segunda-feira, 15 de julho de 2019

Tucanalhices



Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Maurício Mantiqueira

É pelo dedo (podre) que se conhece o gigante.

A linha 4 amarela do Metro de São Paulo nos revela o pouco caso das “otoridades” para com os cidadãos.

Não sei quem foi o “gênio” da comunicação que fez um logotipo diferente para identificar suas estações.

Um pouco antes das últimas eleições, a parada Oscar Freire foi inaugurada pela metade; só num dos lados da avenida Rebouças. Agora parece que vai ser completada.

Já a linha 6 laranja não dá sinais de obra em andamento. Japoneses correram da corrupção e desistiram da concessão. A cor de um partido novo nos leva a sugerir que o responsável vá a moerda...

A linha 5 Lilás, que era para ficar pronta na Copa de 2014 no Brasil, atrasou cinco anos, em um espetáculo de superfaturamento que deveria levar tucanalhas à cadeia.

A Linha Linha 17, outra que deveria ter ficado pronta para a Copa brasileira, continua um imenso monumento de concreto inacabado; se ficar pronta (Deus sabe quando?), não conta sequer com trem fabricado para a operação.
Trem pior? A 18 (que seria monotrilho até o ABC) será transformada em um corredor de ônibus (BRT) – o que tornará a longa viagem ainda mais demorada e menos confortável...

Por falar em “metrô” entre aspas, ruas e avenidas até em bairros “nobres” de São Paulo, sempre nos apresentam buracos novinhos! As concessionárias de água e gás arrebentam o leito carroçável tanto nos raros recapeamentos recentes quanto em vias que há décadas não recebem manutenção.

Mas o “roubo” do IPTU continua. E os asfaltamentos seriam custeados com a grana da indústria da multa de trânsito...

Aliás, tem novidade maravilhosa: a partir de agora, as multas podem ser pagas até com cartão de crédito e parceladas em até 12 vezes... Que generosa tucanalhice...

A administração pública sempre tem verbas para manifestações de “minorias” de duvidosa idoneidade; não para limpeza e conservação das vias.

Bueiros entupidos, em parte, são devidos à má educação do povo que joga detritos ao léu.

O que se pode esperar de gente que não respeita o sinal vermelho para pedestres pondo em risco a própria vida?

Dirigir automóvel na Paulicéia é um verdadeiro desvario.

Usar metrô e trem é vivenciar o drama da sardinha em lata.

Ônibus, nos extremos da Zona Sul, é teste de paciência pela demora ou pela sobrevivência aos assaltantes.

Há mais de 20 anos somos forçados a suportar tucanalhices. Até quando?

Com a palavra, o Ministério Público e o Judas Ciário...

Carlos Maurício Mantiqueira é um livre pensador.

2 comentários:

Q disse...

Pra parada gay não falta $$$ nunca.
Isso me deixa surpreso!!!

Vanderlei Lux disse...

Grandes cidades... grandes tragédias. Na história não teve uma única grande cidade que terminou seus dias fora das mãos de toda a sorte de psicopatas e sociopatas.

É como aquele joguinho de computador chamado 'SIM-CITY', onde você começa todo entusiasmado a criar uma bela cidade, e algumas horas depois você, simplesmente exausto, olha para aquilo e diz: "f0d@-se", e desliga o computador.

Nada diferente do que acontece nas grandes cidades, da grande vida real. São Paulo já teve seu 'computador' desligado à décadas.