segunda-feira, 29 de julho de 2019

Bolsonaro vai ignorar o risco de crise externa?



Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net
Siga-nos no Twitter - @alertatotal

Como a equipe econômica de Jair Bolsonaro vai reagir se estourar uma crise econômica, a partir dos Estados Unidos da América – conforme muitos estudiosos fazem previsões? Qual seria o impacto da eventual recessão ou subida de inflação norte-americana sobre o Brasil? Estamos preparados para enfrentar tamanha turbulência, justamente no momento em que o País começa a projetar uma recuperação com perspectiva de crescimento e desenvolvimento?

Aqui neste Alerta Total, o administrador e estudioso da dinâmica econômica internacional, Luiz Antônio Valle, produziu mais um artigo advertindo que estamos fragilizados e sem instrumentos de pressão adequados para que o Brasil possa se contrapor aos geradores da crise que se avizinha. O fato crítico já é tratado no andar de cima do poder, sendo levado a sério no comando das grandes empresas. O debate ainda não trazido para o mundinho da mídia – que prefere perder tempo com babaquices verdevaldeanas e nos ataques impiedosamente sistemáticos a Jair Bolsonaro e seus factóides.     

Valle escreveu: “Segundo dados do Bacen em maio de 2019 o Brasil possuía reservas US$ 388,09 bilhões, o que vem se mantendo em patamar semelhante a sete anos consecutivos, uma vez que em maio de 2012 nossas reservas eram de US$ 373,91 bilhões. Esta reserva atual é considerada por muitos economistas como elevada e confortável, uma vez que se considerarmos o PIB brasileiro, dá uma sensação de segurança em função do seu montante”.

O estudioso prossegue: “Entretanto, além de quantidade deve ser considerada a qualidade dos ativos, vez que poderíamos vê-la como segura, não fosse pela natureza da sua composição. Surpreendentemente destes US$ 388,09 bilhões temos US$ 363,32 bilhões em títulos e somente US$ 7,98 bilhões em moedas estrangeiras, ou seja, 93,62% das nossas reservas são títulos, o que é uma exposição muito acima dos demais países!”

Valle critica a “opção” brasileira: “Não bastasse a vulnerabilidade óbvia é um péssimo negócio financeiro, pois em 2018 pagamos, em média, 9,5% a.a. sobre os títulos brasileiros que financiam a dívida pública, emitidos para 5 anos, e recebemos 3% a.a pelos títulos norte-americanos que compramos, emitidos para o mesmo prazo. Para deixar mais clara a frágil situação, que é contrária a estratégia dos demais países que mostrei, a participação do ouro nas reservas brasileiras é de insignificantes US$ 3,05 bilhões, ou seja, 0,79% do total”.

Luiz Antônio Valle chama atenção para o problema crucial: “Numa crise global, de acentuado aspecto de liquidez, se os emissores dos papeis que mantemos em nossas reservas virarem para o Brasil e disserem que precisam dilatar o prazo do vencimento devido a crise, ou que simplesmente não podem honrá-los, o que o Brasil faria? Qual instrumento de pressão ele tem para forçá-los? Óbvio que nenhum”.

É fundamental que a equipe de Bolsonaro – não só a assessoria do Paulo Guedes, mas, sobretudo, os militares – dediquem um pouco de tempo para um debate interno, estratégico, sobre os riscos de uma crise globalitária no momento delicado em que o Brasil vive (e os brasileiros sobrevivem). Brevemente, o governo e os políticos vão aprovar a reforma previdenciária que for possível (se será boa ou ruim, o tempo é que dirá). Depois dela, vem a prometida fase de novos negócios e uma nova pancadaria em torno da reforma tributária em uma Federação de mentirinha, muito desperdício e imensa corrupção, como a nossa.

Não tem moleza... Em paralelo com a retomada econômica (ficando esperto para o risco da crise externa), o Brasil tem de conquistar vitórias objetivas contra o Crime Institucionalizado. O problema concreto precisa ser lembrado a todo instante: como a corrupção tem aspectos estruturais e culturais, é imprescindível que o Governo Bolsonaro vá muito além do discurso e comprove que o enfrentamento da corrupção acontece na prática, na vida real, de forma perceptível pela maioria da sociedade.

