segunda-feira, 20 de maio de 2019

Bolsonaro deve se adaptar à cadeira



Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Analisar a História-próxima não é missão fácil – mesmo para um imortal de 89 anos de idade e 52 anos de vida parlamentar (40 como senador e 12 como deputado federal). A longevidade permite que o personagem até dê conselho aos políticos (pelo menos os mais novos que entram para a Política):

“Procurem ter uma boa formação. É preciso ter cultura e isso abrange todas as áreas de conhecimento. E como toda cultura tem que ter dente de serra. Uns mais altos, outros mais baixinhos. De culinária, não sei nada. Sou adepto do provérbio chinês: comer pouco, dormir muito e não discutir com mulher”.

O Alerta Total recomenda uma leitura atenta das declarações desse “conselheiro”:

-----------------

“Acho que ele (o Presidente Jaior Bolsonaro) está colocando todas as cartas na ameaça do caos (...) O presidente é quem deve se adaptar à cadeira e não a cadeira ao presidente”.

“A política é a arte do possível. Eu acho que tem que se lidar com realidades, e a realidade atual é que o presidente não tem maioria consolidada dentro do Congresso, nem nós temos hoje partidos, nem lideranças políticas, e vivemos uma crise muito grande”.

“Pela primeira vez, estamos em um momento que é imprevisível, é preciso buscarmos e tirarmos uma medida mágica para resolver isso. Porque as coisas acontecem não porque vão acontecer, mas porque são levadas por um conjunto de fatores, que levam tempo para acontecer e chegam a essa situação, que nós vivemos atualmente, com a fratura no Poder Judiciário, no Poder Legislativo e no Poder Executivo. Todas essas estruturas estão em um momento de abalo. Como os cristais, estão trincadas. Outra coisa é a crise da democracia que está se vivendo no mundo inteiro. Crise da democracia liberal”.

“O presidente Bolsonaro está no meio de um furacão. A crise internacional de recessão catalisou a crise brasileira. Estamos em um momento da história mundial em que presenciamos não um mundo de transformação, mas um mundo transformado. Temos que lidar com o choque das civilizações, o fim da civilização industrial, o começo da civilização e das comunicações digitais. Temos que lidar com a pós-verdade, com uma sociedade líquida, como bem fixou Zygmunt Bauman. Temos que compreender que estamos, no Brasil, muito atrasados para enfrentar essa crise que o mundo está vivendo. Então, o presidente Bolsonaro está tendo que enfrentar esses problemas, todos mundiais. Era o momento de nós termos um presidente que tivesse uma visão de todas essas modificações que vive o mundo, para poder enfrentá-las”.

Estamos com a morte da verdade, com um novo interlocutor da sociedade democrática, que se chama opinião pública, que hoje se manifesta por meio da rede social, principalmente. E as crises que o Brasil vive? O Brasil vive uma crise sem partidos, porque quando temos 60 partidos, entramos na lei do Montesquieu, que diz que quando temos muitos partidos, não se tem nenhum. Nós, também, estamos com uma classe política vivendo a crise da democracia representativa, isso é no mundo inteiro, os políticos estão demonizados. E a busca do povo é partir para uma democracia direta, sem representantes”.

“E isso, na realidade, aumenta os problemas que nós vivemos, porque desapareceram as utopias e nós não podemos matar a esperança. O que se vê é que todo dia se dá uma solução, uma visão escatológica do fim do mundo, em face da reforma da Previdência, sem se oferecer outras perspectivas de esperança. Quando se mata as utopias, é difícil que se sustentem as expectativas do país somente com uma reforma. Na realidade, a reforma é uma coisa que se fala permanentemente, porque vivemos em um mundo em transformação”.

“As perspectivas que temos e que estão sendo construídas nos levam a esperar, lá na frente, um impasse grande, que pode ser a pequeno, a médio ou a longo prazo, mas a verdade é que ele vai ocorrer. Por quê? Porque a Constituição de 1988 criou todas as condições para levarmos o Brasil a essa situação que estamos vivendo. Ela (a Constituição) é híbrida, é parlamentarista e presidencialista, deu ao Parlamento poderes executivos e deu ao Executivo poderes parlamentares, com as medidas provisórias que fez. E o Parlamento precisa aprovar todas as medidas que o Executivo tem que tomar”.

