sexta-feira, 10 de janeiro de 2020

Greenfield: teste no “combate à corrupção”



Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net
Siga-nos no Twitter - @alertatotal

Um conjunto de sofisticadas sacanagens que causou um prejuízo de pelo menos R$ 5,5 bilhões às entidades de previdência Petros, Funcef, Previ e Valia é o grande teste para os brasileiros verificarem o grau de seriedade no combate à corrupção e se realmente é válida a tese de que a Petrobras foi “vítima” na Lava Jato e afins. O prejuízo pode ser maior, porque a Força Tarefa do Ministério Público Federal pede reparação econômica de R$ 16 bilhões.

Por enquanto, a Operação Greenfield, que denunciou 29 ex-executivos dos fundos de pensão, apenas apura se houve gestão temerária na aprovação de aplicação de dinheiro dos pensionistas no Fundo de Investimentos e Participações (FIP) Sondas, da empresa Sete Brasil Participações, entre os anos de 2011 e 2016. Numa outra etapa das investigações, a intenção é confirmar indícios de que os denunciados receberam vantagens ilícitas.

O caso complica ex-dirigentes da Petrobras e a própria petrolífera porque, na prática, foi a “estatal” quem procurou os fundos de pensão para que investissem no FIP Sondas da Sete Brasil. Os fundos de pensão deveriam fazer aportes na empresa entre 2011 e 2019. Porém, os investimentos foram antecipados e foram totalmente aplicados em 2016. A Sete Brasil foi criada após a descoberta do pré-sal, em 2006, quando a Petrobrás verificou que não existiam unidades de perfuração em quantidade suficiente para a demanda de exploração.

A Greenfield é um barril de pólvora. Além dos 29 ex-dirigentes de fundos de pensão, a operação mexe com grandes bancos e com poderosos do mundo político e econômico. A grande dúvida é se haverá fôlego suficiente para apurar crimes de corrupção, ou se apuração vai se limitar aos problemas de gestão temerária. Novamente, a aposta os bandidos é que as broncas mais graves acabem na hedionda e velha prescrição. Ou seja, na costumeira impunidade.

Ninguém se surpreenda se, novamente, for por água abaixo o imenso esforço para combater a corrupção no Brasil. Verdade que dói: uma imensa pizza já está assando no forno infernal da impunidade e da injustiça.

Colabore com o Alerta Total

Jorge Fernando B Serrão

Itaú - Ag 9155 cta 10694 2

Banco do Brasil - Ag 0722-6 cta 209.042-2

Caixa (poupança) - 2995 013 00008261-7





Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

Jorge Serrão é Editor-chefe do Alerta Total. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos.  A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Apenas solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 10 de Janeiro de 2020.

4 comentários:

Anônimo disse...

http://rvchudo.blogspot.com/
sexta-feira, 10 de janeiro de 2020

Formando burros e jumentos.

Se alguém ainda tinha alguma dúvida, o ranking do Pisa provou de uma vez por todas que a tal "pátria educadora", que encheu péssimas universidades com péssimos alunos formados por péssimos professores, era apenas um embuste.

Distribuir diplomas a pessoas de baixa inteligência, nenhum talento, estúpidas, cotistas, etc, é como carimbar o traseiro de bois e vacas que estão indo para o abate (neste caso justificável).

Na nossa cultura deformada pelo 'coitadismo', ou para falar mais academicamente, pelo ethos-igualitarista moderno, teimamos em achar que a Universidade é para todos. Nunca foi e nunca será. Essa é uma das maiores mentiras da modernidade.

A decadência da civilização se iniciou com a universalização do ensino, com a troca da formação espiritual e intelectual puras, "ars gratia artis"no sentido aristotélico, pelo adestramento meramente utilitarista para fins de sobrevivência.

Osmar Terra recebeu o troféu pelo trabalho do Ministério da Cidadania durante a Cúpula Mundial de Inovação para a Educação, no Catar

Universidade é para uma elite intelectual. É para quem realmente tem talentos, gosta de estudar e tem uma inteligência privilegiada. Sua prioridade é produzir conhecimento e não formar mão de obra ...e muito menos ainda formar militantes revolucionários que irão implantar o comunismo no país.

Para formar profissionais e mão de obra existe o ensino técnico e profissionalizante. As oportunidades que devem ser oferecidas a todos é a de uma boa formação de base onde, por meio da meritocracia, serão revelados aqueles mais capazes de ir para a Universidade PRODUZIR CONHECIMENTO.

Transformar todo mundo em universitário apenas para não ferir a autoestima do jovem maconheiro que usa piercing no nariz e alargador na orelha é algo completamente estúpido! Tudo que o governo do PT conseguiu foi queimar centenas e centenas de bilhões de reais para produzir o pior, o mais idiota, o mais ignorante, o mais analfabeto, e por consequência o mais mimado, alienado e arrogante aluno do mundo! CONTINUA....

Anônimo disse...