O Alerta Total insistirá por 13 x 13, até cansar: Bolsonaro tem de nomear um Procurador-Geral da República que seja “processador” e não “engavetador” de investigações, inquéritos e processos. Se o Brasil não for muito além da famosa Lava Jato, o crime continuará hegemônico, com reflexos trágicos sobre o desempenho econômico – que foi arrasado pela corrupção dominante desde 1985, com a deplorável “Nova República”.

Usando uma metáfora futebolística – que os nossos poderosos populistas adoram -, o Brasil tem que ser “desamarrado”... Igual ao Flamengo do Paulo Guedes – que investe alto e espera por um milagre do Jesus – o técnico português...






Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

Jorge Serrão é Editor-chefe do Alerta Total. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos.  A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Apenas solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 29 de Julho de 2019.

9 comentários:

Loumari disse...

Brasil: Trabajadores temen por despidos masivos en compañía Nissan

https://www.youtube.com/watch?v=oZ0CsB3RVgg

Trabajadores de Brasil temen por despido masivo en compañía Nissan, hasta el año 2023 siguen pronosticados los recortes de empleados en todas las fábricas, anunció la empresa.


teleSUR tv

26.07.2019


OBS: As autoridades brasileiras estão a ocultar muitas coisas graves aos seus cidadãos no interior do país. Muitas grandes empresas já lançaram seus planos de reestruturação e nestes planos consistem em reduzir a produção e demitir muitos trabalhadores. E não se trata de trabalhadores no fim de carreira que podem partir para a reforma antecipada, mas homens e mulheres no início de carreira ou ao meio caminho, com crianças todavia pequenas. E no Brasil onde as legislações e clausuras jurídicas são apenas formalidades no papel, o trabalhador não beneficia de protecção no seu direito de trabalhador, porque reina a lei do mais forte onde os patrões aconselhados pelos seus advogados, advogados que não passam de grandes malandros que agem como um regime mafioso, o pobre trabalhador não faz peso face a estes ogres. São demitidos sem indemnizações. Ou apenas uma indemnização de somente três meses de salário.
Por acaso o Estado brasileiro tem uma caixa de alocações familiar e de ingresso compensatório ao desempregado o tempo de se virar e achar outro emprego? Ou, se prevê financiamento de cursos para a reconversão de profissão? Se os desempregados não beneficiarem de acompanhamento do Estado no seu desespero na perda de dignidade, vos deixamos imaginar as consequências na sociedade. Um homem desesperado sem poder pagar suas facturas, sem poder alimentar seus filhos, este pode virar coisa qual nenhuma sociedade deseja ter.
O Estado brasileiro está a jogar a carta do deixa passar o tempo amanhã será outro dia. Para tranquilizar o povo e lhe dar a sensação de que há melhoria, maquilham as contas e publicam balanço enganoso. Já vimos isso em muitos países como exemplo, Zimbabwe. O Estado com seus economistas corrompidos afirmam o positivismo económico mas as empresas afirmam todo o contrário. Baixo consumo, baixa produtividade, baixa renda, aumento de preços nas facturas de energia, gás, gasóleo, água, e em todos produtos em geral (...) e o salário não aumenta para compensar.
Estão a criar Sistemas de bola de neve e vendas pirâmide. Querem lutar contra o déficit usando de meios desleais.

"Tenha cuidado a não colocar o dedo na engrenagem dos jogos de avião, o que só beneficia os iniciadores da manobra. O conselho do FRC."

Loumari disse...

Brasil: se profundiza la crisis que afronta el sector salud

https://www.youtube.com/watch?v=Fi-VlYDMCzg

Se acentúa la crisis sanitaria en varias regiones de Brasil ante la ausencia de profesionales de la salud, la paralización del programa Más Médicos y sucesivos recortes presupuestarios para el sector. Además el gobierno de Jair Bolsonaro suspendió los contratos para la distribución gratuita de medicamentos como parte de un programa denominado Farmacia Popular, iniciativa creada durante el gobierno de Luiz Inacio Lula da Silva que distribuia medicamentos gratuitos a pacientes con cáncer, diabetes y transplantes. teleSUR

teleSUR tv

26.07.2019

Rodrigo Almeida disse...

Realmente estamos sem informações sobre essa crise, se é que ela vai existir mesmo....

Loumari disse...

