quinta-feira, 20 de fevereiro de 2020

Vendendo Serviços



Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Maurício Mantiqueira

Há diversos tipos de serviços:

-Cuidados pessoais tais como cabelereiros, dentistas, acupuntura, etc.;
-Assistência técnica para objetos;
-Intangíveis. Estes são os mais difíceis de vender e de contratar. São comparados ao serviço das donas de casa que só aparece quando NÃO é feito.

Diretores de criação em agências de publicidade precisam ter o insuperável dom da percepção de como o seu público alvo reagirá a seus anúncios.

Talvez o melhor que já tenha visto foi o de uma pomada contra hemorróides que mostrava uma pessoa andando a cavalo sem as dores de cada movimento. Dizem as más línguas que não funcionou em Portugal. As vendas do produto não deslancharam, mas em muito aumentou a procura por cavalos para equitação.

Os advogados, principalmente os conselheiros, dificilmente têm seus méritos reconhecidos. Muitas vezes clientes “espertinhos” querem filar uma consulta ou não pagam “um absurdo” cobrado por alguns minutos de “conversa mole”.

O ditado popular reza: Dor de barriga não dá uma vez só. Da próxima vez, ele que consulte o Google.

Os médicos são mais felizes. Se num lugar público alguém lhes pede um diagnóstico, o profissional pode responder “Tire a roupa que vou examiná-lo”.

Na política as melhoras só ocorrem por outorga de um raro bem intencionado e nunca por demanda popular.

Sem a chance de recontagem do voto impresso qualquer fraude é possível.

Carlos Maurício Mantiqueira é um livre pensador.

Um comentário:

aparecido disse...

Aquela do portugues foi a do cigarro malboro...depois de uma bateria de propaganda aumentou muito em Portugal a venda de cavalos... e faltou o serviço dos furos... bastante antigo... e tão na moda da nossa "imprensa"....colocam um furo usado no sacrificio para conseguir um furo novo...