terça-feira, 14 de outubro de 2014

Investidores de fora ainda avaliam risco de continuidade de Dilma e mercado interno aposta em Aécio


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

O que Luiz Inácio Lula da Silva fará no próximo dia 26 à noite, quando os números apurados pelo Tribunal Superior Eleitoral confirmarem a vitória de Aécio Neves sobre Dilma Rousseff? O mais provável é que o camaleônico Presidentro faça várias coisas: dê os parabéns ao “inimigo”, chame-o de “companheiro”, combine um encontro (de preferência, reservado, ou via celular por satélite), minta sobre a promessa de uma “oposição construtiva” e negocie uma grande trégua para desarmar as broncas que podem estourar contra líderes petistas e seus parceiros políticos de negócios, principalmente por causa das revelações na Lava Jato.

A grande pergunta é: se vencer, Aécio Neves vai entrar facilmente no jogo de Lula? A tendência histórica, no Brasil, é pela velha “conciliação de sempre”. Uma grande e indigesta pizza já está no forno – prontinha para ser enfiada goela abaixo do eleitor idiota que aposta tudo em “mudanças”. A brincadeira começará na transição de governo – a partir do começo de novembro. Curiosamente, este cenário vale para uma vitória de Aécio ou uma continuidade de Dilma – hoje focada na milagrosa mágica de desvincular sua imagem dos problemas do PT.  

Imaginando a vitória dos tucanos, Lula e o PT têm um trunfo gigantesco para negociar com Aécio. O fato de o tucano ter perdido, surpreendentemente, o estratégico governo do Estado de Minas Gerais – que o PSDB governava há vários anos. O “perdão” de eventuais problemas de gestão no Palácio da Liberdade pode servir como moeda de troca na hora de pedir um alívio ao novo Presidente da República sobre as escandalosas broncas dos 12 anos de nazipetralhismo no Palácio do Planalto.

A tendência é que um grande acordo PT-PSDB ocorra, esquecendo as rusgas radicais e desleais da campanha eleitoral. Deve-se repetir o que ocorrera na passagem de bastão de Fernando Henrique Cardoso para Lula da Silva. Foi firmado um pacto silencioso de não agressão, sem revolver problemas que pudessem afetar a tal da “governabilidade”. Basta lembrar que, em nome dela, ocorreu a grande retribuição tucana no estouro do Mensalão, que quase foi fatal para o primeiro mandato de Lula. FHC poupou o velho “amigo-inimigo” de um impeachment.


As negociações para mais uma tradicional “conciliação” (marca político de nosso “jeitinho brasileiro”) devem ser facilitadas por ambas as partes. Fatalmente, também como de costume, terão a intermediação do mais governista dos partidos: o PMDB – que tem lideranças sob altíssimo risco de sofrer denúncias quando a Lava Jato chegar aos réus com o absurdo direito a foro privilegiado. Além disso, o estilo mineiro e maneiro de Aécio Neves, que conjuga o verbo conciliar nas próprias ações políticas, deverá combinar, direitinho, com as intenções táticas de Lula que terá o poder de pressão petista, que aparelhou a máquina administrativa federal, como outra grande carta na manga.

Evidentemente, enquanto finge uma trégua, o braço operacional-revolucionário do nazipetralhismo vai infernizar a vida do Aécio Neves, logo em seus primeiros momentos de governo. Os movimentos sociais de sempre farão suas manifestações. As facções criminosas também vão dar sua colaboração costumeira para ajudar na desestabilização inicial. Nada custa lembrar que já vivemos em uma espécie de guerra civil não declarada, com elevada criminalidade, muita violência (real e simbólica) e impunidade. Além do caos psicossocial, o eventual novo Presidente terá de encarar os efeitos imediatos de uma crise econômica talvez nunca antes vista na história do Brasil.

Toda essa análise depende de um fato: a derrota concreta de Dilma Rousseff. Por enquanto, ela é uma forte possibilidade, mas ainda não é uma tendência consolidada, apesar do aumento do desgaste da imagem do governo, pelos escândalos da Lava Jato, prejudicando a credibilidade de Dilma e deixando alguns petralhas apavorados. Por enquanto, Dilma não está morta e continua na briga. O governo tem a máquina na mão e os petistas muita grana para comprar votos de um eleitorado altamente corruptível e ignorante que joga com o pragmatismo do ter, sem pensar no ser.

