terça-feira, 21 de outubro de 2014

Cálculo petralha projeta vitória de Dilma com três milhões de votos de diferença sobre Aécio

Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrãoserrao@alertatotal.net

O comando de campanha de Dilma Rousseff projeta que ela se reelege com uma vantagem de três milhões e três milhões e quinhentos mil votos sobre Aécio Neves. Na avaliação de grandes consultorias internacionais de marketing político, Aécio perdeu milhões de votos em Minas Gerais (graças aos focados ataques do PT questionando sua gestão no Palácio da Liberdade) e em São Paulo (por causa da crise hídrica, na qual o PT jogou a culpa no governo do PSDB, aproveitando que o corte de água já afeta pelo menos 60% dos paulistanos).

Voltaram a avacalhar o cenário as pesquisas amestradas (as mesmas que erraram os resultados finais no primeiro turno, mas conseguiram cumprir a função de induzir o voto do eleitor menos esclarecido, que sempre acompanha quem é vendido com mais chance de ganhar). Outro sinal do poder nazicomunopetralha – que pode confirmar a numerologia da previsão eleitoral deles – foi o anúncio da troca do sistema das urnas eletrônicas do primeiro turno, sob o pretexto de garantir ainda mais segurança no segundo turno. O debate de sexta-feira à noite, na Rede Globo, não deve alterar o quadro.

O acirramento de tensão entre as candidaturas teria gerado um aumento das intenções de voto brancos e nulos – o que favorece Dilma. Aécio precisava ampliar sua base de votos em São Paulo e Minas Gerais para vencer. Embora não exista teoria do fato consumado, os marketeiros petralhas comemoram o êxito da chamada “Estratégia do Medo” executada pela militância profissional nas redes sociais e nas periferias de grandes centros urbanos e nas cidades menores do Norte-Nordeste. A propaganda nas ruas, na mídia amestrada pelas verbas oficiais e no horário eleitoral “gratuito” do rádio e televisão desconstruiu a imagem de Aécio Neves, desmoralizou pessoalmente o adversário-inimigo e vendeu o temor de que os tucanos acabariam com as “bolsas”.

Entre as várias calúnias, injúrias e difamações petistas, a que mais colou foi a de que Aécio Neves agride as mulheres. Também teve adesão na classe média o suposto desregramento do mineiro com bebidas ou drogas. Os (de)formadores de opinião petralhas repetiram tais argumentos à exaustão, nas redes sociais e nos incitadores de conversas políticas em locais públicos. Na periferia de São Paulo, cinco mil “jovens” concentrados ontem à noite em uma praça (para passar a noção imagética de superlotação e da força da multidão em favor do PT, nos melhores moldes do nazicomunismo), Dilma voltou a explorar os tais “pontos fracos” de Aécio, falando em terceira pessoa:

“Esse rapaz (Aécio) não teve educação de berço para respeitar as mulheres. E, sobretudo, uma presidente, mãe e avó. Esse cidadão agrediu, com seu cinismo, tentando deixar Dilma temerosa. Nunca uma eleição teve aspectos tão agressivos como esta. A agressividade começou com uma sistemática divulgação de inverdades distorcidas. Essa guerra de informações distorceu os fatos”.

Já apostando fialmente na vitória de domingo, o chefão Luiz Inácio Lula da Silva já deu o tom ideológico do segundo mandato de Dilma (e quarto seguido do PT): a tal mídia hegemônica será atacada até ser desmontada. O alvo principal da sempre alardeada “democratização dos meios de comunicação” será a Rede Globo – que deve ser alvo de uma cobrança violenta de impostos pela Receita Federal. Mesma situação que deve ser experimentada pelo Banco Itaú...

Ontem, no comício da Zona Leste de São Paulo, Lula já atacou diretamente dois jornalistas globais: William Bonner e Miriam Leitão (simpatizante de esquerda, até outro dia amada pelos petistas): “Daqui para frente é a Miriam Leitão falando mal da Dilma na televisão, e a gente falando bem dela (Dilma) na periferia. É o (William) Bonner falando mal dela no Jornal Nacional, e a gente falando bem dela em casa. Agora somos nós contra eles”.

