quinta-feira, 12 de março de 2020

Crime Militar


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Antônio José Ribas Paiva

Todo mundo sabe, que as urnas eletrônicas não são confiáveis.

Mesmo assim, a Ministra Rosa Weber e seus antecessores no Tribunal Superior Eleitoral afiançaram o sistema, enfática e publicamente, através de publicidade institucional, convocando os eleitores para comparecerem às seções  eleitorais, para votar nas famigeradas urnas. 

O TSE, sob a presidência da Ministro Rosa Weber, coordenou, presidiu e fiscalizou as eleições presidenciais de 2018 e apurou o seu resultado , que homologou. 

Ocorre , que o Presidente Bolsonaro afirmou , em entrevista concedida à imprensa mundial, nos EUA, que ganhou no primeiro turno e foi roubado e , que tem provas da fraude eleitoral. Ressalte-se que  a palavra do Presidente da República tem fé pública, logo, as fraudes ocorreram e seus responsáveis deverão ser punidos.

Estariam os autores da fraude cumprindo ordens de controladores do colonialismo financeiro europeu? Porque é manipulando o processo político eleitoral que os colonialistas exercem o GOVERNO INDIRETO, nos países de seu interesse. Os fatos indicam.

Pairam suspeitas , de que a classe política e os Tribunais Eleitorais obedeceriam a interesses superiores ocultos. 

O que poderia pairar acima dos Poderes da República?

Tudo indica, que seriam poderes alienígenas. Nesse caso, não se trataria de simples crime eleitoral , mas do CRIME MILITAR, capitulado nos artigos 142 e 357 do Código Penal Militar, que deve ser apurado em IPM.

Diante de fortes evidências de traição à Pátria, compete, exclusivamente, ao Comandante do Exército mandar instaurar  o competente INQUÉRITO POLICIAL MILITAR, por tratar-se de gravíssimo crime impropriamente militar, que põe em risco os Poderes Constitucionais, cuja apuração, em razão da matéria, é exclusiva do Comandante do Exército e não do Conselho Superior da Magistratura. Até porque, no trato da coisa pública, à ninguém é dado ser juiz dos próprios atos.

O Presidente Bolsonaro, cumprindo as atribuições do artigo 84 da Constituição Federal, certamente determinará ao Comandante do Exército a instauração do IPM, para não incorrer nos típicos do artigo 85 da Carta Magna.

O povo brasileiro aguarda a apuração dos fatos e a exemplar punição dos culpados!
BRASIL ACIMA DE TUDO !!!

Clube Militar

O vetusto Clube Militar, Casa da República, mostra-se indignado com o “parlamentarismo branco“. Com todo o respeito, antes deveria o histórico clube , condenar e repudiar a classe política , traidores da Pátria e ladrões do dinheiro público, assassinos do povo, que campearam na coisa pública , nos últimos 33 anos ; recebendo garbosas e prazeirosas continências de todos que deveriam prendê-los!

Antônio José Ribas Paiva, Advogado, é Presidente do Nacional Club.

8 comentários:

Anônimo disse...

Se os militares pautam pela legitimidade, perguntamos: Que legitimidade tem, quem obedece comandos alienígenas e estão lotados nos mais altos cargos inclusive, no STF, em detrimento da nação? Como o povo se livra desses traidores?

Anônimo disse...

O Anônimo acima tem razão. Como o povo se livra desses traidores?
Resposta: INTERVENÇÃO MILITAR, FECHAMENTO DO CONGRESSO E STF E TODAS AS INSTITUIÇÕES CORROMPIDAS E PROSTITUÍDAS DO ESTADO COMUNISTA ESTABELECIDO AQUI NO BRASIL. PRONTO!

Anônimo disse...

como sempre , sensato e didatico o patriota dr. Ribas.


Chauke Stephan Filho disse...

A palavra "Prazeiroso" não existe na língua portuguesa.

Anônimo disse...

O problema é esse Alto Comando das Forças Armadas MELANCIA(comunistas disfarçados).
Um comandante dessas Forças Armadas, por exemplo, o Exército, jamais vai fazer uma IPM que incrimine eles.
Até o STM-Superior Tribunal Militar deve estar aparelhado, o que é quase certo, pois pelo tempo que a esquerda está atuando eles devem ter aparelhado o STM também.
E nós como é que ficamos?
A resposta é: Tem que ocorrer uma Insurreição Militar nas Forças Armadas para resolver esse problema, mas isso está difícil de acontecer, não sabemos como está as cabeças dos milicos hoje em dia.
Só Deus para resolver isso.

Anônimo disse...

"O vetusto Clube Militar, Casa da República, mostra-se indignado com o “parlamentarismo branco“. Com todo o respeito, antes deveria o histórico clube , condenar e repudiar a classe política , traidores da Pátria e ladrões do dinheiro público, assassinos do povo, que campearam na coisa pública , nos últimos 33 anos ; recebendo garbosas e prazeirosas continências de todos que deveriam prendê-los!"
Exato. Durante mais de 30 anos, a classe política roubou e criou milhões de miseráveis e gerações de estudantes e alunos totalmente idiotizados nas escolas tendo seu ponto mais alto nos últimos 15 anos de PT e nunca se ouviu um pio dos militares.

Anônimo disse...

"O vetusto Clube Militar, Casa da República, mostra-se indignado com o “parlamentarismo branco“. Com todo o respeito, antes deveria o histórico clube , condenar e repudiar a classe política , traidores da Pátria e ladrões do dinheiro público, assassinos do povo, que campearam na coisa pública , nos últimos 33 anos ; recebendo garbosas e prazeirosas continências de todos que deveriam prendê-los!"
Exato. Durante mais de 30 anos, a classe política roubou sem asco e criou milhões de miseráveis e gerações de estudantes e alunos totalmente idiotizados nas escolas tendo seu ponto mais alto nos últimos 15 anos de PT e nunca se ouviu um pio dos militares.

Anônimo disse...

Os militares do Alto Comando são MELANCIAS. Essa é a razão de nunca se ouvir um pio dos militares.