domingo, 19 de abril de 2020

Bolsonaro: um caso para psiquiatria



Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Félix Maier

Concordo com o Presidente  Bolsonaro quando demonstra grande preocupação com o desemprego, querendo que o povo volte ao trabalho. A miséria que virá depois dessa pandemia da Peste da China será gigantesca, com consequências de tal ordem catastróficas que ninguém ainda sabe calcular.

Obviamente, faltou Bolsonaro dizer que idosos e pessoas com problemas cardiovasculares, pulmonares, diabetes, pressão alta e outras doenças de risco quanto ao novo coronavírus, independentemente da idade, devam ficar em quarentena até que a Peste chinesa não seja mais tão letal quanto no momento atual, em que estamos caminhando para 2500 óbitos, e ainda estamos longe do pico da contaminação e do número de mortes.

Assim, penso, dentro da minha grande ignorância sobre o assunto, que liberar aos poucos a força de trabalho somente para pessoas jovens e que estejam fora dos riscos acima descritos, estão dentro de algum bom senso. No entanto, esse pessoal todo deveria obrigatoriamente usar máscaras e óculos, para se proteger de modo mais eficaz, seja no deslocamento até o trabalho - de carro, metrô ou ônibus -, seja no próprio local de trabalho, além dos cuidados permanentes de higienização, como lavar as mãos com sabão ou álcool gel.

Além dos trabalhadores em geral, todos que forem sair de casa, para ir ao mercado, p. ex., deveriam também utilizar máscara e óculos - como muitos governadores e prefeitos já estão exigindo de sua população. 

Tanto uns, como outros, quando chegarem em casa, deveriam se desinfectar como se tivessem tido contato com o Césio de Goiânia ou a radiação de Chernobyl: separar a roupa e a máscara num cesto ou balde, para serem lavados, e tomar um banho com muito sabão dos cabelos aos pés - um protocolo seguido a rigor pelo pessoal da Saúde, como médicos e enfermeiros.

Dito isso, eu fico muito decepcionado com o Presidente Bolsonaro, quando, de modo totalmente irresponsável, sai em passeio pelas ruas de Brasília, para se misturar ao público, formando ajuntamento de pessoas sem a mínima preocupação com o distanciamento entre elas e, pior de tudo, sem usar máscaras nem óculos, como se todos fossem superatletas que no máximo  o Covid-19 traria uma "gripezinha", como já chegou a tripudiar nosso Presidente.

Quando vi hoje à tarde, 18 de abril, o Presidente se juntar com simpatizantes no cercadinho da entrada do Palácio da Alvorada, passando a mão no nariz e depois pegar o celular de uma pessoa para gravação de voz, sem uso de máscara mais uma vez, cheguei à conclusão que temos um problema grave de liderança nacional nestes tempos tão difíceis.

Para coroar sua ação irresponsável, que se repete quase todos os dias, o cúmulo da estupidez foi ver Bolsonaro convidar manifestantes para uma visita ao Palácio da Alvorada, em grande ajuntamento, sem uso de máscaras, mais uma vez.

Diante de tanta insensatez, quem sabe a solução seja colocar Bolsonaro em uma camisa-de-força nas próximas semanas, para a população deixar de assistir a cenas tão grotescas e irresponsáveis, para não dizer criminosas.

Félix Maier é Capitão reformado do EB.

10 comentários:

Anônimo disse...

Capitão Félix Melancia deixa sua ideologia vermelha aflorar pelo recalque de não possuir uma estrela gemada.

Unknown disse...

Paranóia de velho que tem medo de pegar qualquer doença. Importante é fortalecer a imunidade.

Anônimo disse...

Mais um melancia a revelar-se.
Perdeu a oportunidade de calar-se.
Obrigado.
Marcos Braga

Anônimo disse...

Quanta merda escrita. É a selenidade ou a vontade de escrever qualquer porcaria para aparecer?

Roberto F disse...

Melancia detected...

M. Esther TeixeiraCorrea disse...

Concordo c/ todos os comentários acima e acrescento que tipos como esse ai que escreveu o artigo, vá procurar a sua turma que, certamente não é a daqui. Vá criticar o PR lá na sede do PT ou junto com o Centrão, com Maia e Alcolumbre. Não somos da sua turma. Camisa de força seria ótima pra vc que não vê a realidade e se apega a futilidades. Idiota!
Esther

ana paula hallais disse...

Texto lindo, polido, perfeito! Parabéns ao Capitão por suas sábias palavras! E gatdenal no Bolsonaro!

aeffp2011 disse...

Capitão que se assusta com o barulho da bala. É brincadeira. O que que a inveja faz? Enquanto o outro Capitão honra a bandeira verde amarela, esse deve dormir embrulhado com a bandeira vermelha com foice e martelo, mesmo que seja sem enxergar ela. Será que é miopia mesmo? não sei.

Anônimo disse...

Fico imaginando esse "SR." no meio de uma guerra, ao ser indagado por ser o único que não está no campo de batalha; respondendo: "Tá muito perigoso lá."

Anônimo disse...

Todo ano tem gripe, mas não é o JB que é louco, sim os que nunca ligaram para as infestações sazonais de gripe: https://youtu.be/nGE4ZXOkGRk