sábado, 15 de novembro de 2014

Nem Nostradamus

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Paulo Roberto Gotaç

As declarações do Sr. Aloizio Mercadante, ministro-chefe da Casa Civil, durante recente entrevista, configura uma das mais grandiosas e explícitas transferências de responsabilidade de que se tem notícia em toda a história da república. 

Ao emparedar os parlamentares, principalmente os da oposição - segundo ele, políticos prematuros que não conhecem matemática - a respeito da maquiagem proposta, no sentido de "ajeitar" as contas públicas, creditando-lhes as consequências que advirão da rejeição do esquema concebido nas profundezas do Planalto, o governo finalmente reconhece sua incapacidade de controlar os gastos, com ênfase no período da campanha eleitoral, quando se "fez o diabo", e pratica uma espécie de chantagem ao creditar a outros segmentos da sociedade os desdobramentos da crise que se avizinha. 

Acrescente-se ainda que a divulgação da grave situação, previamente conhecida pelos verdadeiros responsáveis,  foi por eles, controladores da máquina pública, convenientemente adiada a fim de não prejudicar o resultado das urnas, que provavelmente seria diferente se houvesse a esperada transparência.

E assim, a população se vê engalfinhada em mais uma armadilha eleitoral cujas consequências ninguém pode hoje prever.  

O que nos reserva 2015? 

Nem Nostradamus, no auge de sua potencialidade premonitória, se sentiria capaz de responder.

Paulo Roberto Gotaç é Capitão de Mar e Guerra, reformado.

4 comentários:

Loumari disse...

AI da rebelde e manchada, da cidade opressora!
Não ouviu a voz, não aceitou o castigo: não confiou no Senhor; nem se aproximou do seu DEUS.
Os seus príncipes são leões rugidores, no meio dia; os seus juízes são lobos da tarde, que não deixam os ossos para o outro dia.
Os seus profetas são levianos, e criaturas aleivosa; os seus sacerdotes profanaram o santuário, e fizeram violência à lei.
O Senhor é justo, no meio dela; ele não comete iniquidade: cada manhã traz o seu juízo à luz;
nunca falta; mas o perverso não conhece a vergonha.
Exterminei as nações, as suas torres estão assoladas: fiz desertas as suas praças, a ponto de não ficar quem passe por elas:
as suas cidades foram destruídas, até não ficar ninguém, até não haver quem as habite.
Eu dizia: Certamente temerás, e aceitarás a correcção; e assim a sua morada não seria destruída, conforme o que havia determinado;
mas eles se levantaram de madrugada, corromperam todas as suas obras. (SOFONIAS 3)



Quem os condenará? Pois é CRISTO quem morreu, ou, antes, quem ressuscitou de entre os mortos,
o qual está a direita de DEUS, e também intercede por nós.
Quem nos separará do amor de CRISTO? A tribulação, ou a angústia, ou a perseguição, ou a fome, ou nudez, ou perigo, ou a espada?
Como está escrito: Por amor de ti, somos entregues à morte todo o dia; fomos reputados como ovelhas para o matadouro.
Mas, em todas estas coisas, somos mais do que vencedores, por aquele que nos amou.
Porque estou certo de que, nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as potestades, nem o presente, nem o por-vir,
Nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do AMOR DE DEUS,
QUE ESTÁ EM CRISTO JESUS, NOSSO SENHOR. ( ROMANOS 8:34 )

Loumari disse...


Em suas Centúrias , Nostradamus escreveu com tamanha exatidão, que nos faz acreditar que conhecia o Lula.

Fragmentos de um texto de Nostradamus:
'...e próximo do terceiro milênio, uma besta (seria o Lula????) barbuda (céus, é ele!!!)
descerá triunfante sobre um condado do hemisfério sul (Brasil???);
espalhando desgraça e miséria.' (acho que se trata da reforma da previdência ou a corrupção institucionalizada ou, ainda, o mensalão).
'...Será reconhecido por não possuir seus membros superiores totalmente completos.'(epa!!! Cadê o dedinho?)

'...Trará com ele uma horda (faz sentido: Dilma, Palocci, Zé Dirceu, Dulci, Genoíno e Cia Ltda) que dominará e exterminará as aves bicudas (já tô ficando assustado...PSDB = Tucanos = ave bicuda!!!); e implantará a barbárie por muitas datas (REELEIÇÃO???) sobre um povo tolo e leviano.'(P.... QUE PARIU, é "nóiiiiiiis"!!!)...

Anônimo disse...

Se até uma simples assinatura num papel têm que ser reconhecida por "autenticidade" , porquê uma eleição inteira não dispõe de nenhuma comprovação ?

Anônimo disse...

2015 vai ser o ano do desastre. Para todos os lados que os brasileiros olharem, só verão terra arrasada. Quem viver, verá.