certeza,será decidido não pelos eleitores, porém pelo PSB-Partido Socialista Brasileiro,ou pelos “computadores” da Justiça Eleitoral, como tem alertado o J.Serrão, no “Alerta Total”.

Após o trágico acidente aéreo que vitimou o candidato à presidência da república, Eduardo Campos,que encabeçava a aliança liderada pelo PSB, o partido acabará homologando o forte nome eleitoral da profª Marina Silva,que era candidata à “vice”. Isso ocorrerá, certamente ,não por vontade própria desse partido,mas por valores outros,dentre os quais a “conveniência” eleitoral.

Na verdade “engolirão” Marina. Mas ela é “boa de voto barbaridade”, como diria o gaudério aqui do meu Sul. Talvez ela  represente um biótipo com muita intimidade com grande parte da raça e etnia brasileiras. Isso não deveria acontecer, mas tem enorme  força eleitoral, em detrimento das reais qualificações que teriam que ter os candidatos. Mas esse é um problema que foge do horizonte deste escrito. Teria que ser discutido dentro do que se entende por democracia,.que nunca poderá ser confundida com a sua contrária,a OCLOCRACIA,que na verdade é a democracia degenerada praticada no Brasil.

Como é consenso que a Dona Marina conquistará mais votos na cabeça de chapa do PSB que Eduardo Campos, mesmo sem entrar no mérito dessa discussão ,a decisão de prosseguir com uma chapa própria ,substituindo  Eduardo por Marina,sem dúvida foi muito inteligente e “conveniente”. A decisão do vencedor,agora com certeza, ficará para o segundo turno.

O único vencedor “certo” da eleição será o PSB e os partidos coligados. Se ficar com Dilma, sua influência no futuro governo será menor,pois terá muitos “concorrentes”,sempre lembrando que a “fome”do PMDB por cargos é insaciável. Se apoiar Aécio, e por isto ele vencer, claro que sua participação no governo será maior.

Mas seria ingenuidade supor que a vitória da chapa “a” ou “b” seria benéfica ao país. Esse é o resultado da “democracia” que nos empurraram goela-abaixo. Mas sem dúvida no mínimo “interromper” a trajetória do PT já seria um bom passo para que no futuro se encontrasse outras alternativas melhores.

“Nosotros”, aqui  do SUL, continuamos com a firme convicção que o Brasil não tem jeito e deve ser desmanchado,dele surgindo novos países,dentre eles a UNIÃO SUL-BRASILEIRA-USB (PR,SC e RS).


Sérgio Alves de Oliveira é Sociólogo, Advogado, Membro do GESUL-Grupo de Estudos Sul Livre.

7 comentários:

Anônimo disse...

Você é louco... dividir o Brasil!!!
Vocês aí no sul precisam
é ensinar os seus eleitores a tirar o PT do poder...Bá.

Anônimo disse...

Política federal nestes pilantras separatistas e racistas.

Sérgio Alves de Oliveira disse...

Mestre Serrão: Como eu já esperava,"quebrei-a-cara". O texto não é para as gerações do meu tempo de vida. É para o futuro. É como lançar uma isca agora para pescar um peixe mais tarde. O "Alerta" seria o veículo.Talvez lá
passe a existir um POVO,de verdade,não uma simples multidão que não pensa melhor que um rebanho,e que enlouquece e fica raivosa com qualquer proposta que fuja das fórmulas convencionais. Isso já aconteceu na Antiga Athenas. O filósofo Sócrates foi condenado a beber cicuta por falar a verdade. É um "consolo".

Sérgio Alves de Oliveira disse...

Mestre Serrão: Como eu já esperava,"quebrei-a-cara". O texto não é para as gerações do meu tempo de vida. É para o futuro. É como lançar uma isca agora para pescar um peixe mais tarde. O "Alerta" seria o veículo.Talvez lá
passe a existir um POVO,de verdade,não uma simples multidão que não pensa melhor que um rebanho,e que enlouquece e fica raivosa com qualquer proposta que fuja das fórmulas convencionais. Isso já aconteceu na Antiga Athenas. O filósofo Sócrates foi condenado a beber cicuta por falar a verdade. É um "consolo".

Anônimo disse...

Muito futurista. Este cara se acha mesmo! E não passa de um traidor da pátria. Um judas e um puxa saco! "Mestre Serrão"? E aí meu caro Serrão, você também é separatista?

Anônimo disse...

Tem sempre um palhaço, tinha que ser gaúcho.
Taí, eu topo a parada mas que seja através de uma guerra civil, o sul contra o “resto”. Pago pra ver o massacre. Dizimar esses filhos da puta babacas, não deixar um só vivo. Acabaria essa babaquice.

Anônimo disse...

Palhaço. Pendura uma melancia no pescoço para aparecer bastante.