terça-feira, 3 de setembro de 2019

O Mecanismo segue vivo no Brasil



Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net
Siga-nos no Twitter - @alertatotal

O Governo Bolsonaro está diante de dois fatos críticos. Primeiro, não tem volta a ofensiva do poder globalitário para tomar a Amazônia e os recursos que o Brasil falha em conservar. Segundo, os maiores bancos partem para um super ataque especulativo contra o País, aparentemente pts da vida porque a temporada de ganho fácil de dinheiro pode estar no fim. A gravidade da situação aumenta porque o Mecanismo do Crime Institucionalizado segue mais vivo que nunca, e vai partir para uma ofensiva nunca antes vista.

O infernal teste de fogo para Bolsonaro está apenas começando. As queimadas na Amazônia são apenas um prólogo. A grande dúvida é: os principais integrantes do Governo, principalmente aqueles poucos muito próximos de Bolsonaro, estão realmente preparados para tomar tanta pancada, em uma guerra assimétrica sem precedentes? Os alvos acham que sim... O Mecanismo espera derrotá-los precisamente no excesso de confiança... Por isso, é fundamental que Bolsonaro e seus mais chegados acertem na estratégia.

O Alerta Total estava devendo uma análise sobre uma reportagem que não teve uma merecida avaliação em grupos de inteligência nas redes sociais. Vocês leram o texto “Executivo de banco conta como se compram políticos, juízes e jornalistas em entrevista aJessé Souza”? A matéria foi publicada no site de tendência esquerdista Diário do Centro do Mundo, em 25 de agosto. Informa que o sociólogo Jessé Souza entrevistou representantes da alta classe média e da massa da classe média para escrever seu mais recente livro, “A Classe Média no Espelho”. Um dos entrevistados por Jessé foi o CEO de um banco, cujo nome é preservado. O executivo revela como o banco compra políticos, juízes e até jornalistas, para manter um sistema corrupto de privilégios.

A postagem relata a versão do executivo jurídico-financeiro “Sérgio” sobre a história de “João” que “começou como um hábil representante de bancos estrangeiros e abriu inúmeras portas de investimento para os parceiros por meio de suas relações nos meios financeiros paulistanos, bem como no poder político e no Poder Judiciário, tanto em Brasília como em São Paulo. Lucrou tanto se utilizando do dinheiro alheio que fundou o próprio banco”. É relevante pinçar trechos do artigo do DCM, reproduzidos em itálico, que expõem uma versão escrota da relação corrupta entre banqueiros, advogados, membros do Judiciário e imprensa – tentáculos do Mecanismo:

-------

O João é o gênio, sabe onde estão o dinheiro e as oportunidades, pensa nisso o tempo todo. Eu só faço comprar as pessoas necessárias para que as coisas aconteçam como ele quer. Não fui eu que inventei o mundo como ele é, só procuro sobreviver da melhor maneira possível. O mais importante no Direito é conhecer os meandros da linha cinzenta entre o legal e o ilegal. Meu trabalho é expandir ao máximo a margem da legalidade a serviço dos interesses do banco.

Como já existe toda uma legalidade paralela que cuida dos interesses do setor financeiro, meu trabalho é fazer com que o nosso banco fique com o melhor pedaço da torta. Nossa equipe tem mais de vinte advogados escolhidos a dedo e bem pagos. Mas eles fazem o ramerrão do trabalho jurídico. O dia a dia. Eu faço os contatos com juízes, políticos e jornalistas e cuido dos clientes estrangeiros. Com o serviço jurídico, no sentido tradicional, meu trabalho não tem nada a ver. É mais gestão de clientes, dar a eles o que querem, dizer o que querem ouvir, beber o que eles querem beber e ser discreto e sóbrio em tudo.

Aqui em São Paulo o que move tudo é o dinheiro e todo mundo quer viver bem. As pessoas são compradas com dinheiro vivo e com depósitos em paraísos fiscais criados para isso. A gente sabe fazer bem feito. Sem deixar rastro. A cidade é toda comprada, não se iluda, toda licitação pública e todo negócio lucrativo, sem exceção, é repartido e negociado. Todo mundo tem um preço. Até hoje não conheci quem não tivesse. E para todo negócio é necessário uma informação privilegiada aqui, um amigo no Banco Central ali, uma sentença comprada ali ou a influência de um ministro em Brasília acolá.

Além da compra direta, em dinheiro vivo ou depósito no exterior, a gente tem que paparicar constantemente os caras. Uma forma eficaz são os presentes constantes, sem a expectativa imediata de contrafavores. Isso gera simpatia. Às vezes você ganha até um “amigo”.