“Mas a nossa Constituição de 88 é excelente em dois pontos: a parte de direitos individuais, e a dos direitos sociais. Fora disso, é extremamente detalhista, de tal modo que nós já temos 105 emendas. Em tramitação, quando eu deixei a Presidência, tínhamos, no Congresso, 1.500 emendas constitucionais. Hoje em dia, é mais fácil se modificar a Constituição do que fazer uma lei, e a única Constituição que sobrevive no mundo há 200 anos é a americana, que foi feita por 55 pessoas e que é tão avarenta de emendas. E graças a Deus, à lucidez dos americanos, a primeira coisa que eles fizeram foi a primeira emenda, que é a da liberdade”.

“O presidente, hoje, tem que se legitimar das 6h até as 6h do dia seguinte. Porque há uma força permanente dos problemas que nós temos, tão complexos como estão os do Brasil hoje, que levam os presidentes a serem responsabilizados por tudo e que termina no que nós temos visto. A Constituição de 1988, além de ter dado essa estabilidade, que é muito boa, dos problemas sociais, nos deu três impeachments, dois que chegaram ao fim, o do Collor e da Dilma, e o terceiro, do Temer, que não chegou ao fim, mas que o pedido foi feito”.

“Então, acho que uma solução, a primeira e mais simples, para evitar esse problema do presidente ter que viver essa pressão permanente, seria adotarmos o parlamentarismo. É um governo de primeiro-ministro, quando temos uma crise de gravidade paroxística, cai o primeiro-ministro, não leva a uma crise institucional da República e do presidente. Eu acho que o Bolsonaro está sendo vítima de uma leitura errada que ele fez. Ele achou que, quando ganhasse a eleição, superando essa visão internacional de que o Brasil era um país de esquerdista, porque estava alinhado com a Venezuela, Cuba e outros países socialistas, iria receber dos americanos e da economia internacional um apoio muito grande, que imediatamente atrairia para o Brasil investimentos e nós iríamos crescer. Na realidade, de certo modo, acho que não tem ninguém mais decepcionado com isso do que ele, porque foi logo visitar o Trump mostrando essa visão. E, na realidade,o Trump não deu nada. A visão do Trump é nacionalista, América acima de tudo”.

“Daqui a 100 anos com o modo que  vivemos hoje, ninguém julga ninguém. Cristo já dizia, nós não devemos julgar para não sermos julgados. Eu cumpri com o meu dever e dei uma contribuição importante para a história do Brasil. Só eu sei o que foi a transição democrática. Se não fosse o meu temperamento e a minha experiência de muitos anos. Sou o parlamentar mais antigo da história da República, eu passei 52 anos no parlamento. Quarenta como senador e 12 como deputado. Além de ter sido governador e presidente da República, então, mais do que tudo isso, tem o fato de ter uma vocação intelectual. Se eu tivesse que escolher ao nascer, eu escolheria e ficaria só nessa vocação. A política, já dizia o Napoleão, é o destino. A literatura é a vocação. Eu já escrevi 120 títulos, com 168 edições traduzidas em 12 línguas. Isso me ajudou muito dentro da política. É difícil ser político e, ao mesmo tempo, escritor e intelectual, porque a política, como eu disse, lida com a realidade e a literatura com a ficção”.

-----------------

As palavras e reflexões são de José Sarney de Araújo Costa, nascido em 24 de abril de 1930, em Pinheiro, no Maranhão, nosso 31º Presidente da República (de 21 de abril de 1985 até 15 de março de 1990). É filiado ao DEM (Democratas) – partido que seria a “base” do governo Jair Bolsonaro. José Sarney deu uma recente entrevista de quatro horas e 20 minutos às repórteres Ana Dubeux  e Denise Rothenburg, do jornal Correio Braziliense – de onde extraímos suas declarações mais relevantes.

Viva, Sarney!... Ele é do partido do Rodrigo Maia. O mesmo que tem os apelidos de Botafogo, Nhonhô, Bolinha. Responde a três inquéritos no STF, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. É investigado na Lava Jato por propor emendas e projetos para beneficiar as empresas OAS, Odebrecht, UTC, AmBev, Gol e Praiamar - em troca de propina. Oficialmente, recebeu doações para campanha do Banco Itaú, da Bolsa de Valores (B3) e da Cervejaria Petrópolis (Itaipava). Rodrigo engavetou 25 processos de impeachment contra Michel Temer. Ah, importante: Rodrigo é presidente da Câmara dos Deputados...

Releia nosso artigo de Domingo: O milagre de governar o ingovernável

Leia, também, os artigos de:

Luiz Eduardo Rocha Paiva: Hora decisiva da Revolução Cidadã

Marco Felício: Ensino Ideologizado contra a Lei e a Ordem

Paulo Ricardo Rocha Paiva: Adendo ao artigo do General Marco Felício

Sérgio Alves de Oliveira: Os canalhas que se elegeram nas costas de Bolsonaro

H. James Kutscka: De Apaporu a Cheiracu em 33 anos ou libertem o Kraken

Homenagem ao Lula namorador





© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 20 de Maio de 2019.

20 comentários:

Anônimo disse...

Áudio de vídeo gravando Renan Santos (MBL):
Liberdade ou caos? Bolsonaro precisa de vocês! (Youtubers de Direita)
https://www.youtube.com/watch?v=uq2yh2zCbH0

Loumari disse...

A constituição impede os brasileiros a serem voluntários no trabalho? A constituição impede os brasileiros a não ter iniciativas, criar projecto e pô-los em marcha? A constituição impede os brasileiros a não inovar em ciência e tecnologia?
Agora que vão se dando conta que vender lula já não cria proveito nenhum, o que fazem é optar por mudar de estratégia, usar de estultícia para continuar a ocupar os espaços, assentados sobre suas fezes, a imbecilidade é de rigor, a mediocridade impera e se exprime, arranjaram um outro culpado ideal para acusar-lhe de responsável de vossa incompetência.
Foram até fazer o diabo para chegarem aos poderes, as urnas electrónicas tecnologia da supremacia venezuelana, vos favoreceu dando-vos os poderes supremos e uma vez com todos os poderes na palma da mão não sabem o que fazer com eles. E vão ver que estas bestas vivem a amaldiçoar Venezuela. A vossa crueldade volta para vós mesmos.
Agora é o desgaste, a vergonha já se faz sentir, e a realidade se mostra como selo na testa dos incompetentes. Seu presidente não passa de um vulgar idiota, uma figura que foi posto no assento de presidente só para fazer diversão, criar falsas polémicas para manter o povo com a atenção focalizada e concentrada nos debates de intermináveis intrigas, enquanto isso, os príncipes e o rei se deleitam no conforto absoluto, e os negócios no mercado paralelo nunca se portaram assim tão bem.
As exportações a baterem todos Records.
Qual é o cursus de jair bolsobesta?
Não vos choca que Generais, homens com cursus dos mais altos níveis de formação e expertise, se constituírem subordinados de um bobo fanfarrão? Não vos choca tal postura de inferioridade em que os Generais se posicionaram?
Um verdadeiro escárnio!

Rodrigo Almeida disse...

O parlamentarismo sairia muito caro, é muito poder a um Congresso tão sujo. A "articulação política " seria permanente. Hj eu começo a acreditar que o ideal é a renúncia do Presidente da República que é um homem bom mas não consegue governar e controlar sequer a sua família.

Anônimo disse...

Loumari, que escárnio??? Para quem já foi subalterno de ladrão, os generais até que evoluiram!
Pergunte a qualquer ser humano NORMAL, QUALQUER UM, TODOS, MENOS OS COMUNO-PETRALHAS o que eles preferem, se é serem subalternos de LADRÃO ou e de quem seja HONESTO! Ser subalterno de LADRÃO é uma sina é uma escolha e consequência da "MORAL" comuno-petralha! Sem os quarenta ladrões que o apoiavam o que seria de Ali Babá????

jomabastos disse...