Ontem, o mercado financeiro fazia análises bem estranhas do cenário eleitoral. Investidores internos apostam na elevada chance de vitória de Aécio Neves. Mas investidores internacionais – principalmente analistas de grandes bancos e financeiras – ainda enxergam Dilma com boas chances de vitória, provavelmente apertada, com uma margem que pode chegar até 10% de diferença. Como a ação do governo ainda pode afetar grandes negócios e interesses, não acontecem manifestações explícitas contra Dilma vindas do mercado. Já nas redes sociais, a derrota de Dilma é transmitida, de forma otimista, como fava contada. Inegável é o crescimento de Aécio. Mas ainda paira a dúvida se será suficiente para derrotar Dilma.

45 encravado?


O jogo está mais aberto que nunca. Esta é a realidade concreta. Boa para os petralhas e ruim para a oposição a eles – que cresce. Um fato é inegável nesta eleição. O Brasil voltou a ter aquela sempre perigosa e radical divisão ideológica entre os favoráveis e os contrários ao governo. As futuras consequências políticas disto? Basta dar uma olhadinha na mal contada História do Brasil para verificar o que nos espera em um futuro próximo, se a radicalização não cessar.

Independentemente de quem vença, uma coisa precisamos superar, urgentemente: o Brasil está falido em seus valores estéticos, éticos e morais. Isto, infelizmente, não será uma mera dedada na urna eletrônica inconfiável que vai mudar, de verdade. Este é um problema muito maior que a indesejada continuidade ou não do PT no poder. O PT é a vanguarda do atraso porque a maioria do povo brasileiro consegue ser pior que isto.

Aécio, pelo menos agora, representa a nossa ilusão de mudanças. Portanto, o jeito é investir no voto em favor dele, mesmo tendo a certeza de que isto não significa garantia de qualquer mudança real e efetiva. O resto é conversinha do Boi Tatá...

Dogmaticamente, o Alerta Total só torce pelo Flamengo... Em outros assuntos, o site não se comporta como “torcedor fanático”. Distorcer a realidade é muito perigoso... Sempre dá merda...

Paulinho, o inimigo número 13


Nota do Desembargador federal

O desembargador federal Tadaaqui Hirose, presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), foi obrigado a vir à público se manifestar sobre as repercussões do processo da Justiça Federal do Paraná, resultado da chamada Operação Lava Jato.

Em nota oficial, o magistrado deixou claro que o TRF4 reafirma a sua plena confiança na competência e na lisura do juiz federal Sérgio Moro, que vem conduzindo as ações penais de forma independente, célere, com respeito às garantias processuais e nos limites definidos pelo Supremo Tribunal Federal (STF):

- o processo criminal brasileiro é público, sendo que a própria Constituição Federal excepciona as hipóteses em que o sigilo deve ser preservado;

- todas as ações penais relativas à Operação Lava Jato são públicas e os atos processuais, bem como as audiências, podem ser acompanhados pelas partes e pela sociedade;

- a transparência dos atos processuais e a celeridade na tramitação das ações penais são características do eproc, processo eletrônico da Justiça Federal da 4ª Região, implantado em todas as varas federais do sul do país e no tribunal. As partes e a sociedade em geral podem acompanhar o trâmite por meio de consulta processual eletrônica pela internet ou assistir às audiências. Os registros das audiências estão disponíveis no eproc;

- não configura vazamento de informações a disponibilidade dos áudios dos depoimentos colhidos em audiência, pois a regra é a publicidade;

- o teor do acordo de colaboração premiada, homologado pela Justiça Federal do Paraná (JFPR) e pelo Supremo Tribunal Federal (STF), é restrito às partes e aos advogados, como exceção à regra da publicidade, até que autoridade judicial entenda que não há mais necessidade de manter o sigilo;

- esse acordo de colaboração premiada, que está sob sigilo, não se confunde com os depoimentos prestados em audiência durante a instrução das ações penais;

Numerologia da corrupção


Absurdo e Brincadeira

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes afirmou ser “absurdo” condicionar o andamento dos processos judiciais da operação Lava Jato, que descobriu um esquema de corrupção na Petrobras, ao calendário eleitoral brasileiro, como quer o Partido dos Trabalhadores (PT):

“Levantou-se esse mesmo argumento na época do julgamento do mensalão. O Brasil tem eleições a cada dois anos. Então vamos suspender os inquéritos e os processos judiciais em períodos eleitorais? Será que vão suspender também o cometimento de crimes? E quanto aos prazos de prescrição, o que fazemos com eles?. De tão absurdo, isso chega a ser risível.

