sexta-feira, 18 de outubro de 2019

A Volta do Bezerro de Ouro



Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Maurício Mantiqueira

“A force de forger l'on devient forgeron”. provérbio francês

Como bem sabem os amáveis leitores, não sou economista. Homem vivido, com grande formação em história da guerra, posso identificar teorias sem utilidade prática.

Se países como a Rússia e a China estão comprando grande quantidade de ouro não significa que adotem uma política financeira realista. Com decrescente valor de uso, o metal serve quase tão somente a objeto de adoração. Mais úteis são os canhões que no passado levavam a inscrição: “Ultima ratio”.

As verdadeiras riquezas são a comida, a água potável e os minérios necessários à produção de armas.

Mas a maior de todas é a inteligência humana, capaz até de criar a inteligência artificial. O Brasil foi abençoado também nesse quesito.

O povo mais inteligente do planeta sempre se pode dar ao luxo da preguiça e do perdão.

Penso que todos vocês já viram na internet exemplos da criatividade brasileira com a legenda “Agora a NASA vem...”

Estudioso que sou do fenômeno monetário há mais de quarenta anos, arrisco dizer que o dinheiro do futuro será a capacidade de gerar sentimentos bons nas outras pessoas. Saciar sua fome e sede, maravilhá-las com música, canto, dança e outras performances artísticas ou esportivas, etc.

Há uma indagação filosófica que diz: “Destruída a imagem por que manter o altar?”

A Igreja Católica Apostólica Romana entrou em colapso. Não a Fé ou a Caridade. Nós e Deus, sem intermediários (vendilhões do Templo).

Carlos Maurício Mantiqueira é um livre pensador.

3 comentários:

Anônimo disse...

A Igreja Católica, temporariamente apropriada por usurpadores, é depositária da Doutrina da Revelação. Sem ela, apenas caímos em filosofias do próprio umbigo, como são todos os frutos do pensamento humano (vejam-se as dúvidas que a teoria da terra plana traz à validade do edifício científico).

Cesar disse...

O uso do ouro, na medicina, na ciência, metalurgia, etc, pode ser cada vez menor, porém seu valor aumenta, não diminui. Economistas no mundo todo falam em um futuro colapso do dólar, da economia mundial, e deve ser por isso que não somente Rússia e China compram cada vez mais ouro, mas outras nações como a Índia também. Porém, o Brasil inacreditavelmente não compra ouro. Devem acreditar, ao contrário de tantos outros no mundo, que não há nenhum perigo no horizonte...

Anônimo disse...

Os brasileiros (pelo menos a gigantesca maioria!) não é nunca, jamais, de jeito nenhum um povo inteligente. Não mesmo! Pelo contrário, os brasileiros (pelo menos a gigantesca maioria!) é sim o povo mais burro e imbecil do sistema solar. Isso aqui não é um ¨paiseco¨ de terceiro-mundo à toa.