"A crise internacional de recessão catalisou a crise brasileira." Como sempre os responsáveis políticos brasileiros, qualquer que seja o partido que representam, costumam culpar o mundo pela crise grave interna do Brasil, pela nossa grande corrupção, pela nossa grande violência, pela nossa grande rede de narcotráfico internacional. Este tomada de posição é de uma cobardia extrema!

Anônimo disse...

Os canalhas que se elegeram nas costas de Bolsonaro
]✰ Artigo de Sérgio Alves de Oliveira

Vindo dos Pampas
Segunda-feira, 20 de maio de 2019

Não resta qualquer dúvida que o Brasil só poderá melhorar o seu caótico quadro político mediante uma “intervenção”, que fuja totalmente dos padrões políticos, jurídicos e administrativos usuais.

Na “pressa” de derrotar os malfeitores que se adonaram da política do país desde 1985, que iniciou com o “golpe” da posse de Sarney, e seu fraudulento “Plano Cruzado”, onde a esquerda teve o seu auge de 2003 a 2018, com o “Trio” Lula /Dilma/Temer, que causaram tanta corrupção e estragos ao país que serão necessárias várias décadas para recuperá-los, as forças políticas que puxaram as mudanças foram alvos da “infiltração” de um grande contingente de falsos e aparentes opositores, muitos dos quais carentes de caráter político, que pressentindo a inevitabilidade do naufrágio do “barco” político em que navegavam ou apoiavam desde 1985, tiveram a esperteza de “abandoná-lo” a tempo, antes do naufrágio, pedindo permissão e obtendo licença (infelizmente) para entrar no “barco” do capitão Bolsonaro, que mais representava a mudança e os sonhados novos “ares”.

Nesse “embalo” das mudanças, muita gente que não prestava e que não tivera chance nem espaço para participar da “roubalheira” da “Era PT/MDB” (2003 a 2018), enxergou nessa brecha uma grande oportunidade, caso conseguissem um lugar no “barco da mudança”.

Muitos desses “aproveitadores”, vendo aí uma grande oportunidade de engrossar as fileiras dos “picaretas” que já grassavam na política, surgiram após conseguirem liderar “massas- de- manobra” na verdadeira bagunça em que virou o Brasil durante os tais “protestos” de rua dos últimos anos, não se sabendo até hoje com precisão contra “o quê”, e contra “quem”.

É claro que muitos partidos políticos escancararam as suas portas a essas novas lideranças, “de pronto”, oferecendo-lhes vaga como candidatos nas eleições que se avizinhavam. E muitos se elegeram nas costas de eleitores que foram facilmente enganados, repetindo-se o fenômeno que sempre foi regra na democracia degenerada praticada no Brasil, onde a pior escória da sociedade passa a comandar a política, ”representando” um povo cuja maioria é absolutamente carente de politização e consciência política.

O caso do inexpressivo partido político PSL - Partido Social Liberal, que na última eleição presidencial teve um papel mais ou menos semelhante ao que teve o “PRN - Partido da Reconstrução Nacional”, na eleição Collor de Mello, em 1989, e que emprestou a sua sigla ao candidato Jair Bolsonaro, que levava consigo as esperanças do povo brasileiro, e que acabou sendo eleito, sem dúvida se trata de um capítulo todo “à parte”. Continua ….

Anônimo disse...


Vindo dos Pampas continua II

Esse partido mostrou as suas “garras” logo no início do novo Governo, demonstrando de modo inequívoco que não é nada melhor que qualquer outro partido, apesar de ter canalizado grande parte das expectativas de mudanças políticas que tinha o povo brasileiro, elegendo uma grande quantidade de candidatos. Esse “partideco” de fundo de quintal por si só não teria jamais “cacife” para eleger tanta gente, alguns com estrondosa votação. Foi puro “encosto” em Bolsonaro. E já ficou bem claro que se depender do “seu” partido, Bolsonaro não conseguirá governar como deveria, e que nele não encontrará o respaldo que necessitaria nem mesmo para se manter à frente do Governo, ”torpedeado” que está por todos os lados, pelos inimigos e pelos próprios “amigos” - mais do que considerando a soma de todos os impostores que governaram o Brasil de 2003 a 2018, e que ocasionaram todos esses “estragos”, injustamente agora “cobrados” do novo Presidente.