Na mesma entrevista ao jornalista Josias de Souza, o ministro Gilmar Mendes também advertiu:

‘Estão querendo decretar o fim da independência entre os poderes e inventar um novo recesso para o Poder Judiciário. Parece brincadeira”

Nova censura eleitoral?

Ministros do Tribunal Superior Eleitoral voltam a usar a retórica jurídica, em véspera de eleição, para contrariar a Constituição e praticar evidente censura.

O ministro Herman Benjamin, do TSE, deu liminar determinando à Google Brasil a retirada imediata da internet de vídeo do pastor Silas Malafaia.

Segundo o ministro, a lei eleitoral veda propaganda que termine por degradar, caluniar, difamar ou injuriar qualquer candidato e também proíbe propaganda de guerra.

O ministro Herman Benjamim sustentou que houve grande distância entre o uso informativo, para fins eleitorais, de falas e discursos de pessoas – o que é legítimo, e a distorção ou a infidelidade proposital às palavras e ao pensamento de que se ataca, o que considera ilegítimo e ilegal.

Exército cinematográfico


O filme "A Experiência Brasileira na MINUSTAH" ganhou o sabre de ouro na categoria documentários no 5º Festival Internacional de Filmes Militares em Varsóvia, Polônia.

Foi produzido pelo Centro de Comunicação Social do Exército – especializado em produções publicitárias e cinematográficas.

O EB deveria divulgar mais este feito para os jovens e estudantes...

Apoio explicado


Doações ao Alerta Total

Os leitores, amigos e admiradores que quiserem colaborar financeiramente conosco poderão fazê-lo de várias formas, com qualquer quantia, e com uma periodicidade compatível com suas possibilidades.

Nos botões do lado direito deste site, temos as seguintes opções:

I) Depósito em Conta Corrente no Banco do Brasil. Agência 4209-9, C/C: 9042-5, em favor de Jorge Serrão.

OBS) Valores até R$ 9.999,00 não precisam identificar quem faz o depósito; R$ 10 mil ou mais, sim.

II) Depósito no sistema PagSeguro, da UOL, utilizando-se diferentes formas (débito automático ou cartão de crédito).

III) Depósito no sistema PayPal, para doações feitas no Brasil ou no exterior.
                           
Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos.


A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Segunda Edição do Blog Alerta Total de 14 de Outubro de 2014.

11 comentários:

Anônimo disse...

Ótimo post Serrão. Primeiro por alertar os que já dão como certa a derrota da Dilma, que precisam trabalhar dobrado até o dia 25, pois nada cai do Céu. Segundo sobre o grande medo do brasileiro esclarecido, de que se vencedor o Aécio Neves acoberte todas os malfeitos do PT e aliados. Isto sim, se ocorrer, será o fim do Brasil.

ducamillo disse...

Mais uma vez fica demonstrado que não existe coerência na imprensa. Ora vai dar Dilma, ora Marina, ora Aécio e agora volta para Dilma. É uma ciranda maluca. Sabe-se que a maioria dos brasileiros se guia pelo que a imprensa divulga (muitas vezes muito bem paga). Nós brasileiros não temos o hábito de pensar e raciocinar pelo que lê-mos e de imediato associamos a opinião de escritor como sendo a correta, a certa, a infalível. Realmente temos a memória muito curta, esquecemos até do que foi dito há uma semana atrás.
Passada as eleições, muitos blogs tendem a desaparecer pois, não vão ter mais assunto o que irá restar a eles é fofocar, tal como o Nelson Rubens faz com os tais "famosos". Bom mesmo era na época da "tal ditadura", as coisas até aconteciam mas, pouco era divulgado e cá entre nós: o que os olhos não vêm, o coração não sente.

Robertho Camillo, que não votou e não vai votar no segundo turno, também. Têm mais alguém?????

CEL CESAR PINTO - AVERDADEDASMENTIRAS-UNKNOWN disse...

CARO JORNALISTA SERRÃO

PARA O POVO INOCENTE ÚTIL O FUTURO SENADOR ROMARIO PERDEU A OPORTUNIDADE DE FICAR FORA DOS ESCÂNDALOS DO PT E SEUS COLIGADOS, MAS POR ORDEM DO SEU PARTIDO VAI APOIAR AQUELES CONTRIBUIRAM PARA ROUBAR, DESVIAR E LAVAR O DINHEIRO DOS IMPOSTOS DO POVO BRASILEIRO.

Unknown disse...

CARO JORNALISTA SERRÃO

TÍTULO - O SOMBRA - O POVO INOCENTE ÚTIL - O PT E SEUS COLIGADOS E O CRIME ORGANIZADO - A CARACTERIZAÇÃO DO COMPLEXO INDUSTRIAL NO BRASIL E AS OBRAS PÚBLICAS

PRA FRENTE BRASIL

FALANDO A VERDADE

O POVO INOCENTE ÚTIL , DO MAIS RICO AOS MAIS POBRES OU MISERÁVEIS DO POVO BRASILEIRO DEVERÁ TER CONHECIMENTO DO DEPOIMENTOS DO SR. ENGENHEIRO MECÂNICO PAULO ROBERTO COSTA E O DOLEIRO ALBERTO YOUSSEF NA OPERAÇÃO LAVA-JATO (PETROBRAS).

DA MESMA FORMA QUE FOI ESCLARECIDO A COMPRA DE VOTOS DOS DEPUTADOS DO CONGRESSO NACIONAL PELO PT E SEU COLIGADOS , ATRAVÉS DO DEPOIMENTO DO DEPUTADO ROBERTO JEFFERSON NO MENSALÃO, COMO JÁ É DE CONHECIMENTO DO POVO INCENTE ÚTIL, COM A CONDENAÇÃO DOS ENVOLVIDOS SR. JOSE DIRCEU, DEP JOÃO PAULO CUNHA E OUTROS, COMPONENTES DO PT E SEUS COLIGADOS.

SOMENTE AQUELES QUE PARTICIPARAM DO PLANEJAMENTO DE UMA OPERAÇÃO CRIMINOSA OU ATUANTE DE LINHA DE FRENTE COM VANTAGENS REMUNERATÓRIA, PODERIAM PRESTAR ESCLARECIMENTOS TÃO CONTUNDENTES E DESMASCARAR TODA A ORGANIZAÇÃO.

É IMPRESSIONANTE OS DEPOIMENTOS DOS DOIS PRINCIPAIS ACUSADOS NO PROCESSO DA OPERAÇÃO LAVA-JATO (PETROBRAS). ASSIM COMO FOI IMPRESSIONANTE O DEPOIMENTO DO DEPUTADO ROBERTO JEFFERSON PARA O ESCLARECIMENTO DA COMPRA DE VOTOS DOS PARLAMENTARES DO CONGRESSO NACIONAL (MENSALÃO).

ESTES DEPOIMENTOS DEVERIAM SER CATALOGADOS EM UM ÚNICO LIVRO PARA MOSTRAR AO POVO INOCENTE ÚTIL, COMO FUNCIONA UMA ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA APOIADA PELO PODER PÚBLICO, COM PLANEJAMENTO DE MEMBROS DE PARTIDOS POLÍTICOS, PARA A TOMADA DE PODER ATRAVÉS DE ELEIÇÕES LEGÍTIMAS E POSTERIORMENTE IMPLANTÁ-LO NO DECORRER DOS MANDATOS COM APARELHAMENTO EM TODOS OS SETORES DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA, NOMEANDO PESSOAS COM INDICAÇÕES POLÍTICAS E INTELIGENTES E COM GRANDE CONHECIMENTO SOBRE COMO ENGANAR, ROUBAR, DESVIAR E LAVAR DINHEIRO PÚBLICO.

Vale a pena ver de novo os vídeos dos depoimentos da “Colaboração Premiada na Lava Jato”:
Alegando ser apenas “uma engrenagem”, o doleiro Alberto Youssef revela que o então presidente Luiz Inácio Lula da Silva (atualmente sem foro privilegiado) cedeu aos políticos de partidos acusados de participar das fraudes na Petrobras e empossou Paulo Roberto Costa na diretoria de Abastecimento da empresa. Garantiu que os pagamentos a Costa eram feitos em dinheiro vivo. Youssef denunciou que "agentes políticos" ameaçaram trancar a pauta do Congresso. Agora, tais “agentes” estão se borrando de pavor com o risco de a Dilma perder a eleição...

