domingo, 22 de março de 2020

Corona no Brasil cheio de Leis


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net
Siga-nos no Twitter - @alertatotal

O Brasil vai implodir com o confinamento para isolamento social imposto pela onda de medo e prevenção contra o coronavírus? Trata-se de uma pergunta de complexa resposta, mas o comportamento extremista de muita gente, em todas as classes sociais, já indica que os paranóicos e os histéricos terão palco para aloprar, com apoio da legislação alarmista que restringe liberdades, principalmente o direito de ir-e-vir.  

A pandamia será um teste duríssimo para o arremedo de democracia que temos no Brasil. A tecnocracia e as autoridades, até agora, só aproveitaram para soltar medidas antipáticas e de impacto econômico altamente negativo. A partir desta segunda-feira, 23 de março de 2020, vamos experimentar e vivenciar proibições dignas dos tempos de guerra assimétrica. Parece que o inimigo é o mortal COVID-19, porém o Mecanismo Estatal Capimunista tupiniquim é o verdadeiro vilão.

Só com muita sorte o tal “vírus chinês” não provocará estragos inimagináveis no Brasil – País subdesenvolvido no qual o sistema de saúde pública tem qualidade questionável. A economia já foi duramente atingida pelas expectativas negativas. As determinações oficiais para “parar tudo”, com o confinamento das pessoas nas próprias residências (pelo menos para quem tem a sorte de tê-las), vai ter impactos econômicos que ainda não foram medidos pelos “cientistas” políticos amadores.

Os gastos com água, energia, gás e alimentação tendem a aumentar muito com as pessoas em “recolhimento obrigatório” – por força das ordens das autoridades e por “sugestão” impositiva da extrema mídia. Até agora, nem os governantes, nem os intelectuais orgânicos do jornalismo, ousaram sugerir que a crise coronaviriana seria um problema oportuno para rediscutir o absurdo preço que pagamos pelas tarifas.

Muitos terão dificuldades reais para pagar as contas, durante os 60 a 90 dias de improdutividade que se avizinham... Os boletos chegam mais depressa que a infecção do “vírus chinês”. A partir desta segunda-feira, a parada mais radical nos municípios, com quase todo o comércio fechado por força das leis políticas – e não das leis do mercado – tende a gerar uma situação nunca antes experimentada e vivenciada pelos brasileiros.

Até quando o “fica em casa” será obedecido, sem reações colaterais, é a grande dúvida. É previsível um aumento nos casos de depressão e de pessimismo – que podem gerar baixa da auto-estima e, mais perigoso ainda, da imunidade das pessoas. Assim, o “regime de prisão domiciliar”, combinado com a recessão e a depressão na economia, pode potencializar os efeitos trágicos da pandemia.

Não vai ser fácil. O brasileiro terá de reunir forças para uma união e um entendimento inéditos. Infelizmente, a polarização política e ideológica oferece todas as dificuldades contra tamanho desafio. Do ponto de vista da saúde, tomara que a tal cloraquina (que o Presidente Bolsonaro mandou produzir em massa) se transforme na grande colaboração brasileira para enfrentar e vencer o vírus.

No mais, é torcer para que agüentemos o tranco. Como sempre, vamos fazer milagres para sobreviver... Como tem de ser...       







Colabore com o Alerta Total

Jorge Fernando B Serrão

Itaú - Ag 9155 cta 10694 2

Banco do Brasil - Ag 0722-6 cta 209.042-2

Caixa (poupança) - 2995 013 00008261-7

Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

Jorge Serrão é Editor-chefe do Alerta Total. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos.  A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Apenas solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 22 de Março de 2020.

3 comentários:

Anônimo disse...

Meu caro. Você deveria ler ou saber que o "Bolsonaro" que dirige a Itália não deu bola para o COVID-19, como o nosso, e o resultado todo mundo sabe. Agora que a Itália foi arrombada ele decreta quarentena total. Ainda bem que tem governadores e prefeitos sensatos, que sabem que a bomba vai estourar nas mãos deles e tomaram decisões sérias. O Bolsonaro só mandou produzir o remédio, que nem sabe se é mesmo eficaz, porque o ídolo dele Donald Trump falou que este remédio é bom.

CRISTÃO INDIGNADO disse...

O Governador Doria está com uma campanha de vacinação contra influenza (H1N1) sem cabimento, se ainda fosse uma vacina contra coronavirus comum. Estudos recentes indicam que o choque no sitema imunológico induzido pela vacinação prejudica o indivúduo quando infectado pelo novo vírus.

Coloca esforço e dinheiro numa ação que vai piorar as coisas.
Parabéns Governador Doria, bom trabalho!!

https://christiansfortruth.com/2020-study-shows-common-flu-shots-make-people-more-susceptible-to-coronavirus-lung-infections/

ARS disse...

Para quem quiser saber como o Partido Comunista da China (vulgo PCC) conseguiu tanto apoio das penas de aluguel, vale a pena ler o artigo "Origens do Comportamento da República Popular da China na América Latina e no Caribe", de Fred A. Quintana (Comando Sul dos EUA), que está disponível em https://dialogo-americas.com/pt-br/articles/origens-do-comportamento-da-republica-popular-da-china-na-america-latina-e-no-caribe/
É o mesmo método adotado pela organização criminosa dos corruPTos para comprar a imprensa marrom, com propinas.