Portanto Bolsonaro terá que se valer de outras “forças”, inclusive previstas na própria Constituição, que não as políticas, não só para poder governar, como inclusive para não ser destituído do cargo que ocupa, para o qual foi legitimamente eleito, em outubro de 2018. E a corja de patifes políticos está lhe “armando” essa, com certeza.

Mas o povo apoiará as medidas que Bolsonaro tiver que tomar.

Sérgio Alves de Oliveira - Advogado e Sociólogo
NUTAVAEL DIZ...
REALMENTE SE COBRA TUDO DO NOSSO CAPITAO. PRINCIPALMENTE A MERDIA PORCA QUE VIVIA EM BANHOS E BANHOS DE DINHEIRO QUE OS PRESIDENTES ANTERIORES DAVAM A ELAS. ESSAS MERDIAS PORCAS SAO FORMADAS POR GENTALHA QUE VIVE AFOCINHADA EM MEU GLORIOSO SUM PAULO, EM MEU EX GLORIOSO RIO DE JANEIRO QUE PASSARAM A SER O REDUTO DE TODOS OS VAGABUNDOS QUE NAO TRABALHAM NO PAIS.
A GLOBO BOSTA MOSTRA BEM A INDOLE E A FORMAÇAO CATOLICA QUE ELA POSSUI. DE ACORDO COM OS VAGABUNDOS AFOCINHADOS DENTRO DO TRAFICO DE DROGAS E DAS FAVELAS ELES AO OS ARAUTOS DE TODA A PORCARIA QUE NOSSOS LARES RECEBEM DIARIAMENTE EM DESINFORMAÇAO. COM PROGRAMAS PARA IDIOTIZAR O POVO BRASILEIRO, PROGRAMAS QUE NAO ACRESCENTAM NADA NA EDUCAÇAO DE UM POVO CARENTE DE RELIGIAO, PORQUE TODAS ELAS SE OMITEM EM SEU SAGRADO DEVER DE EDUCAR ALMAS.
A ULTIMA COISA QUE PRECISAMOS SAO NEUROTICOS DO PODER CONTINUAR A DECIDIR DE NOSSAS VIDAS.
OS TRES PODERES DE MERDA VEM SEMPRE ATUANDO NA AJUDA DA MALANDRAGEM QUE SE INSTALOU NO PODER. CONTINUA...

Anônimo disse...



Vindo dos Pampas continua III

OS QUARENTA PARTIDINHOS MEIA BOCA QUE GANHARAM FOLEGO PARA CONTINUAR A MASSACRAR NOSSO PAIS TEM O AVAL DOS SUPREMOS COVERDES E VIGARISTAS DO SUPREMO FEDERAL E ELEITORAL. INFELIZMENTE NOSSO PAIS ESTA RECHEADO DE VIGARISTAS QUE O UNICO QUE DESEJAM E UM EMPREGUINHO PUBLICO E QUATRO VIGARISTAS EMPRESARIOS DE TVS ABERTAS QUE USAM OS BANCOS PUBLICOS PARA CONTINUAR A MARMELADA DE DAR EMPREGOS COM VALORES TOTALMENTE FORA DO MERCADO DE PESSOAS QUE TRABALHAM PARA TRAZER PARA A TELA E PARA NOSSAS FAMILIAS UM MONTE DE MERDAS E IDIOTAS QUE NAO FAZEM NADA, NAO PRODUZEM NADA E QUE FAZEM DE NOSSOS LARES UM MAR DE IDIOTAS QUE VIVEM PREGADOS NAS TELAS VENDO MERDAS E MAIS MERDAS.
PARA FINALIZAR TEMOS OS ILUMINATIS DE MERDA QUE QUEREM QUE O MUNDO SEJA IGUALZINHO AO EGITO ANTIGO UM BANDO DE ESCRAVOS PARA DAR AOS ILUMINATIS UMA POSIÇAO DEFINITIVA DE CONTROLAR NOSSAS VIDAS.
O QUE ACONTECEU A IGREJA CATOLICA QUE ESTA LONGE DE CRISTO. A DIVERGENCIA DE CRISTO NOVO TESTAMENTO E NOVO TESTAMENTO PRINCIPAL E QUE ELE NAO CONCORDAVA COM O MERCADO QUE SE INSTALOU NA IGREJA DE SEU PAI, MAS OS ANTIGOS NAO QUERIAM DISPENSAR A ESBORNIA E QUERIAM CONTINUAR A TRAFICAR INFLUENCIA COMO SEMPRE TRAFICARAM JUNTO AO PODER PARA MATAR O MESSIAS. ESTE E A QUESTAO.
OS JUDEUS QUEREM CONTINUAR A TRAFICAR INFLUENCIA E NAO ACREDITAR QUE O MESSIAS JA ESTEVE E JA FOI CRUCIFICADO POR ELES MESMO PORQUE AINDA NAO CAIU A FICHA. CONTINUA...

