terça-feira, 13 de agosto de 2019

Bolsonaro pode facilitar a vida de Dória?



Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net
Siga-nos no Twitter - @alertatotal

“O espectro do peronismo ronda a Argentina” – escreveria Karl Marx, na redação atualizada do Manifesto Comunista, caso reencarnasse na figura de Dom Diego Maradona. Só que a frase seria mais um pequeno equívoco atribuído o Velho Karl – usado e abusado pela esquerdalha que nunca o leu, a não ser em cartilhas vagabundas ou de apenas “ouvir falar”. Existem evidências, nada científicas, de que o Peronismo, agora um populismo seqüestrado pelo papo canalha do Foro de São Paulo, nunca deixou de habitar a Terra dos Hermanos... A Evita se degenerou em Isabelita e, novamente, repetindo a farsa histórica, em Cristina... Ainda bem que Maradona não virou Pelé, e nem pegou a Xuxa...

O fenômeno eleitoral argentino chama, novamente, a atenção para a eficácia do discurso populista na América Latina. Aqui no continente, até o papo neoliberal ou pretensamente conservador assume ares populistas, vence eleição, porém não se sustenta diante da demagogia esquerdista. A social democrata “falsiane” ou o comunismo envergonhado são eficazes nas mentiras repetidas de maneira estridente. As promessas são emocionalmente radicais, envernizadas de intelectualidade. Seu viés é um estelionato messiânico e romântico. O foco da discurseira é sempre baseado em uma “realização”, nem sempre real, que ficou consolidada no imaginário da maioria da população.

Por que o discurso populista seduz tanta gente, principalmente quando opera nos extremos imprecisos da tal direita ou da esquerda? O povo, a massa amorfa que vota e elege, tende a ser pragmática (quase sempre também cínica pragmática). O papel dos marketeiros políticos é encontrar aquela promessa que seja mais emocional, porém que tenha um mínimo tom racional, para o político repetir, até a exaustão, em seu discurso simplificado. Esta “invenção da prioridade”, produzindo identificação com a maioria dos eleitores, vence as eleições, principalmente no ambiente de extrema divisão ideológica – que é algo tão consistente como o extremismo radical de uma torcida por time de futebol.    

Bolsonaro voltou ontem a criticar aqueles que ele e seus mais fanáticos seguidores classificam como “isentões”. O Presidente já avisou, várias vezes, que não vai abandonar seu foco contra a esquerda. Os adversários e inimigos fazem o mesmo. Bolsonaro leva a sorte de que a esquerdalha se desmoralizou na má gestão, combinada com excessiva corrupção, nos 13 anos da Era Lula & Dilma, casados na roubalheira com o PMDB e vários outros comparsas. O rótulo de incompetente colou na Dilma, no PT e em quem se alia a eles.

O rótulo de “corrupto” colou no Lula. Ainda mais porque ele foi condenado e segue mais preso por muito mais tempo do que sua vã filosofia poderia supor. Tanto que o “Lula Livre” não soa bem. Acontece que boa parte do eleitorado – inclusive o que escolheu Bolsonaro – ficou com a impressão (verdadeira ou falsa?) de que, apesar do mensalão e do petrolão, “as coisas rolaram melhores nos tempos de Lula no Palácio do Planalto”. Fake or not, esta é a impressão que consolidou.

Bolsonaro precisa tomar cuidado com a polarização ideológica, porque ela convence tanto o brasileiro quanto a luta de classes entre flamenguistas e vascaínos, palmeirenses e corinthianos, colorados e gremistas, apenas para citar algumas divisões na torcida futebolística. Ou seja, as preferências ideológicas, quase nunca precisas, não separam tanto os eleitores quanto possa parecer. Na hora fatal da dedada eletrônica na urna, vale o pragmatismo (quase sempre cínico) que foi transmitido e consolidado pela campanha eleitoreira – que não começa durante a data legal dos pleitos, mas sim quatro anos antes. Já se desenha um discurso populista mais ameno, focado em “resultados” como “competência de gestão” que gere mais emprego, obras que gerem mais empregos e crescimento, pregando a “ordem contra a bandidagem”.

