domingo, 26 de abril de 2015

Terremoto, fio dental e cão chupando manga a Jato


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Salve-se quem puder... E quem avisa não é amigo... Quarta-feira que vem, 29 de abril, a previsão é que o Brasil vai tremer em altíssima magnitude. Juristas e políticos prometem fazer aquele que se espera ser o mais consistente pedido de impeachment de um chefe de Estado brasileiro, nos últimos tempos. Já se antecipa, nos bastidores, que o mar de lama não estará para tubarão, e nem para Lula... Todos vão parar na panela de pressão, já ligada, que ganhará fogo alto para derreter fdp (fulanos da políticagem..., ou você pensou outra coisa?).

O abalo contra o desgoverno Dilma Rousseff tende a começar a partir de Curitiba, lá na 13a Vara Federal, já na segunda-feira. O tremor mais forte, do segundo epicentro, acontece logo depois, em Brasília, abalando ainda mais as falhas criminosas da geopoliticagem. A tendência é de terra arrasada para alguns que se julgam "poderosos e blindados" até o momento. O Forte Apache está de prontidão (como se espera das classes armadas). E a classe política, alarmada, já pensa nos efeitos pós-tremedeira. Haja purgante até a caganeira fatal...

Depois da recente tragédia no Nepal, aprendemos que "terremotos de pouca profundidade são, geralmente, mais perigosos, uma vez que a quantidade de energia liberada se concentra em uma área menor". O governo do crime organizado terá dificuldades de sobreviver após os tremores previstos a partir de uma "falha de empurrão" gerada por uma banda rara do judiciário que resolveu mostrar que é possível mover a crosta da impunidade e punir corruptos. O perigo é o rigor seletivo das leis - que temos em excesso, aliás, no Brasil das "gestapos" e das punições seletivas a bodes expiatórios e bois de piranha. Aqui vale a regrinha: "aos amigos tudo; aos inimigos, nem a lei"...

Quem tem... Tem medo... Mas quem (sobre)viver verá... Nesse ambiente higienizante de pega-pra-capar, uma daquelas sacadas sacanas da internet encaixa, como um biquini bem pequeninho, no contexto de nosso País da Piada Pronta. De acordo com a versão hilária da anedota virtual, ilustrada por um imenso bundão (melhor que o leitor imagine um bem grande e matafórico, pois não vou exibi-lo aqui em sua imagem real), existe uma verdade quase dogmática:

O fio dental seria o maior símbolo da Democracia. Por quatro motivos básicos:

- Separa a esquerda da direita.
- Protege o centro.
- Faz mudar o ponto de vista de cada um.
- Põe o povo todo a olhar para o mesmo objetivo (gostando ou não).

A piada é séria... Será que o Brasil não está precisando de um fio dental para expor as mazelas de nossos políticos bundões?

Tudo indica que sim... Mas será preciso um sistema judiciário funcione com maior e melhor frequência. Necessitamos de polícia, ministério público e magistratura que tenha moral, competência e coragem para promover uma lipoaspiração em torno dos glúteos fétidos da corrupção.

Um outro fio dental, parecido com aquele usado após as refeições, também serviria para uma limpeza onde os olhos não alcançam: o âmago do equivocado modelo estatal tupiniquim. Esta é a base do caos, a raiz do mal, que precisa ser extirpada e reinventada. Reformar a merda atual não resolve. Temos de pressionar para mudar o modelo, de verdade.

Já passou da hora de rompermos com o Brasil Capimunista - cujo modelo de Estado é caro, cartorial, corrupto, cartelizado, rentista, com tributação e legislação fora de uma realidade economicamente saudável, e com uma máquina ineficiente para fazer o bem comum, porém altamente trituradora na missão canalha de moer o cidadão que trabalha, produz e empreende.

