sábado, 30 de maio de 2015

O Padrão Dilma de Desgoverno e por que Pimentel no Acrônimo da PF não é refresco para os políticos corruptos


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

"Meu governo é Padrão Felipão". Foi o que Dilma declarou em 1 de julho de 2013, um dia depois de a Seleção Brasileira da CBF ter conquistado a "Copa das Confederações", naquele joguinho em que a poderosa seleção da Espanha abusou do corpo mole no Maracanã. Depois da Copa do Mundo de 2014, aquela em que perdemos de 7 a 1 para Alemanha, o técnico Felipão caiu em desgraça no Grêmio - time gaúcho pelo qual a Presidenta torce. Foi igualzinho ao desgoverno da Dilma no segundo mandato. Uma queda vergonhosa...

Antes do "Padrão Felipão", Dilma tinha proclamado que seu governo era "Padrão Fifa" - o que pegou muito mal na época. Agora, com dirigentes da Fifa presos e investigados por corrupção, tráfico de influência e má gestão, as pessoas começam a entender o que Dilma deve entender como um "padrão de governo". O Mensalão e o Petrolão já deram boas dicas do que seria tal "padrão". O presidente petista Rui Falcão é quem tem mesmo razão: "É um governo de merda, mas é o nosso governo"...

O Brasil "sobrevive" uma conjuntura "tragisurrealista" (um movimento estético que nem existe). Enquanto ficamos esperando que o Departamento de Justiça dos EUA faça o serviço de punir nossos ilustres corruptos (nos processos contra Petrobras e agora sobre a Fifa/CBF), as pessoas comuns começam a ficar de saco completamente cheio com a impunidade explícita em relação aos ditos "poderosos". Está muito evidente o rigor seletivo na hora de processar bandidos. O sistema é implacável com o andar de baixo. Já na hora de pegar e punir a turma da cobertura triplex, tudo anda muitíssimo mais devagar, quase parando, com chances altíssimas de nada acontecer...     

O Alerta Total já avisou que o FBI dos EUA pode prender, a qualquer momento e de surpresa, ilustres políticos tupiniquins que forem passear ou movimentar grana no exterior. Autoridades norte-americanas já reuniram elementos comprobatórios para punir quem tirou proveito do sistema empresarial e fiscal dos EUA para fins delitivos. Nos bastidores das investigações, já se dava como certo que os altos dirigentes petistas serão os primeiros alvos. A turma do gargarejo, que a tudo assiste bestificada no Brasil da impunidade ampla, geral e irrestrita, aguarda que tal "milagre" aconteça...

Enquanto nada acontece no coração corrupto do arremedo de república em Bruzundanga - que tem uma estrutura estatal Capimunista organizada, criminosamente, para assaltar a sociedade na base da injustiça flagrante, do imposto alto e do juro extorsivo -, assistimos a cenas dignas de uma tragicomédia no noticiário policial. Ontem, o alvo foi a linda esposa do governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, um dos melhores e raros amigos pessoais de Dilma Rousseff. A Operação Acrônimo, que mobilizou mais de 400 policiais federais, rendeu um noticiário digno de uma piada de alta qualidade produzida pela turma do Casseta & Planeta - aquela que cunhou o apelido $talinácio (o $ foi a gente que sugeriu, dado o poderio de grana e blindagem do mítico personagem).

Olha a piada-pronta. Ria se seu intestino tiver a mesma capacidade pensante que os gênios do desgoverno Dilma-Lula. O responsável pela Operação Acrônimo, Denis Cali, garantiu que nenhum partido, nem nenhuma figura pública, está sob investigação que começou em outubro do ano passado, após a eleição de 2014. O policial foi bem claro: "Até o momento, o Pimentel não é alvo da operação". Será??? Então por que a PF realizou uma revista na antiga residência da primeira-dama de Minas Gerais, Carolina Oliveira Pimentel - que atualmente mora no Palácio dos Mangabeiras, em Belo Horizonte, residência oficial do governador do estado?
´

Se Freud não explicar, os fatos passados ajudam a esclarecer alguma coisa. Antes de se casar com Fernando Pimentel, Carolina trabalhava como assessora de imprensa do petista no Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. Por uma dessas aberrações do capimunismo tupiniquim, ela era contratada por meio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), órgão vinculado ao ministério liderado, na época, pelo petista, amigão da Dilma desde os tempos da luta armada contra a tal dita-dura, na década de 60.