Não é possível que Bolsonaro e seus estrategistas familiares não percebam que essa é a imagem projetada pela estratégia de marketing do João Dória. O governador de São Paulo, um reconhecido profissional de marketing, pretende se projetar como alguém bom de gestão, que fala menos que o Bolsonaro (que fala demais) e que não seja “bandido” como (é ou parece) o Lula. Enquanto Bolsonaro parte para a polarização guerreira contra a esquerda, Dória vai se apresentar como um social democrata light, um socialista fabiano palatável ao conservadorismo com o qual a maioria do brasileiro tem se identificado.

Jair Bolsonaro cumpre um Governo de Transição. Ainda existem dúvidas se ele tem fôlego para além de quatro anos. Ao ter decidido não fazer uma “coalizão política” com o Congresso Nacional – pois sabe muito bem como opera o “centrão” de cuja periferia é oriundo -, Bolsonaro abre caminho para um líder em fabricação como João Dória – cujo estado, São Paulo, será o maior beneficiado, imediato, pela retomada de qualquer crescimento – o que parece inevitável, mesmo com algum sinal forte de crise externa que vem por aí, no médio prazo.

O bravo Bolsonaro precisa tomar muito cuidado para não ser aquele cavalo tarado que é colocado, antes de uma transa cavalar, deixando a égua doidona para ser desfrutada pelo garanhão (nem tão potente) que vem depois... Só por um acidente histórico de proporções inimagináveis, a extrema esquerda terá alguma chance na eleição presidencial brasileira de 2022. Bolsonaro, que chegou a dizer que não concorreria à reeleição, agora aproveita todas as oportunidades midiáticas para deixar no ar a “ameaça” ou o “direito” de ser candidato à própria cadeira. Fez isto ontem, em Pelotas (RS), provocando uma repórter: “Quanto tempo você acha que vou ficar no poder?”...

Ainda é muito cedo (nem se completaram nove meses de governo) para alguma resposta certa. Porém, é pule de 10 (como se diz na linguagem do turfe) que o próximo Presidente vencerá com um discurso fortemente populista. Se Bolsonaro vencer a crise econômica, a onda será no surfe da “gestão bem sucedida”, com toques liberais (de liberdade econômica). Mas se o pirão econômico desandar, por algum erro interno ou por problemas externos, a sedução social democrata pode se credenciar como “alternativa” mais leve.

Além de superar a crise, Bolsonaro tem de sair como bem sucedido na luta contra o Crime Institucionalizado – cuja facção quase o matou a golpe de facão em plena disputa presidencial, em 6 de setembro de 2018. Pode até falar muito, mas precisa falar certo e fazer mais. Seus inimigos e adversários já deixaram claro que o objetivo é carimbá-lo como “falastrão”, “palhaço bozo” e “ditador autoritário” (os rótulos “nazista”, “racista” e “homofóbico” não colaram e não devem colar). Por isso, o que Bolsonaro tem de melhor é fazer e divulgar, falar sua “verdade”, não roubar e nem deixar roubar (a tentação na fase das privatizações será gigantesca).

Resumindo: João Dória não está para brincadeira. A estratégia dele é profissional. Claramente, Bolsonaro é um Presidente de Transição – a torcida sincera é para um Brasil melhor, com mais cidadão e menos Estado, mais realização e menos (ou a utopia de nenhuma) roubalheira. Ainda temos de discutir e formular o inédito Projeto Estratégico de Nação – o sonho de consumo dos mais patriotas militares... Mas isso só será possível se for bem sucedida a fase de transição, com as reformas estruturantes que permitam, algum dia, as mudanças estruturais.       



Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

Jorge Serrão é Editor-chefe do Alerta Total. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos.  A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Apenas solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 13 de Agosto de 2019.

9 comentários:

Anônimo disse...