Um dos pressupostos para mudar o Brasil é romper com a visão do lucro fácil, especulativo, baseada em uma refinada vagabundagem. Precisamos de um mercado de capitais forte, com milhares de companhias abertas, para que investidores possam ganhar dinheiro honestamente de forma produtiva, gerando renda, emprego e chance para novos empreendedores em um mercado interno fortalecido.

Enfim, o Brasil precisa se tornar uma Nação Capitalista de verdade, com preços justos (sem carestia), com menor carga tributária, menos burocracia estatal, zero cartorialismo, legislação empresarial clara, regra trabalhista enxuta, altos investimentos em Ensino de qualidade, Ciência & Tecnologia e Infraestrutura. O País só fará isto com uma Intervenção Constitucional, da sociedade, e não por golpismos de Estado.

Tudo isso, claro, com um Estado democrático, com segurança do Direito, um governo transparente, fiscalizável e controlável pela sociedade, que estabeleça e cumpra estratégias, objetivos e metas tornadas públicas antes de eleições pela via distrital e distrital mista, com voto eletrônico auditado por recontagem impressa feita por cidadãos-eleitores-contribuintes.

Estes seriam os nossos "fios dentais" a serem vestidos pela nova modelagem de um Estado Brasileiro que sirva à sociedade - e não se sirva dela, na modalidade de governança do crime institucionalizado que está destruindo o Brasil e acabando com o presente do futuro dos brasileiros.


A economia brasileira tem um problema estrutural que é um câncer - uma célula maligna que se alimenta do nutriente dos outros: o sistema financeiro parasita. Temos bancos que não vivem de emprestar o próprio dinheiro, mas sim o alheio. Batem recordes de lucros com juros altíssimos e taxas extorsivas. Dificulta o crédito para quem precisa produzir e "facilita" para quem pratica o consumismo pouco responsável, gerando endividamento descontrolado das pessoas e famílias. Este modelo enriquece a banca, mas empobrece a Nação. Precisa ser mudado urgentemente.

O Brasil tem riqueza e potencial para se desenvolver. Não merece ser aquele cachorro que corre atrás do próprio rabo, no sentido anti-horário da vanguarda do atraso. Ainda mais porque, nessa corrida maluca, o monstrengo bundão alterna duas personalidades que se combinam: a voracidade do banqueiro com a ladroagem do político. Ambos são os sócios da grande roubalheira oficializada em Bruzundanga. Um financia o roubo oficial do outro... E só os empreiteiros vão para a cadeia? Que injustiça...


Por isso, na semana que começa, o cachorro louco que se cuide, para não ser morto a grito... Seu inimigo mortal, o Cão Cérbero chupando manga, está pronto para atacar aquele que finge ser vira-lata indefeso, mas que se comporta como um corrupto cachorrinho mimado da zelite...

O macaco, que não vê a hora de comer o rabo do Leão - principalmente o do Imposto de Renda, prepara a festa... Bichos bundões de toda espécie, com ou sem fio dental, que se cuidem. Mesmo não querendo, forçada pelos acontecimentos graves, a onça também será obrigada a beber água... Urubu, vestido de meu louro, voará de costas sobre Niterói, para anunciar o Apocalipse a partir de Curitiba... Sob a bênção da Águia, a turma da Água Preta está de olho e protegendo sua Força tarefa...

Em condições normais, para andar sobre as águas é preciso saber onde estão as pedras. Do contrário, vai machucar os pés... No oceano de corrupção, além das espetadas, o risco é ser tragado por tanta sujeira, podridão de espírito ou canalhice reativa da bandidagem que blefa para fingir coragem em tempos de piriri...

O negócio é ganhar saúde e tempo para escapar da urna mortuária e encarar a urna eleitoral. Não é à toa que, mergulhada do mar de lama, tem gente "onesta" puxando ferro. Afinal, até o mais cínico e cênico sapo barbudo sabe como é importante a preparação física para a pré-temporada na penitenciária... Quem malha já fica pronto, psicologicamente, para encarar uma ducha gelada mais parecida como a ação de uma Lava Jato...

