sábado, 25 de abril de 2015

Ao companheiro Lula


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Humberto de Luna Freire Filho

Onde estás companheiro Luiz Inácio Lula da Silva? confesso que estou com saudade e até certo ponto apreensivo com a tua ausência e o teu silêncio. Estás com medo de alguma coisa? Sonhastes com alguns fantasmas vestidos com os macacões laranjas da Petrobras?


Ou estavam vestidos com macacões brancos listrados de preto, comumente usados nos presídios de todo o mundo? Esses são mais confortáveis. Existe um modelo para o inverno, veja abaixo:


E um modelito para o verão:


Companheiro! sou da seguinte opinião, se ficares muito tempo escondido, os militantes do nosso partidaço vão achar que tu és um grande covarde; lógico que acertariam, mas não vai pegar bem. És exageradamente corajoso, honesto, inteligente, competente, sabe de tudo e por fim um homem bom. Tão bom a ponto de criar, logo no início do teu primeiro mandato, uma mesada extra para ajudar os pobres "nobres" deputados, e que esse ato de bondade não foi reconhecido, e posteriormente, eles, os invejosos, a elite branca, maldosamente passaram a chamar de mensalão. 

Sabendo tu, que os banqueiro nacionais e os internacionais são maus e cobram juros extorsivos da sociedade e dos dedicados empresários e executivos que tocam nossas grandes empresas, por exemplo aquela que gostava muito de usar a letra X na razão social, e uma outra que contrata muitos artistas para vender carne, abristes as portas do teu banco, o BNDES, para empréstimos a juros subsidiados também para os amigos, pessoas físicas, e ainda os poupava de ter que elaborar um massacrante cadastro. Bastava o empenho da palavra para as mulheres, um fio do Bigode para os homens, e o dinheiro estava liberado. Foram oito anos distribuindo os impostos de maneira honesta e equânime entre teus pares.
 

No final de teu mandato escolhestes para te substituir uma mulher que não pensa, não sabe falar, não sabe de nada do que acontece em volta, igualzinho a tu.

Assim, longe do Planalto Central, mas desde o Planalto de Piratininga, poderias continuar tua obra prima. Para finalizar quero, dentro da antiga amizade e liberdade que ela nos dá, fazer uma pequena ressalva sobre tua inesquecível invejável vida pública.

Teu único e pequeno erro foi privatizar essa empresinha chamada Petrobras para o nosso querido Partido dos Trabalhadores. Eu sendo o companheiro Rui Falcão, a devolveria para o Estado. O que tu achas?. 


Humberto de Luna Freire Filho é Médico.

2 comentários:

Jayme Guedes disse...

Texto irretocável, Humberto. Aliás como todos os da sua lavra.

José Khozta disse...

Toneladas de ironias.Porém,todas elas fundamentadas em dados da realidade,divulgadas amplamente e sabidas por grande maioria,a não ser,aqueles(as) que pensam com o estômago,como os "bolsistas" miseráveis. O Garanhão de Garanhus, chefe da Gangue Mensaleira e Petroláo e,por formação,um sujeito medíocre,de caráter baixíssimo. Como a maioria da população é "alienada" e "alienígena",como o chefete imbecilizado que a conduz,somente uma radicalização maior,poderá enxotar essa gentalha:sem golpes,porém,na continuidade das lutas já existentes,sem dar a essa canalhada do lulopetismo,qualquer chance de continuar roubando a nação,a sociedade.Zé,que não é o Dirceu,aquele ex hóspede da Papuda.