Todo mundo adora vinhos caros, e as mulheres desses caras adoram essas bolsas que custam 50, 60 mil reais. Se é alguém com conhecimentos técnicos, você pode promover seminários e palestras, e pagar muito além do que se paga nesse tipo de mercado. Para cada tipo de cliente e de gente existe um jeito mais conveniente de comprar sem parecer que está comprando.

Não existe negócio que não seja intermediado por um banco, seja legal ou ilegal. Essa história de operador e doleiro é coisa da Lava Jato e da imprensa para desviar a atenção da participação dos agentes financeiros. Os bancos são completamente blindados porque inventaram um meio infalível de distribuir dinheiro para quem já tem muito poder e dinheiro. Falam de todo mundo menos de nós, que comandamos tudo.

Para mim, aí é que está o poder real, o poder do dinheiro. Na verdade, são os bancos os operadores e os doleiros, e todo o dinheiro sai de bancos, seja dinheiro limpo – na realidade, sempre dinheiro que foi tornado limpo -, seja dinheiro sujo. A não ser que você fabrique dinheiro em casa.

Aliás, parte do lucro dos bancos vem de lavar dinheiro e intermediar transações. Mas o grosso da grana vem do Banco Central, das remunerações de sobras de caixa – que são ilegais, mas sobre as quais ninguém diz nada – das operações de swap cambial, dos títulos da dívida – enfim, o Banco Central é nossa mãe. É tudo escancarado, mesmo com inflação zero e o país na ruína.

Nosso lucro é legal, ou seja, legalizado, já que somos intocáveis e ninguém se mete conosco. Boa parte dos juízes e ministros de tribunais superiores, como todo mundo no meio sabe, advogam por interposta pessoa, e nós somos os principais clientes de alguns e de quem paga melhor. São os bancos que pagam as eleições do Congresso quase inteiro. Aí você pode legalizar qualquer coisa, qualquer papel sujo que a gente mande ao Congresso os caras assinam. Nesse contexto, onde se pode tudo, as operações abertamente ilegais são uma parte menor dos lucros, mas obviamente existem.

Como os bancos mandam na imprensa, nos juízes e nos políticos, a intermediação de todo dinheiro ilegal jamais é denunciada, E se for denunciar, você é que acaba preso. Isso eu garanto (...) Lembra daquelas malas do Geddel? Como você acha que aquele dinheiro chegou naquele apartamento? Dinheiro não dá em árvore. Quem tem a possibilidade de fazer o dinheiro circular de um lugar para outro são os bancos, mais ninguém. Não há nenhum caso de corrupção em que o dinheiro não venha de um banco. Ou seja, os bancos são os intermediários, sempre. A imprensa nunca toca nisso porque é tabu. Afinal, a imprensa é nossa.

--------------

Em outro front da guerra assimétrica na qual o Mecanismo terá papel decisivo, também é fundamental prestar atenção na advertência de um dos mais categorizados estrategistas militares do Brasil. Confiram o que escreve, em artigo neste Alerta Total, o General de Exército na reserva Carlos Alberto Pinto Silva. Se não estamos, devemos ficar preparados para o que vem por aí:  

“O Brasil deve se preparar para um longo período de conflito, pois razão não é a defesa do meio ambiente, da Amazônia, ou a luta contra as queimadas, mas sim as riquezas da Amazônia e a reação da esquerda e da social democracia europeia e brasileira à vitória de um governo de direita no Brasil. No passado recente, de governos de esquerda, o desmatamento e as queimadas foram maiores e sem protesto de países europeus e da imprensa interna e externa”.

Resumindo: o jogo será mais bruto que o normal. A lista de “vítimas” promete ser gigantesca. Até porque o Mecanismo vai atacar por todos os lados, atingindo diferentes alvos. Trata-se de um conflito para profissionais da estratégia, e não para bem intencionados voluntários. Os lances serão rápidos, certeiros e cruéis. Erros primários podem custar uma derrota sem precedentes – que pode manter o Brasil como sempre esteve: uma colônia de exploração rica, porém mantida na miséria e sem soberania.

Vivíssimo, o Mecanismo aposta na força da vanguarda do atraso. Bolsonaro, seus seguidores próximos e os militares são obstáculos a serem transpostos, neutralizados e destruídos. A mesmice vai derrotar, novamente, o Brasil?