Eis é o desejo sincero da maioria honesta do povo brasileiro - que precisa exigir a mudança do modelo atual. Se nada mudar, os ladrões de diferentes partidos e ideologias continuarão se alternando na ocupação dos podres poderes nada republicanos. Lava Jato neles, e vamos passar o Brasil a limpo.

Tem desculpa eu?


Desculpa de mosquito petralha


Colabore com o Alerta Total

Neste momento em que estruturamos mudanças para melhor no Alerta Total, que coincide com uma brutal crise econômica, reforçamos os pedidos de ajuda financeira para a sobrevivência e avanço do projeto.

Os leitores, amigos e admiradores que quiserem colaborar financeiramente conosco poderão fazê-lo de várias formas, com qualquer quantia, e com uma periodicidade compatível com suas possibilidades.

Nos botões do lado direito deste site, temos as seguintes opções:

I) Depósito em Conta Corrente no Banco do Brasil. Agência 4209-9, C/C: 9042-5, em favor de Jorge Serrão.

OBS) Valores até R$ 9.999,00 não precisam identificar quem faz o depósito; R$ 10 mil ou mais, sim.

II) Depósito no sistema PagSeguro, da UOL, utilizando-se diferentes formas (débito automático ou cartão de crédito).

III) Depósito no sistema PayPal, para doações feitas no Brasil ou no exterior.

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!


O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 26 de Abril de 2015.

14 comentários:

Anônimo disse...

Um das metas do comunistas e criar o caos na sociedade por meio de endividamentos e deixarem os cidadãos desesperados, sem a quem recorrer.
O caos é uma das metas dos comunistas para alcançarem o poder e submeterem a sociedade nas suas garras!.

Anônimo disse...

CARTA ABERTA AOS PETRALHAS
por uma via de reconciliação nacional

Prezados petralhas:

Todos os dias temos nos escandalizado com o noticiário das assombrosas patifarias que vocês vêm cometendo, na desenfreada pilhagem dos cofres públicos e na criminosa destruição da economia e das instituições do país. Sinto muito, mas devo admitir que têm agido como autênticos vândalos, como verdadeiros “marginais do poder” na execução compulsiva de “um projeto raso, seco e golpista de poder”, tal como foi descrito por eminentes minisros do STF na época do julgamento do “Golpe do Mensalão 1.0” - um ícone da cultura criminosa dos petralhas, só ultrapassado pelo “Golpe do Mensalão 2.0” ou “Petrolão”! Vocês “róbam e dêxam robá”, petralhas! E querem, agora, roubar o nosso bem mais precioso: a liberdade!

O resultado mais visível de tamanha insânia é esse cenário de horror em que vocês nos colocaram com requintes de perversidade, comprometendo o esforço das gerações de brasileiros que nos antecederam, e pondo em sério risco o próprio futuro do país. Por que vocês fazem isso, petralhas? Será por maldade em estado puro, sanha criminosa, perversão congênita, psicopatia, demência, ambição desmedida, tara ideológica ou por u’a macabra combinação de tudo isso? Não temem, acaso, a justiça dos homens? Não temem nem mesmo a justiça de Deus? Bem sei que, no fundo, talvez vocês sejam apenas um caso mórbido de "patocracia" - ou seja, de "psicopatas no poder" -, mas essa terrível doença não os absolve da culpa nem da punição, como ficou provado no assombroso caso do “Golpe do Mensalão 1.0”, em que vários dos seus mais altos representantes foram trancafiados na Papuda. Não há, portanto, caros petralhas, um fascismo do bem. A não ser como fraude. Não vale, então, alegar que “nunca se roubou tão pouco”. Além de não ser verdade, é uma apologia que se faz do roubo da coisa pública. Nem é possível colher o bem quando se semeia o ódio. Tal como vocês têm feito neste país, ao jogar brasileiros contra brasileiros, na perversa retórica do “nós” contra “eles”. Não é o que o “megalonanico” aiatolá da sua seita sempre pregou? Vocês são maus, petralhas. E, o que é pior, vocês têm contribuído, e muito!, para a banalização do mal em nosso país.