Anônimo disse...


Vindo dos Pampas continua IV E TERMINA....
O MAL DO MUNDO E QUE IGREJA TEM QUE FICAR NO LUGAR DAS IGREJAS, OS POLITICOS TEM QUE FICAR NA POLITICA E NAO ASSOCIADOS A PARTIDOS PORQUE JA FICAM COMPROMETIDOS COM OS PARTIDOS E A JUSTIÇA TEM QUE SE DESATRELAR DE INVADIR COISAS QUE ELES NAO TEM DIREITO DE MERTER A COLHER E MUITO MENOS DE DISPENSAR OS CASTIGOS QUE FORAM DADOS A VAGABUNDOS AVENTUREIROS E DESORDEIROS.
O NOSSO MAL E QUE TEM MUITO CACIQUE E MUITOS ESCRAVOS QUE TRABALHAM PARA PAGAR A TRALHA QUE EMBARAÇA NOSSO PAIS.
NOSSO PAIS SERIA MUITO MELHOR SE NOSSAS FFAA DEIXASSEM DE SER MARIA MOLE E DEIXASSEM DE SEGUIR SEUS PROBLEMAS INDIVIDUAIS OU SEJA PERTENCEREM A PARTIDO QUE NAO E O PARTIDO DE QUEM GOVERNA, DE PERTENCESSEM A EGREGORAS QUE NAO TEM NADA A VER COM PATRIA E PAIS E PRINCIPALMENTE CUMPRISSEM SEUS DEVERES QUE CREIO NAO E ENXUGAR E LIMPAR MERDAS DE INFRATORES SEJAM ELES QUEM FOREM.
PARA AS FFAA SO EXISTE UM SENHOR O SENHOR DE DIREITO, O SENHOR QUE FOI COLOCADO POR DECISAO DO POVO.
SE TEMOS QUE COBRAR COISA TEM QUE SER DO SUPREMO BESTEIROL QUE SE AUMENTE SEM PEDIR AO EXECUTIVO, QUE FAZ COMPRAS FARTAS SEM PEDIR AO EXECUTIVO, SE DESLOCA PARA CIMA E PARA FORA DO PAIS USANDO AS FFAA SEM PEDIR AO EXECUTIVO. SE O EXECUTIVO NAO E CHEIRADO PARA NADA NOS TRES PODERES DE MERDA NAO PODE SER EXECUTADO POR COISAS QUE ELES NAO ESTA FAZENDO. TEM QUE SE DAR A CESAR O QUE E DE CESAR. E DE CESAR E TODAS AS AÇOES QUE OS CRETINOS DE TODOS OS TRES PODERES DE MERDA E PARTIDINHOS MEIA BOCA FAZEM EM DOIS DIAS DA SEMANA TUMULTUANDO NOSSAS VIDAS.
E PRINCIPALMENTE A MERDIA MERDA QUE PAGA UM MILHAO PARA UM JORNAL NACIONAL DE MERDA QUE MOSTRA BEM DE QUE LADO ELES ESTAO. ESTA FRANQUIA DE ACUSAR O DEDO PARA NOSSO CAPITAO POR COISAS QUE CADA UM INDIVIDUALMENTE ESTA FAZENDO E MUITO SIMPLES, SO BASTA AS FFAA TRATAR DE SEU HISTORIO, TOMAR VERGONHA NA PUTA DA CARA E DECIDIR DE QUE LADO ELA ESTA. NAS FFAA NAO TEM NINGUEM ANALFABETO E ELES SABEM SUAS OBRIGAÇOES O RESTO E CONVERSA DE ENGANA LOURENÇO DE PESSOINHAS DE MERDA QUE ADORAM SER O PANO DE CHAO DO MUNDO PORQUE SO USAM O CEREBRO PARA FABRICAR MERDAS EM VEZ DE FABRICAR SOLUÇOES. FALEI.

