domingo, 24 de maio de 2015

Como tem idiota solto neste Brasil


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Otacílio M. Guimarães

É claro que o Brasil é um país repleto, completo e lotado de idiotas. Os piores, os mais desprezíveis idiotas do planeta resolveram estabelecer raízes no Brasil.

Mas seria ótimo se o mal dos brasileiros, referindo-me à maioria porque até a merda contém uma pequena parcela aproveitável que pode se transformar em adubo para plantas, fosse apenas a idiotia, uma deficiência que em geral só prejudica seu portador. Um idiota é uma pessoa inútil para si própria, não cheira nem fede.

O mal maior do povo brasileiro é ser um povo de má índole. O povo brasileiro é aquilo que no nordeste, onde nasci por extremo azar, se chama de cabra ruim, cabra safado ou cabra da peste.

Quando no nordeste alguém é alcunhado de cabra ruim ou cabra da peste, está feito o julgamento final do indivíduo, sem apelação. Um cabra da peste é um indivíduo sem moral, desonesto, traidor, bagunceiro, sem escrúpulos, sem nenhuma noção de civilidade, enganador, mentiroso, safado, ladrão, insensível ao fedor que emana de si mesmo.

Se alguém ai nesse debate de bêbados está pensando que eu acabei de descrever um petista, um esquerdista ou um comunista, acertou, porque todos aqueles que assume essas condições são cabras safados, cabras da peste.

No Brasil há dois tipos de cabras safados ou cabras da peste: os que mandam e os que obedecem. Os que são eleitos e os que os elegem. São a maioria e por isto o país está indo direto e em alta velocidade para a merda, porque o destino de gente tão ordinária não pode ser outro que não a merda. A merda aqui não quer dizer apenas bosta, fezes, cocô, não, a merda aqui significa algo como o inferno descrito por Dante em sua Divina Comédia.

A merda aqui significa o que ocorreu na Lagoa, Rio de Janeiro, semana passada, quando dois filhotes de cabras safados assassinaram friamente um homem de bem, um médico e pai de família, para roubar-lhe uma bicicleta. Poderiam simplesmente ter levado apenas a bicicleta e deixado o homem vivo para continuar sua vida de salvador de vidas. Não, não, se não concluir o ato ignóbil com o assassinato frio e covarde, não ficarão felizes. Somente o sangue dos inocentes deixa esses cabras safados felizes.

Fatos como este da Lagoa ocorrem rotineiramente em todo o país a todo momento. Significa isto que o país já está na merda, e não a caminho dela. Em outras palavras bem apropriadas: o Brasil está simplesmente fodido e os brasileiros que prestam mal pagos. Os brasileiros que prestam foram simplesmente estruprados por essa cambada de cabras safados fantasiados de vermelho com essa maldita estrela comunista na testa.

Quando alguém do outro lado se revolta e começa um movimento para reconquistar sua dignidade humana, seus direitos, sua honra estruprada, logo aparecem cabras safados defensores do caos para rotulá-los de “idiotas, abestalhados, ignorantes” e outros adjetivos aplicáveis a si próprios.

Esses camafonjes adoram chafurdar na lama fétida de seu próprio mau caratismo. Detestam, por exemplo, os militares, quando deveriam adorá-los e agradecer-lhes de joelhos pelo fato dos militares não terem feito com eles o que Fidel Castro, seu ídolo, fez com os cubanos de bem quando usurpou o poder em Cuba num ato de violência extrema, fuzilando-os ou encarcerando-os em masmorras infectas. Basta um trapo como estes se declararem admiradores de Ficel Castro para constatarmos sem nenhuma dúvida tratar-se de um cabra safado ou cabra da peste.

O Brasil já está na merda da qual dificilmente sairá. É o maior exemplo de fracasso entre os países do planeta. Fracasso vergonhoso, porque quando um país que não dispõe de recursos naturais, território vasto, terras férteis e clima favorável não consegue se desenvolver, isto pode ser atribuído às condições adversas em que foi estabelecido.

Não é o caso do Brasil que tem tudo isto mas falta-lhe o principal: cérebros saudáveis. Os cérebros saudáveis produzidos pelo Brasil ou estão no exterior ajudando os países que os acolheram a progredir sempre mais ou permaneceram inaproveitados no país, muitos deles sendo tachados de direitistas e golpistas. Ser inteligente e saber pensar hoje no Brasil é ser um direitista golpista. A mediocridade hoje é a marca registrada do Brasil.

