sábado, 15 de junho de 2019

Mais uma vez...



Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Folha Dirigida

Mais uma vez… Realmente está ficando difícil entender o que se passa naquele que deveria ser o ministério mais importante do governo, o Ministério da Educação. Mais uma vez o órgão, responsável pela aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), tem uma baixa importante. O defenestrado da vez foi o diretor de Avaliação da Educação Básica, depois de uma quebra no protocolo de segurança no Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja). Enfim, o histórico recente dessa importante instituição não é nada bom.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) já está no quarto presidente deste governo iniciado em janeiro. Maria Inês Fini vinha do Governo Temer e foi exonerada no dia 14 de janeiro. No dia 22 daquele mesmo mês foi nomeado Marcus Vinicius Rodrigues, que ficou até 26 de março. Depois dele, assumiu, no dia 14 de abril, Elmer Vicenzi, que só ficou até 16 de maio, mas a queda, ao que parece, já era mais do que esperada, porque no dia seguinte, 17 de maio, já estava nomeado Alexandre Ribeiro Pereira Lopes.

Enfim, o Inep é um órgão que, pela sua importância, deveria ter muito mais estabilidade – e competência - em seus quadros. É inadmissível pensar que só neste governo foram trocados, tirados, exonerados, defenestrados, dois presidentes escolhidos e colocados lá, no Inep, por este mesmo governo. E, sabe-se lá até quando este último vai permanecer.

Que critérios foram usados para escolher e nomear os presidentes do Inep? Por que, 20, 30 dias depois, eles já não serviam mais, ou não eram tão competentes quanto se esperava? Uma balbúrdia!

E, mais uma vez, o exemplo – o mau exemplo - vem de cima. Afinal, já estamos no segundo ministro da Educação deste governo. O primeiro, aliás, teve uma passagem - embora meteórica - mais longa do que se esperava, tantas asneiras cometeu em tão curto espaço de tempo. Uma vergonha! O atual ocupante do cargo também não goza da simpatia do pessoal do setor e já fez intervenções assustadoras. Até pela maneira como anuncia as medidas, tipo “eu sou o cara”, o “dono da cocada preta”.

Enfim, seu trabalho já está sendo contado por meio de uma ampulheta. Mais uma vez é preciso chamar a atenção das nossas autoridades sobre a real importância da área da Educação. Este é o setor – se o país realmente quiser pensar no futuro, se o país realmente quiser crescer de maneira consistente – que deve merecer a maior atenção e os maiores investimentos.

Não há futuro sem se cuidar da educação. Como disse dia desses, em palestra, aqui no Brasil, o ex-presidente norte-americano Barak Obama, “a chave do sucesso é a educação”. Não há como fugir disso! E vamos nós torcer para que acordem. Mais uma vez...

Editorial do jornal Folha Dirigida, Edição de 13 a 17 de junho de 2019.

8 comentários:

Loumari disse...

Definitivamente a peste espiritual venceu o povo brasileiro ao ponto que já não enxergam nada. Este povo não pode se premunir do desastre que vai desmoronar esta nação porque com os olhos vêem mas não enxergam nada; com os ouvidos ouvem mas não compreendem nada. Quando o coração só absorve ódio e incentiva violência contra o próximo, quando se torna indiferente a dor dos outros humanos, quando os insultos se tornam a única linguagem a se dirigir aos outros (não é possível que existe na raça humana pessoas odiosamente assim tão violentas como são estes brasileiros!), esta população já não possui alma. Desenvolveu no lugar da alma que é porção de Deus Santo, a Semelhança de Jesus Cristo, cresceu-lhe o Demónio. O que explica como brasileiros são assim tão violentos e homicidas, tão vulgares na sua linguagem, tão torpes, e a monstruosidade deles já não tem limite. E esta praga se julga ter o monopólio de Deus. Tudo lhes é permitido pois Deus é Brasileiro.
Os que vocês mesmos levaram aos poderes eles nunca ocultaram seus verdadeiros motivos, e abertamente revelam seu plano, a agenda a cumprir e também já vos disseram para quem eles trabalham.

E eles dizem que são enviados e escolhidos de Deus, e convencem aos que podemos, sem ambiguidade, classificar de manada de bovídeos, criaturas ruminantes que só serve para massa de manobra para seus donos.
Quem aceita que estes indivíduos são enviados e escolhidos de Deus, este não conhece Jesus Cristo.