NUTAVAEL DIZ....
O PT E O PROPRIO SINDICATO DO CRIME. SE NAO FOSSE PELA SUPREMA CORTE DE FARAOS DO EGITO ELES JA ESTARIAM PASTANDO HA MUITO. POR QUE FARAOS DO EGITO. ELES SEGUEM A RISCA O QUE OS FARAOS FAZIAM.
ESCRAVIZARAM OS JUDEUS QUE VIVIAM SEM DIREITO A NADA. ROUBARAM OS ENSINAMENTOS DOS JUDEUS PENDURANDO NA CABALA SEUS IDOLOS QUE NADA MAIS E NADA MENOS SAO DE UMA RELIGIAO QUE NAO NOS LIGA A DEUS MAS SIM A SIMBOLOS ATEISTAS. NOSSO PAIS JA E UMA ESBORNIA, COM MACUMBEIROS QUERENDO TRAZER O NOME DE CRISTO PARA A RELIGIAO PAGA DELES. NAO PRECISAMOS DE GENTALHA PROVENIENTE DE ESCOLAS INICIATICAS TRAZENDO MAIS MERDA PARA O VENTILADOR CHAMADO RELIGIAO.
NOS SEMPRE CONVIVEMOS COM MACUMBEIROS, VIADOS, SAPATONAS, PRETOS E BRANCOS SEM ESTA TRAMAIA TODA DE DIREITOS DISTO E DAQUILO. TEM QUE ACABAR TUDO QUE E PRIVILEGIO. NAO TEM QUE TER DIREITO A NADA. TEM QUE TRABALHAR PARA CONSEGUIR O QUE QUER? MORARAM OU QUEREM QUE SE DESENHE. TEM QUE ACABAR ESTA VAGABUNDAGEM QUE VIVE NOS MORROS PORQUE E PERTO DA PRAIA. TODOS TEM QUE SER REMOVIDOS PARA MINHA CASA MEU PINICO. NOS MORROS A GENTALHA USA AS FILHAS E FILHOS PARA AJUDAR NO TRAFICO DE DROGAS E IMPEDE A POLICIA DE SUBIR. HA MUITO NOSSO PAIS TRANSFORMOU O RIO DE JANEIRO QUE FOI A CAPITAL DA REPUBLICA NESTE LIXAO GRAÇAS A BRIZOLA QUE NAO DEIXAVA SUBIR NOS MORROS PORQUE A FILHA ERA DEPENDENDE DE DROGAS. HOJE A GAROTADA VIVE SEM FREIO. PÁIS E MAES DEIXAM OS FILHOS FAZEREM O QUE QUER SEM SE IMPORTAR QUE OS FILHOS MORRAM. ESTA E A REALIDADE BRASILEIRA. FACULDADES PIFIAS, RELIGIOES PIFIAS, FORMADORES DE OPINIAO INTERESSADOS EM MANTER O STATUS QUO DE VAGABUNDOS. QUEM VIVEM O BRASIL E QUE SABE A REAL HISTORIA. ESTA FANTASIA DE ACHISMO TEM QUE ACABAR. A VERDADE TEM QUE PREVALECER. NOSSO PRESIDENTE TEM QUE ENFRENTAR O DRAGAO COM AS ARMAS DE MIGUEL E NAO COM FALACIAS E MARQUETEIROS DE MERDA. ELE SABE O QUE TRANSITA NOS TRES PODERES DE MERDA. OU ELE ACERTA A MAO OU VAI PARA O LIXAO DA HISTORIA COMO O RESTO FOI. DE FALACIAS MORREU CARAMBOLA. MORARAM OU QUEREM QUE SE DESENHE. A PALAVRA AQUI TEM QUE SER A VERDADE E O QUE ACONTECEU O RESTO E CONVERSA DE SUBDESENVOLVIDO DE MERDA QUE SO QUER CONTINUAR A APARECER.SANGUE DE JESUS TEM PODER. ISTO E FATO E NAO ADIANTA ARGUMENTAR COM CONVERSA FIADA. FALEI. O BRASIL ESTA ATRAZADO ESTA NA ERA DA PEDRAS LASCADA PORQUE SO VIVE OUVINDO HISTORIADORES DE MERDA.

Anônimo disse...

VINDO DOS PAMPAS
terça-feira, 13 de agosto de 2019

Mais uma para o folclore jurídico tupiniquim
✰ Artigo de Humberto de Luna Freire Filho

O que eu vou contar agora vocês poderão rir, mas não é piada, podem acreditar. O ladrão Luiz Inácio Lula da Silva acabou de pedir para seus advogados que não solicitem a progressão de sua pena para o regime semiaberto, ele quer deixar a cadeia apenas com sua absolvição ou com a anulação da sentença do triplex do Guarujá e ainda esqueceu que já foi condenado em mais um outro processo… por hora.

Existem dois motivos para essa sua decisão, uma é jurídica e consiste na recuperação de seus direitos políticos, pois o picareta passaria a ser um “ficha limpa”. O segundo motivo, acho que todo cidadão minimamente informado já imagina qual seja. Se não, eu vou explicar: no regime semiaberto o beneficiado terá que trabalhar e esse FDP que nunca trabalhou na vida não vai querer trabalhar agora.

Humberto de Luna Freire Filho - Médico – Cidadão brasileiro sem medo de ladrões.
NUTAVAEL DIZ...
O SUPREMO FEDERAL E ELEITORAL GANGUE AFOCINHADA DENTRO DOS PARTIDOS AMIGUINHOS DO PT E SERVINDO DE ADVOGADOS DE DEFESA DA RAÇA QUE DEPENOU O PAIS VIVE DIZENDO QUE AS INSTITUIÇOES ESTAO FUNCIONANDO.
FUNCIONANDO PARA QUEM? ME ENGANA QUE EU GOSTO;
ESSE SUPREMO PROCRASTINADOR E DETONADOR DE QUALQUER INTERESSE DO POVO BRASILEIRO VIVE DE PLANTAO PARA AJUDAR OS QUARENTA PARTIDINHOS MEIA BOCA QUE ELES MESMOS DEIXARAM PROLIFERAR NA JUTIÇA BRASILEIRA.
VARIOS E VARIOS ELEMENTOS DE TODOS OS PARTIDOS QUE NAO FIZERAM SEUS DEVERES DE CASA DE DETONAR, VEREADORES, DEPUTADOS FEDERAL, ESTADUAIS E MUNICIPAIS E SENADORES AINDA FREQUENTAM OS TRES PODERES DE BOSTA GRAÇAS A ESTA CORTE DE FARAOS DO EGITO QUE RESOLVERAM ESCRAVIZAR O POVO BRASILEIRO QUE TRABALHA E PAGA A CONTA DOS PRIVILEGIOS DESSES PREVARICADORES DA NAÇAO E FALSIFICADORES DA CARTA MAGNA DE BOSTA QUE DIFICULTA A JUSTIÇA BRASILEIRA. TOFOLI FOI CONTRA O DINHEIRO PARA O MINISTRO MORO PODER USAR PARA BENEFICIAR SUA PASTA, MAS NAO E CONTRA OS BANQUETES E PRIVILEGIOS DA CORTE DE FARAOS DO EGITO QUE VIVE A EXPENSA DE NOSSO DINHEIRO SUADO. A FALTA DE RESPEITO DESTE SENHOR COM O BRASIL JA E MOTIVO MAIS DO QUE SUFICIENTE PARA QUE ELE SEJA CASSADO, JUNTO COM O RESTO DA GANGE DESTES MALDITOS SUPREMOS DE BOSTA. ISTO E FATO. ISTO E VERDADE. O RESTO E CONVERSA FIADA. DE MENTIRAS O PAIS JA ESTA MAIS DO QUE CHEIO. PARECE UM QUEIJO SUISSO ESTA CHEIO DE FURO AS HISTORIAS DESTA SUPREMA CORTE DE BOSTA.BY DE WAY O DORIA FOI UM PREFEITO DE BOSTA E ESTA SENDO UM GOVERNADOR DE BOSTA. O QUE ELE QUER E SER PRESIDENTE DA REPUBLICA. TRABALHAR POR SUM PAULO NA NA NI NA NAO. E OUTRO FANFARRAO QUE NEM O FINORIO DO FHC.

Anônimo disse...


O MASCATE

* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *

* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *
"PIMENTORIUM IN ANUS OUTREM REFRESCUS EST"

sexta-feira, agosto 09, 2019 (VALE A PENA LER DE NOVO)
O STF precisa ser fechado pelo bem da democracia.

Bom dia meus CINCO leitores.

Cinco, é O MASCATE fazendo sucesso!!!

Mais uma vez o STF trabalha em favor da bandalheira e da impunidade.
Essa situação de proibirem que o preso de Curitiba, mais conhecido como "O Cagalhambão" fosse confinado em um presídio em SP mostra que a suprema corte assumiu ditatorialmente o controle DAnação. Usurparam as prerrogativas do TRF 4 e do STJ, cagaram para a legalidade e o respeito aos outros tribunais que eram os que deveriam dar parecer sobre a cana o vagabundo dos nove dedos.
Os fins justificam tudo!! E o tudo é a impunidade do "painho"
Os togaditos usam e abusam das prerrogativas de fazerem merda e atacarem o estado de direito para proteger seus "DONOS".
Impressionante a celeridade em que são julgados os pedidos de liberdade para o Cagalhambão e outros tantos processos se arrastando por décadas até a infame prescrição.
Gente morrendo por falta de julgamento de méritos sobre o estado pagar medicamentos de alto custo e o Cagalhambão passa na frente como se fossem imperativas e urgentes suas demandas.
O estado de direito, o respeito à constituição e a imparcialidade da justiça viraram lenda. Quem manda são eles e ponto!
Um tribunal trabalhando em nome de um único meliante com a clara intenção de soltá-lo da tranca.
Ainda não fizeram de forma aberta por temerem, mas não muito, uma reação popular. Acredito que o medo mesmo é o de terem que lidar com a presença do cabo e do soldado enfiando o pé na porta do puteiro com as bençãos de parcela da população cansada de tanta safadeza.
Esse tribunal precisa ser fechado com urgência!
Mas não se animem, em breve eles darão um jeito de livrar aquela bunda magra da cadeia.
O que acontece no STF é reflexo da PROSTITUIÇÃO cidadã de 1988. Leis mal feitas e totalmente paternalistas com os criminosos, um emaranhado de direitos e poucos deveres, a não ser o de votar, pagar impostos e não reclamar.
Quatro instâncias para julgar um crime e o infinito numero de recursos para quem pode pagar promovem uma impunidade irritante e injusta com aqueles que são os iguais perante as leis. Isso precisa mudar!!!
A democracia está agonizante, Bolsonaro só foi eleito por conta do imenso apoio declarado pela população. O povo na rua elegeu o Capitão, pois se fosse uma eleição como as que já estávamos acostumados a ter, o PT estaria no Planalto. CONTINUA....

Anônimo disse...