Enquanto isto a presimerda assina uma lei vetando a derrubada do sigilo das operações fraudelentas do BNDES para países falidos dominados por ditadores comunistas, um corte de R$ 69 bilhões de reais em investimentos em educação, saúde e moradia e deverá assinar esta semana a aprovação de um aumento de salários dos picaretas da “justiça” de nada mais nada menos que 78%. SETENTA E OITO POR CENTO!!! Deve ser o medo de ser presa, por isto já está preparando o terreno deixando essa camarilha de venais satisfeita.

Um país onde um sujeito insignificante como o Exu de Nove Dedos planeja e executa um golpe que deixou o país falido, suas instituições desmoralizadas e ainda está por ai flanando livre, leve e solto e ainda por cima arrotando arrogância e ameaçando botar nas ruas o “exército” do  Stédile para decepar com suas foices e facões as cabeças dos brasileiros que prestam, só poderia estar mesmo na MERDA!


Otacílio Miranda Guimarães é Cidadão.

11 comentários:

Loumari disse...

Graças a Deus que todavia existem entre os homens na terra, sábios e altruístas clarividentes que luzem como a haste no meio dum mundo lamentavelmente em que não se reconhecem, e que lutam com as poucas forças que tem para sensibilizar as consciências de um povo bordeleiro, que se comportam mais como ratos dos esgotos além de se comportarem com uma espécie humana.

Está excelente este artigo.

Jayme Guedes disse...


Eu não diria melhor. Para uma pessoa ou grupo é impossível melhorar sem uma precisa noção do que é. Somos um povo com baixa capacidade cognitiva, baixo nível de educação, baixa noção de higiene e baixo sentimento de honestidade. Com outras palavras, somos um povo burro, sem educação, porco e desonesto. Ora, que nação um povo como esse pode construir? Tudo o que almejamos depende da habilidade com os pés, o ponto extremo do corpo mais distante da cabeça. Além da minha seleção, do meu time e da minha escola de samba, nada mais nos atrai.

Sônia Lyra disse...

Compartilho seus sentimentos e o desabafo. Texto perfeito, mas triste da análise de nossa condição lamentável como nação.

Anônimo disse...

O Otacílio Miranda falou tudo o que penso e o que está entalado em minha garganta.

Quem consegue entender essa mensagem entende também que muito pouco pode ser feito por esta nação, infelizmente.

Rodrigues disse...

Triste e correto.

O Libertario disse...

Pequena correcao: muito pouco pode ser feito por esta nacao de infelizes. (desculpe a pontuacao; teclado de smartfone)

Anônimo disse...

Imprimi seu texto, Otacílio, várias vias! Assim, quando alguém me perguntar o que penso da situação atual do Brasil, darei uma via do seu artigo e direi: - Meu pensamento é mais ou menos o mesmo do autor deste texto. Leia!!!

Anônimo disse...

JAYME GUEDES PARA O MEU POVO VOCÊ DESCREVEU APENAS A TUA MÃE QUE FABRICOU UM FDP IGUAL A VOCÊ...

Anônimo disse...


Volto a PROPOR que tatuemos a ferro quente na testa de todo petista a sigla e a estrela do partido ...
Tipo aquele ferro que nosso avos usavam para marcar gado ....
Quente, vermelinho .... para dar uma queloide impossivel de tirar ...
Afinal, daqui a uns 3 anos nunca ninguem foi petista, nem o Lula, nem Dirceu, Nem Dilmais ...

Sérgio disse...

Sônia Lyra, você é a moça do Passat 1979? Bjs.

Anônimo disse...

Otacílio Miranda Guimarães é um cidadão, isso mesmo, é um cidadão de merda!!!!!!!!!!

Esse babaca nojento, escreve um monte de merda buscando aplausos de cabras safados desse site financiado por bandidos da MÁFIA MAÇONARIA DA DIREITA.

O Brasil está uma merda por causa de vocês, ladrões vagabundos MAÇONS. O que temos hoje, é uma briga acirrada dos marginais maçons de direita contra outros marginais maçons da esquerda, tudo em prol dos bilhões do povo brasileiro.

Observem que o cara de pau do editor deste site também pertence a essa MÁFIA DO SATANÁS, que vem escravizando a população brasileira há séculos.

Está aí a resposta para o jornalista prisioneiro da maçonaria Jorge Serrão:

Essas doações em dinheiro que ele vive pedindo, não passa de uma LAVAGEM DE DINHEIRO PÚBLICO, que seus amiguinhos maçons roubam com as fraudes em licitações públicas.