(continua...)

Anônimo disse...

(continuação...)

Em vista disso, peço-lhes, encarecidamente, em nome de tudo o que mais prezam na vida, e de Deus, até!, que renunciem à sua tenebrosa escalada de crimes em série contra o país. Caraca! Os cofres públicos e as instituições não aguentam mais! Não lhes peço que devolvam o dinheiro que roubaram dos “pobres e oprimidos”, de quem se fizeram autênticos gigolôs, nem que tentem reparar o mal que fizeram às nossas instituições, já que ele é, na verdade, irreparável. Peço-lhes, apenas, que peguem, se for o caso, o seu dinheiro sujo, que está nas mãos de “laranjas” ou em paraísos fiscais, e deixem imediatamente o país! Vão viver na Venezuela, em Cuba, na Coréia do Norte ou em qualquer outro desses “paraísos” comunofascistas que vocês tomam como modelos de igualdade e justiça social para o nosso país! Ou, ainda, peçam asilo aos cortadores de cabeças do Estado Islâmico, com que o Estado Petralha se propôs a dialogar, recentemente. E, por favor, levem com vocês os seus familiares, amigos e apoiadores - cúmplices, por ação ou omissão, da sua bandalheira! Sim, façam isso, petralhas! Pelo amor de Deus! Porque esse é, sem dúvida alguma, o pior castigo a que poderiam ser condenados! Ou seja, viver numa dessas republiquetas comunofascistas que vocês tanto admiram, e que financiam, o quanto possível, com o dinheiro suado dos trabalhadores brasileiros. E creiam-me: o País Que Presta vai ficar muito melhor quando vocês se forem para Cuba que os pariu! Vocês não farão falta por aqui, petralhas! “Pátria Grande”? Aqui não, violão!

Sem mais, não me queiram mal por estar sendo assim tão sincero com vocês. Ao que parece, vocês não passam mesmo de um hediondo caso de polícia, sem embargo de serem, também, um grave caso de psiquiatria. Porém, não lhes desejo nenhum mal. Pelo contrário, peço a Deus que tenha piedade de vocês. É compreensível, no entanto, diante da monstruosidade dos seus crimes de lesa-pátria, que eu identifique o caminho que estou lhes recomendando - de exílio voluntário em republiquetas bananeiras - como a única via que pode nos levar à reconciliação nacional.

Respeitosamente,

Lucas Daniel.

Anônimo disse...

Cleonice I Ferreira disse:
Sr. Jornalista Jorge Serrão, no Brasil são mais ou menos 40 (quarenta) partidos políticos, uma verdadeira imoralidade, em país de primeiro mundo são 2 (dois). Quanto à direita e à esquerda e ao meio não existem no nosso país, o que existe é um “CENTRÃO”. Nós o povo brasileiro exigimos o desaparelhamento dos órgãos públicos:
1-Faxina profunda nos Três Poderes.
2-No máximo 7 (sete) Ministérios.
3-Segurança para todos (é inaceitável pegar uma pessoa criminosa e fazer dela um espetáculo em programa de televisão, um ultraje à dignidade humana). Aprendam com o Japão, ele é um excelente exemplo.
4-Segurança Jurídica. Não podem continuar a fazerem leis a toda hora de acordo com interesses escusos e a lei tem de ser aplicada a toda pessoa. Na China a lei é SAGRADA, cada LETRA da LEI É APLICADA.
5- Cansamos de ver nosso Brasil ser a "Geni" do mundo. Todos vêm no nosso país para fazerem o que bem querem, “jogam m.... na Geni. Ela é boa de cuspir. Ela gosta de apanhar...” Não aceitamos o nosso Brasil ficar sendo a ETERNA Geni.
6- Nós o povo não ficaremos em manifestações na rua, trabalhamos muito, não temos tempo, paramos o Brasil por uma semana, um mês ou por um ano. É melhor isso do que ver o nosso Brasil sangrando sem fim, queira ou não terão de aprender a amar o nosso Brasil com a sua gente sofredora.
Que Deus ilumine a todos.