Releia o artigo domingo: Pablo Escobar e a eleição no Brasil

ESTES ESCLARECIMENTOS SÃO SÓ UMA PEQUENA VERDADE SOBRE AS ORGANIZAÇÕES NACIONAIS DOS PARTIDOS POLÍTICOS NO BRASIL, REFERENTE A SEDE DE PODER DO GOVERNANTES E SEUS PARTIDOS, COM ENRIQUECIMENTO DOS SEUS CAIXAS E DOS POLÍTICOS COM MANDATOS.
ISSO NO RAMO DAS ADMINISTRAÇÕES PUBLICAS EM TODO O TERRITÓRIO NACIONAL.

NESTE CONTEXTO NÃO ESTÁ INCLUÍDA A CHEFIA E O COMANDAMENTO DO CRIME ORGANIZADO (CONTRABANDO DE ARMAS E TRÁFICO DE ENTORPECENTES), QUE ELES TAMBÉM ORGANIZAM E CHEFIAM COM EFICIÊNCIA E EFICÁCIA, JOGANDO A CULPA ENCIMA DOS PRESIDIÁRIO QUE ESTÃO ENCARCERADOS E ACOBERTADOS PELOS VERDADEIROS CHEFES DO CRIME ORGANIZADO. O GOVERNO FEDERAL.

NESTE GOVERNO DE 12 ANOS OS RESPONSÁVEIS SÃO O SR. LULA, A OMISSA PRESIDENTE DILMA E OS DIRIGENTES DOS PARTIDOS PT E SEUS COLIGADOS, JUNTO COM AS SUAS DIREÇÕES NACIONAIS.

Loumari disse...

Aquele pensa que sabe muito, mas não sabe de nada, e a sua ignorância é tanta que nem sequer está em condições de saber aquilo que lhe falta.
"Autor - François Fénelon"



Nada é mais fácil do que se iludir, pois todo o homem acredita que aquilo que deseja seja também verdadeiro.
"Fonte - Terça Olíntica
Autor - Demóstenes

Anônimo disse...

A história que se segue é antiga, conhecida por alguns poucos que só agora resolveram divulgá-la. A famosa vidente mineira Neila Alckmin, a preferida de Juscelino Kubitschek e Tancredo Neves fez uma tenebrosa profecia que esperamos que jamais seja concretizada: “A filha distante de vermelho e sem amor pela nossa terra se elegerá graças aos votos de ignorantes de Minas Gerais. Tomará posse usando vermelho, mesmo diante da enorme tragédia que acontecerá pouco antes no Brasil, ofendendo aqueles que prezam o luto. Haverá apenas um lenço branco. Um governo triste e sombrio, porem breve, se iniciará sob o signo da tragédia das pedras. Governará ate o dia da grande festa dos soldados, de onde sairá para o hospital. A doença invisível que lhe corrói as entranhas mostrará sua força como nunca antes visto. Lutará e receberá medicação dos americanos que despreza. Sua agonia será forte e intensa. O Turco Branco tentará inutilmente se mostrar contrito e respeitoso, mas conspirará na grande casa branca perto do lago, ajudado pelo homem dos cabelos negros que foi falso amigo de Tancredo. Serão dias e noites de traição e disputas espúrias e de agonia no grande hospital dos patrícios. O Brasil sofrerá com os conchavos e a incerteza. Virão dias de medo e ameaças. Nunca foi amada e o povo acompanhará sua agonia distante. Não terá povo no seu funeral próximo ao carnaval.” Podem rir de mim, mas que fiquei meio impressionado, fiquei…E tem algumas coisas que não consegui decifrar: – O Turco Branco será Michel Temer (vice)? Zé Dirceu? – A grande casa branca perto do lago = Palácio do Planalto – Grande festa dos soldados = 7 de setembro? – Grande hospital dos patrícios = fácil, o Sirio e Libanês em SP – Tragédia das pedras = rebelião em Pedrinhas ?!Dilma também não respeitou o luto pela morte de Eduardo Campos e já começou atacando a Marina Silva, não houve corpo no enterro, somente "flores e lenços brancos foram jogados" Já tou com medo… – E pelo amor de Deus, quem seria esse homem de cabelos negros que foi falso amigo de Tancredo?! (Sarney????) – Já viram, né? Se o poste plastificado tomar posse de vermelho… Deus nos ajude! Valei-nos, todos os Santos

Anônimo disse...

