terça-feira, 8 de outubro de 2019

O Golpe do “Centro”



Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net
Siga-nos no Twitter - @alertatotal

É extremamente canalha e estúpida a tentativa de antecipar a sucessão presidencial de 2022. O Governo Bolsonaro – aprove-o ou não –completou apenas 10 meses. É muito prematuro produzir candidaturas factóides, como a do apresentador e investidor Luciano Huck, induzindo que o marido da Angélica seria uma “alternativa de centro” ao Palácio do Planalto. Se a Rede Globo e seus aliados querem promover uma candidatura prematura, deviam saber que isto mais queima que promove o candidato, pois os concorrentes vão transformar a vida dele em um inferno, prejudicando os seus lucrativos negócios. O jogo é bruto e covarde.

Quem também presta um desserviço à Política e à Nação é o ex-Presidente Fernando Henrique Cardoso. O Príncipe dos Sociólogos é o defensor da inconsistente “tese” de que é preciso construir uma candidatura presidencial “de centro” para 2022. FHC promove, novamente, um estelionato ideológico. Seu PSDB, na verdade, é um partido envergonhado de esquerda – que nem consegue cumprir o que seriam demandas da “Social-Democracia”. Para azar de FHC, o potencial presidenciável do partido – o governador de São Paulo, João Dória – nem é seu aliado político. Assim, FHC está mais perdido que seu amigo Lula – que não sabe se prefere ganhar liberdade parcial ou ficar preso, para seguir com o discurso demagógico de perdedor da História.

Lamentavelmente, o Presidente Jair Bolsonaro continua falhando na comunicação. Em vez de focar suas aparições públicas na divulgação daquilo que seu governo tem feito de positivo, Bolsonaro perde tempo batendo boca com a extrema mídia. Os donos dos principais veículos de comunicação são seus inimigos? Sim... A maioria dos jornalistas – prisioneiros da esquerdopatia – vai criticá-lo sem parar? Sim... Então, não adianta fazer inúteis reclamações na portaria do Palácio da Alvorada... O Presidente tem de trocar a postura negativa de ataque a jornalistas pela positiva de executivo, líder, promotor efetivo de reformas e mudanças, doa a quem doer.

Um Bolsonaro raivoso, dando bronca na sombra, batendo em jornalistas que crescem quando são feitos de vítimas, tudo isso só contribui para reforçar a falsa imagem, marketeada pela esquerdalha, de um “Bolsonaro intolerante, incompetente e incompatível com um regime democrático”. Bolsonaro tem de abrir o sorriso e propagandear seus feitos positivos. O Presidente tem de apontar boas perspectivas, imediatas, para o futuro próximo. Tem de cobrar de seu ministro da Economia, Paulo Guedes, menos falação e mais realização. Se não agir assim, proativamente, Bolsonaro ficará refém da imprensa canalha e de oportunistas perdidos, como FHC, Lula & afins.

O “Golpe do Centro” está em andamento. Bolsonaro só cai nele se quiser... O jogo ainda está a seu favor... Não permita que seu time marque gols contra... Governe! Cumpra seus compromissos! Fale menos e faça mais! Sorria!





Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

Jorge Serrão é Editor-chefe do Alerta Total. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos.  A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Apenas solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 8 de Outubro de 2019.

4 comentários:

Anônimo disse...

BLOG DO ALUIZIO AMORIM

terça-feira, outubro 08, 2019

PRESIDENTE JAIR BOLSONARO DETONA A GRANDE MÍDIA. QUALIFICA FOLHA DE S. PAULO DE "ESGOTO"

https://youtu.be/xeCTIAJnYEw

O jornalismo da grande mídia continua esperneando e, sobretudo, mentindo diariamente na tentativa de prejudicar o Governo do Presidente Jair Bolsonaro, o que levou o Chefe do Executivo a qualificar o jornal Folha de S. Paulo de "esgoto". Sim é isto aí que você leu e que está ao vivo e em cores no excelente jornal nacional do Canal Folha do Brasil no Youtube. De viva voz o Presidente Jair Bolsonaro, perante os jornalistas que o assediam desde cedo quando o Presidente deixa o Palácio da Alvorada, a residência oficial em direção ao Palácio do Planalto, qualificou de "patifaria", aquilo que o jornalismo chulé da bandalha esquerdista das redações produz diariamente.

Com quase 50 anos de jornalismo e editando este blog há mais de uma década eu conheço muito bem essa "categoria profissional" e endosso as palavras do Presidente Jair Bolsonaro. Recomendo que vejam este vídeo do excelente canal Folha do Brasil, que vem revelando todos os dias aquilo que esses jagunços das redações não querem que você saiba.

Bateu o desespero nessa gentalha. O Presidente Jair Bolsonaro acabou com os caraminguás generosos com dinheiro público que estrumavam os grandes veículos de mídia. E toda essa gente está desesperada e ainda acredita que poderá fazer com que os comunistas retornem ao poder. E mais do que isso, acreditam, como acreditaram os venezuelanos, que quando falta dinheiro é só imprimir mais cédulas! O resultado dessa loucura é a fome e a miséria momento em que o povo famélico passa a esgravatar os lixões em busca de comida. A inflação sempre foi o principal resultado da loucura comunista. Causa espanto que ainda tenha alguém que acredite nesses vagabundos assassinos comunistas.

Sim. O Presidente Jair Bolsonaro tem toda a razão. A Folha de S. Paulo e todos os demais veículos da grande mídia são esgotos.

Postado por Aluizio Amorim às 10/08/2019

Anônimo disse...

https://lorotaspoliticaseverdades.blogspot.com/https://
lorotaspoliticaseverdades.blogspot.com/
ITÁLIA VOTA PARA REDUZIR NÚMERO DE PARLAMENTARES

A votação, marcada para esta terça-feira no Parlamento da Itália, é a quarta e última sobre este assunto.

Os deputados da Itália votam, nesta terça-feira (8), uma reforma constitucional que pode reduzir em 33% o número de parlamentares.

A promessa eleitoral do Movimento 5 Estrelas tem como objetivo a economia de 500 milhões de euros por legislatura. Em virtude dessa reforma, o número de eleitos passaria de 945 para 600.

Atualmente, a Itália possui o segundo maior parlamento da Europa, atrás do Reino Unido (1.455 membros) e à frente da França (925).

O número de deputados seria reduzido de 630 para 400, enquanto o número de senadores diminuiria de 315 para 200, informa a agência AFP.

Até agora, os social-democratas se opunham a essa reforma, mas finalmente parecem ter concordado em apoiá-la, estabelecendo certas condições, incluindo uma revisão da lei eleitoral para tentar frear o partido direitista Liga, do ex-vice-premiê Matteo Salvini.

08 de outubro de 2019
renova

Anônimo disse...

Há Estadistas no Brasil, na acepção plena da palavra? sempre os há. Mas, acredito entender o motivo, não se apresentam. O atual presidente não é um estadista, não tem capacidade de pensar "com o cérebro", somente com o fígado. Não adianta.Tem muita gente boa, competente e séria em torno dele, mas pouco adianta, se da boca somente saem bobagens. Walter

CaioB disse...

Muito bom artigo sobre as entrevistas do Nosso Presidente.
Vamos fazer votos, boas vibrações, para que as entrevistas matinais não batam só na ferradura, mas que batam também no cravo, as boas obras.
Quem se defende sobre as conversas dos amestrados confessa uma ponta de culpa.
Quem propaga as boas obras, e há muitas, ataca a fera e a faz seus feitos propagar.