domingo, 22 de março de 2015

A tomada do poder pela força


Capa da Época faz análise errada: PT ainda tem muita bala na agulha...

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Valmir Fonseca

Atualmente, com certa frequência, lemos que uma guerra civil poderá breve eclodir no País. Nacionalistas afirmam, ainda, que o PT está mal das pernas.

Alguns exacerbados com o caos moral e econômico da Pátria acreditam que a situação caótica desencadeará um confronto entre os cidadãos e os canalhas.

Os nacionalistas julgam que a indignação moverá as forças democráticas que dispostas a tudo expulsarão os ladravazes que inundam o País de maracutaias e se apossam do poder até as suas últimas consequências.

Discordamos.

A ação não advirá dos democratas.

Como muitos, julgamos que após dominar o País por décadas, embora as primeiras tenham sido pelo domínio dos seus meios de comunicação, e por intensas operações psicológicas, as mais recentes, a partir do insosso FHC, é nítido que o petismo efetivamente ocupa todas as áreas de mando desta Nação.

É evidente que após conquistar praticamente a Nação, incutindo terríveis dicotomias e diferenças na sociedade, o petismo não sairá do poder sem luta, pelo contrário, é nítido que com sua clara atual perda de conceito junto ao populacho em geral, sem dúvida, muito breve, teremos a sua tentativa de tomada de poder por meio da força.

Como o povo brasileiro é avesso ao combate, à perda de uma gota de sangue, seja por sua cambaleante dignidade, seja por suas débeis convicções democráticas, entendemos que apenas no grito, por alguns movimentos agressivos, o petismo deverá assumir o poder total desta Nação.

Ultimamente, assistimos à criação da inconstitucional Força Nacional de Segurança, às demonstrações de força de movimentos como o MST (e o seu “exercito”, ao comando de Pedro Stédile), às ações dos sindicatos cooptados que paralisam o País, e temos uma ideia de uma ação que a qualquer momento, em nível nacional, será desencadeada pelo desgoverno.

Embora, lamentemos estas previsões, de fato elas ocorreram em diversos países que os nossos comunas admiram com sofreguidão; vimos o que ocorreu em Cuba e o que está acontecendo na Venezuela, onde através de golpes, inicialmente pela manipulação da democracia, e depois de fato pelo poder de força daqueles desgovernos, a submissão do povo foi total, inclusive de suas Forças Armadas.

Temos apenas pequenas dúvidas: as classes que se opõem à comunização terão capacidade de suportar a opressão do desgoverno? Reagirão às suas forças guerrilheiras?

Qual será a atitude das Forças Armadas? Opor-se-ão? Serão compromissadas com os comunistas?

Ninguém sabe.

Aqui na caverna, temos acalorados debates, todos convictos de que o povo será capaz de rechaçar as ações dos comunistas e que as Forças Armadas estarão prontas para defender o futuro da Nação.

Apesar da convicção dos habitantes da caverna, pelo sim pelo não, todos fizemos um juramento de que lutaremos até o último tacape para defender a democracia nacional.

Efetivamente, cerca de dez trogloditas já saíram em campo e estão infiltrados em diversos movimentos pró-comunismo para colher informações e, se possível, na hora adequada, sabotá-los.

Nas proximidades da caverna foram montados alvos para o treinamento de arco e flecha, bonecos para treino de tacapes e de outras atividades que por sigilo vamos omitir.

Por vezes, treinamos como um tribunal na sua atividade de julgamento da canalha petista, e deliberamos que será necessária também uma depuração no universo da política, que no Brasil abriga um antro de aproveitadores da população.

Para aqueles que julgam que o lulo-petismo acobertado pelo máximo poder, pelo seu total domínio nos recursos do tesouro nacional, pela ocupação dos cargos mais importantes da enorme administração e burocracia nacional um dia aceitará a sua derrota através da política democrática, podem desistir.

O Petismo ainda inundará esta terra de sangue e terrorismo.

Quem viver verá.

Valmir Fonseca Azevedo Pereira é General de Brigada, reformado.

7 comentários:

Anônimo disse...