O tal “nós contra eles” proclamado por Lula será o grande desastre de um governo desmoralizado e que conta com a efetiva oposição de mais da metade do eleitorado, caso a conta também inclua os que não votam, de jeito algum, nem na situação ou na oposição. Os problemas na economia – que não dependem apenas de soluções adotadas aqui dentro – e as denúncias de corrupção (que tendem ao agravamento) deixam Dilma sem a mínima condição moral de continuar governando. Novamente, ela terá de submeter a acordos complicadíssimos para manter a base aliada no Congresso – o que tende a alimentar a onda de corrupção com a cobiça por cargos para afilhados políticos e com os pedidos para participar dos vários mensalões (em vigor ou a serem criados).

A aposta de analistas do exterior é com um quadro institucional instável em um eventual e quase certo governo Dilma Rousseff. As condições de governabilidade devem ser as mais baixas desde 1985, quando os militares deixaram o Palácio do Planalto pela garagem para não passar a faixa presidencial a José Sarney (beneficiado pela súbita morte de Tancredo Neves, avô do Aécio). Neste cenário, a aposta é na radicalização dos segmentos petistas contra os classificados de inimigos: a imprensa de oposição deve experimentar um clima “bolivariano” contra a liberdade que é imposto na Argentina, Venezuela, Bolívia e Equador.

Todos corremos o risco de vivenciar a Maldição de Bruzundanga – imposta pela ignorância da maioria de um eleitorado sem noção e condição econômica de sustentação sem os favores ou promessas clientelistas da corrupta máquina estatal. Quem pode se mudar para Miami terá uma vida maravilhosa... Quem não pode... se sacode...  Como bem previram os petralhas, “o bicho vai pegar”... O Triunfo da Vontade nazicomunopetralha terá um custo muito alto para o Brasil – que permanecerá na Vanguarda do Atraso político, econômico e cultural.

Tantas irregularidades


Aviso aos navagantes

O sistema de nosso computador está mais corrompido que o governo.

Por isso, encontramos dificuldades para receber e editar vários artigos.

Pedimos paciência aos leitores...

Caras de pau


Doações ao Alerta Total

Os leitores, amigos e admiradores que quiserem colaborar financeiramente conosco poderão fazê-lo de várias formas, com qualquer quantia, e com uma periodicidade compatível com suas possibilidades.

Nos botões do lado direito deste site, temos as seguintes opções:

I) Depósito em Conta Corrente no Banco do Brasil. Agência 4209-9, C/C: 9042-5, em favor de Jorge Serrão.

OBS) Valores até R$ 9.999,00 não precisam identificar quem faz o depósito; R$ 10 mil ou mais, sim.

II) Depósito no sistema PagSeguro, da UOL, utilizando-se diferentes formas (débito automático ou cartão de crédito).

III) Depósito no sistema PayPal, para doações feitas no Brasil ou no exterior.
                           
Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!


O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 21 de Outubro de 2014.

23 comentários:

Anônimo disse...

NO PORTAL UOL: Quem se saiu melhor nos debates para o segundo turno.
A COMUNISTA E AMIGA DOS TERRORISTAS DO HAMAS E DOS DEGOLADORES DE CRISTÃOS NO ORIENTE MEDIO perdeu feio no domingo o debate – Aécio mostrou os 4 anos perdidos de Dilma – pois até ao momento o placar do debate Record pró Aecio em 369.404 votantes dá o seguinte resultado:
Aécio – 80,34%
Dilma – 19.66%
A presidente, como todos os comunistas e seus institutos de pesquisas aliados vivem de falsas propagandas e de indução de votos, promessas furadas e nesse ponto o PT é campeão absoluto, ninguém pode com ele.
Pelas "previsões" desses institutos suspeitos, Aécio nem passaria para o segundo turno!
No debate anterior do SBT o resultado foi idêntico pró Aécio!
45 no desespero deles!

ducamillo disse...

Já deu Dilma....ninguém mais tira o segundo reinado dela na falida Terra de Santa Cruz. Podemos dizer que a culpa foi:
1-Marqueteiros do Aécio.
2 - o governador de Sampa.
3 - O povo que foi e vai votar.

Não que eu queira isto, muito pelo contrário mas, a verdade está ai.Até o Serrão já está admitindo a derrota do mineirinho. E eu pergunto ao amigo editor? e a tal OFT? Tão comentada pelo amigo durante quase um ano. Também se rendeu aos encantos Petistas?????
Sabe o que significa esta sigla?
Oh!! Ferrou Tudo.
Agora é tarde para chorar o leite derramado, vamos fazer as malas e se mandar para Paris - como o Chico Buarque - certo?
Robertho Camillo - que não vai votar, também no segundo turno.