Anônimo disse...

Sr. Jornalista Jorge Serrão, parabéns pelo texto, esperamos que em breve o Brasil fique livre desse câncer social que é o fisiologismo e incompetência do governo do pt e aliados. O melhor seria mesmo mudar radicalmente a forma de governo para parlamentarismo e nunca mais permitir a ascensão ao poder de oportunistas, corruptos e demagogos. Queremos um governo que governe com base na meritocracia, na valorização do trabalho empreendedor, aquele que cria riquezas para o país . Não queremos um governo que usa o nome do trabalhador para se eleger e se manter no poder em troca de cestas básicas, condenando o dito "trabalhador" a ficar dependendo do governo.
Está mais do que na hora de reduzir o número de ministérios para , no máximo 12. Reduzir também ao mínimo o número de estatais - privatizando aquelas que produzem receita própria e as demais incluí-las nos ministérios que mais se vincularem.
Quanto ao pagamento bilionário aos conselheiros das 140 empresas estatais, que chega a R$30.000,00 por mês em alguns casos, de acordo com notícia do jornal Correio Brasiliense de hoje, o correto seria não gratificar mais esta função pois as reuniões ocorrem apenas uma vez por mês, e os conselheiros certamente já recebem remuneração de outras fontes, pois no mínimo devem trabalhar ou serem aposentados. Ser conselheiro deveria ser uma honra e um privilégio por servir ao país e não um modo de ganhar dinheiro .
Se querem e necessitam de cortar gastos públicos, poderiam começar por estes .
Gostei muito também da Carta abertas petralhas - estimo que eles aceitem o conselho e partam do Brasil para nunca mais voltar.

Loumari disse...

Jorge Serrão escreveu na sua redacção:

"A tendência é de terra arrasada para alguns que se julgam "poderosos e blindados" até o momento. O Forte Apache está de prontidão (como se espera das classes armadas)."


Senhor Serrão, você soltou aqui algo de divinamente sensacional!
Houve aqui nos comentários no dia de São Jorge que tratou São Jorge o Guerreiro de porra? Vocês vão ver que surgirão milhões de entre os índios com a valentia de São Jorge o Guerreiro para esmagar o dragão.
Vão grunhirem neste país gentes como porcos. Levanta-te índio guerreio para fazer limpeza. Todos que não merecem estas terras devem restituírem tudo ao Brasil, e do seu sangue purificar estas terras das abominações deste imundos que proliferaram aqui.

Sérgio Alves de Oliveira disse...

Serrão: Qualquer modelo político sócio-econômico tem o seu lado bom e o ruim. A maior "burrice"do socialismo está em condenar a "mais-valia",que não passa de mais um ciclo na atividade econômica. Ela tem a mesma moral que o comércio.Até é das suas fases.No capitalismo,o grande pecado é a existência e exploração do capital FINANCEIRO. Os outros são legítimos. Como VªS pode ver,ao lago do J.Serrão,tem pelo menos mais um que sempre "ripa"esse capital parasita.

Anônimo disse...

Excelente texto! E que logo a situação petista fique mais ridiculamente histórica... Vamos reprojetar a rota brasileira até dar certo. Amém Terra Brasilis.

Anônimo disse...

http://folhacentrosul.com.br/geral/7596/novos-cortes-bilionarios-atingem-forcas-armadas-agricultura-educacao-e-outros-setores-importantes

http://g1.globo.com/sp/santos-regiao/noticia/2015/04/soldados-caminham-pelas-ruas-e-chamam-atencao-de-moradores.html

Anônimo disse...