O MASCATE CONINUA II
Mesmo assim deram uma "ajeitada" nos votos para não esvaziar definitivamente o que sobrou do prestígio da quadrilha da estrela vermelha.
O Bananistão precisa mudar urgentemente, porém os isentões politicamente corretos e a turminha do quanto pior melhor passam dias batendo no presidente, qualquer atitude ou palavras que ele coloque a público é motivo para uma avalanche de Fake News, está impossível governar com o que tem de isentões, fiscais e patrulheiros, viúvas do picolé e do coroné, os bandidos no congresso e agora no supremo.
Os pedidos de impeachment de sinistros do STF se amontoam e o presidente do senado Davi Batoré Alcolumbre vai engavetando um a um.
Como um povo vai se defender dos desmandos de uma corte inútil, injusta e aparelhada que trabalha em favor de um lado da política em detrimento da democracia?
Ou o povo parte para o pau e põe a corja para correr na porrada, ou o senado que comece a fazer o trabalho dele que é o de OUVIR as vozes das ruas. Do jeito que está é só na bala para mudar alguma coisa.
Certo que da câmara municipal do município mais filhodaputa do interior da casa do caraleo até a suprema corte, os representantes são o reflexo do povo que os elegeu.
Quando vejo o comportamento dos alunos em sala de aula que não deixam os professores darem aulas por causa da baderna e conversas paralelas percebo que o congresso é a mesma merda. Ninguém da a mínima para o orador da vez, o cidadão está na tribuna aos berros para ser ouvido e os "colegas" nem aí.
A falta de educação é tão latente que tenho certeza que nesta encarnação não verei um povo minimamente educado e respeitoso.
Em restaurantes o exemplo é gritante na concepção da palavra. O povo não consegue conversar educadamente. Tem que berrar feito puta que ganhou na mega sena. Tomanocó!!
Bem, vimos um sem número de processos prescrevendo por falta de julgamento da suprema corte e a celeridade com alguns prova que o tribunal que é entupido de gente muito bem paga pelos nossos impostos não trabalha porque não quer, ou só trabalha quando quer.
Precisamos com urgência de mudanças nas leis, uma nova constituição, a revisão e modernização do código penal uma reforma tributária, reforma administrativa e política e acima de tudo: os juizes do STF serem eleitos para mandatos de oito anos colocando um fim as infames nomeações de amiguinhos de bandidos para trabalharem em favor dos criminosos.
Chega a ser uma afronta a forma em que alguns sinistros peitam a sociedade Tupiniquim, perderam de vez o receio e o respeito ao povo, fazem o que bem entendem sem medo de serem interpelados, afinal, são tão supremos, e acreditam estarem acima de Deus.
Vejo com certo receio e preocupação que o Bananistão vai ter que pegar em armas para defender a democracia, defender até daqueles que estão lá para zelarem por nossa constituição e só fazem é proteger ideologicamente seus parceiros de crime.
Essa última em que o Tio Chico Moraes proibiu a receita federal de investigar sinistro do STF os coloca nos píncaros da canalhice. CONTINUA....

Anônimo disse...



O MASCATE CONTINUA III E TERMINA.....
A Lava Jato esbarrou no STF e a ordem por lá é a de livrarem a cara de todo mundo. Tem muito Sinistro atolado até o pescoço na merda e os outros que ainda não chegaram a tanto sabem que se um cair caem todos. O emprego vitalício e muito bem remunerado é quase como ganhar na loteria. Então ninguém faz nada, por conta do corporativismo e pelos próprios interesses umbilicais.
A coisa é tão escancarada que NENHUM sinistro da suprema alegou suspeição em qualquer julgamento de político preso que tenha tido qualquer tipo de ligação com o sinistro.
Eles são absolutos super isentos, suspeição é para os fracos.
E continuaremos assistindo ao circo de horrores que o STF promove sem parar.
E o Brasil? Oras o Brasil...

E no mais...
O LULLA CONTINUA PRESO, BABACA!!!
E PHODA-SE!!

By O Mascate às sexta-feira, agosto 09, 2019

Anônimo disse...

BLOG DO ORLANDO TAMBOSI
terça-feira, 13 de agosto de 2019

A pescaria da Receita Federal

Caberia às autoridades e parentes citados prestarem os esclarecimentos devidos, como qualquer contribuinte, ao invés de suspender as investigações, como fez o ministro do STF. Artigo de Gil Castello Branco - uma das poucas matérias objetivas do jornal O Globo, hoje, já que a prata da casa (jornalistas) dedica-se, enfadonhamente, a destroçar o governo Bolsonaro:

É conhecida a passagem bíblica na qual Jesus orientou os apóstolos a relançarem a rede de pesca ao mar, no mesmo local em que já haviam tentado, sem sucesso, a noite toda. Na nova ocasião, surpreendentemente, vieram peixes em abundância. Milagres à parte, as redes podem trazer surpresas. Enroscados nas malhas, eventualmente surgem cobras, jacarés e tubarões...