Anônimo disse...

Neste país ainda há GENERAIS...

Anônimo disse...

PETPATIA (OU PETEPATIA) - A PSICOPATIA NO PODER

Petpatia (ou Petepatia) é um grave transtorno que acomete partidos políticos ou membros e militantes de partidos políticos, e que é definido por uma característica fundamental: a convicção de que, na política, os fins justificam os meios. A palavra “petpatia” é composta de “pet” e “patia”. “Patia” é um termo cujo significado é doença. “Pet”, por sua vez, é a designação de um polímero (politereftalato de etileno) bastante moldável, utilizado, comumente, na fabricação de garrafas e recipientes diversos. O termo foi adotado justamente por causa da plasticidade desse material que, submetido a temperaturas adequadas, amolece, funde e pode assumir as mais variadas formas para atender aos seus fins. Tal como ocorre com os petpatas (ou petepatas), que assumem qualquer tipo de postura, por mais condenável que seja, e se valem de todos os meios possíveis e imagináveis - sem qualquer consideração pela sua natureza boa ou má, justa ou injusta -, para a consecução dos seus fins. E os seus fins geralmente se identificam com o exercício do poder em benefício pessoal e político-partidário, e quase sempre em detrimento do interesse público.

De fato, esses políticos (e seus partidos) são marcadamente egoístas, mentirosos, falsos, cínicos, calculistas, trapaceiros, chantagistas e manipuladores. Seguem, quase sempre, e de modo cego, um líder messiânico que situam acima do bem e do mal, e a quem rendem abjeta vassalagem. Comportam-se, assim, como membros de uma seita fundamentalista. Como são obcecados pela conquista do poder a qualquer preço, tendem a apelar para a violência como instrumento de luta política. Desse modo, estão sempre ligados a grupelhos de bate-paus, baderneiros e anarquistas ou, mesmo, a bandos armados, travestidos de movimentos sociais. E se inclinam, no poder, para regimes de exceção, em que seus adversários políticos passam a ser vistos, mais cedo ou mais tarde, como inimigos a perseguir, encarcerar, torturar e, mesmo, eliminar.. Assim sendo, não desdenham do terrorismo. Antes, apoiam-no em toda a parte. Não hesitam nem mesmo em apoiar terroristas que degolam, estupram, escravizam e crucificam em nome da barbárie, só da barbárie, nada mais do que a barbárie. E, se necessário, recorrem ao terrorismo numa simples eleição ou, mesmo, na luta armada propriamente dita. Como foi dito de início, os fins, para eles, sempre justificam os meios, razão pela qual jamais hesitam em fazer o diabo para concretizar o seu projeto de poder.

(continua...)

Anônimo disse...

(continuação..)

Não é por outra razão que se identificam, habitualmente, com líderes, regimes e ideologias que costumam patrocinar tais aberrações. Na oposição, adotam, com frequência, a práxis do “quanto pior, melhor”. No poder, aparelham o Estado e suas instituições, a fim de estabelecer um regime hegemônico, de partido único, que culmina em geral no totalitarismo. E isso não é difícil para eles, pois são hábeis dissimuladores, ocultando-se sob o manto de ideais humanitários, como justiça e igualdade social, combate à fome e à pobreza, e defesa das minorias e dos direitos humanos, enquanto vão estendendo seus tentáculos sobre a sociedade e o Estado. Simulam possuir o monopólio da virtude, mas, na verdade, são predadores letais dos cofres públicos e das instituições. Não raro, enriquecem nababescamente no poder. Usam e abusam da propaganda enganosa, a ponto de mascarar índices econômicos e sociais para engabelar o povo. Medidas populistas, centradas em dar pão e circo à população, tais como assistencialismo à guisa de redistribuição de renda e promoção de grandes eventos esportivos, são largamente usadas com o propósito de manipular as massas e cooptá-las em imensos currais eleitorais. São, assim, verdadeiros gigolôs da pobreza. Por outro lado, adotam a postura de vítimas de um suposto poder dominante, elitista, explorador, que estaria tentando impedi-los de cumprir a sua elevada missão redentora. É o jogo maniqueista do “nós” contra “eles”, em que dividem para melhor dominar. No entanto, logo que assumem o poder num país, unem-se aos setores mais retrógrados da sua sociedade civil e do seu mundo político para devastar os cofres públicos e as instituições. E o butim é fraternalmente repartido entre eles, petpatas (ou petepatas), e os outros comensais do poder. Como não poderia deixar de ser, têm verdadeiro pavor da imprensa livre, que vivem tentado amordaçar, para que não denunciem os seus crimes. Por outro lado, mantêm, a soldo, um exército de rola-bostas na mídia, sempre pronto a investir pesadamente na desconstrução dos seus adversários políticos ou, mesmo, de seus simples críticos. São, assim, assassinos, “serial-killers” de reputações.

