domingo, 20 de outubro de 2019

Se não virar líder, Bolsonaro será substituído



Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net
Siga-nos no Twitter - @alertatotal

Governar ou gerir, qualquer coisa, é complicadíssimo. Lidar com humanóides ignorantes (ou que se acham gênios) é um desafio infernal. O poderoso de plantão tende a se achar superior aos outros. Assim, tem uma natural tendência a “dono da verdade”. Geralmente, torna-se fácil refém dos pecados capitais – sobretudo o orgulho e a vaidade. Quando o “poderoso” é centralizador, sua relação com os outros fica mais tensa. O estilo “ditador”, modelito lobo solitário, agrava o quadro, se seus colaboradores mais próximos forem seus “familiares” e “seguidores fanáticos” – e não assessores qualificados tecnicamente.

O Presidente Jair Bolsonaro pode nem se enquadrar neste perfil de vaidoso centralizador. No Brasil, o dirigente ainda enfrenta uma outra dificuldade adicional: a máquina pública inchada, incompetente e corrupta. Muitas vezes, quase sempre, a ordem emanada de cima não é obedecida pelo pessoal ao lado ou embaixo. Os governantes são feitos de otários. Apesar da teórica e proclamada hierarquia, a sabotagem é mais real na prática. Desta forma, as determinações gerenciais ocorrem lentamente – ou nem acontecem.

Aqui no quarto mundo de Bruzundanga, tudo parece paquidérmico. O servidor prefere servir-se do Estado – que se serve do cidadão. O tal Mecanismo age conforme seus interesses – ou de acordo com os desejos de seus controladores. O mesmo fenômeno rola nos ministérios, secretarias e por aí vai... O povão usuário dos serviços é craque na reclamação e nas críticas. No entanto, costuma ser fraquíssimo na pressão da cobrança por melhoras. O Mecanismo tira proveito desta omissão ou resignação (tipo: “as coisas são assim mesmo... Não adianta reclamar... Nada vai mudar... E por aí vai...”).

O time de Bolsonaro está lerdo demais na elaboração, proposição e debate de um Projeto Estratégico de Nação. A todo instante parece que Bolsonaro e sua equipe ainda não saíram da campanha eleitoral – que, aliás, nem fizeram direito. Bolsoanro se elegeu com uma combinação da ira anti-PT, com um espasmo conservador, com a solidariedade humana de um eleitorado com quem levou uma facada e quase morreu, além da incompetência e desgaste imagético dos adversários (ou inimigos).

Fala sério! Ninguém tem clareza sobre o projeto executivo de Bolsonaro para o Brasil. Pelo menos isto não está formulado cientificamente e divulgado corretamente ao grande público. Claro que alguns ministros se destacam por boas realizações. Mas não fica a impressão de que a suposta boa gestão localizada seja resultado direto da liderança do Presidente da República. A interpretação mais forte é que as ilhas de “sucesso” vem da atuação individual de alguns ministros em seus “quadradinhos” (áreas de atuação).

O Mecanismo tem a missão básica de detonar Bolsonaro. O Presidente sofre uma covarde oposição da extrema mídia. Bolsonaro também sofre sabotagem constante do Legislativo e do Judiciário. Seu governo tem uma falha grave na articulação política. A dúvida é se a Casa Civil foi mal escalada, ou se a tendência ou vício de Bolsonaro ao isolamento atrapalha. Tudo sofre influência, também, da reclamação constante em relação aos filhos de Bolsonaro – que agem ora como se fossem satélites do pai, ora como se operassem por conta própria. Eles batem de frente com “aliados” e inimigos, no estilo elefante nervoso dentro da loja de louças. Deste jeito, governar fica mais complicado e difícil.    

A guerra de todos contra todos tende a se agravar no Brasil. O tal “acordão” entre Executivo, Legislativo e Judiciário, se foi firmado, parece que se transformou em peça de ficção científica em filme de terror cheio de defeitos especiais. A extrema imprensa vai dar mais porrada ainda no governo. O quadro institucional caminha para uma ruptura violenta? Tudo indica que sim, mas no Brasil nunca se pode ignorar a capacidade da famosa “conciliação”. O pacto de bandidagem firmado pela zelite oligárquica sempre evita que a porrada coma totalmente.  

