domingo, 15 de março de 2020

A vergonhosa e escandalosa resposta do Brasil à COVID-19



Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Milton Pires

Sars-Cov-2 é o vírus, COVID-19 é a doença provocada por ele, mas a resposta do Brasil está sendo uma só: uma vergonha, um escândalo de proporções internacionais – é o “Petrolão da Saúde Pública” no Brasil!

O Brasil segue sem fechar os aeroportos para voos da Europa, segue cancelando partidas de futebol entre Taquariense e São Paulo de Rio Grande, shows de “Gripado & Catarrento” e aulas de “Humanas” nas Faculdades de todos os cantos, segue na loucura de comprar álcool gel e máscara, mas segue sem fechar os aeroportos!

Mais do que isso: o Brasil SEGUE sem entender do que se trata quando se fala em COVID-19, segue dizendo que é uma “epidemia de gripe que pode matar”, quando na verdade é uma epidemia que mata e que pode provocar gripe antes de matar!

Pela última vez: não é uma “Epidemia de Gripe”, é uma “Epidemia de Insuficiência Respiratória Aguda”. Já expliquei que é necessário, antes que a “bomba atômica” exploda, ter uma massa crítica, um número mínimo de pessoas infectadas com as quais não vai acontecer coisa alguma.

Hoje saiu a notícia de que Preta ou Branca ou sei lá que cor é, Gil, “testou positivo para COVID-19”. Grande coisa: tenho quase certeza de que não vai acontecer NADA com ela.

O problema não é ser contaminado pelo vírus e morrer. O problema é justamente NÃO MORRER e passar o vírus “pra frente numa velocidade incrível” até que o número de idosos, pacientes com câncer, pacientes em quimioterapia, com Lupus, com Insuficiência Cardíaca, com Enfisema, Bronquite ou simplesmente idosos LOTEM TODAS AS EMERGÊNCIAS com Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS) e comecem a morrer mesmo quando já tem todo suporte de Terapia Intensiva possível!

Será que ninguém entendeu isso ainda?

Fechem imediatamente os aeroportos do Brasil para voos vindos da Europa !!! Parem com essa loucura de falar em “Telemedicina para COVID-19”, parem com a bobagem de gastar 5 bilhões contratando adolescentes recém formados em Medicina (que não passaram em nenhuma prova de Residência) para serem colocados em postinhos de saúde só com avental e estetoscópio – isso só vai servir para espalhar o vírus e retardar o acesso ao oxigênio para pacientes graves!

Parem, acima de tudo, de MENTIR para as pessoas!!!



Massa crítica do COVID-19

Para que a TRAGÉDIA aconteça, é necessário ocorrer algo semelhante ao conceito de “massa crítica” em Física - Em física, a Massa Crítica é a quantidade mínima de massa necessária para formar e manter uma reação em cadeia (nuclear).

No caso da COVID-19, a “massa crítica” é representada pelo número mínimo de pessoas infectadas que, provavelmente, não vai sentir coisa alguma e a partir do qual começa a “reação e cadeia” - pessoas dos grupos mais sensíveis: moradores de rua, gente com DBPOC, alcoolistas, gente com AIDS, usuários de drogas, gente com doenças autoimunes como Lupus, gente com câncer que faz quimioterapia e, evidentemente, os idosos, começa a buscar assistência hospitalar AO MESMO tempo. Isso AINDA não aconteceu aqui no Brasil, mas eu não vejo NENHUM infectologista ou intensivista dizendo isso.

Milton Pires é Médico. Editor do Ataque Aberto.

3 comentários:

Anônimo disse...

Mal posso acreditar que esse sujeito, como médico que é, tenha escrito esse monte de asneiras, pondo mais lenha na fogueira da histeria coletiva que a China desencadeou no mundo com o seu mais recente shing ling, o coronavírus chinês!

Ernesto disse...

O Dr. Milton , como profissional qualificado de saúde está fazendo um alerta, sua obrigaçao, concorde voce ou nao !!

Anônimo disse...

Vamos parar por um minuto para pensar racionalmente sobre a chamada pandemia. Todos os anos, cerca de 15 milhões de pessoas morrem de doenças respiratórias. Mesmo estimativas conservadoras dizem que a gripe mata mais de 300.000 pessoas anualmente. E, no entanto, aqui temos uma histeria extrema com mais de alguns milhares de mortes de pessoas cuja idade média é de 80 anos.