Freud pode explicar mais um pouco... O principal alvo da operação de ontem, o empresário Benedito Rodrigues de Oliveira Neto, mais conhecido como Bené, atuava na produção de materiais de comunicação para campanhas e também para órgãos do governo federal. Matérias na imprensa recordam que, em 2010, Bené foi interrogado pela PF sobre a denúncia de que teria pago o aluguel da casa usada na campanha presidencial.

Tem mais... Bené ainda teve de prestar informações sobre um grupo de inteligência da campanha da então candidata Dilma Rousseff (PT) que estaria envolvido na produção de um dossiê contra o ex-governador José Serra (PSDB). O empresário teve também que dar explicações sobre supostas irregularidades em um contrato da empresa Dialog com o Ministério das Cidades. A firma dele tinha contratos da ordem de R$ 49 milhões com vários ministérios em 2009.

Na operação de ontem, a PF constatou que empresas do ramo gráfico e de publicidade eram usadas para lavar dinheiro. Ao todo, 30 pessoas jurídicas pertencem a pessoas do grupo investigado. A principal delas, segundo fontes, é a Gráfica Brasil, da família do empresário Benedito Rodrigues de Oliveira Neto. Mais conhecido como Bené, a empresa seria a responsável pela maior parte do faturamento de R$ 500 milhões do grupo desde 2005. O alto valor chamou a atenção da PF - já que antes as empresas do grupo faturavam R$ 400 mil. A PF constatou que o enriquecimento aconteceu depois de contratos superfaturados com o governo federal.


Por ordem da Justiça Federal, foi arrestado um bimotor turboélice King Air, avaliado em R$ 2 milhões, de propriedade do empresário Bené, que é publicamente ligado ao PT. O avião tem o prefixo PEG, iniciais dos nomes dos filhos dele. Por isso, o PEG foi o acrônimo que batizou a operação da PF. Ao longo dos quase 8 meses de investigação, a PF informou que realizou acompanhamentos dos suspeitos, vigilâncias, e analisou dados de notebooks, smartphones, tablets, além de outros dispositivos e mídias apreendidos durante uma outra ação, no ano passado.

Depois de tudo isso, vamos indagar ao intestino cerebral: A turma do desgoverno pode realmente respirar aliviada com tal declaração de que nenhum partido ou político é investigado, sabendo que 600 gigabytes de informação relevante foram cruzados pela PF, com outras fontes e bases de dados, para deflagrar mais uma operação de nome engraçado?

Agora, a gente entende, mais ainda, o que pode significar, para a Polícia, para o Ministério Público e para a Justiça Federal, a velha indagação do folclore mineiro:

- Mas será o Benedito?!

Gol ilegal


Escolinha do Professor $talinácio

Tudo indica que o modelo nazicomunopetralha de negar envolvimento em falcatruas anda fazendo escola pelo mundo afora...

Ontem, o presidente da CBF, Marco Polo del Nero, concedeu entrevista coletiva na sede da entidade, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, para negar qualquer envolvimento com as negociatas denunciadas pelo FBI contra o vice-presidente da empresa-confederativa, José Maria Marin, que continua preso na Suíça.