Tal como ocorre com os seus parentes próximos, os psicopatas, que não aprendem com os próprios erros e nem se arrependem deles, os petpatas (ou petepatas) estão sempre reincidindo nos crimes que cometem. Consideram-nos, cinicamente, como simples piadas de salão. Há, entre eles ou entre os seus defensores, quem diga até que não formam quadrilha, embora atuem, na verdade, como uma organização criminosa altamente sofisticada. O fato mesmo é que são psicopatas no poder, tal como na definição dada pelo psiquiatra polonês Andrew Lobaczewski em seu livro “Ponerologia - Psicopatas no poder”, e o regime de governo que têm a nos oferecer é a “patocracia”. Nesse regime, os governantes constituem-se como uma elite psicopata e a sociedade passa a ser regida e motivada por valores puramente patológicos. São, assim, criminosos seriais da política. Golpistas, atentam, sobretudo, contra a democracia. Quando denunciados, julgados ou, mesmo, condenados, tentam se justificar de todas as formas possíveis e imagináveis, jamais admitindo a sua responsabilidade. Dizem que estão “de saco cheio” com as denúncias, e ficam por aí mesmo. Para eles, seus crimes não são crimes, mas apenas “erros” ou “malfeitos”, se muito. Pretendem se fazer passar por meros aloprados, mas são bandidos. E não se intimidam nem na prisão, onde continuam fazendo das suas. Se necessário, recorrem à negação absoluta do “não vi, não ouvi e não sei de nada”, mesmo quando todas as evidências apontam em sentido contrário, na revelação dos seus crimes. A quem se poderia compará-los, jocosamente? “Jamanta não sabe, Jamanta não viu”, como na fala do personagem da novela “Torre de Babel”. “Sei de nada, inocente”, como na música do grupo “É o Tchan”. Ou “Peidei, mas não fui eu”, como na camiseta divulgada, tempos atrás, pelo músico Lobão.

(continua...)

Anônimo disse...

(continuação...)

Ou seja, eles se recusam mesmo a admitir a autoria dos seus crimes, que se tornam, então, ironicamente, crimes não-contabilizados. Na melhor das hipóteses, quando já não podem mais negá-los, tentam se justificar dizendo que em algum lugar, no presente, no passado ou, quem sabe?, no futuro, outros políticos ou partidos políticos cometeram, cometem ou vão cometer os mesmos crimes. Aplicam, assim, em relação aos adversários, a máxima de Lênin: “Acusem-nos do que vocês fazem; xinguem-nos do que vocês são”. Desse modo, são indulgentes com os crimes que eles e seus comparsas cometem - tratando-se, entre si, como heróis da “causa” que defendem -, tanto quanto são implacáveis com os crimes dos que não pertencem à sua seita de degenerados. São, na verdade, verdadeiros assassinos de reputações. Flagrados em delito, geralmente põem em prática a omertá - o pacto de silêncio dos mafiosos -, acobertando-se uns aos outros. Nesse caso, nem delação premiada os convence a abrir o bico, pois, se alguma vez ameaçam recorrer a ela, é apenas por chantagem, para obter proteção adicional dos seus comparsas. Mas, se algum deles opta, de fato, pela delação premiada passa ser desmentido e execrado pelos companheiros, mesmo tendo em vista o fato de que esse tipo de delação só se sustenta com farta comprovação. E se chegam, em última instância, a admitir algumas das suas patifarias, alegam que as praticaram em nome da justiça e da igualdade social. Ou seja, assaltam os cofres públicos e devastam as instituições para uma suposta salvação dos pobres e oprimidos, para o advento de “um outro mundo possível”, “para o bem de todos e a felicidade geral da nação”. Encarnam, então, uma espécie de fascismo do bem. E ai dos juízes que ousarem condená-los. Serão difamados, execrados e perseguidos implacavelmente pelos seus bate-paus nas ruas, na imprensa e nas redes sociais. Enfim, são mesmo capazes de fazer o diabo para chegar ao poder e nele permanecer. Isso se torna sobremodo evidente em época de eleição, quando empregam os métodos mais sórdidos que se possa imaginar para manipular a opinião pública e interferir na livre escolha do eleitorado, como mentiras, fraudes, terrorismo e crimes eleitorais. Fazem o diabo, mas, como sempre, atribuem toda a culpa aos seus adversários, a quem negam até mesmo o direito de legítima defesa.

É importante destacar que as características que descrevemos devem ser notas dominantes e não apenas traços de comportamento, e devem estar presentes de forma maciça num partido político ou nos seus integrantes para que fique bem configurada a Petpatia (ou Petepatia). Se essa ressalva não for respeitada, corremos o risco de classificar todos os os políticos e partidos politicos como petpatas (petepatas), o que não seria justo. Petpatia (ou Petepatia) é uma doença política, ideológica e social grave, incurável e extremamente destrutiva para um país. Os que a manifestam, indivíduos ou partidos, são criminosos seriais da política, ou seja, estão sempre envolvidos em escândalos, delitos, falcatruas e desvios de toda a espécie, e são quase sempre irrecuperáveis. Acima de tudo, são um perigo real para a democracia. Assim sendo, todo o cuidado é pouco ao diagnosticar uma doença de tamanha malignidade.

Diante da gravidade do que foi exposto, caro leitor, se você identificar, em seu país, algum político ou partido político que apresente tais características, cuidado! Não vote nele! Ele é, provavelmente, um petpata (ou petepata) - um psicopata a caminho do poder! Mas, se ele já tiver tomado de assalto o poder, use o voto para tirá-lo de lá, antes que seja tarde demais. E se isso não for mais possível, só lhe resta uma opção: fuja do seu país! O quanto antes! Já!

Lucas Daniel

Anônimo disse...

Leiam e divulguem.
Excelente.
Traduz o sentimento da esmagadora maioria do povo brasileiro:

http://www.averdadesufocada.com/index.php/eleies-notcias-105/11631-211014-brasil-meus-ideais-minha-luta

Alcântara.

Loumari disse...

Cada um Tem o Seu Conceito de Felicidade
Muita gente só é capaz de uma felicidade reduzida: o facto de a sua sensatez não poder proporcionar-lhes mais felicidade não constitui um argumento contra ela, não mais do que se deve ver um argumento contra a medicina no facto de serem algumas pessoas incuráveis e outras sempre doentias. Que cada um possa ter a hipótese de encontrar justamente a concepção da vida que lhe permita realizar o seu máximo de felicidade: isso não impede necessariamente que a sua vida permaneça lastimável e pouco invejável.

"Friedrich Nietzsche, in 'Aurora'
Tema: Felicidade
Alemanha 1844 // 1900 Filósofo

Eliezer Tavares de Oliveira disse...

Jorge, o Sr. já viu esta análise dos números da pesquisa data folha?


FARSA DA PESQUISA DATAFOLHA

DIVULGUEM!!!!!!!!!!

Analisando os números da própria pesquisa divulgada ontem ( 20/10) por região tem-se o seguinte :
Região Sul :
Aécio 61%
Dilma 39%
Região Sudeste :
Aécio 59%
Dilma 41%
Região Centro-Oeste :
Aécio 63%
Dilma 37%
Região Nordeste :
Aécio : 32%
Dilma : 68%
Região Norte
Aécio : 44%
Dilma : 56%
Segundo o TSE o número de eleitores por região é :

Região sul : 20.825.700
Aécio 61% : 12.703.677
Dilma 30% : 8.122.023

Sudeste : 60.968.400
Aécio 59% : 35.971.356
Dilma 41% : 24.997.044

Centro-Oeste : 10.081.500
Aécio 63% : 6.351.345
Dilma 37% : 3.730.155

Nordeste : 38.225.100
Aécio 32%: 12.233.032
Dilma 68% : 25.993.068

Norte : 10.659.600
Aécio 44% : 4.690.224
Dilma 56% : 5.969.376

TOTAL
AÉCIO : 71.948.634 =51,2 %
DILMA : 68.811.666 =48,8%

Anônimo disse...

CARA DE PAU!!!!

DO POLIBIO BRAGA. Aqui: http://polibiobraga.blogspot.com.br/

Conheça a história de nepotismo, jamais contada antes, da Agente X-26, a técnica da FEE, Dilma Roussef.

