sábado, 14 de março de 2020

A Nova Ordem Mundial, a esquerda e a mídia LGBT excluem o heterossexual


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Sérgio Alves de Oliveira

Dentre todas as infrações constitucionais cometidas pelas pessoas, talvez a mais comum, nos dias de hoje, especialmente no Brasil, se constitui no  absoluto desprezo pela “igualdade de todos perante a lei”, prevista no artigo 5º, ”caput”, da Constituição Federal.

Minha proposta se resume a demonstrar que pelo menos um tipo humano não recebe  a garantia  constitucional da “igualdade de todos perante a lei”. Estou me referindo à pessoa, homem ou mulher, HETEROSSEXUAL, que na ditadura da Grande Mídia, porta-voz da Nova Ordem Mundial, e da esquerda, acabou se tornando raridade de museu.

Mas essa  infração constitucional assumiu proporções “estratosféricas” ao ser assimilada,  de “corpo e alma”, sem qualquer restrição, e com toda a radicalidade, pela GRANDE MÍDIA, que  acabou colocando no ápice  da pirâmide dos seus valores a comunidade LGTB, integrada  por lésbicas, gays, bissexuais, travestis e  transsexuais, dentre  diversas outras “variantes”, como a espécie  “queer”, transformando-os  nos  novos  “deuses” midiáticos e, ao mesmo tempo, ”rebaixando”  outras categorias, que não possuem essas  “qualificações”, e  por isso  não integram essa  comunidade privilegiada, à condição de “excepcionais”, alijados dos espaços midiáticos. É como se não existissem. Como se fossem “nada”.

Portanto, para a Grande Mídia, a “igualdade” entre as pessoas  fica resumida  à igualdade entre os “tipos” LGTBs, excluindo dessa igualdade os que não se enquadram essa categoria, no caso, inclusive , homens e mulheres   heterossexuais, que não consideram e  nem praticam o “sexo”,ou “gênero”, como  uma questão de “opção”, como resultado de “uma condição social”, porém como um ditame da  própria natureza, que diferencia na vida animal ,inclusive humana, o “macho” da “fêmea”, uma questão objetiva, não subjetiva ,como é  voz corrente  dessa  mídia deturpada.                                                

Especialmente nos programas  televisivos dos  seus apresentadores , “é só o que dá”. É por isso que a toda categoria “ heterossexual” chega a se constranger e a ficar inibida, “encolhida”, quando assiste  tais programas ,sentindo-se  de “outro mundo”, que não aquele  que essa mídia apresenta, num mundo “alienígena”, bem distante. Pessoalmente , sinto-me o próprio “peixe fora d’água”, por não ter a “graça” de possuir alguma desses “requisitos” LGTB.

Porém esse fenômeno não pode ser visto  isoladamente. Com certeza, ele está inserido num contexto bem  maior, mundial. Está relacionado, inclusive, ao surgimento das mobilizações políticas da chamada NOVA ORDEM MUNDIAL, uma sociedade secreta que congrega os maiores interesses políticos e  fortunas do mundo , juntamente com os  movimentos da ESQUERDA, para tomada  do poder , considerada o “braço direito”,  a principal ferramenta, da Nova Ordem Mundial , que tem  inclusive no multibilionário George Soros uma das figuras de maior destaque. E essa gente está tendo a extrema ousadia de bater na porta de entrada (ideológica) até dos Estados  Unidos, através do Partido Democrata.

Nesse sentido, parece muito forte a influência das propostas  do comunista italiano Antônio Gramsci, uma vez que tanto a esquerda, quanto a  Nova Ordem Mundial, da qual a primeira é simples  “serviçal”, adotaram uma política de total desprezo e desrespeito pelos  valores judaico-cristãos da civilização ocidental, do chamado “mundo livre”, representados pela LIBERDADE,  FAMÍLIA, e  FÉ, contra esses valores  declarando  guerra total, por intermédio do que  “eles” chamam de  “politicamente correto”.

Nesse projeto espúrio  de dominação do mundo, o Grande Capital, representado pela Nova Ordem Mundial, permaneceria controlando as  maiores riquezas mundiais . E  o seu “braço direito”, a esquerda,  seria “compensado”, entregando-se-lhe  a política interna das respectivas nações “tomadas”, numa  versão atualizada da “Nomenklatura”, a classe dirigente  da “elite”, dos privilegiados, que dominaram  a política e os governos russos, durante boa  parte do seu processo revolucionário, iniciado  em outubro  de 1917.

Em vista desse acordo, entre o CAPITAL e a ESQUERDA, é bem possível que os  restos mortais de Karl Marx estejam, nesse momento ,se contorcendo na tumba. Certamente  jamais  poderia ter passado pela sua  cabeça  que esse tipo de acordo pudesse ser realidade algum dia.

Mas a Nova Ordem Mundial, e a sua esquerda “serviçal”, não estão sozinhos nessa “empreitada”. Contam com ajuda das principais organizações  internacionais, além do próprio Papa Francisco, um “vermelho” que acabou ocupando o Trono de Pedro, inclusive por influência  de toda essa “confraria”.                                                                                                                                            
E essa “ajuda” vem da própria  Organização das Nações Unidas-ONU, e da União Europeia, que adotaram políticas de máxima tolerância, e até incentivo, para que ocorressem as  gigantescas  migrações externas  clandestinas, de verdadeiras multidões de pessoas que nas suas respectivas nações de origem passaram a ser consideradas  verdadeiros “estorvos”, dando-se-lhes, por esse motivo,  “passaportes” informais, e até “carona”, quando preciso, para invadirem clandestinamente  outras nações, “coincidentemente” mais ricas e desenvolvidas.                                                    

E essas nações, “exportadoras” de gente ,que não tiveram capacidade  de construir as suas próprias grandezas e  prosperidades sociais, arranjando lugar digno para os seus “excluídos”, ”livram-se” desse enorme problema  social, “exportando-os”  para outros países, que  acabam tendo que sacrificar os seus próprios povos para acomodar tanta gente “extra”, que também  passarão  a disputar as cada vez mais limitadas vagas num  mercado de trabalho  já saturado.

“Ampliei” um pouco essa discussão para tentar demonstrar que o trabalho de boa parte da  Grande Mídia, especialmente brasileira, está perfeitamente sintonizado com os valores deturpados da Nova Ordem Mundial ,e da esquerda, sua “serviçal”, e que se resumem, exatamente, na busca de implantar os seus próprios  “impérios”, afastando   os valores judaico-cristãos,a família, a liberdade,  a fé, e, evidentemente, e por consequência, a própria HETEROSSEXUALIDADE, fundamental à reprodução humana e preservação da família.

Sérgio Alves de Oliveira é Advogado e Sociólogo.

2 comentários:

adilson disse...

Os metacapitalistas perceberam que no ocidente, democracias, é demorado os resultados,muitos freios,caminho longo.Foram prá cima do oriente,china,cultura,sistema comunista.Resultados rápidos!Em 30 anos,historicamente curto,colapsaram o ocidente,moral e economicamente.Comunistas não possuem amarras, não se importam,sem freios morais.Fogo no mato seco!E homossexualismo é o primeiro estágio,creio já estarmos no segundo.Homem com homem,mulher com mulher,freia,mas já estamos no estágio de eliminação e esterilização.Na sequência dessa pandemia virá a vacinação “obrigatoria" e como, já vinculado como consequências do corona, infertilidade.

Luiz Clemente disse...

Perfeito e atual o seu artigo. Parabéns!!