Contra Dengue, Zica, etc... usamos o inseticida Malationa, potencial cancerígeno. No feijão, também.

https://www.youtube.com/watch?v=-mLAt2HLfRg


OBS: Rirão bem o dia quando verem com os vossos próprios olhos vossos próprios filhos a caírem mortos como moscas. Consequência do que vocês mesmos deram existência.

jomabastos disse...

O Governo do Presidente Bolsonaro, já que nenhum outro governo se importou, tentou ou trabalhou para isso, tem que olhar e pôr a trabalhar ou a estudar os desempregados(se recebem apoio do Bolsa família estão certamente desempregados) dos 50 milhões de muito pobres do Bolsa Família. Temos alicerces fortes e um grande potencial para pôr esta gente a produzir para a economia do país. Seria um grande relançamento da economia brasileira. E um próspero futuro econômico e social assegurado para todos os brasileiros.
O PIB deste país tem que projetar rendimentos necessários e suficientes para todos e não somente muita riqueza para os ricos, alguma riqueza para a classe média e pouquíssima riqueza para os pobres e muito pobres, economicamente falando.
👍

jomabastos disse...

"...o Brasil tem de conquistar vitórias objetivas contra o Crime Institucionalizado."?
Mas o Brasil, na prática, quase nem está guerreando os corruptos desta Nação; é só olhar, sem ideologias, para o Congresso Nacional e para o aparelho de estado em geral.

E o exemplo da luta contra a corrupção tem que partir deste Governo - lutar fortemente contra os políticos acusados de corrupção ou por qualquer outro crime. Estamos esperando que o Presidente Bolsonaro dê um forte passo nessa direção, para que o Brasil não siga alimentando o grande imposto e a grande taxa de previdência que os três poderes entregam à corrupção.

Não há que criar heróis, pois isso segue enfraquecendo as instituições e o Brasil. Já é tempo para o povo brasileiro tomar uma verdadeira atitude - lutar contra tudo o que está errado ou corrompido, sem proteger ideologias ou heróis. Mas essa atitude exemplar tem que começar pelo Presidente da República.

jomabastos disse...

Os EUA e a Europa sempre se recuperarão das suas crises, pois são desenvolvidos e culturalmente/educacionalmente ricos.
O Brasil, embora farto em riqueza minerais e terras agrícolas, está quase continuamente em crise e ainda não entrou em um fase de desenvolvimento, pois a intensa corrupção e os maus governos ainda não o permitiram.

Loumari disse...

Se contam 52 mortos no Brasil durante uma motinada em uma prisão

Dois guardas foram feitos reféns antes de serem libertados e 16 detidos foram decapitados.

Ao menos 52 detidos foram mortos em uma motinada em uma prisão em Altamira, no estado do Pará (norte), disseram autoridades locais na segunda-feira (29 de Julho), acrescentando que 16 deles haviam sido decapitados.

"Foi em um confronto entre membros de facções rivais, dois guardas foram feitos reféns, mas já foram libertados", disse um porta-voz do sistema prisional do Pará.

Motinadas são frequentes no Brasil, um país apresentado como um dos mais violentos do mundo. Em Maio, cerca de 40 presos foram estrangulados em uma instalação carceraria na cidade de Manaus, no noroeste do Brasil.

Por franceinfo com AFP e Reuters – France Télévisions

29/07/2019

https://mobile.francetvinfo.fr/monde/bresil/bresil-une-mutinerie-dans-une-prison-fait-au-moins-52-morts_3556733

Anônimo disse...

Toda vez que essa criatura comentar farei as mesmas perguntas.

Loumari, por favor, pare de escrever essas imundices a todo momento. Faz de conta que é Católico e faz revelações da parte do nosso Senhor Jesus, Maria e Arcanjo Miguel. O Senhor é Católico, Espírita, Ocultista ou somente alguém que necessita de uma junta psiquiátrica?

Muito se assemelha a Edir Macedo, no modo de mesclar, condutas e doutrinas espirituais.

Agora eu consigo entender o motivo de haver tantos demônios do seu tipo a infestar igrejas com seu lixo de comportamento marxista-cristao-satanista.

Seu caráter de Bode será testemunho contra sua pessoa no grande dia do Senhor. E você muito esperneia, pois sabe que os bodes serão postos à esquerda e o fogo do inferno lhes está reservado.