Um dos filhos do messias bolsobesta numa entrevista a euronews afirmou que eles estão a trabalhar para os Estados Unidos, para Israel e para Hungria. E quem diz Hungria, diz, George Soros. Quem diz Estados Unidos diz os judeus megalómanos e diabolicamente astutos como Steve Bannon, Mike Pompeo, John R. Bolton, que julgam que todo o continente Americano é território deles e todas as nações neste continente devem se submeter as regras ditadas por Washington. Todos golpes de estados na América Latina foram arquitectados pelos Estados Unidos.
STEVE BANNON, APOIADOR DE BOLSONARO, CITA BRASIL COMO PARTE DE MOVIMENTO QUE PROMOVE.
O ex-estrategista político de Donald Trump e defensor de ideias de extrema-direita, Steve Bannon, citou o Brasil como um dos possíveis integrantes do grupo chamado O Movimento;
De quem Jair Bolsonaro é potro? Dos illuminatis. A ordem satânica que quer controlar o mundo.

Steve Bannon financiou a campanha de Jair Bolsonaro com dinheiro do multimilionário Robert Mercer. Para os que não conhecem quem é Robert Mercer, este é praticamente o pai da inteligência artificial. E para os que lhe conhecem e participaram dos seus trabalhos na criação das tecnologias dizem que Robert Mercer não é do género humano comum. Sua inteligência e muito superior a do humano. A tecnologia que ele criou é que controla todos sistemas de informática e compila os dados de tudo quanto for informatizado.

Os Estados Unidos de América na sua política expansionista estão a aplicar a Doutrina Monroe.
A partir do final do século XIX, os Estados Unidos deram à Doutrina Monroe carácter imperialista e começaram a fortalecer sua influência militar, económica e política na região do Caribe, inclusive por meio de intervenção militar. O objectivo é transformar este Mar do Caribe em mare nostrum, por sua importância estratégica e agora estender seu poderio em países com forte potencial em recursos minerais.
O que USA fizeram com Venezuela estão a fazer o mesmo com Brasil.

Os donos do mundo com o seu club Bilderberg, projectam exterminar maior percentagem da população mundial. E este projecto já está no estado muito avançado e já efectivo em alguns países onde usam de vírus. Como isso ocorre em países ditos do terceiro mundo, nunca isso vai ocupar títulos nas médias globalistas. Pois os pobres devem ser exterminados da superfície da terra.

Q disse...

Parece que estão forçando a barra pra ter prova do Enem com temas gays de novo, daí essa troca incessante de pessoas.

Anônimo disse...

Amigo procure se informar melhor do que esta acontecendo.
Hoje em dia com a internet, não tem desculpa para ignorância.
Estao tentando enfiar goela abaixo a agenda gayzista no Enem meu amigo.
Reveja suas fontes e para de desenformar as pessoas.

Anônimo disse...

"""Barak Obama, “a chave do sucesso é a educação” """ -
É problema é que vcs confundem com: “a chave do sucesso (do comunismo/socialismo) é a educação (o marxismo cultural)”

Paulo Robson Ferreira disse...

Há muito insisto em um fato que deveria servir de modelo aos nossos governantes. Na década de sessenta a Coréia do Sul tinha um terço da renda per capita do Brasil, e hoje ela é o triplo da nossa. O nome da mágica se chama EDUCAÇÃO. Por que em nossa nação os políticos não investem nessa área? Porque não dá voto. No Brasil aquilo que se chama democracia é um sistema, que pela sua própria arquitetura, é antidemocrático. Como? Submetendo-se os interesses nacionais a interesses pessoais e corporativos com a chancela da autoridade do voto e sem uma instância que avalia essa distorção. Isto é, se vende como democrático um sistema que defende interesses corporativos de forma claramente antidemocrática.

Anônimo disse...

O Moro deve ter recebido (e descartado) varias comunicações, dizendo que o lula bateu o martelo no caixão do Celso Daniel. PS: Agora se em uma SUPOSTA "conversa privada", o Juiz Moro diz: "Eu sei que o lula matou o Celso Daniel; más, se nenhum dos seus cumplices quer fazer delação premiada, eu não posso condena-lo por esse crime, e VOU APAGAR ESSES TESTEMUNHOS do meu celular.

Anônimo disse...

Eu não quero saber o que o Mouro falou nas conversas com o Haddad. PONTO. O que o povo quer saber, é qual crime do lula foi forjado.

Anônimo disse...

A maior parte da população coreana é disciplinada e a brasileira, não. Segundo Peter Liu, os que têm cabelo liso são disciplinados; quanto mais encaracolado o cabelo, mais indisciplina.