Pode ser que, desta vez, não... Na sociedade, o ódio contra o Crime começa a superar o medo... No momento, o desejo conservador supera o ilusionismo esquerdista (social democrata ou socialista). Na próxima eleição, repetimos por 13 x 13, a esquerda tomará outra paulada...

E fiquem espertos... Por ironia, já listaram que Bolsonaro participou de 13 eventos militares recentemente. Ele foi lá por iniciativa própria ou “levaram” ele lá? Não precisa responder... Apenas leiam, abaixo, os artigos dos geniais generais Paulo Assis e Carlos Alberto Pinto Silva...

Fez leitura errada... Vai tomar pau... Os inimigos são variados e poderosos...

Confira o artigo: Internacionalização da Amazônia – Só não acredita quem acredita em Papai Noel


Leia, também: Macron e as ações hostis ao Brasil






Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

Jorge Serrão é Editor-chefe do Alerta Total. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos.  A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Apenas solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 3 de Setembro de 2019.

16 comentários:

Loumari disse...

Bispo Edir Macedo ora pelo presidente Jair Bolsonaro no Templo de Salomão

https://www.youtube.com/watch?v=929sb04guXw&t=15s


OBS: Edir Macedo na sua oração ao messias bolsobesta utiliza um termo dos mais estranhos, como profecia concernente ao messias bolsobesta, diz o Guro: Vai arrebentar. Vai arrebentar...
O mesmíssimo Diabo deve sentir medo de messias bolsobesta! na mentira, na arte de enganar, o vosso presidente ultrapassa todos os superlativos. Antes das eleições este demónio se apresentou em uma igreja evangélica onde o pastor lhe rezou posta a mão no ventre do messias bolsobesta. Depois este saiu com a maior manobra de enganação montando um cenário de esfaqueamento. Esfaqueamento no abdómen que ninguém viu jorrar sangue. Todos vocês acreditaram nesta farsa diabólica.
Depois a gente viu o messias bolsobesta feito cachorrinho favorito de Malafaia. E agora a gente é dada a ver um presidente da República ajoelhar-se feito cachorro de estima de um outro Guro religioso. E que prediz o futuro usado da frase: Vai explodir. Vai explodir. O que é dissimulado nesta frase?
Brasil é país dos satanistas. Vão notar que eles ungem em nome de Jesus, mas nunca pronunciam Cristo. Isso porque o Jesus deles não é Jesus Cristo.
Os brasileiros pegaram na Bíblia Sagrada, a que foi canonizada e procederam com modificar o Testamento de Deus. O que há na bíblia dos brasileiros é espírito da Besta com falsos profetas, que são espíritos de rãs.
A própria igreja católica do Brasil é trono de BAAL. Todos seus cultos são consagrados ao deus Demónio.
Brasil é a nação cujo povo é o mais perverso do Globo. Nos novos céus e nova terra, vocês não terão lugar lá. Povo dos mais diabólicos.

Um não rotundo ao extremismo ideológico disse...

O poder globalitário tomar a Amazônia? O Serrão é um mais um alienado bolsonarista que está incluído nos poucos que ainda apoiam as políticas dementes, extremistas, derrotistas e entreguistas do Bolsonaro & companhia. Os EUA é o principal poder que tem o olho posto na exploração das riquezas minerais da Amazônia - não há como negar, visto que a família Bolsonaro já o confirmou.

O Mecanismo do Crime Institucionalizado sempre esteve bem vivo e está cada vez mais intenso - é só olhar para o à vontade dos três poderes ao se sentirem imunes perante a lei.

Até o custo do internamento do Queiroz foi liquidado em dinheiro vivo.

O Bolsonaro e seus filhotes estão incluídos na engrenagem extremamente oxidada deste país.

O Lulismo colaborou em muito para o atraso e para a engrenagem corrupta e emugrecida do Brasil - e o Bolsonarismo também está contribuindo significativamente para a contínua degradação desta nação.

Embora tenhamos potencial para de sermos auto-suficientes(não ter dívida púbica no FMI é algo extremamente positivo para a nossa economia) e podermos viver, como Nação e como população, um reconhecido poder socioeconômico independente, os presidentes deste país prezam continuamente culto e/ou submissão a países e a ideologias estrangeiras. O Lula atrelava-se aos países comunistas. O Bolsonaro aferra-se aos EUA e a Israel. E o Brasil segue, desnecessariamente e infelizmente, moribundo.

A crise atual do Brasil começou em 1988 e continua a rodar não sabemos até quando.

