quinta-feira, 24 de outubro de 2019

Vivendo e aprendendo


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Maurício Mantiqueira

Um querido amigo queixou-se: “Ficar velho é muito ruim!”

Imediatamente alguém respondeu: “ A outra opção era pior!”

A proteção divina à vida de Bolsonaro impediu que estivéssemos hoje, no Inferno.

O grande país vizinho e irmão, a Argentina, corre um tremendo risco nesse próximo domingo.

A volta do poder real ao Sistema K será desgraça maior do que a Guerra das Malvinas. Esta, pelo menos, demonstrou o heroísmo dos soldados platinos, de sua Força Aérea, e estreitou os laços com o Brasil, que impediu o sobrevoo de nosso território por aviões inimigos, representou os interesses de Buenos Aires em Londres, abrindo uma nova era de confiança recíproca.

Confio na vaidade humana. Se eleito, Alberto Fernandez, para surpresa geral, poderá se afastar do jugo e da sombra de Christina e fazer o governo mais austero e eficiente da história daquele maravilhoso país, vilipendiado desde 1930.

Macri foi eleito para fazer o que não fez, por incapacidade ou covardia.

Seus eleitores, desapontadíssimos, abrem espaços para um novo desastre econômico e social. A soberania argentina está ameaçada como nunca. Já existem bases militares estrangeiras dentro de seu território e uma exploração desenfreada e clandestina de suas riquezas minerais.

No passado, os ingleses invadiram Buenos Aires duas vezes e foram repelidos. A rua Reconquista, ao lado da Casa Rosada, nos lembra até hoje aquela façanha. Não subestimemos o patriotismo e a bravura do povo irmão.

Carlos Maurício Mantiqueira é um livre pensador. Praticamente um Hermano Honorário.

Um comentário:

Anônimo disse...

Infelizmente, um comunista não permite que a vaidade se sobreponha ao dever de implantar o socialismo, no máximo fará ele escantear a ex-presidente, mas para cumprir o mesmo ideário. Esse é o problema da ocupação de espaços feita pela esquerda, porque independe do militante da vez, já que eles não têm identidade própria, como um conservador.