Del Nero, que foi vice-presidente da gestão Marin na CBF, deu uma de ilustre petista:

"Estou perplexo com o que aconteceu, mas temos que exercer a função e ela será exercida da melhor forma possível em função da CBF. Não sabia de nada, não tinha conhecimento em hipótese alguma. Minha função era colaborar com o presidente no que ele solicitava. Vice-presidente não manda, ele cumpre determinação do presidente. Eu procurava ser um bom diretor. Eu não tinha nenhuma participação na assinatura de contratos".

Explicando a correria...

Marco Polo Del Nero deu uma explicação fantástica para ter abandonado o Congresso da Fifa e ter retornado, depressa, ao Brasil, logo após a prisão de dirigentes da transnacional que monopoliza os bilionários negócios com o futebol no planeta Terra:

"É um momento difícil para a CBF, uma vez que tivemos envolvido o ex-presidente e atual vice-presidente da administração. Face esse momento difícil que passamos, resolvi partir da Suíça para o Rio de Janeiro para poder dar as explicações necessárias não só às autoridades como também à imprensa".

Um detalhe que chamou a atenção é que a entrevista foi concedida sem aquele tradicional cenário do backdrop - paredão atrás do entrevistado onde figuram as marcas que patrocinam a CBF.

Tem culpa eu?
´
Marco Polo Del Nero negou que tenha culpa de qualquer coisa, da mesma forma como não detonou Marin:

"Eu como advogado entendo que uma pessoa é considerada culpada apenas após o transito em julgado. No sentido de banir o presidente estamos cumprindo a decisão da Fifa... Eu não sou, porque não recebi nada e nem receberia. Pergunta para o investigador. Eu vivi 11 anos na Federação Paulista de Futebol trabalhando sem qualquer mácula. Minha gestão começou no dia 16 de abril sem qualquer mácula. Não sei o que se passa em outras administrações mundo afora".

Marin disse o contrário...


Vídeo que circula na internet joga bola no ventilador...

Stalinismo explicado

Del Nero também explicou por que, se Marin é inocente até prova em contrário, o nome dele foi retirado da fachada do belíssimo prédio-sede da CBF, no Rio de Janeiro:

"Face uma determinação da Fifa de banimento provisório de 90 dias, a diretoria resolveu tirar o nome dele".

Se for assim, daqui a pouco a empresa CBF terá de fazer que nem o camarada Josef Stalin fazia na velha União Soviética, banindo os inimigos (ex-aliados) fotografias ou de fachadas de edifícios...

Do luto à luta...

Na terça-feira passada, o Santos homenageou o craque Neymar Júnior - sua maior estrela nos últimos anos - com discursos de tristeza pela falta que o jogador faz...

Ontem, o presidente clube, Modesto Roma Júnior, entrou com um processo na Fifa contra seu ex-atacante, o pai dele, a empresa do jogador e o Barcelona:

"O Santos considera que o Barcelona, o Neymar e a empresa dele cometeram violações do contrato de transferência e reclama uma indenização dos prejuízos, mais juros".

Perguntar não ofende?

O irônico leitor Ivo Wenclaski me faz uma pergunta:

"Serrão: Fala-se tanto em terceirização, que tal terceirizar o sistema judiciário brasileiro entregando todos os processos pendentes para a justiça norte-americana resolver? Você concorda?".

Caro Ivo, concordo, não... Se os EUA se transformarem no Brasil da Impunidade, com processo pra julgar que não acaba mais, os petistas vão querer tomar o governo de lá, sob a desculpa de exterminar com o imperialismo yankee, e o mundo vai terminar acabando antes do prazo de validade estipulado por Deus...

Mamar e amar é só cantar?


Evento do Sabadão


Colabore com o Alerta Total

Neste momento em que estruturamos mudanças para melhor no Alerta Total, que coincide com uma brutal crise econômica, reforçamos os pedidos de ajuda financeira para a sobrevivência e avanço do projeto.

Os leitores, amigos e admiradores que quiserem colaborar financeiramente conosco poderão fazê-lo de várias formas, com qualquer quantia, e com uma periodicidade compatível com suas possibilidades.

Nos botões do lado direito deste site, temos as seguintes opções:

I) Depósito em Conta Corrente no Banco do Brasil. Agência 4209-9, C/C: 9042-5, em favor de Jorge Serrão.

OBS) Valores até R$ 9.999,00 não precisam identificar quem faz o depósito; R$ 10 mil ou mais, sim.

II) Depósito no sistema PagSeguro, da UOL, utilizando-se diferentes formas (débito automático ou cartão de crédito).

III) Depósito no sistema PayPal, para doações feitas no Brasil ou no exterior.

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!


O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 30 de Maio de 2015.

8 comentários:

Anônimo disse...

Bom dia:
A PF não pode dizer que está investigando políticos, assim como o juiz Moro não pode processar políticos (só pode ficar nas "beiras"); políticos são da competência do Supremo. As provas colhidas devem (se Deus quiser) fazer os políticos caírem de podres.

Sérgio Alves de Oliveira disse...

Se a Grande Loja Maçônica de São Paulo quiser efetivamente erradicar a corrupção do Brasil,um país que certamente "não deu certo" (em 515 anos),deveria seguir os passos dos seus Irmãos,de 1835,no Rio Grande do Sul,onde ,na Loja Maçônica Filantropia e Liberdade,de Porto Alegre,foi editado o "Balaústre 67",em 18.09.1835( 2 dias antes de explodir aquela revolução),e que deu o pontapé inicial na Revolução Farroupilha. Nesses novos tempos estaria à altura da grandeza da maçonaria,que tantas vezes já mudou a história para melhor,levantar a bandeira do desmembramento do Brasil,para que cada um dos seus povos alcançasse uma prosperidade que sempre lhes foi negada pela falsa federação a que estão ligados.

ARS disse...

O do Nero fugiu para o Brasil é claro, onde a justiça passa mão na cabeça de bandido de colarinho branco.

Anônimo disse...

Tudo que pt mexe vira corrupção

Anônimo disse...

É petista?
Já é suspeito de algo pois a ladroagem é liberada, mas...
Cuidado para não se deixar flagrar ou deixar rastro, senão será posto aos pés no rabo por ser incompetente.
Enquanto não for pego, ótimo cumpañero!
Viu o sucedido com o Vargas e outros que deixaram rastro, não foram o suficiente espertos e vivaldinos!
Seus incompetentes, maus administradores, fora do PT, vagabundos!!!

Anônimo disse...

SE FOR MAÇON JÁ É MAFIOSO TRAFICANTE SABOTADOR LADRÃO E CORRUPTO PROTEGEM TUDO O QUE NÃO PRESTA ATÉ HOJE SÓ FIZERAM MERDA NO MUNDO QUANDO A CASA CAI TROCAM DE OPNIÃO E JOGAM A CULPA EM OUTROS... MAÇONARIA A MAFIA MALDITA... CHUPA BODAIADA O FBI E PF VAI TE PEGAR ...

Anônimo disse...

Perguntar não ofende?

Serrão quanto você já arrecadou com essas não transparentes doações financeiras?

Tira um extrato de tuas contas bancárias e revela o segredo que todo mundo quer saber: quanto você movimentou em suas contas bancárias com essas doações de seus amiguinhos da corrupta MÁFIA MAÇONARIA.

Não seja covarde, preste contas da grana preta que entra em suas contas bancárias...

Você tinha que ter vergonha na cara em exigir moralidade dos outros, quando você é membro de uma máfia secreta que vem há séculos assaltando o erário público.

Anônimo disse...

Dilma não torce para o Grêmio, e sim, para o Internacional, clube repleto de histórias sujas assim como ela. Inclusive o estádio do Internacional funciona sem possuir habite-se e suas obras só saíram do papel para a Copa do Mundo com intervenção direta da presidenta junto à Andrade Gutierrez, com ameaças. Bom tópico para ser mais investigado também.