segunda-feira, 16 de março de 2020

Se já não estava claro, agora ficou


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por H. James Kutscka

Todo poder emana do povo.

Neste domingo, em uma demonstração de patriotismo explícito, esse mesmo povo, se ofereceu para pagar a multa do caminhão que em São Paulo estava proibido de entrar na Av. Paulista, pelo tiranete de plantão e seu titereiro.

Cinco mil e oitocentos reais depois, para a indústria de multas que serve aos políticos corruptos, como fonte extra de renda e instrumento de controle social, restava resolver o problema nos pontos na carteira do motorista, (que, claro não os queria em sua carteira de habilitação) então surpresa: um militar presente se ofereceu para arcar com os pontos.

Fez mais que todos generais em conjunto fizeram até o momento, para salvar o Brasil dos canalhas que se locupletam no STF e no Congresso.

Tive então o prazer de assistir emocionado, o caminhão de som entrar na Av. Paulista, a despeito de toda campanha de terror feita durante a semana que passou.

A ameaça do Corona Vírus, amplamente divulgada pelos canais de televisão a serviço dos canalhas, apavorados com a reação do povo já de saco cheio, o governador, abrindo excepcionalmente a Av. Paulista para o tráfego normal no domingo e ameaçando multar quem interrompesse o trânsito com manifestações, o patético Toffoli, ameaçando prender quem se manifestasse contra o STF.

Em cima dele (o caminhão de som), meu amigo Cláudio Benedetti com sua corneta, emitia as notas pungentes e emocionantes da ordem de atacar da cavalaria.

Era o povo fazendo história, dando uma solene “banana” aos que se julgam donos do poder.

Talvez o grito não seja “Selva!”, mas “Urbe!” e como incita o hino Francês, seja o momento de: “ Aux armes citoyens! Formez vos bataillons! Marchons, marchons”

O primeiro passo da marcha foi dado hoje, tomamos a Av. Paulista!
São Paulo agora, pertence ao povo de bem, não a um governo entreguista.

Marchemos.

H. James Kutscka é Escritor e Publicitário.

Nenhum comentário: