segunda-feira, 20 de abril de 2015

Toma lá, dá cá...


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Humberto de Luna Freire Filho

Esse país está podre, isso eu já sabia, mas a cada dia me convenço de que está mais podre do que eu imaginava. Na semana passada, após a dona Dilma enviar para o Senado o nome de Luiz Edson Fachin, escolhido por ela para ocupar a vaga no Supremo Tribunal Federal (STF) deixada com a aposentadoria do Ministro Joaquim Barbosa, o presidente da casa, o "nobre" senador Renan Calheiros, sentenciou que um indicado para o STF " com digital do PT" seria rejeitado pelo plenário.

A princípio isso poderia até ser um indicativo da independência entre os três poderes, animador até. Não demorou muito o nobre Renan é chamado aos porões do Palácio do Planalto e saiu de lá com um discurso totalmente diferente. Continuo ainda achando natural, afinal o poder de convencimento existe. Mas em um país onde impera a podridão política combinada entre os três poderes da República, nós deveremos sempre estar com um pé na frente e outro atrás.

Não deu outra. O bravo, decidido e corajoso senador após tomar um antídoto indiscriminadamente usado em Brasília e genericamente chamado de "toma lá dá cá", esqueceu totalmente as digitais do candidato Fachin. Esse produto é produzido em larga escala em região plana e alta (planalto) e tem como ingredientes falta de ética e de moral. E foi usado por Renan Calheiros, indicação do Dr, Aloizio Mercadante, após consultar o prontuário do mesmo nos arquivos do Supremo Tribunal Federal (STF),  com a supervisão do Palácio de Planalto.

A ação desse antídoto é seletiva e vai agir no STF, onde o senador tem uma doença crônica (processo) há oito anos e que lhe causa enormes transtornos, apesar dos fervorosos cuidados  dedicados pelo enfermeiro Lewandowski (relator do processo). Acredito eu que a partir dessa data, após essa terapia exclusivamente tupiniquim, o senador estará curado, risonho e com excelente recuperação das defesas orgânicas (políticas) e apto a frequentar, sem riscos, os corredores do Congresso e, inclusive, os insalubres porões dos palácios de Brasília, mesmo estando esses abarrotados de ratazanas.


Humberto de Luna Freire Filho é Médico.

5 comentários:

Anônimo disse...

O Brasil que amávamos, e acreditávamos ser viável, acabou. Hoje, me perdoem as tias, é um imenso e irremediável bordel.

Anônimo disse...

AF disse:

Vamos rodar e rodar e para na única solução possível: INTERVENÇÃO MILITAR CONSTITUCIONAL!

Que pode ser feita sim pelos militares quando a democracia já não existe, quando o golpe ditatorial já foi dado, por meio de um conluio criminoso entre os 3 poderes aparelhados e corrompidos, ambos usando de corporativismo para se protegerem e se sustentarem no poder; e pior, cooperando para instalar uma ditadura comunista/socialista perversa e miserável, contrária à vontade da nação.

Esta intervenção, feita por iniciativa dos militares, NÃO É GOLPE!!! Definitivamente, NÃO É GOLPE!!! Pois o golpe já foi dado, é apenas o contra-golpe! A última barreira de proteção de uma nação, quando esta foi tomada de assalto por bandidos, e os meios democráticos de se lutar contra isso já foram tomados.

Desculpe-me quem diz o contrário, mas não há leitura diferente desta.

Anônimo disse...

Como disse Prof Olavo de Carvalho

FHC tem que explicar o que foi combinado entre PT e PSDB no ano 1993 no acordo Interamericano onde Dr. Eneas mostrou com documentos as assinaturas de Lula e FHC e Ciro Gomes.
O Boca de Tuba tem que explicar.
Pra mim esta defesa de FHC a Dilma e ao PT, já da um Norte a oposição entre eles é falsa.

Dr. Eneas avisou e pagou com a vida.
veja o link:
https://www.youtube.com/watch?v=VixkQQRIMuA

Anônimo disse...

Sr. Humberto, amanhã, certamente, haverá novo fato da espécie. O fim da linha está longe, segundo o Procurador-Chefe da Lava Jato. Um comunicador dominical de TV afirmou recentemente que todo aquele que defende uma intervenção militar é um imbecil. Ofendeu 70 por cento (índice de credibilidade das FFAA, nas pesquisas realizadas) da população brasileira. A audiência de su.a TV não chega a metade disso. Afirmou, também que é preciso preservar,a democracia.Esta que está aí? Que Deus nos livre dela.

Anônimo disse...

Cunha,Renam,fazem parte do mesmo chiqueiro.Eles tem preço!Assim como Temer,estão morrendo de medo de assumir o Brasil!Quanto à Fernando Henrique,porque que ele não passa um tempo fora!!???Fora Dilma,Fora Lula,Fora PT,convida o FHC pra ir junto com vocês!!!