Lembrei-me do evento no Mar da Galileia na ocasião em que o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou a suspensão imediata das investigações instauradas na Receita Federal envolvendo mais de 130 contribuintes e afastou dois servidores do órgão, alegando: “São claros os indícios de desvio de finalidade na apuração da Receita Federal, que, sem critérios objetivos de seleção, pretendeu, de forma oblíqua e ilegal, investigar diversos agentes públicos, inclusive autoridades do Poder Judiciário, incluídos ministros do Supremo Tribunal Federal, sem que houvesse, repita-se, qualquer indício de irregularidade por parte desses contribuintes”.

A determinação ocorreu no âmbito do autoritário, ditatorial e indigerível inquérito em que o STF, à revelia do Ministério Público, investiga, julga e pune. Receio, porém, que o ministro e o STF estejam, mais uma vez, desinformados, tal como aconteceu quando censuraram, de forma atrapalhada, a revista eletrônica Crusoé, por imaginar que continha fake news.

Os procedimentos adotados pela Receita Federal, entretanto, foram oportunos, técnicos e impessoais.

Em março de 2017, a Receita Federal constituiu (Portaria Copes nº 7) a Equipe Especial de Programação de Combate a Fraudes Tributárias/EPP-Fraude, para ampliar a prospecção de indícios de fraudes. Com base em metodologia amplamente descrita, e em critérios extremamente objetivos, lançou uma rede de pesca digital sobre mais de 800 mil agentes públicos, abrangendo cônjuges, dependentes, parentes até segundo grau, sócios e empregados domésticos. O alvo inicial foram os CPFs com patrimônio acima de R$ 5 milhões, aumento patrimonial e rendimentos isentos maiores do que R$ 500 mil e dinheiro em espécie acima de R$ 100 mil. Corte adicional no valor de rendimentos isentos superiores a R$ 1 milhão permitiu a identificação de 799 contribuintes.

Uma segunda rede de pesca digital foi lançada considerando os rendimentos isentos dos agentes públicos superiores a R$ 2,5 milhões, ou sócios, cônjuges com rendimentos isentos maiores do que R$ 10 milhões. Assim, foram identificados 134 contribuintes que passaram a compor universo que seria objeto de análise individual, entre eles as esposas dos ministros Toffoli e Gilmar Mendes. CONTINUA....

Anônimo disse...



BLOG DO ORLANDO TAMBOSI CONTINUA II E TERMINA....

Em março de 2018, no balanço de um ano das atividades da EPP-Fraude, contido na Nota nº 48 RFB/Copes, ficou absolutamente claro que cada um dos 134 contribuintes listados poderia ter uma situação particular: “Portanto, sequer se afirma que todos os 134 contribuintes possuem irregularidades tributárias”.

Nesses casos, a praxe é acionar o contribuinte e conceder-lhe uma senha para que preste esclarecimentos por meio de um sistema eletrônico. Um auditor, porém, ao invés de somente abrir o espaço para as manifestações, deu acesso a todo o material produzido pela EPP-Fraude. Assim, os nomes dos ilustres ministros e familiares, bem como os de outras autoridades, vieram à tona. A Receita Federal abriu processo administrativo disciplinar, que está em curso, para apurar se o vazamento foi culposo ou doloso.