FORA, corruPTos !!!
TERÇA-FEIRA, 14 DE OUTUBRO DE 2014
Dilma faz campanha tão suja que mente que Aécio votou contra o aumento de salário mínimo em 2011. Ele e o PSDB votaram A FAVOR DO MÍNIMO DE R$ 600 e contra o salário de R$ 545 da Dilma.
ASSISTA AOS VÍDEOS:
http://coturnonoturno.blogspot.com.br/2014/10/dilma-faz-campanha-tao-suja-que-mente.html

Anônimo disse...

E AÍ, TSE? VAI DAR MAIS 30 DIAS PARA ELES SE EXPLICAREM?
14 de Outubro de 2014
PT USA CAIXA E SERPRO NA CAMPANHA ELEITORAL
Após o uso dos Correios na campanha eleitoral do PT, Caixa e Serpro são alvo de acusação idêntica de funcionários. O Caixa-Mail, sistema interno de comunicação do banco, foi usado para espalhar acusações contra o candidato do PSDB. No Serpro, funcionária ligada ao PT, Ana Maria Amorim, mulher do ministro Celso Amorim (Defesa), disparou e-mail de teor eleitoral pró-PT na rede interna da repartição pública.
CONTEÚDO
O e-mail eleitoral na Caixa, de posse desta coluna, repete a velha mentira de que o banco será “privatizado”, no caso de vitória tucana.
TUDO NOSSO
Ocupando boquinha no Serpro desde 2007, em seu email Ana Amorim compara os governos do PSDB e PT, usando dados não confirmados.
PRIVACIDADE
O Serpro desconversa, dizendo que “não pode monitorar e-mails internos”, mas não se fala em punição pelo uso eleitoral da rede.
APARELHAMENTO
O deputado federal tucano William Dib (SP) também foi procurado por funcionários da Caixa que denunciaram o uso eleitoral do Caixa-Mail.
http://www.diariodopoder.com.br/coluna/pt-usa-caixa-e-serpro-na-campanha-eleitoral/

Anônimo disse...

PSDB x URUCUBACA!
Governo Federal distribui “Kit Satânico” em escolas públicas através do MEC
“ Arranque as penas do pássaro preto enquanto ele estiver cantando. Use um pequeno caldeirão para misturar a pena, um pouco de água benta e...
Esse foi feitiço acima de um kit distribuído pelo Governo Federal através do MEC – Ministério da Educação, às crianças entre seis e sete anos, pois além das bruxarias, o Kit consta da cartilha “livro do mestre” que conta a história de um bebê que mata sua família com uma faca. Além da literatura, símbolos satânicos compunham o “material didático” como um diadema com chifres de capeta, um chapéu de bruxa com peruca e unhas de mentira e cálice de caveira, na qual a professora deveria usar ao ler as histórias de terror.
A proibição do material aconteceu graças à denúncia Fábio Sousa (PSDB), de Goiás, que “ protocolou na Assembleia, um requerimento endereçado à Secretaria Municipal de Educação, pedindo a retirada imediata do kit distribuído por toda rede pública de Goiânia e que se entenda a todo o Brasil, coisas do satanista PT...
Veja se o Aécio aprovaria uma urucubaca dessa de ensinar bruxismo para as crianças?

Estéfani JOSÉ Agoston disse...

Do seu artigo "Investidores de fora ainda avaliam..." só posso mencionar a lucidez, porém discordando do voto em Aécio Neves, pois minha certeza é de que ele, se vencer, não terá condições para corrigir tudo que precisa ser corrigido, primeiro pelo comprometimento do Senado e Congresso, entupidos de canalhas e corruptos que não darão um tiro no próprio pé, e segundo, porque Aécio Neves não tem peito, galhardia, coragem e disposição para fazer o que tem que ser feito por ser em extremo maleável e disposto a acordos, coisa aliás comum aqui no Brasil. Mesmo certamete muitos virem a discordar, penso que o melhor é uma vitória de Dillma Roussef que no mínimo soaria como uma bofetada na cara dos cidadãos decentes e que assim se sentiriam encorajados a derruba-la e seu maldito regime, pela força, pelas armas, auxiliados pelas FFAA que então procederiam a uma intervenção, se não, penso que não há como sairmos do lodo, do pantano da corrupção e impunidade. a. Estéfano José Agoston, não voto desde que Collor foi candidato, pois não acredito em eleições.

Anônimo disse...

Como somos o país do "jeitinho" e por tudo que já vimos pelo "retrovisor": mudamos para ficarmos iguais!Não tenham grandes esperanças, infelizmente. Smos "um povo pacífico"!!