O Alerta Total insiste: Temos de resistir, se organizar, neutralizar e vencer o Crime, na luta pela implantação de Democracia. O Presidente da República precisa se transformar no líder de um processo de transição para a Democracia. Se Bolsonaro não tiver capacidade para isto, então chame o General Antônio Hamilton Mourão para cumprir a missão...

Se não virar Líder de verdade, Bolsonaro corre risco de ser substituído. A insistência na promoção de “tretas” só facilita os objetivos maléficos do Mecanismo do Crime Institucionalizado. Por isso, é hora de realizar e mostrar realizações, em vez de ficar posando de “lutador solitário”. O Presidente tem de rasgar sua fantasia de “Trump dos Trópicos” e vestir a de Líder que une – e não desagrega. Não é fácil. Mas não tem outro jeito, se não quiser terminar no fracasso.

Releia o artigo: Muito além da “Crise do PSL”: Ruptura à vista...    


Colabore com o Alerta Total

Jorge Fernando B Serrão

Itaú - Ag 9155 cta 10694 2

Banco do Brasil - Ag 0722-6 cta 209.042-2

Caixa (poupança) - 2995 013 00008261-7


Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

Jorge Serrão é Editor-chefe do Alerta Total. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos.  A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Apenas solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 20 de Outubro de 2019.

13 comentários:

Anônimo disse...


BLOG DO ALUIZIO AMORIM
sábado, outubro 19, 2019

URGENTE! VÍDEO BOMBA! DEPUTADO EDUARDO BOLSONARO REVELA TUDO SOBRE OS TRAIDORES DO PSL.
https://youtu.be/KnZ9WhVCYPQ

O Deputado Federal Eduardo Bolsonaro acabou transmitir online pelas redes sociais o vídeo acima, quando ele explica de forma minuciosa a deletéria ação de um grupo de deputados da bancada do PSL contra o Presidente Jair Bolsonaro.

Logo essa gente que foi eleita na onda Bolsonaro na campanha eleitoral de 2018. Sem Bolsonaro esses desconhecidos não conseguiriam se eleger nem para síndico de edifício, que dirá para a Câmara Federal.

Vale muito a pena ver este vídeo para ter uma ideia mais precisa do que está ocorrendo de viva voz pelo deputado Eduardo Bolsonaro. Na verdade é um esquema perverso que atende os interesses pessoais de bobalhões deslumbrados e que jamais estariam hoje na Câmara dos Deputado se não fosse o prestígio imbatível do Presidente Jair Bolsonaro.

Postado por Aluizio Amorim às 10/19/2019
NUTAVAEL DIZ...
ATE O MUNDO MINERAL SABE QUE POR DESEJOS EXCUSOS MUITOS E MUITOS ADEPTOS DA MAÇONARIA GOSTARIAM QUE O GENERAL MOURAO TOMASSE POSSE.
INFELIZMENTE AGREGADO COMO E AO PARTIDO DELE CUJO PRESIDENTE SEMPRE QUIZ SER PRESIDENTE DA REPUBLICA E AGREGADO A MAÇONARIA, SE NAO RETIRAR ESTES LAÇOS QUE O FAZEM AGIR SEM INTERESSE PESSOAL E INTERESSE PELO NOSSO PAIS QUE E UM LAÇO QUE DEVERIA UNIR TODOS OS MILITARES AS NOSSOS INTERESSES E CONVICÇOES ACHO QUE ESTA DECISAO NAO VAI NOS INTERESSAR A NAO SER QUE ELE ROMPA ESSES LAÇOS E REALMENTE REPRESENTE SOMENTE O MILITAR BRASILEIRO E OS INTERESSES DO PAIS.
A HORA DA ESCOLHA E AGORA ELE NAO PODE SERVIR DOIS SENHORES AO MESMO TEMPO TEM OBRIGAÇAO COMO MILITAR DE SERVIR SOMENTE A NOSSO PAIS. SERA QUE ESTE GENERAL REALMENTE DESEJA ISSO? ESSA E A PERGUNTA QUE NAO QUER CALAR. O REI CONTINUA NU E NOS AINDA NAO ATINAMOS UMA SAIDA PARA ESTE PROBLEMA CRUCIAL DE NOSSA PATRIA.
TODOS QUEREM FALAR MAS NINGUEM NINGUEM MESMO QUER SE RESPONSABILIDAR SOBRE O LIXO QUE NOSSO PAIS SE TRANSFORMOU. TEMOS QUE RECICLAR TUDO E COLOCAR NA CADEIA TODOS QUE ROUBARAM, MENTIRAM E DESMONTARAM NOSSO PAIS. FALEI.