REVCHUDO CONTINUA II....

Nivelaram todo mundo por baixo, destruíram qualquer possibilidade de formar uma verdadeira elite intelectual para o país. São mais de duas décadas jogadas inteiramente no lixo! Trocaram a meritocracia (de alunos e professores) pela "universalização", pela "política de cotas"e pela "ideologização".

Nunca reconhecendo que as pessoas são essencialmente diferentes, umas mais inteligentes, mais capazes e mais esforçadas que as outras; enfiam goela abaixo de todos o maldito igualitarismo que sempre favorecerá o vulgar, o grosseiro e o ignorante. Sempre nivelará por baixo, rebaixará a tudo e a todos e produzirá os piores resultados.

Reúna vários alunos inteligentes e todos se tornarão mais inteligentes ainda. Cerquem um gênio de medíocres e vulgares e testemunhará sua lenta e gradual decadência.

Numa era em que a humanidade enfrenta a sua mais radical transformação tecnológica, a civilização cibernética põe em cheque toda a cultura humanista, há uma mudança profunda de quase todos os paradigmas científicos, sociais e econômicos; nanotecnologia, microbiologia, projeto genoma, matriz energética, 5G e 6G, Internet das coisas, etc.

Nós gastamos trilhões em 20 anos para produzir uma geração “Nem Nem” de mimados, estúpidos, deprimidos, feminilizados, vazios, idiotas e arrogantes que votam no PSOL e morrem de medo de se tornar adultos.

Uma legião de falsos graduados sem possibilidade de emprego, endividados com o FIES, caminhando para a meia idade, morando com os pais e frequentando a marcha da maconha porque precisam urgentemente legalizar seu suicídio.

Maurício Mühlmann Erthal

Postado por Ricardo Oscar vilete Chudo às 02:05
NUTAVAEL DIZ...
PARA QUE ESTA SUPREMA CORTE DE BOSTA CHEIA DE DEFICIENTES MENTAIS, INTELECTUAIS E PRINCIPALMENTE CANASTROES DE BOSTA EXISTE? ´POR QUE A FFAA NAO ELIMINA ESTE CRIME DE GUERRA PATROCINADO PELAS SUPREMAS CORTES FEDERAL E ELEITORAL, QUE SAO OS PATROCINADORES DO DESCREDITO DO BRASIL NO MUNDO. O QUE ESSAS FFAA ESTAO FAZENDO QUE SE CALAM? ATE O MUNDO MINERAL SABE QUE ESTA SUPREMA CORTE ESTA RECHEADA DE TRAMBIQUEIROS QUE AJUDAM OS BERMUDES E KAKAI FEIJOADA DO AMARAL A SOLTAR TODA A MARGINALIDADE DO PAIS.

Anônimo disse...

O Serviçal lewan do stfzinho, já avisou QUE NÃO ADMITE QUE OS CORRUPTOS sejam incomodados! E o nefasto Serviçal de Lularápio está tão determinado na proteção dos corruptos, principalmente os dixquerda que, se preciso for, solicitará a ajuda dos seus 5 colegas Serviçais naquele minúsculo e ridículo tribunalzinho de advogados, no sentido de punir qualquer um que ouse investigar seus amigos da Orcrim de Lularápio!!! E dizer que ainda teremos que aguentar esse tipo de fdp por anos a fio!

Sérgio Alves de Oliveira disse...

Os fundos de pensão sempre foram atrativos para corruptos,pequenos até 2003,e grandes,na era PT/MDB,após 2003.Antes do PT/MDB,a corrupção "ladrão de galinha" ficava por conta dos gestores e demais responsáveis pelas carteiras de aplicações dos fundos de pensão,que podiam levar algumas "vantagens" nas aplicações que faziam. Mas após 2003 ,"eles" se "antenaram" da mina de ouro para corruptos que poderia ser os fundos de pensão. Os maiores estrategistas dessas operações criminosas contra os trabalhadores participantes dos fundos de pensão ,que praticamente quebraram os maiores fundos,foram "buscados" nos sindicatos que sempre foram dominados pela esquerda. A partir daí a roubalheira foi institucionalizada. Os mais "poderosos" (corruptos),que passaram a ser os políticos e autoridades públicas, que se tornaram os grandes beneficiários da corrupção dos muitos "bilhões", institucionalizada nos fundos de pensão. Nos primeiros anos da década de 90,nem sei até agora porque "cargas d'água",acabei presidindo um grande fundo de pensão gaúcho e a respectiva entidade de classe que congregava as fundações do RS. Lutei para mudar a filosofia e o método das aplicações,no sentido de passar do simples "rentismo" parasitário para a efetiva produção econômica. Mas adivinhem quem acabou "mudado"? A verdade é que muitas dezenas de milhares de trabalhadores foram roubados nas suas aposentadorias, mas certamente nada acontecerá contra os ladrões,num páis em que a impunidade tornou-se regra.