Tenho certeza quem esta por de traz de toda essa desgraça e fazendo este REBU esta atolado pois não e todo mundo que e cego Não falo por metáforas mas esta muito esquisito tanto jornalista militares e pessoas com tanta massa cinzenta estarem tomando o lugar de policiais e se interessando tanto pela gang do pt .Esquecendo de levantar uma lebre Qual a cidade que não meteu a mao no dinheiro do pac e com ele sumiu sem concretizar as obras ou nem deram o inicio tentem denunciar um traficante em qualquer delegacia pois aposto que na esquina de onde moram tem um ponto de venda de drogas banca de jogo do bicho todas a cidade tem que coisa a policia esta sempre não chegando quando e chamada agua limpa e tratada na minha cidade cinco mil litro por minuto descartada e contaminada para ninguém usar ninguém ve olha super heróis de plantão vamos aproveitar e protestar contra todas as gangues e de todos os partidos pois estamos sendo usados pela a máfia sabotadora uma tal de maçonaria dando ordens para o judiciário fazer vistas grossas para bandidos que não so roubam mas matam Esta LEBRE NEM UMA EMISSORA RADIO OU JORNAL DO MUNDO LEVANTA A INVEJA QUE OS GRINGOS TEM DO BRASIL O UNICO PAIS DO MUNDO QUE ANDA TIRANDO DE LETRA A MAIOR CRISE MUNDIAL .

Anônimo disse...

Você está enganado em uma coisa. Se pedir Intervenção Constitucional agora, acontecerá o mesmo que a Venezuela.


Dê uma olhada em 16:33 minutos deste vídeo.

https://www.youtube.com/watch?v=N6Ay628kszw

Isso, é para não corrermos risco algum.

Enfim. Sugiro que dêem uma olhada nos últimos vídeos de João Guerreiro.

Lá ele explica o perigo se tentarmos algo desta magnitude agora.

Por isso, eles não vão agir.

Como em 1964, eles só agiram quando o ruim mostrar a cara.

Isso é bom. Assim o povo entenderá que o que aconteceu em 1964, que chamam de ditadura militar, agora saberão, que foi um contra golpe.

Procurem o vídeo de João Guerreiro. Não caiam na cilada das próximas manifestações, que serão políticas, ou as dos vermelhinhos travestidos de patriotas.

Gente, a coisa vai pro saco, se não usarmos a cabeça neste momento, em vez do coração.

Assim como vocês quero muito Intervenção Constitucional. Mas não pode ser agora, nao desta forma, é isto que eles querem. Uma cilada.

Deixem eles primeiro gritarem vitória Comunista. Ai sim, virá a intervenção.

Agora se vier a intervenção antes. Ai meus queridos, bem vindo a Venezuela e bem pior. Pois foi assim que ocorreu lá.

Os militares interviram. E no dia seguinte o povo ignorante e burro, foi chamado para as ruas com os políticos e os terroristas vermelhinhos.

Os militares bobos, acharam que era o povo por tras cedeu. O que aconteceu depois? Já era forças armadas Venezuelanas. Muitos sumira, outros assassinados e assim por diante.

Não sejam presunçosos. Esses caras já se prepararam para este momento, a 35 anos.

Vou esperar a hora do que cair na balaia do gato.

Abraços.

Anônimo disse...

Minuto 16:33

https://www.youtube.com/watch?v=N6Ay628kszw

Que eles não façam que nem os militares Venezuelanos então.

Que expulsem todos esses canalhas de uma vez só, até aqueles que irão para a rua um dia após, para fazerem que nem fizeram na Venezuela.


Militares, Policiais, e Forças Armadas, se agirem, ajam com total rigor. Não façam como os militares Venezuelanos.

Eles vão para a rua para lhes intimidar, quem nem houve na Venezuela.

Não façam como os militares de lá. Não se entrega o ouro para bandido.

Anônimo disse...

Não acredito.

Anônimo disse...

Num momento de crise brutal, o cara vive pedindo que os outroa doem dinheiro pra engordar a sua conta bancária? Quanta malandragem seu Jorge Serrão!