Com a colaboração do Banco Central e seus altos juros, a imensa riqueza deste país está na mão dos Especuladores, dos Bancos e dos Rentistas deste país - e o Guedes, juntamente com os corruptos e os toma-lá dá-cá, é quem organiza estes três grupos através da política. O Brasil continua a ser dos países mais desiguais do mundo - e a desigualdade desta nação aprofunda-se cada vez mais.

Augusto disse...

Deputado campeão de desmatamento, filho de Kátia Abreu legisla em defesa dos negócios da família.
https://reporterbrasil.org.br/2018/03/deputado-campeao-de-desmatamento-filho-de-katia-abreu-legisla-em-defesa-dos-negocios-da-familia/?fbclid=IwAR3olcn7iWauTHglL_0P_QQq6hHR_tyEYVBltY4L5-MHvBJiaoymusJGhfc

Rodrigo Almeida disse...

Quem são as pessoas próximas ao Presidente ???
Todo o mundo em sua volta só está preocupado com seus próprios privilégios.

Anônimo disse...

Não sei qual seria a estratégia, mas a matéria dos métodos do banqueiro para corromper autoridades não convence sobre sua veracidade.

Anônimo disse...

O presidente Bolsonaro poderia ter ido ao templo de Salomão garantir apoio para seu mandato, mas não precisaria se ajoelhar diante de Edir Macedo, muito menos deixar ele tocar sua cabeça sabe-se lá com quê propósito. Padre Marcelo Rossi diz que não se deve ir a terreiros pelo risco de "pegar" algo lá. O mesmo vale com o "bispo" da universal.

Anônimo disse...

