segunda-feira, 9 de março de 2020

Não contavam com a indignação dos cordeiros



Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por H. James Kutscka

É indiscutível que certas posturas fazem absolutamente todo sentido, quando se trata de religião.

Como só para exemplificar, oferecer a outra face, quando levar um tapa.
Ou como encontramos na Bíblia:

“Ele foi oprimido e afligido, mas não abriu a sua boca; como um cordeiro foi levado ao matadouro, e como uma ovelha muda perante seus tosquiadores, assim ele não abriu sua boca” (IsaÍas 53:7)

No entanto, quando de política se trata, o silêncio das massas levou o presidente da Câmara a declarar recentemente que: “o congresso não é obrigado a ouvir o povo”. 

A mudez do povo, diante das investidas dos pulhas do congresso contra as instituições, “soou” como autorização, para também o presidente do Senado declarar com relação aos diálogos grampeados e editados pelo Verdevaldo: “se as conversas vazadas de Moro fossem de um parlamentar, ele já estaria cassado”. 

Já o presidente do STF se sentiu no direito de declarar do alto de sua sacrossanta ignorância, a seguinte blasfêmia contra o lema de nossa bandeira: “você nunca vai ter progresso, se tiver que ter ordem como premissa”.

Durante o último ano, assistimos como ovelhas mudas, ao Congresso e o STF debocharem do nosso presidente, vetarem projetos essenciais, escarnecerem das leis, libertarem bandidos, deitarem e rolarem em nossa cama.

Então foi ouvido no planalto central, o rugido de uma onça indignada, que reverberou em todas consciências céticas do país, um sonoro: - Foda-se!
Tal rugido despertou o rebanho anestesiado e descrente, que de repente, se deu conta que: embora ovelhas, se associadas à onça, poderiam enfrentar os vendilhões da pátria encastelados em seus palácios em Brasília, e expulsá-los de seus tronos.

Cansados de calar, tomamos consciência.

Uma colossal reunião de ovelhas foi  então marcada para dia 15 de março de 2020, nas ruas de todo país, reunião essa que se Deus quiser, (e com a devida desculpa a divindade pela grosseria), assim como dia 9 de Janeiro de  1822 ficou para a história como o Dia do Fico, esse ficará  como o Dia do Ide Foder-vos.

Aprendam canalhas: “Todo Poder emana do povo.”

Nos vemos lá, para fazer história.

H. James Kutscka é Escritor e Publicitário.

Nenhum comentário: