segunda-feira, 26 de agosto de 2019

Haja perfume francês para disfarçar tanto fedor



Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Maurício Mantiqueira

Um pig (Meu !) soltou um pum.

Aí o Mito falou umas verdades. Corre, corre na geral ! Entrou a turma do “deixa disso”. Mas era tarde, o brasileiro já tinha virado ouriço.

Com a viola em cacos, só lhe resta (ao pig) pentear macacos.

“O borrifador urgente !” gritou muita gente.

O problema foi escolher a fragrância.

“Jolie Madame” não combinava com o tribufú da primeira dama.

“Vetiver” talvez não fosse do agrado d'um verdevaldo cagado.

“Nina Ricci” seria confundida com óleo de rícino.

“Poison” para os afluentes seria uma espécie de peixe. Faltou um “s”.

“Avant la fête” seria morrer de véspera.

“Tabac blond” não seria “politicamente correto” por incentivar o tabagismo.

“Shocking” seria passar recibo de o Brasil ter posto pela primeira vez o instrumento na mesa.

“Diorissimo” deixaria o controlador preocupadíssimo.

“Pino Silvestre” botaria mais lenha na fogueira.

Sobrou para o “Habit Rouge”, cor do rato que ruge.

Por fim, o triste é saber que o amante da vovozinha foi flagrado na floresta queimada tendo a rosca queimada por um jovem lobo mau radialista... C’est la vie...

Essa já entrou para os anais da História francesa... Que Beleza!

Carlos Maurício Mantiqueira é um livre pensador.

3 comentários:

Loumari disse...

Nunca se vê mulheres francesas vender seu próprio corpo, dando-se a prostituição para ganhar dinheiro para se oferecer produtos de marcas brasileiras. Usam mulheres francesas produtos cosméticos (perfumes, maquilhagem, capilares) de fabricação brasileiro? se calçam, se vestem, e usam da marroquinaria de marcas brasileiras? Ou são vocês brasileiros que procuram ser vistos como gentes usando de produtos das marcas francesas? Ah, como gostam de Champanhe estes riquinhos brasileiros!
Muitas mulheres brasileiras vão para países africanos se dar a prostituição para ganhar dólares americanos para se oferecer roupas, carteiras, sapatos, perfumes das grandes marcas de prestígio mundialmente famosos franceses. Pas l'inverse. SHAME ON YOU.

Anônimo disse...

Loumari, confirmaste que a ignorância é um privilégio mundial, onde quem não é visto não é lembrado como é o caso dos perfumes brasileiros no exterior! Mais bastaria alguns Loumari da vida abrirem lojas importadoras de perfumes brasileiros da Amazônia, com destaque para o exótico e famoso extrato de zorrilho que ressalta espetacularmente o perfume natural e incomparável que exala dos corpos dos franceses decorrente da tradição secular que eles mantem com fidelidade de serem avessos a tomar banho, para manterem o perfume natural seus corpos, que este ciclo estaria quebrado!
Seria em francês o EXTRATÔ DU ZORRILHÔ.
A propaganda: ressalte o perfume natural que exala de seu corpo com o incomparável, amazonicô EXTRATÔ DU ZORRILHÔ!!! Venderia mais do que pão quente na França!

Anônimo disse...

Foi só o Carlos Mauricio falar que o amante da vovózinha foi flagrado na floresta tendo a rosca queimada que o LOUMARI já teve aquela tradicional REAÇÃO A FRANCESA: ficou com os pelinhos do seu corpitcho todos arrepiadinhos!!! Quando uma criatura como o LOUMARI exterioriza estes sinais qual é o melhor remédio indicado, Carlos Francisco?