domingo, 19 de abril de 2020

A Síndrome de Estocolmo



Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Maurício Loup

O brasileiro médio, em sua essência, sofre da Síndrome de Estocolmo, pois é inacreditável o tanto que alimenta simpatia pelo seu agressor, pelo seu algoz.

Um dos maiores (senão O maior) criminoso da história, Luiz Inácio "Nine Fingers" da Silva, destroçou um país, roubou milhões para suas contas, desviou bilhões para o partido e seus comparsas, traiu amigos, a esposa, as amantes, o eleitor, os aliados, e ainda assim, uma BOA (e assustadora) parte do Brasil ainda o trata com devoção.

Sabe aquele seu amiguinho que diz "eu não gosto de Lula e nem voto nele"? O sujeito votou no Haddad para presidente.

Pois este é o tipo de gente que estamos convivendo.

O Brasil nunca foi tão estúpido, nunca foi tão dominado e tão facilmente manipulado, como tem sido nos dias atuais.

Agradeçam a Paulo Freire, o patrono da submissão, o mestre na arte de vangloriar genocidas e condenar patrões, afinal, o ESTADO, somente o ESTADO, é o senhor de tudo e de todos.

Você, de acordo com o mestre Freire, não precisa aprender nada, não precisa descobrir nada, pois você já sabe tudo, és praticamente um prodígio, e deve permanecer eternamente preso ao quadrante de seu destino. Nasceu pobre, morra pobre, é a ordem do mestre Freire.

Você NUNCA, de acordo com a caricatura do patrono da educação, deverá empreender, crescer, buscar o melhor, pois o Estado cuidará de você.

Pergunta aos gênios: 

Quem cuida do Estado? O Estado produz o que? Quem banca o Estado?

Qual a real finalidade do Estado dentro de um país onde uma UTI tem 2 enfermeiros, enquanto um deputado tem 50 assessores com salários altos, mordomias, etc, tudo pago com O SEU dinheiro, enquanto você chora na fila de atendimento hospitalar e culpa o pobre do enfermeiro por isto?

É difícil entender esta logística?

O presidente atual, Bolsonaro, pode não ser a melhor pessoa do mundo, mas dentro da política, quem é????

Aponte um! Vamos lá, mostre uma grande pessoa na política!

O presidente atual foi eleito democraticamente, porém CONTRA o mainstream e a máfia política que, desde sua posse, tenta de toda forma destruí-lo.

Goste você ou não, isto vai depender do tamanho de sua estupidez e ignorância política, diversas melhoras foram registradas no país, graças a apenas um ano de gestão de um sujeito que pegou o Brasil destruído, ou você, esperto que é, acha que todo desvio de TRILHÕES de dinheiro (sim, TRILHÕES, de acordo com a LAVA JATO) não alterou em nada a economia do país?

Esta síndrome de Estocolmo, este amor lucioflaviano por bandidos, corruptos e presidiários só tende a afundar ainda mais o Brasil.

Gente que trabalha, que rala e que paga as contas em dia, já entendeu o jogo e percebeu, mesmo que no segundo tempo, que Bolsonaro é anti-herói, cheio de falhas, mas nem de longe, o vilão desta história.

Ver idiotas saudando um vagabundo asqueroso e nocivo como Rodrigo Maia, só comprova a tese de Nelson Rodrigues:

"Os idiotas vão tomar conta do mundo; não pela capacidade, mas pela quantidade. Eles são muitos."

O tal Mandetta, político vaidoso, arrogante e midiático, conquistou em pouco tempo a simpatia de uma imprensa raivosa, torpe e mentirosa, assim como de gente que "ama" o Brasil: a turma do Partido Comunista Brasileiro. 

Você compreende a semântica ou será necessário uma lousa para auxilia-lo?

O tal dotô, de uma incompetência surreal, errou (e assumiu) na antecipação do isolamento; não acertou em momento algum o pico da doença; administrou mal o dinheiro (muito, aliás), como por exemplo a compra de respiradores (um gasto de 8 bilhões), sendo que Manaus recebeu apenas 10 aparelhos; vivia repetindo número de mortos, mas quando questionado sobre número de pacientes curados, se recusava a dizer; não apoiou o uso da cloroquina quando Bolsonaro falou sobre o medicamento; entre tantas outras escorregadas que já teriam rendido uma demissão em QUALQUER emprego.

Como se não bastasse, o ministro estrela, deu entrevista na Globo, declaradamente inimiga do governo, fazendo campanha (inclusive até com logotipo em seu nome) política descarada em meio à uma crise.

Fez conluios com Maia, Caiado e Batoré, para derrubar o presidente, portanto, foi embora tarde. 

É um canalha da pior espécie. Quanto a você, desinformado que vive de memes e de comentários alheios, procure informação sobre os atos de Mandetta como deputado. 

Quer um??? Apenas unzinho?

O nobre deputado apoiou a PEC os gastos, que acabou TIRANDO 22,5 Bilhões da saúde.

Viu que médico super engajado com a saúde?

ACORDEM e deixem de ser idiotas.

Não entende sobre política? O assunto não lhe atrai?? Tem preguiça de ler e se informar?

Fica a dica: cala a boquinha, continue postando foto de suas férias de quarentena e pare de escrever textão sobre o que desconhece! Pare de seguir a maioria barulhenta e burra, como se carneirinho fosse.

Marielle não vive, ela morreu. Lula não precisa ficar livre, ele já está, agradeça ao STF. 

Manu, Haddad e Boulos são tão comunistas quanto eu sou artilheiro do Flamengo. Esta gente nasceu rica, vai morrer rica e está POUCO SE FODENDO pra sua vida. Deixa de ser babaca, por favor!

Dória, Maia e Bruno das covas são outros que nasceram em berço de ouro, nunca pagaram uma conta de luz, nunca pegaram ônibus lotado, nunca sujaram o pé em rua de terra. Esta gente odeia pobre, meu caro. Você apoiar, por raivinha do titio malvado que é Bolsonaro, este tipo de déspota só demonstra que:

Você é sim um completo idiota e, infelizmente, sofre de grave síndrome de Estocolmo. Para você amar (ou apenas aceitar) Bolsonaro, ele terá de ROUBAR, coisa que até este momento, mesmo sendo o homem mais investigado do planeta, não há UMA única evidência.

Até lá, ele será odiado por toda esta gente "esperta" que torce pra China, vibra pelo corona e continua achando a Globo uma grande central de informação.

Como bem disse um querido amigo ontem, numa conversa longa via WhatsApp, que sempre me faz bem: 

Como se orgulhar do Brasil???????

Maurício Loup é Jornalista e Músico.

Nenhum comentário: