segunda-feira, 23 de março de 2015

Militar aciona CNJ contra STF por causa de Toffoli


Documento no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Pedro Ivo Moézia

Representação contra Ato Administrativo do Supremo Tribunal Federal que determinou a transferência do Ministro  JOSÉ ANTONIO DIAS TOFFOLI, da 1ª para a 2ª Turma de julgamento daquele Tribunal pelas razões de fato  e direito a seguir expostas.

DOS FATOS

Já faz alguns anos que o Brasil está mergulhado numa crise moral sem precedentes em sua história.

São escândalos envolvendo partidos políticos, políticos, empreiteiras, prestadores de serviços, pessoas inescrupulosas, que através da fraude, do roubo e da corrupção, sagram o erário público, das empresas estatais, das autarquias e de outras instituições governamentais em aquantias vultosas, bilionárias que segundo comentários de especialistas nacionais e internacionais são as jamais vistas em qualquer parte do mundo.

Investigações que estão sendo levadas a efeito pelo MPF e Polícia Federal mostram que elas já vêm de longa data, com maior incidência no período em que o país vem sendo governado pelo PARTIDO DOS TRABALHADORES (Lula e Dilma).

Questões de ordem interna do STF e por sugestão de alguns dos atuais Ministros, foi proposto que um membro da 1ª Turma fosse transferido para a 2ª Turma, para não “sacrificar” o Ministro indicado para ocupar a vaga aberta com a saída do Ministro JOAQUIM BARBOSA, que teria que ocupar a Presidência da 2ª Turma, justamente a  que  vai julgar os acusados da Operação Lava Jato.
O Ministro DIAS TOFFOLI, prontamente através de ofício endereçado ao Presidente do STF, Ministro LEWANDOWSKI se apresentou como voluntário para mudar de turma e assumir aquela presidência.

O oficio foi prontamente despachado com parecer favorável, baseado no Art. 19 do Regimento Interno do Conselho Nacional de justiça:

Art. 19- O Ministro de uma Turma tem o direito de transferir-se pra outra onde haja vaga; havendo mais de um pedido, terá preferência o do mais antigo.

Tudo seria perfeitamente normal, mera rotina interna, não houvesse um antecedente perigoso.

Ora! Todo mundo sabe que o Min. DIAS TOFOLLI foi advogado do ex Presidente Lula, do PT, foi assessor da Casa Civil no governo Lula e tem intimas ligações com o PT.

Todo mundo sabe que entre os acusados na Operação Lava Jato estão políticos e militantes do PT e dos partidos da base aliada.

O Min. com inexplicável rapidez se apresentou para mudar para a Turma que julgará os acusados da Operação Lava Jato.

Com inexplicável presteza encontrou-se com a presidente Dilma, não importando se naquele momento já havia ou não agendado audiência com a Presidente.

Mas, dentro das circunstancias que envolveram a situação é lícito supor que na ocasião foram tratados assuntos ligados aos acusados na Operação Lava Jato, quais?

Ninguém está querendo colocar dúvidas sobre a honestidade do Ministro, insinuando que quis mudar de Turma para beneficiar quem quer que seja. Mas o Ministro já teve no passado ligações muito estreitas com muitos dos acusados e tudo isso aos olhos do povo pode parecer muito estranho, muito suspeito.

Parece-nos, salvo melhor juízo, que a atitude do Ministro no mínimo não foi ética. Acreditamos que ele não deveria ter requerido a transferência porque juridicamente ele nos parece suspeito para participar do processo e se fosse indicado teria que de ofício declarar o seu impedimento. 

Brasileiros do nível do Min DIAS TOFFOLI que pertencem à elite intelectual do país, que são lideranças expressivas em suas áreas de atuação, que são formadores de opinião, têm o dever e a obrigação de em cada gesto em cada atitude sua oferecer um exemplo de honra, honestidade, dignidade, decência a ser seguido pelos demais brasileiros. Nossas ações, nossas atitudes, nosso posicionamento diante dos fatos da vida também têm uma finalidade educativa, afinal todos temos responsabilidades na formação do nosso povo, na construção da nossa nação.

Ainda que todos os atos e circunstâncias que envolveram a transferência de Turma do Ministro se revistam de toda legalidade, a sua motivação, salvo melhor juízo, pode ser posta sob suspeita e pode macular a imagem da Instituição que representa e arranhar um dos pilares da Administração Pública que é a MORALIDADE ADMINISTRATIVA.

A moralidade administrativa como princípio segundo escreve Hely Lopes Meirelles, “constitui hoje pressuposto da validade de todo ato da Administração Pública”. Conforme assentado na doutrina, não se trata da moral comum, mas sim de uma moral jurídica, entendida como “o conjunto de regras de conduta tiradas da disciplina interior da Administração”.

Assim o administrador ao agir, deverá decidir não só entre o legal e o ilegal, o conveniente e o inconveniente, o oportuno e o inoportuno, mas também entre o honesto e o desonesto.

A doutrina enfatiza que a noção de moral administrativa não está vinculada as convicções íntimas do agente público, massim a noção de atuação adequada e ética existente no grupo social.

A lei pode ser cumprida moralmente ou imoralmente. Quando sua execução é feita, com o intuito de prejudicar alguém deliberadamente, ou com o intuito de favorecer alguém, por certo que se está produzindo um ato formalmente legal, mas materialmente comprometido com a moralidade administrativa.

No caso do Ministro DIAS TOFFOLI não se pode excluir a possibilidade de que agiu com o intuito de favorecer alguém, no caso os acusados na Operação Lava Jato, muito dos quais, outrora, poderiam ter sido seus amigos. Portanto, ainda que involuntariamente, feriu o Princípio da Moralidade, violando um princípio constitucional.

MM! Poderemos estar diante de uma caso de SUSPEIÇÃO perfeitamente enquadrado no Art. 135 do Código de Processo Civil  que decreta:

Art. 135. Reputa-se fundada a suspeição de parcialidade o juiz, quando:
amigo íntimo ou inimigo capital de qualquer das partes;
...........
...........
receber dádivas antes ou depois de iniciado o processo............
interessado no julgamento da causa em favor de uma das partes. 

DO PEDIDO

Vem de tempos imemoriais, antes mesmo do nascimento de Cristo um ensinamento que é sempre atual e se aplica a esse caso que diz que não basta ser honesto, é preciso parecer honesto. Como dito anteriormente, ninguém está colocando dúvidas sobre a honestidade do Ministro DIAS TOFFOLI, nem na legalidade do ato administrativo praticado pelo STF quando transferiu o Ministro em questão de uma Turma para outra, o que em outras circunstâncias pareceria normal, mas, para que não pairem dúvidas sobre a lisura do julgamento a que serão submetidos os acusados da Operação Lava Jato, para que não fiquem máculas, nuvens negras sobre a imagem da Suprema Corte e para que seja honrado o princípio Constitucional da Moralidade Administrativa, requeiro a Vossa Excelência:
Sejam apurados os fatos acima narrados, para que ao final, seja tornado sem efeito o ato administrativo do STF que transferiu o Ministro DIAS TOFFOLI DA 1a Turma para a Presidência da 2a Turma e que o mesmo seja declarado SUSPEITO para participar de do julgamento daqueles acusados em qualquer fase do processo.


Pedro Ivo Moézia de Lima é Advogado e Coronel reformado do EB.

21 comentários:

Anônimo disse...

Serrão, gostaria que a coragem e lucidez, exposta nesse Requerimento, pelo Dr. Pedro Ivo Moézia de Lima, fosse copiada por muitos outros ilustres Advogados, quiçá pela própria OAB, que, também, tem competência para isso.

Martim Berto Fuchs disse...

Depois do que o Dias Toffoli fez na última eleição, como Presidente do STE, deveria ser excluído do STF.
Não é porque o STF se tornou o escritório de advocacia do PT em Brasília.

Augusto disse...

Parabéns ao Sr. Pedro pela iniciativa.
Uma verdadeira demonstração de cidadania.
Eu acrescentaria só mais uma frase ao Ministro, para sensibilizá-lo a voltar atrás: - "À mulher de César não basta ser honesta, precisa parecer honesta".

vera disse...

esse militar pedro moézia é de uma hombridade sem igual, devia ser ele o presidente do brasil.

Anônimo disse...

Excelente argumentação do Dr. Pedro Ivo Moézia de Lima , com coragem e lucidez. A OAB deveria também se posicionar contra a nomeação de Dias Toffoli ou pelo menos apoiar ato de patriotismo desse grande brasileiro..

Anônimo disse...

Apesar da verdade e da razão fazer parte desta exposição perfeita, sabemos que estamos lidando com ditadores, bandidos sem escrúpulos que não respeitam leis, nem o clamor popular. Ainda bem que o brilhante advogado também é militar e sabe que Quando as leis não são respeitadas só cabe o uso da força.

ELZA A. disse...

Caríssimos, o caso do Tóffoli é de SUSPEIÇÃO! QUEM FOI ADVOGADO DO PT, INDICADO PELO PT PARA MINISTRO, NÃO TEM ISENÇÃO PARA JULGAR SEUS CORRELIGIONÁRIOS PETISTAS!
ISSO ESTÁ NAS LEIS E TEM QUE SER CUMPRIDO. DEVERIA TER SE CONSIDERADO IMPEDIDO, POR SUSPEIÇÃO E , JAMAIS, SER "OFERECIDO" PARA JULGAR SES AMIGOS.

Anônimo disse...

Parabéns Coronel! Como muito ja escreveram, essa deveria ser a atitude da OAB, porém essa entidade (sabidamente) está emparelhada pelo mesmo partido hoje tão investigado e denunciado.

Unknown disse...

Coronéis, sigam o exemplo, se manifestem em defesa da pátria, vcs são nossa única esperança, não deixem nossa bandeira, ser pisada por comunistas!

ELZA A. disse...

A OAB, POR SEU "PRESIDANTO" COELHO, ESTÁ NAS MÃOS DO PT E O COELHO QUER SER MINISTRO DO SUPREMO TRIBUNAL...

Anônimo disse...

Há que se recordar que no julgamento da Ação Penal 470, a chamada de "Mensalão", que reunia réus do PT e base aliada, houve forte expectativa que o Juiz Dias Toffoli se descompatibilizasse declarando-se suspeito para atuar no Processo, o que jamais ocorreu, frustando-se dessa maneira, a boa parcela de brasileiros.

Anônimo disse...

Parabéns ao Coronel Pedro Moézia, sou seu fã!

Anônimo disse...

parabens coronel;o senhor esta dando uma lição básica de direito a aqueles que pensam que todo Brasileiro é trouxa;Burro e desonesto.igual aqueles magistrado,indicados pelo PT.não para defender a CF,mais sim de defender os interesse de facção criminosa chamada PT e seus aliados.
Roberto Schinemann

Unknown disse...

Seria bom poder contar com a vontade dos militares, ams apenas para constar, COINCIDENTEMENTE o Exmo. Sr. Luiz Inácio Lula da Silva, Lecandovsky e Toffolli moram no mesmo condomínio em São Bernardo do Campo (ABC/Paulista), claro que é SÓ coincidência.

Unknown disse...

OAB, pra essa entidade no país? Entidade que como a justiça, evita enxergar todos os absurdos cometidos pelo governo Petista. Entidade que sequer emite uma nota de repudio, a toda essa roubalheira que vive a nação. Entidade que fica escondida nos bastidores da lei, amparada por erros escritos na Constituição. Há anos se exime de toda a responsabilidade a que ela se nomeia. Responsabilidades que passam longe dos olhos dos seus dirigentes e membros. Não esperem nada dessa 'classe' que somente visa lucros, e da arquibancada assisti o Brasil e seu povo agonizar nas mãos de governo comunista, com manobras de verdadeiros ases do crime.

Unknown disse...

Vamos salvar a nossa amada Pátria com ações inteligentes, bravas e competentes como essa, parabéns Coronel.

Unknown disse...

Dou aqui, minhas sinceras congratulações ao Coronel.

Anônimo disse...

Se precisar de rouge na cara, eu mando, Ministro Dias Toffoli .
Se quiser passar para a História declare-se IMPEDIDO.
É a atitude que esperamos de Homens.

Anônimo disse...

O Genuino mensaleiro criminoso foi perdoado, não tem outro jeito.
INTERVENÇÃO MILITAR JÁ.

Anônimo disse...

A lei é cristalina quanto ao impedimento, a suspeição do juiz. Mas o PT e seus integrantes não respeitam a lei e nem tem qualquer tipo de dignidade ou escrúpulos. A lei hoje só vale contra os desafetos do PT, esta facção que não merece o título de partido político corrompeu e minou todas as instituições do país. Vivemos sob uma nefasta ditadura que tem a petulância de se auto intitular uma democracia.

ANTONIO CARLOS disse...

TODOS BRASILEIROS SABEM QUEM É DIAS TOFFOLI, O QUE ELE FEZ NAS ELEIÇÕES DE 2014, E QUE ELE NÃO TRABALHA EM PROL DO BRASIL, SIM EM FAVOR DO PT. ESSE ATO SORRATEIRO DE TRANSFERÊNCIA, É UM ATO IMORAL, SABEMOS QUE SÓ HÁ UM OBJETIVO NESSA ATITUDE QUE É JULGAR E ABSOLVER OS ACUSADOS DA LAVA JATO. SABEMOS QUE TODAS INSTITUIÇÕES BRASILEIRA, COM POCAS EXCEÇÕES ESTÃO APARELHADAS EM OBDIÊNCIA AOS CAPRICHOS DO PT, E SUA CORJA DE ASSALTANTES.