A agente X-26 foi nomeada por Jair Soares a pedido do marido, com quem foi trabalhar depois com um a FGAL-9 na Assembléia do RS.

Desde que chegou a Porto Alegre no final da década de 70, onde passou a viver com seu marido, o ex-deputado estadual Carlos Araújo, PDT, com quem teve uma filha, Paula, atual procuradora do MPT, a presidente Dilma Roussef passou a ser conhecida como ocupante de diferentes cargos públicos, entre os quais o de Assessora Superior da Assembléia do RS, Diretora Geral da Câmara de Vereadores de Porto Alegre, Secretária Municipal da Fazenda e Secretária Estadual de Minas e Energia.

. Ela serviu aos governos do PDT e do PT.

. Os cargos que ocupou, todos de livre nomeação – CCs, FGs ou secretarias – foram por indicação do marido, inclusive na Assembléia, onde trabalhou diretamente sob as ordens do deputado Carlos Araújo, na Assessoria Superior da Bancada, percebendo ali a mais alta FG da Casa, calculada hoje em R$ 14 mil, sem contar vantagens.

. O que muito pouca gente sabe é que Dilma começou sua vida como servidora pública na qualidade de CC nomeada pelo então governador Jair Soares, do PDS, a quem Carlos Araújo foi procurar em 1983 para pedir o emprego para a mulher. Dilma foi nomeada no âmbito da secretaria do Planejamento para a FEE (Fundação de Economia e Estatística). Lá ela consta da Folha até hoje. Como X-26, técnica X-26. Na época, o PDS era o Partido de sustentação do general João Batista Figueiredo, de quem Soares fou ministro da Previdência. Dilma e Araújo combateram ambos, Contra Jair, apoiaram Alceu Collares, PDT.

. Nos casos da FEE e da Assembléia, Dilma Roussef foi beneficiada pela relação de parentesco, prática que no debate do SBT denunciou como “imoral” e “ilegal” na situação que teria enfrentado seu adversário Aécio Neves em Minas.

. A presidente sabia perfeitamente que sua retaguarda estava a descoberto, mas mesmo assim resolveu acusar o adversário por um tipo de “crime” que “cometeu” várias vezes, muito tempo antes.

. Nos seus 30 anos como empregada contratada, compareceu efetivamente ao trabalho menos de 5 anos. No restante do tempo esteve cedida. Seus salários como X-26 sempre foram pagos pela FEE

Anônimo disse...

Tribuna da internet ; http://www.tribunadainternet.com.br/
Dora Miranda
O ponto alto deste penúltimo debate na TV, pela Record, foi ver a “presidenta” mostrando, mais uma vez, o nível de sua inteligência. Disse ela: ”Candidato, você está comparando o Brasil ao Chile, que é do tamanho do Rio Grande do Sul. Precisamos comparar o Brasil com os grandes países do mundo, como a Alemanha”.
Agora vejamos: o Rio Grande do Sul tem 281.730 km2 e o Chile, 756.950 km2… E a Alemanha: tem 357.051 km2
###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG – Com tamanha erudição, a doutorada em Economia Dilma Rousseff já tem uma opção de trabalho, caso perca as eleições: pode ser professora particular de Geografia, e dar aulas aos filhos dos petistas que enriqueceram no governo. (C.N.)
Tribuna da Internet: LEVANDO AO ABISMO
http://www.tribunadainternet.com.br/
... AGRESSIVIDADE
Explica-se assim a atitude agressiva de Dilma, apesar da posição de presidente em exercício, durante o debate. Chegou audaciosamente a questionar uma suposta propina para o falecido Sérgio Guerra (evidentemente paga como o consentimento ou ordem expressa de alguém do partido dela no governo Lula em 2009 quando Dilma ocupava a Casa Civil). Assim, o senador de Pernambuco, presidente do PSDB, teria recebido uma vultosa propina para desistir de uma investigação de roubalheiras na Petrobras.
Se as acusações reabrem o currículo do senador tucano, coloca-se a certeza de que o partido dela pagava propinas, até para encerrar investigações. Já se viu um presidente da República se lançar numa atitude kamikaze como essa? Assumir a corrupção ativa do seu lado visando respingar a passiva no adversário?

Anônimo disse...