NUTAVAEL DIZ...
O ESCAPISMO DE TODO O PAPAGAIO DE PIRATA DE INSTITUIÇOES RELIGIOSAS QUE TEIMAM EM ATACAR O ANTIDOTO EM VEZ DE ATACAR O VENENO E INUTILMENTE DEFRAGADO EM CADA EDICAÇAO DO ALERTA TOTAL.
PERGUNTA QUE NAO QUER CALAR A QUEM CERTAS CRIATURINHAS SURFISTAS NA ONDA DO POLITICAMENTE CORRETO DE PLIM PLIM E SEUS ASSOCIADOS, NA ONDA DE SURFISTAS DOS QUARENTA PARTIDOS MULAMBENTOS, NA ONDA DO DIREITA ESQUERDA E CENTRO, NA ONDA DO FEMINICIO, DO MAXISMO ESSES PAGAPAIOS DE PIRATAS ANDAM SURFANDO SE ELES NEM SIQUER CHEGAM AO AMAGO DO QUE ESTA ACONTECENDO NO NOSSO PAIS.
MENINAS E MENINOS DE 10, 11, 12 E ASSIM POR DIANTE OFERECIDOS EM HOLOCAUSTO A BANDIDAGEM VERMELHA E OS HIPOCRITAS DE RELIGIOES QUE FORAM CRIADAS PARA FAZER LAVAGEM CEREBRAL DAS PESSOAS OPERANDO A PLENO VAPOR PAR AJUDAR A BANDIDAGEM QUE VEM OPERANDO NO PAIS DESDE O DITADOR GETULIO DORNELLES VARGAS E SEU SEQUITO DE VAGABUNDOS VERMELHOS QUE PARA OS AMIGOS TUDO E PARA OS POBRES NADEGAS, NADEGAS, NADES.
COM A FALACIA DE MINHA CASA MEU PINICO, DE BOLSA BOSTA, DE DIREITOS DAS MULHERES, DIREITOS DOS VIADOS, DIREITOS DAS SAPATONAS, DIREITOS DA CIGARRAS DA MIDIA DE MERDA NOSSO PAIS VEZ ADULTERANDO SUA PERSONALIDADE PARA ATENDER AOS IRRESPONSAVEIS DA ONU QUE NEM O PRESIDENTE DO EEUU AGUENTA MAIS.
TODO O MERDA SUL, MERDA EUROPA E MERDA AFRICA QUE NUNCA FIZERAM SEUS DEVERES DE CASA SE PENDURARAM NO ERARIO DO PAIS PARA DESENVOLVER SUAS POLITICAS DE BOSTA DE DESAGREGAÇAO DE NOSSO PAIS.
VIVEM AFOCINHADOS DENTRO DAS FAVELAS QUE TODOS SABEM SAO APOIADORES DOS TRAFICANTES DE DROGAS E CONTRA AS POLICIAS SEJAM ELAS QUAIS FOREM
TODOS OS MARGINAIS TEM TRAFEGO GARANTIDO DENTRO DESTA SUPREMA CORTE DE BOSTA, FABRICANTES DE PROCESSOS E MAIS PROCESSOS PARA LIVRAR DA CADEIA OS VENDILHOES DE NOSSA PÁTRIA.
NAO PODEMOS ESPERAR MUITO PARA TOMAR DECISOES. OU NOSSO PAIS PARTE PARA A IGNORANCIA E FECHA O PUTEIRO OU O PUTEIRO VAI FECHAR O PAIS.
DEVEMOS INTERNA E EXTERNAMENTE HORRORES E A FABRICA DE FAZER CONFUSOES CHAMADA SUPREMA CORTE DE BOSTA ESTA EM ALTA. ESTAO FAZENDO E DESFAZENDO TUDO QUE O JUIZ MORO E JUIZ BRETAS FIZERAM.
QUAL A CAPACITADE DESSES MINISTROS BATAS MAIS DO QUE IMUNDA, LEDORES DE BOSTA DE UMA CONSTITUIÇAO DE BOSTA, TEM PARA QUERER ASSAMBARCAR O TRABALHO DOS OUTROS PODERES?
ELES FORAM ESCOLHIDOS PELA ESCORIA DA POLITICA NACIONAL E NAO TEM A CAPACIDADE E NEM
DIGNIDADE DE SE DECLARAREM IMPEDIDOS QUANDO E PARA JULGAR QUEM OS COLOCOU LA.
NOSSO PAIS ESTA FUNCIONANDO SOMENTE COM UM SUPREMO ELEITORAL FAJUTO, COMO UMA CORTE FEDERAL DE BOSTA, DE UMA CORTEZA SELETISTA NA HORA DE CUMPRIR SUAS OBRIGAÇOES NA AREA DA DEFENSORIA PUBLICA FEDERAL. ESTE E UM FATO. E CONTRA OS FATOS NAO TEM MAIS O QUE SER DISCUTIDOS. BREVE TEREMOS 7 DE SETEMBRO E NOSSAS FFAA TEM OBRIGAÇAO TANTO OS GENERAIS EM EXERCICIO, QUANTO OS GENERAIS APOSENTADOS E ISTO VAI PARA BRIGADEIROS, E ALMIRANTES DE CORTAR AMARRAS COM IDEOLOGIAS DE ORDENS HERMETICAS SEJAM ELAS QUAIS FOREM, DE RELIGIOES, SEJAM ELAS QUAIS FOREM. SUAS OBRIGAÇOES SAO COM O POVO BRASILEIRO E O PAIS E NAO COM A MAZELA DE QUARENTA PARTIDINHOS MULAMBENTOS QUE VIVEM FORA DA LEI DESDE DE GETULIO PARA CA. A ORDEM E BRASIL EM PRIMEIRO PLANO E OS RELIGIOSOS QUE TOMEM CONTA DE SEUS REBANHOS QUE JA ESTA DE BOM TAMANHO. E POR CASA DELES MESMO QUE TEMOS O REBANHO SEM SABER SE SAO HOMENS, SE SAO MULHERES E O QUE E UMA FAMILIA. A FAMILIA QUE VA PARA PQP, SEGUNDOS OS MULAMBENTOS QUE VIVEM AS CUSTAS DO ERARIO PUBLICO. FALEI.

Mauro Moreira disse...

Se eu, amanhã, tivesse condições de doar contribuição ao Alerta Total, só o faria se a/ou Loumari fosse impedido de acessar o site. Pelo amor de Deus,Serrão, ninguém merece uma tortura chinesa como essa. Leio vário sites e em nenhum constato a presença dessa figura. Há explicação para isso?

Anônimo disse...


BLOG DO ALUIZIO AMORIM

terça-feira, setembro 03, 2019

COMUNISMO POUCO É BOBAGEM! VALE DO SILÍCIO ESTÁ CONSTRUINDO UM SISTEMA DE 'CRÉDITO SOCIAL' NO ESTILO CHINÊS.

Quem acompanha o noticiário político internacional sabe que a China recentemente criou um sistema de pontuação que envolverá toda a população dessa ditadura comunista. Para isso estão implantando câmeras em todos os locais das cidades monitorando o comportamento de cada cidadão. Se o sujeito cuspir no chão, perde pontos, como perde também se não respeitar a sinalização de trânsito, por exemplo. Há uma infinidade de situações do dia a dia de qualquer pessoa. Aquelas que são catalogadas pela ditadura chinesa como impróprias, o infrator perderá pontos e isso lhe causará dificuldades para conseguir certas coisas ou até mesmo poderá sofrer punição severa.