Anônimo disse...

NUTAVAEL DIZ...
ESTAMOS FARTOS DE HISTORIADORES, ADVOGADOS DE PORTA DE XADREZ, PSICOLOGOS, SOCIOLOGOS E TUDO QUE TERMINA EM LOGOS PORQUE TODOS, TODOS MESMO SAO UMA CAMBADA DE INUTEIS QUE NOS COLOCARAM NO SUBMUNDO DO NOSSO MARAVILHOSO MUNDO.
ATRAZ DE CONVERSAS QUE VEM SENDO DISSEMINADAS, ESPALHADAS DENTRO DESTE PAIS MARAVILHOSO, TEMOS SONEGAORES DE VERDADES, SONEGADORES DE IMPOSTOS, SONEGADORES DE OBRIGAÇOES COM NOSSA NAÇAO.
O QUE VEMOS E UM NUMERO ENORME QUE DE UM DIA PARA OUTRO SE TRANSFORMARAM EM DIREITA, DE UM DIA PARA OUTRO ADORAM JESUS CRISTO, DE UM DIA PARA OUTRO SE TRANSFORMARAM EM MADRE TEREZA DE CALCUTA.
MAS TOMAR A DIREÇAO CERTA, FALAR A VERDADE, PROCURAR ACABAR COM TODOS OS BURACOS ONDE SE ESCONDERAM OS RATOS ISTO ESTA QUASE IMPOSSIVEL DE SE FAZER.
ESTA MISSAO SOMENTE PODERA SER EXECUTADA POR MISTER BOND. O SENHOR 007 E O UNICO QUE TEM O PODER DE DESPACHAR PARA O INFERNO OS QUARENTA PARTIDINHOS MULAMBENTOS QUE VIVEM QUE NEM FARAOS COMENDO, BEBENDO E SE APOSENTANDO COM ALTOS SALARIOS PATROCINADOS POR ELES MESMOS. ELES SE APOSENTAM PORQUE ASSIM DECIDEM, ELES DE AUMENTAM PORQUE ASSIM DECIDEM. NOSSA JUSTIÇA DO ANDAR DE CIMA E PIFIA, MORTA E NAO ESTA INTERESSADA EM COLOCAR NA CADEIA OS BANDIDOS PORQUE SE ALIMENTAM E ENRIQUECEM COM O CRIME. NAO SO OS CRIMINOSOS DO LESA PATRIA MAS TAMBEM OS CRIMINOSOS QUE VIVEM NOS MORROS A CUSTA DO TRAFICO DE DROGAS QUE EMBURRECE E PARALIZA A JUVENTUDE BRASILEIRA E AINDA SAO AJUDADOS PELA MALANDRAGEM DA MIDIA MORTA, E DAS FABRICAS DE FAZER CAPETAS FORMADORES DE OPINIAO SOBRE ADMINISTRAÇAO PUBLICA E DE EMPRESAS DO MEU GLORIOSO SUM PAULO. A EAESP VEIO DEPOIS DA ESCOLA DE ADMINISTRAÇAO PUBLICA DO RIO DE JANEIRO PARA NOS TRANSFORMAR NO LIXAO. PIOR DO QUE ISTO TUDO E QUE AINDA RECEBEM DINHEIRO DO ERARIO PUBLICO PARA MANUTENÇAO DO DISSERVIÇO. FUNDAÇAO ROBERTO MARINHO E FUNDAÇAO GELTULIO VARGAS RECEBEM SUBVENÇAO DO GOVERNO. JA ESTAO COM O RABO CHEIO DE DINHEIRO MAS AINDA VIVEM QUE NEM CHUPIM AS CUSTAS DO DINHEIRO DE NOSSOS IMPOSTOS. ESTA E A VERDADE. ENSINARAM E ENSINARAM E PARAMOS NO LIXAO.

Anônimo disse...