Sou Aécio desde criancinha, mas nada me tira da cabeça que o PT vai ganhar as eleições seja por bem ou por mal, isto está me cheirando a golpe nas urnas manipuladas e essas pesquisas fajutas tem por objetivo justificar a vitória da Dilma, igualzinho como aconteceu na Venezuela. DEUS queira que eu esteja errado.

Anônimo disse...

TÃO ME ACHANDO COM CARA DE OTARIO?
Os Institutos de "Pesquisas" anunciavam com 95% de acerto Dilma e Marina no segundo turno, e...
Como acertaram!
Pior: não sei como, onde e de que modo montam, pois essa furada com relação a Aécio foi dos Institutos Cagada Por Encomenda & Cia Ilimitada.

Anônimo disse...

O povo vai ter o governo que merece...A bomba vai explodir no próximo governo, isso é certo. Se a Dilma perder provavelmente vai se excusar de responder aos malefícios que fez a este país juntamente com seu partido corrupto e jogar tudo nas costas do novo governo. Se o Aécio perder poderemos viver o período mais obscuro da história recente do Brasil. É o país que eu amo mas sinto que é o fim.

Anônimo disse...

http://www.diariodopoder.com.br/noticias/verita-aecio-abre-64-pontos-de-vantagem-sobre-dilma/

Anônimo disse...


Divulguem aí pessoal.
.
Quem conhece o PT Vota Aécio.
.
DEPOIMENTO DE UM VEREADOR DO PT | Vai Votar no Aécio
.
http://www.youtube.com/watch?v=1U2LqwOKeCM

Anônimo disse...

No Brasil ainda existem OFICIAIS GENERAIS, COMANDANTES DE REGIÕES, tão brasileiros como qualquer um, que estão observando tudo.
BRASIL ACIMA DE TUDO.

Anônimo disse...

e esse vacari , agora? será que afunda de vez a campanha da gorda?

Anônimo disse...

Se os cálculos dos petralhas forem como os de Dilma (13 - 4 = 7) a situação ficou preta pra eles.

Helena disse...

Se é só emoção, então vamos lá!
Racionalizar agora é bobagem. Vamos dizer alto e em bom som
AÉCIO WE LOVE YOU!
EU GOSTO DO AÉCIO!
Lembreem-se que amor e ódio não se discutem, e que os indecisos irão decidir ou por medo ou pelo coração.
Então, o negócio é dizer:
AÉCIO É UM BOM PAI DE FAMÍLIA!
AÉCIO VAI COM A FILHA AO JOGO DA COPA E SORRI PARA TODOS!
PAREM DE DIZER O NOME "DILMA". REPETIR AÉCIO, AÉCIO, AÉCIO ATÉ CANSAR! Para marcar o nome na mente do indeciso.
Joguem com o POSITIVO! Somente isso agora é capaz de dissolver a gosma que o PT está jogando.
Se alguém vier tentar te convencer a não votar no Aécio, diga apenas:
"EU GOSTO DELE E PRONTO"! E repitam isso como um mantra, SEM PARAR! Convença-se que você convence o outro.
Se insistirem em por que, digam coisas como: ele é bonito e o Lula é feio demais, ou ele sorri bonito e a Dilma tem a cara dum sargento de mau humor. E FINQUEM O PÉ NISSO!
Não argumentem. Apenas fechem num argumento simples e irracional.
E acreditem: ISSO FUNCIONA!

Anônimo disse...

Ate pelos numeros do Datafalha se analizados por regiao o Aecio esta 2 pontos a frente. Como historicamente o Datafalha da 5 pontos a mais pro PT e tira 5 da oposicao..... Aecio esta 12inalcancaveis pontos a frente. Os petralhas estao como nos nas 2 ultimas eleicoes: esperando um milagre! Aecio lidera todas aspesquisas de segundo turno. Recebeu apoio de todos menos da Lucianta Genro. So milagre mesmo! E eu sou ateu!!!!!

Anônimo disse...

Percival Puggina

"SESSENTA RAZÕES PARA NÃO VOTAR NO PT"

Querem mais razões justas de NÃO votar em Dilma ?

Assistam esse vídeo e tirem suas conclusões
http://www.youtube.com/watch?v=9oftgG3NOp4

fonte: http://www.puggina.org/videos?pagina=2


Revoltados Online

Anônimo disse...

E aí, raçada, agora que saiu o resultado, vão negar que o cálculo foi certeiro? Chupem sentados, a Cantareira é logo ali.