Para ver como funciona esse sistema o leitor poderá dar uma olhada numa postagem que editei há algum tempo aqui no blog.

Uma versão dessa tecnologia chinesa está sendo criada pelos gigantes high-tech do Vale do Silício, segundo reporta o site norte-americano Fast Company. Fiz uma tradução do texto em inglês valendo-me do tradutor online a par de um copydesck, ou seja adaptando melhor algumas partes para o português. Não é nenhum primor, todavia é suficiente para entender a jogada dessas mega empresas de tecnologia como Facebook, Google, Twitter que já utilizam mecanismos para que certas postagens sejam engolidas por algoritmos que impedem sua livre circulação no feed em determinada rede social.

A notícia trazida pelo site Fast Company revela, contudo, que PatronScan, empresa do Vale do Silício desenvolveu uma nova tecnologia. De forma matreira essa engenhoca pode, sim, evoluir para um sistema nos moldes chineses o que é um atentado à liberdade, aliás, principal fundamento da nossa Civilização Ocidental.

Faço como segue a publicação desta matéria que pode ser lida na íntegra em inglês no site Fast Company. Leiam:

PATRONSCAN

Uma empresa chamada PatronScan vende três produtos - quiosque, desktop e sistemas portáteis - projetados para ajudar os proprietários de bares e restaurantes a gerenciar clientes. A PatronScan é uma subsidiária da empresa canadense de software Servall Biometrics, e seus produtos estão agora à venda nos Estados Unidos, Canadá, Austrália e Reino Unido. CONTINUA..

Mauro Moreira disse...

Pretendia fazer um comentário sobre o um estudo da Interbrand sobre "Best Brazilian Brands 2019" mas depois de ver novamente a/o Loumari por aqui, perdi a vontade. Diante de tanta besteira, assunto sério não é necessário.

Anônimo disse...


BLOG DO ALUIZIO AMORIM – CONTINUA II

O PatronScan ajuda a identificar IDs falsos - e criadores de problemas. Quando os clientes chegam a uma barra que usa o PatronScan, seu ID é verificado. A empresa mantém uma lista de clientes questionáveis, projetados para proteger os locais de pessoas removidas anteriormente por “brigas, agressão sexual, drogas, roubo e outros maus comportamentos”, de acordo com o site. Uma lista "pública" é compartilhada entre todos os clientes do PatronScan. Portanto, alguém banido por uma barra nos EUA é potencialmente banido por todas as barras nos EUA, no Reino Unido e no Canadá que usam o sistema PatronScan por até um ano. (O PatronScan Australia mantém um sistema separado.)

O julgamento sobre que tipo de comportamento se qualifica para inclusão em uma lista do PatronScan depende dos proprietários e gerentes do bar. Proprietários de bares individuais podem ignorar a proibição, se quiserem. Os dados de clientes não infratores são excluídos em 90 dias ou menos. Além disso: o PatronScan permite que as barras mantenham uma lista “privada” que não é compartilhada com outras barras, mas na qual clientes ruins podem ser mantidos por até cinco anos.

O PatronScan tem um processo de "recursos", mas cabe à empresa conceder ou negar esses recursos.

UBER E AIRBNB

Graças à economia do compartilhamento, as opções de viagem foram estendidas muito além de táxis e hotéis. Uber e Airbnb são líderes no fornecimento de transporte e acomodação para viajantes. Mas existem muitas empresas semelhantes de compartilhamento de viagens e acomodações ponto a ponto que fornecem serviços semelhantes.

O Airbnb - um importante fornecedor de acomodações para viagens e atividades turísticas - se gabou em março de que agora possui mais de 6 milhões de listagens em seu sistema. É por isso que uma proibição do Airbnb pode limitar as opções de viagem.

O Airbnb pode desativar sua conta por toda a vida por qualquer motivo que escolher, e se reserva o direito de não lhe dizer o motivo. A mensagem enlatada da empresa inclui a afirmação de que "Esta decisão é irreversível e afetará quaisquer contas duplicadas ou futuras. Por favor, entenda que não somos obrigados a fornecer uma explicação para as ações tomadas contra sua conta. ”A proibição pode ser baseada em algo que o anfitrião diz em particular ao Airbnb sobre algo que eles acreditam que você fez enquanto estava em sua propriedade. Os concorrentes do Airbnb têm políticas semelhantes. CONTINUA....