A meu ver, caberia às autoridades e parentes citados prestarem os esclarecimentos devidos, como qualquer contribuinte, ao invés de suspender as investigações, como fez o ministro do STF. A pescaria da Receita não pode ter “defeso” para proteger espécimes que se consideram — e não são — especiais e raras.
Postado por Orlando Tambosi às 09:20
NUTAVAEL DIZ...
ATE O MUNDO MINERAL SABE QUE OS SUPREMOS FEDERAL E ELEITORAL SAO OS FABRICANTES DE IMPUNIDADE.
GRAÇAS A ELES QUE DEIXARAM DE CUMPRIR SEUS DEVERES DE AJUDAR A LIMPAR OS VAGABUNDOS PENDURADOS NOS TRES PODERES ELIMINANDO PARTIDOS E AUTORIDADES QUE DEIXARAM DE TRABALHAR PELO BRASIL PARA ENRIQUECER E ENRIQUECER SEUS PARENTES ESTAMOS SEM CONSEGUIR COLOCAR NOSSO PAIS NOS EIXOS.
OS SUPREMOS ESTAO AGARRADOS A CONSTITUIÇAO FRANKESTAIN QUE FOI ELABORADA POR GENTE QUE SEGUIU A RISCA MANTER IMPUNIDADE DENTRO DO PAIS.
QUANDO UMA SUPREMA CORTE NAO RESPEITA LEIS, AJUDA A CLAUDICAÇAO DA JUSTIÇA E FERE DE MORTE UMA CONSTITUIÇAO QUE NUNCA FOI PROMULGADA REALMENTE ESTAMOS NO CAOS.
OU FECHAMOS ESTA INSTITUIÇAO QUE CUSTA HORRORES DE NOSSO BOLSO E QUE SO FABRICA IMPUNIDADE, EM CIMA DE IMPUNIDADE DANDO COBERTURA AS ESTE MORTICIDIO COLETIVO DE NOSSO TRABALHO LEVANDO O PAIS AO CAOS.
NINGUEM ESTA ACIMA DA LEI PRINCIPALMENTE ESTES FARAOS DO EGITO QUE NAO CUMPREM A MINIMA REGRA DE CUMPRIMENTO DE LEIS QUE FAÇA COM QUE OS CRIMINOSOS SEJAM PUNIDOS EM VEZ DE SUBVERTER LEIS E SUBSTITUIR OUTROS PODERES EM DETRIMENTO DO QUE E CERTO AJUDANDO A QUARENTA PARTIDINHOS MULAMBENTOS QUE NAO ELIMINARAM SE SEUS QUADROS OS VAGABUNDOS LADROES E CONTINUAM EXERCENDO BARBARIES EM CIMA DE QUEM TRABALHA E PAGA SUAS CONTAS HONESTAMENTE. RESULTANTE FINAL PARA QUE OBEDECER SEJA O QUE FOR COM ESSE EXEMPLO MAIS DO QUE PODRE ACIONADO EM CIMA E MOSTRANDO QUE NAO SE DEVE OBEDECER NADA. ATENÇAO FFAA VOCES ESTAO ENCABEÇANDO A LISTA QUANDO PERMITEM ESTA EXCRESCENCIA MENTAL E INTELECTUAL A CEU ABERTO. A INDECISAO NUNCA RESOLVEU E NEM RESOLVERA NADA. BASTA DE IMPUNIDADE. NINGUEM MAS NINGUEM MESMO ESTA ACIMA DA LEI.ESTA ACIMA DA LEI. FALEI.

Rodrigo Almeida disse...

1) não vejo Doria e seu pulover encantando e empolgando o Brasil. Ele é paulistano demais 2) a mensagem argentina é clara: se puxarem o tapete do Bolsonaro antes de dois anos e houver nova eleição ganha o PT e não um isentão. 3) o presidente é irônico e provocativo: eu tenho a impressão que não concorrerá a um novo mandato. 4) ele é um mal necessário neste momento, neste mandato. Um fracasso nesse momento joga o Brasil nos braços do bolivarianismo.5) o povo brasileiro espera que as forças armadas entendam o momento e apoiem o presidente não ideal. Sem elas (forças armadas)o país será de Lula,Tofoli, Gilmar e o centrão.
PS - forças armadas entendam como general Mourão principalmente, já que é muito difícil apear o presidente sem o consentimento de seu vice.

ALMANAKUT BRASIL disse...

Prostituto - Dicionário inFormal

O que é prostituto: Garoto de programa. Homem que oferece serviços sexuais em troca de dinheiro.

https://www.dicionarioinformal.com.br/prostituto

Prestes a se filiar no PSDB, Alexandre Frota já chamou partido de corrupto

iG - 16/08/2019

https://www.youtube.com/watch?v=5LAHdvD88H8