Excelente capa da Época.
-
Não deixe de ver o vídeo.
-
https://www.youtube.com/watch?v=Ez-on4i3Ks4

Sam de Mattos, Jr. disse...

Um dos maiores erros que nos podemos fazer é subestimar o PT. Essa gente tem a resiliência de peroba do campo e capacidade de renascer como cabeças de Hidra ou erva daninha. Uma cobra é perigosa ate que seja morta. Mesmo mortalmente ferida ela pode ser letal. A Hidra, mesmo depois de morta por Hercules, assim mesmo o matou; ele morreu envenenado pela exposição ao seu veneno durante o combate.
Depois da “Vitória do Quinze”, voltamos a engordar nos sofás, dedicar a nossa paixão ao nosso time de futebol, a tomar uns chopinhos e ver as meninas passando. De contrapartida, esse povo, e tinhoso, dissimulado, estratégico e organizado: Desde a noite “do 15 de Março”, já começaram a lamber suas feridas, a criar novas estratégias, novos rumos e dissimulações; já trocaram de fala (humildade), de cores (vermelho para auriverde), de textos (diálogo com o povo) e de estratégia (tropas do Stédile aquietadas). Lidamos com um monstro infeccioso que não pode ficar moribundo. Tem que ser morto; a terra queimada e salgada... E olho vivo... Alias, nos frequentemente esquecemos que “o preço da liberdade é eterna vigilância”.

Loumari disse...

Qual será a atitude das Forças Armadas? Opor-se-ão? Serão compromissadas com os comunistas?


"A segunda perspectiva resulta ser a mais certa.
Este mesmo exército de Brasil vai serpear.

Anônimo disse...

Sou civil mais patriota e estarei ao lado de meu exército o de Caxias e sacrificaria minha vida na luta contra o comunismo.
Tenta a sorte MST PT CUBANOS e VENEZUELANOS minha pátria será seu cemitério;

Anônimo disse...

A desobediência civil é uma poderosa arma que a população pode utilizar nessa guerra assimétrica que Cuba move contra nós.

Anônimo disse...

Sabemos que o inimigo socialista/comunista a serviço do Foro de São Paulo (PT, MST, PSol, etc) e a serviço da esquerda Fabiana (PSDB) já tem aliados estrangeiros em território nacional prontos para agir numa luta armada sangrenta contra a nação brasileira, cujo objetivo e destruir a Republica e implantar um regime totalitário e sanguinário nos moldes da extinta União Soviética, Cuba e Venezuela Bolivariana.
Esses inimigos externos entraram no pais com o aval desse desgoverno criminoso no poder: pseudo-médicos cubanos, venezuelanos, bolivianos, haitianos, angolanos e outros africanos. Sabemos tambem que o exercito tem pelo menos 30% de seus homens fieis ao desgoverno no poder. São os chamados militares melancia (verdes por fora mas vermelhos por dentro), os quais, ao igual que o Capitão Lamarca e o Capitão Mariguella irão trair descaradamente a Pátria Mãe. Sabemos que FHC, Lula e DIlma desarmaram os cidadaos de bem e permitiram que o crime organizado se armasse ate os dentes, já que o LUMPENPROLETARIADO e importante para a luta armada e o terrorismo, assim como acontece na Venezuela com os chamados COLETIVOS, bandidos armados a serviço de NIcolas Maduro, usados para matar, seqüestrar, torturar e estuprar o povo venezuelano. Sabemos que as FARC são sócias do PT e membros do Foro de Sao Paulo, o que torna esse partido num bando de criminosos NARCOTERRORISTAS.
Quem pensa que as pessoas de bem desse pais que desejem enfrentar as INVASÕES BARBARAS estarão desarmadas e indefesas, espere para ver...as armas sempre chegam na hora H...o mercado negro internacional esta aí para qualquer um comprar quantas armas e munição necessite.
O destino dessa nação será sangrento, mas como afirmava um dos pais fundadores da América, Thomas Jefferson: A LIBERDADE DEVE SER REGADA DE TEMPOS EM TEMPOS COM O SANGUE DE PATRIOTAS E TIRANOS.

Anônimo disse...

Milicos de merda!