Anônimo disse...



BLOG DO ALOIZIO AMORIM – CONTINUA III E TERMINA...

Agora também é fácil ser banido pelo Uber. Sempre que você sai do carro após uma corrida no Uber, o aplicativo convida você a avaliar o motorista. O que muitos passageiros não sabem é que agora o motorista também recebe um convite para avaliar você. Sob uma nova política anunciada em maio: se a sua classificação média estiver "significativamente abaixo da média", o Uber o banirá do serviço.

WHATSAPP

Você também pode ser banido de aplicativos de comunicação. Por exemplo, você pode ser banido do WhatsApp se muitos outros usuários o bloquearem. Você também pode ser banido por enviar spam, ameaçar mensagens, tentar invadir ou fazer engenharia reversa do aplicativo WhatsApp ou usar o serviço com um aplicativo não autorizado.

WhatsApp é pequenas batatas nos Estados Unidos. Mas, em grande parte do mundo, é a principal forma de comunicação eletrônica. Não poder usar o WhatsApp em alguns países é tão punitivo quanto não usar o sistema telefônico nos Estados Unidos.

O que há de errado com o crédito social?

Ninguém gosta de comportamento anti-social, violento, rude, doentio, imprudente, egoísta ou caloteiro. O que há de errado em usar a nova tecnologia para incentivar todos a se comportarem?

O atributo mais perturbador de um sistema de crédito social não é ser invasivo, mas extralegal. Os crimes são punidos fora do sistema legal, o que significa nenhuma presunção de inocência, nenhuma representação legal, nenhum juiz, nenhum júri e, muitas vezes, nenhum recurso. Em outras palavras, é um sistema jurídico alternativo no qual os acusados ​​têm menos direitos.

Os sistemas de crédito social são uma solução final para as incômodas complicações do sistema jurídico. Ao contrário da política do governo da China, o sistema de crédito social emergente nos EUA é imposto por empresas privadas. Se o público se opuser a como essas leis são aplicadas, não poderá eleger novos legisladores.

Um número crescente de “privilégios” sociais relacionados a transporte, acomodações, comunicações e as taxas que pagamos por serviços (como seguros) são controlados por empresas de tecnologia ou afetados pela maneira como usamos os serviços de tecnologia. E as regras do Vale do Silício para permitir o uso de seus serviços estão ficando mais rígidas.

Se as tendências atuais se mantiverem, é possível que no futuro a maioria dos delitos e até alguns crimes sejam punidos não por Washington, DC, mas pelo Vale do Silício. É uma ladeira escorregadia longe da democracia e em direção à corporatocracia.

Em outras palavras, no futuro, a aplicação da lei pode ser determinada menos pela Constituição e pelo código legal e mais pelos contratos de licença do usuário final. Do site Fast Company - Click here to read in English

Postado por Aluizio Amorim às 9/03/2019 01:38:00 AM

Anônimo disse...

rvchudo

terça-feira, 3 de setembro de 2019

Se não vai ajudar, NÃO ATRAPALHA!

Uma leitura pacificadora deixando você calmo e esperançoso antes de dormir. ”O jornalista José Roberto Guzzo, colunista da Exame, produziu uma das mais lúcidas análises sobre o presente e o futuro do governo do Presidente Jair Bolsonaro.*
*Sob o título, "O Brasil já é um país diferente", o renomado jornalista desenvolveu a seguinte reflexão:*

*”O presidente da República pode ser ruim, ou muito ruim, conforme a definição que deixar o leitor mais confortável.*

*Também pode ser bom, caso se leve em conta a opinião dos que acham que ele está sempre certo.*

*Na verdade, para simplificar a conversa, o presidente pode ser o que você quiser.*

*Mas os fatos que podem ser verificados na prática estão dizendo que seu governo, depois dos primeiros sete meses, é bom — ou, mais exatamente, o programa de governo é bom, possivelmente muito bom.*

*Esqueça um pouco o Jair Bolsonaro que aparece em primeiríssimo plano no noticiário, todo santo dia, em geral falando coisas que deixam a maioria dos comunicadores deste país em estado de ansiedade extrema.*

*Em vez disso, tente prestar atenção no que acontece.*

*O que acontece, seja lá o que você acha de Bolsonaro, é que seu governo está conseguindo resultados concretos.*

*Mais:*

*É um governo que tem planos, e tem a capacidade real de executar esses planos.*

*Enfim, é um governo que tem uma equipe muita boa fazendo o trabalho que lhe cabe fazer.*CONTINUA.....