Sei não mas, acho que nosso respeitado Jorge Serrão esta começando a fazer um strip tease ideológico desnudando bem devagarinho sua índole fabiana.

É esperar para ver e rezar para que eu esteja enganado.

Sérgio disse...

Líder de que meu amigo?
Tá de brincadeira?
São BANDIDOS nas instituições.
Liderar BANDIDOS?
Chefe de quadrilha.
O que precisamos é uma LIMPEZA no Congresso e Judiciário, o resto é papo.
Qualquer coisa que o Presente faça ou deixe de fazer será motivo pra derruba-lo.
Você parece inteligente e sabe disso.
A luta é DESIGUAL. A balança está pendendo pro lado do Crime.
Sem uma INTERVENÇÃO no Congresso e STF não haverá qualquer tipo de governo do povo.
Nem Bolsonaro ou qualquer outro

Anônimo disse...

É disso que eu estou falando ! texto "bão" que merece ser lido.

Q disse...

Que é isso, Jorge Serrão? Comprou a narrativa da velha mídia e já fala em derrubada de bolsonaro tbm?
Tô surpreso com isso, segundo texto que vc posta repetindo a mesma ladainha da mídia suja.

Anônimo disse...

Concordo com o anônimo das 10.59. Tb, como ele, espero estar enganada. Mourão na presidência? Só por cima do meu cadáver e dos demais eleitores do Bolsonaro. Daí é que verão ruptura de verdade.
Esther

Anônimo disse...

A condição maçônica do vice-presidente levanta uma desconfiança básica em grande parte da população brasileira, aumentada proporcionalmente ao grau do participante na Ordem. Ele não tem o carisma do presidente para unir as forças do bem deste país a fim de tirá-lo, sem autoritarismo, do atoleiro esquerdista. Todas as pessoas conscientes sabem do plano globalista de instaurar crises para oferecer uma solução autoritária nos moldes dos interesses globalitários. Além disso, sua posição "pragmática" em relação à China/Huawei não favorece a imagem de defensor da soberania do Brasil frente aos interesses sino-soviéticos.
Sobre o posicionamento jornalístico, sempre é bom lembrar o que identifica um conservador: a expressão lembrada por Olavo de Carvalho de que os conservadores não são homens de geleia. Metamorfose ambulante é a característica do esquerdismo de Lula e da revista Veja.

CaioB disse...

Louvável proposição exposta no artigo.
Existem instituições já formadas e de gratas lembranças que podem ser rapidamente e melhor "reativadas" em contexto de abrangência nacional.
Uma dessas é a Escola Superior de Guerra, uma luminosa instituição com brilhantes pessoas.
Escutei memoráveis palestras gravadas na década de 1970 proferidas por conferencistas participantes da ADESG, o braço irradiador da ESG.
Ambas instituições atingidas pela ideologia esquerdista, tem agora a possibilidade de expansão e levar a todos os recantos do Brasil ensinamentos e atualizações, inclusive geopolítica.

Rodrigo Almeida disse...

Muito boa a coluna e os comentários.
Eu estou só observando e tentando entender aonde (e com quem) o Presidente quer chegar

Anônimo disse...

Também ouvi sobre a inflexão esquerdista na ADESG e ESG. Espero que possa ser revertida, porque a impressão depois dos últimas declarações e atitudes de alguns militares no governo é que há uma sinistra identificação entre a eficiente imposição do poder (não da administração) pelos comunistas e pelos militares. O presidente Bolsonaro representa uma novidade (uma bênção!) por ser um militar que quer exercer o poder com transparência, respeitando a Teoria dos freios e contrapesos, para o Brasil não se assemelhar aos demais países latino-americanos, que vão de golpe em golpe ou ficam presos ao populismo de esquerda e direita. Para isso, a função dos militares é dar-lhe irrestrito suporte nessa situação histórica, em vez de ficarem "conversando" com inimigos do governo eleito sob a desculpa de isenção. As movimentações por diferenças de visão dos militares deixam apreensivos os civis para a iminência de golpe intramuros, o que vai minando a boa imagem que as FFAA tiveram até aqui perante a população.

sergio soares disse...

Será que, depois de mais de dez anos,está aparecendo o Jorge Serrão Fabiano?

slsoares disse...

Nada de maçonaria.Chega de uma vez por todas .