quarta-feira, 27 de maio de 2015

O saneamento e a desratização do Brasil


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Paulo Chagas

Caros amigos: A corrupção acompanha o homem desde a sua criação. O Livro do Gênesis traz o que teria sido a sua primeira manifestação e que teve como consequência a expulsão de Adão e Eva do paraíso. Foi ela que fez com que Judas entregasse Jesus aos guardas de Caifás. A corrupção é, portanto, um vício hospedeiro da natureza humana.

Há bactérias que também são hospedeiras, não da natureza, mas do corpo humano. Um desequilíbrio qualquer que propicie a sua reprodução fora do controle harmônico do organismo pode, em determinadas circunstâncias, levar à septicemia e ao óbito.

Os ratos, por sua vez, são, há 10.000 anos, hospedeiros do convívio social dos humanos e, assim como as bactérias, sua reprodução descontrolada pode ser causa de mortíferas epidemias, como a que, em meados do século XIX, causada por bacilos transmitidos por pulgas de ratos, matou cerca de 25 milhões de europeus – um terço da população do continente naquela época.

Em 2002, o Partido dos Trabalhadores produziu um vídeo associando ratos que roíam a Bandeira do Brasil à ação deletéria dos corruptos. Como não se pode escrever "corrupto" sem passar pelo PT, a imagem tornou-se a mais fria, pura e dura realidade do mal que, como uma epidemia, aflige a Nação nos últimos 12 anos!

A proliferação de ratos e bactérias – os corruPTos – contaminou quase todos os tecidos sociais e órgãos da administração pública, comprometendo as saúdes financeira e moral do País e, com elas, a segurança, a saúde, a educação e as conquistas sociais dos cidadãos, o progresso, a liberdade, a democracia e o futuro do Brasil.

Assim como as septicemias bacterianas devem ser combatidas com cargas de diversos antibióticos e a desratização com todos os meios e artifícios criados pelo homem, a corrupção e os corruPTos devem ser atacados com todos os recursos legais disponíveis para a proteção da sociedade e para o saneamento da política, do governo e da gestão pública.

Assim como para destruir as bactérias e matar os ratos é necessário conhecer seus hábitos e suas formas de ação, para vencer os corruPTos, é preciso conhecer suas estratégias, táticas, técnicas e procedimentos.
Deng Xiao-Ping, líder da abertura econômica chinesa disse, com muita propriedade e objetividade, que "não importa a cor do gato o que importa é que ele cace os ratos", melhor dizendo, não importa como, quem ou de que forma seja feito, o importante é fazer o que tem que ser feito!

No momento, além do apoio e do aplauso ao trabalho do heróico Juiz Sérgio Moro e sua equipe, o que tem que ser feito é o que os comunistas fazem muito bem, isto é, a combinação de uma "pressão de cúpula" com uma "pressão de base", ou seja, a ação de uma "maioria ativa" no Congresso - não necessariamente numérica – constituída pelos políticos comprometidos com a causa liberal, combinada com manifestações de massa como as de 15 de março e 12 de abril e a do próximo dia 27 de maio, quando protocolaremos o impeachment da Governanta Dilma Rousseff.

Assim como temos exigido atitudes dos políticos que se dizem identificados com a causa do saneamento nacional, temos que exigir de nós mesmos - cidadãos comuns, honestos e amantes desta terra – a participação efetiva naquilo que nos cabe e que tem que ser feito.

De pouco adiantam nossos escritos, publicações, cartas abertas, vídeos, postagens e até mesmo as Ações Populares que ajuizamos se não sairmos às ruas para mostrar nosso repúdio e aquilo que queremos.

Se não empenharmos nosso tempo, nosso suor e nossa energia e se não gastarmos as solas de nossos sapatos, como exemplarmente fazem os jovens do Movimento Brasil Livre, dificilmente conseguiremos dar efetividade ao saneamento e à desratização do Brasil!

=Venham todos ocupar a Esplanada em 27 de maio!


Paulo Chagas, General de Brigada, na reserva, é Presidente do Ternuma - Terrorismo Nunca Mais.

Um comentário:

lgn disse...

Os vícios são inerentes à conduta humana, mas os comunistas acreditam que somente eles trazem em si as virtudes, daí o esforço que fazem para salvar a humanidade de seus próprios defeitos.
Quando não conseguem via lavagem cerebral eles ou confinam ou eliminam. Simples assim!