Anônimo disse...


RVCHUDO – CONTINUA II....

*O ministro Paulo Guedes tem um plano, e seu plano está sendo transformado em realidades — a começar pela aprovação de uma reforma da Previdência que todos os cérebros econômicos do Brasil julgavam, até outro dia, ser uma impossibilidade científica.*

*A reforma tributária virá; seja qual for sua forma final, ela deixará um país melhor.*

*Uma bateria de outras mudanças, basicamente centradas no avanço da liberdade econômica e na faxina administrativa para melhorar a vida de quem produz, está a caminho — diversas delas, por sinal, já foram feitas e estão começando a funcionar.*

*Guedes é um ministro de competência comprovada, e sua equipe, que ele deixa em paz para trabalhar, tem qualidade de país desenvolvido.*

*É bobagem, simplesmente, apostar contra ele.*

*Os ministros Tarcísio de Freitas, da Infraestrutura, Bento Albuquerque, de Minas e Energia, e Tereza Cristina, da Agricultura, são craques indiscutíveis — e estão mudando, em silêncio, o sistema nervoso central das estruturas de produção do país.*

*Há mais.*

*O ministro Sérgio Moro, que seria destruído numa explosão nuclear, está mais vivo do que nunca.*

*Há todo um novo ambiente, voltado para as realidades e para a produção de resultados, em estatais como a Petrobras ou a Caixa Econômica Federal, a Eletrobras ou o BNDES.*

*As mudanças, aí e em muitos outros pontos-chave do Estado nacional, estão colocando o Brasil numa estrada oposta à que vem sendo seguida desde 2003 — e é claro que a soma de todos esses esforços, por parciais, imperfeitos e deficientes que sejam, vai criar um país diferente.*

*Os avanços são pouco registrados na mídia?*

*São.*

Anônimo disse...




RVCHUDO – CONTINUA III E TERMINA....

*O governo comete erros, frequentemente grosseiros?*

*Comete.*

*Suas propostas sofrem deformações, amputações e alterações para pior?*

*Sofrem.*

*O presidente é uma máquina de produzir atritos, problemas de conduta e confusões inúteis?*

*É.*

*Mas nada disso tem impedido, não de verdade, que o governo esteja conseguindo obter a maioria das coisas que quer.*

*Já conseguiu uma porção delas em seus primeiros sete meses.*

*Não há fatos mostrando que vá parar de conseguir nos próximos três anos e meio.*

*O governo Bolsonaro é ruim?*

*De novo, dê a resposta que lhe parecer melhor.*

*Mas sempre vale a pena lembrar que a maioria das coisas só é ruim ou boa em comparação com outras da mesma natureza.*

*O atual governo seria pior que o de Dilma Rousseff ou de Lula?*

*E comparando com o de Fernando Collor, então, ou o de José Sarney?*

*Eis aí o problema real para quem não gosta do Brasil do jeito que ele está — o governo Bolsonaro não vai ser um desastre.*

*A possibilidade de repetir o que houve nos períodos citados acima é igual a zero.*

*Impeachment?*

*Sonhar sempre dá.*

*Mas onde arrumar três quintos contra Bolsonaro no Congresso?*

*Na última vez que a Câmara votou uma questão essencial, a reforma da Previdência, deu 74% dos votos para o governo.*

*Melhor pensar em outra coisa — ou aceitar o fato de que o homem vai estar aí pelo menos até 2022."“*

#SeNaoVaiAjudarEntaoNaoAtrapalha

Postado por Ricardo Oscar vilete Chudo às 05:12

Anônimo disse...

O controle psicopático, acumulando dados, é apoiado por todos os setores de pesquisa tecnológica. No Estadão de 11/08/2019, lê-se:
"O Carnaval paulista em 2020 terá um participante inusitado. O Instituto Mauá de Tecnologia (IMT) acaba de fechar parceria com a escola de samba Sociedade Rosas de Ouro para o desenvolvimento de um sistema eletrônico que monitorará as reações do público, membros da escola, assim como dos telespectadores. A intenção é entender em tempo real, por exemplo, os momentos de maior vibração da escola na avenida. Com mais tecnologia no Carnaval, a ideia é, ainda, criar um aplicativo que permitirá o compartilhamento de fotos, acesso às reações dentro das alas, e realidade virtual do desfile, por exemplo."
Curiosidade: como o sistema monitorará as reações dos telespectadores?