jomabastos disse...

O maior problema do Brasil é a elevada corrupção existente na política e nos rentistas.
Sem o FIM oficial do FORO PRIVILEGIADO, continuaremos imersos no mar da corrupção e muito dificilmente avançaremos para um mundo desenvolvido.

Q disse...

Sarney não é do PMDB?

Anônimo disse...

segunda-feira, 20 de maio de 2019
rvchudo
DIOTA ÚTIL, VOCÊ SABE O QUE É ISSO?

QUEM CRIOU ESSE TERMO? QUANDO FOI CRIADO E POR QUE?

O termo IDIOTA ÚTIL foi criado por Vladimir I. Lênin, um dos líderes maiores da revolução comunista Russa.

IDIOTA ÚTIL são aqueles indivíduos que estão à frente de manifestações, propaganda e movimentos socialistas/comunistas em todos os países onde o câncer comunista está se apoderando. Defendem com unhas e dentes algo que o partido comunista e, no caso do Brasil, o próprio governo lhes diz ser a verdade absoluta. Não conseguem enxergar com seus próprios olhos a realidade à sua frente.

Lênin, em outros trechos de seus escritos deixou claro que, após a tomada total de uma nação pelo comunismo, os IDIOTA ÚTEIS seriam os primeiros a gritarem que não era assim o apregoado pelos líderes vermelhos. Quando suas benesses, bolsas-famílias, proteção do estado e demais vantagens começarem a lhes serem tomadas, os IDIOTAS ÚTEIS verão a armadilha em que caíram. Assim, Lênin instruiu para que, assim que os IDIOTAS ÚTEIS começassem a gritar e a se lamentar o seu erro, deveriam serem exterminados, “sem piedade”, dizia claramente o líder comunista russo. Isso para evitar a tentativa de uma contra-revolução.

Dizia Lênin: “quando descobrirem o engodo em que caíram, sendo usados como massa de manobra, se revoltarão, mas usem da força e do aniquilamento físico. Não deverão escapar da execução, nas suas mais diversas formas, pois representarão o maior perigo real pós-tomada do poder”.

Sem utilidade, os IDIOTAS ÚTEIS, foram dizimados em todas as revoluções comunistas:

Rússia………….1917

China……………1949

Cuba…………….1959

Venezuela……..em curso, os IDIOTAS ÚTEIS estão sendo dizimados, a partir das Universidades.

Esta sempre foi a cara do comunismo. O problema é que no Brasil, com a ideologia comunista no estilo Gramscista, esta verdade ficou encoberta, camuflada, principalmente dos estudantes.

MENTIR, ENGANAR, ROUBAR, DESTRUIR E ASSASSINAR sempre foi as armas utilizadas pelo comunismo para abocanhar o poder total das nações.

Aqui no Brasil caminhamos para essa mesma e triste realidade.
Clube Militar

Anônimo disse...

Alguém poderia avisar a noivinha do klarápio que as visitas íntimas vão prosseguir por, pelo menos, mais cinco anos? E não adianta usar camisinha furada com alfinete, pois o garanhão de garanhuns fez vasectomia!

Anônimo disse...

NUTAVAEL ...
DIZ FALAR NO EX PRESIDENTE SARNENTO E UMA PIADA DE MAU GOSTO. ELE NAO CONSEGUIU SE ELEGER NEM ELE E NEM A LASTIMA DA FAMILINHA DELE NO ESTADO QUE NASCEU.
PARA QUEM GOSTA DE MERDA ELE E UM PRATO CHEIO. NUNCA LI E NUNCA LEIREI NADA QUE ESSE IDIOTA TENHA FABRICADO PORQUE OBVIAMENTE DEVE ESTA RECHEADO DE MENTIRAS. O ESTAD0 DELE E GOVERNADO PELA FAMILINHA DE MERDA DELE E UM DOS MAIS POBRES DA REGIAO E O PRESIDIO ESTE NEM SE FALAR. COM ESSE CURRICULUM DE MERDA ELE E A ULTIMA PESSOA A SE OUVIR PARA TIRAR O PAIS DE MERDA, PORQUE ONDE ELE E A FAMILINHA DELE PASSA VIRA TUDO BOSTA. MORARAM OU QUEREM QUE SE DESENHE. ELE E UM IMPOSTOR QUE SE VALE DOS ANOS QUE PASSOU FRACASSANDO NOSSO PAIS COM SUAS POLITICAS E IDEOLOGIAS DE MERDA. INFELIZMENTE NOSSA JUSTIÇA ELEITORAL E UM TRAQUE DE VELHO QUE SOLTA TUDO QUANTO E VIGARISTA PARA CONTINUAR ENFEITANDO OS TRES PODERES DE MERDA DE NOSSO PAIS.
A FRATULENCIA MENTAL E INTELECTUAL DESTE GRUPELHO NOS CONDENOU A ESCURIDAO. VADE RETRO SATANAS. TRES PODERES DE MERDA QUE NAO SERVEM NEM PARA LIMPAR O TRAZEIRO DO FUNCIONARIO CIVIL MENOS DOTADO PORQUE OS MENOS DOTADOS TEM MAIS CEREBRO DO QUE OS VAGABUNDOS DO PODER E NESTA CONTA TAMBEM ESTAO OS NEOFITOS QUE JA SE COLOCARAM A SERVIÇO DA PUTARIA. FALEI.

Loumari disse...

Em vez de jogar água na fogueira, Bolsonaro joga gasolina

https://www.youtube.com/watch?v=K3dNXC0eKgI&t=13s

Anônimo disse...

Rodrigo Constantino escreve na Gazeta do Povo que Bolsonaro aposta no tudo ou nada da ruptura institucional. Votamos no presidente para que a mudança ocorra dentro das instituições. Agora precisamos mostrar apoio ao presidente, sem provocar ruptura institucional; mesmo porque o presidente aceitou se candidatar dentro da legalidade. Fortalecido pelo apoio da manifestação, ele terá confirmada sua legitimidade de fazer as mudanças que o povo exige, e o sistema não poderá emparedá-lo sem caracterizar um golpe contra a vontade da maioria que o elegeu.

Jayme Guedes disse...

Completamente errado. Como a cadeira é sempre a mesma todos os presidentes seriam um só, o mesmo. O presidente deve ser autêntico e transparente. Agir sob o comando de profissionais de imagem, falar usando scripts preparados por marketeiros é absoluta falsidade. Ninguém é o que diz ou dizem que é. Todos somos o que fazemos. Só nossas ações nos definem. Um presidente deve mostrar-se como é, com autenticidade e transparência.

Anônimo disse...

Lula, deveria se casar com o Kid Bengala, que está solteiro também.

Anônimo disse...

Só podia ser socióloga! Quem teria $@c0 para aturar um velho garanhão(?)!!!!!!

Anônimo disse...

"A lição mais óbvia dos últimos acontecimentos é simples e irrecusável: a única maneira de haver ordem e paz no Brasil é A ELITE OBEDECER O POVO. Será isso tão difícil, tão estranho, tão escandaloso? Por que aqueles que vivem jurando que amam a democracia ficam tão chocadinhos quando de repente ela aparece?" (Olavo de Carvalho)