terça-feira, 14 de abril de 2020

No fundão dos políticos não vai nada?


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net
Siga-nos no Twitter - @alertatotal

A Organização Mundial da Saúde (OMS) defende que a KungFlu (vulto COVID-19) é 10 vezes mais mortal que a H1N1 (surgida em 2019)... Só que no Brasil temos doenças muito mais assassinas que o vírus que veio da China. Tantas mortes podem ser atribuídas à má gestão e ao corruptovírus, que rouba grana da saúde. Por isso, temos de aproveitar o momento crítico para exigir que a saúde e o saneamento sejam levados a sério no País.

De janeiro a março deste ano, segundo o DataSUS, 41 mil já morreram de doenças cardíacas, 29 mil de doenças cérebro-vasculares, 20 mil de gripes, 18 mil de Alzheimer e suas complicações, 15 mil de doenças bronco/cardio/pulmonares, e 12 mil de diabetes, 8 mil de doenças renais e mais de 7 mil de cirrose. Ah... Tem também as mortes de mais de 14 mil pela violência e mais de 10 mil por acidentes de trânsito.

O coroninha matou mais de mil, e os apologistas do caos torcem por mais morte. Mas, na proporção com a população, em números de 12 de abril, o Brasil registra, apenas, 5 mortes por milhão de habitantes, contra 363 por milhão na Espanha, 322 por milhão na Itália, 311 por milhão na Bélgica, 212 por milhão na França, 146 por milhão no Reino Unido, 34 por milhão na Alemanha, 46 por milhão em Portugal, e 62 por milhão de habitantes nos EUA. Portanto, graças a Deus, o KungFlu ainda faz menos vítimas que o esperado pelos agourentos políticos e jornalistas tupiniquins.

Enquanto isso, rola um show dantesco de arbítrio, com abusos de autoridade, e um festival de gastos públicos sem licitação e critério, sob a desculpa de combate à expansão do Coronavírus. A população (maior interessada) e os órgãos fiscalizadores (sempre relapsos) precisam se mexer. É preciso fiscalizar, com lupa, as compras e prestações de serviços, principalmente das tais Organizações Sociais de Saúde, durante o período de Estado de Emergência e Calamidade que governos estaduais e prefeituras decretaram por causa da KungFlu...

Temos de cobrar, com mais força e vigor, que a saúde e o saneamento funcionem no Brasil. É disto que precisamos cobrar do Presidente Jair Bolsonaro, dos governadores e prefeitos que as coisas aconteçam, de verdade, nos dois setores, para que tenhamos menos mortes e mais qualidade de vida no País. Os brasileiros de bem vão reagir e vamos vencer a crise do coronavírus, voltando a vida ao normal e recuperando a economia que canalhas da politicagem ajudaram a devastar. Temos de aproveitar a oportunidade única...

Que tal intensificar a campanha para tirarmos a grana do Fundão Eleitoral para a Saúde? O negócio não pode ficar devagar... Vamos botar no fundão dos picaretas, tomando a grana deles de maneira honesta e legítima... 







Colabore com o Alerta Total

Jorge Fernando B Serrão

Itaú - Ag 9155 cta 10694 2

Banco do Brasil - Ag 0722-6 cta 209.042-2

Caixa (poupança) - 2995 013 00008261-7

Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

Jorge Serrão é Editor-chefe do Alerta Total. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos.  A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Apenas solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas.

©
Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 14 de Abril de 2020.

9 comentários:

Anônimo disse...

O contrato milionário com a Globosta e o direito de através dela apedrejar Bolsonaro dia sim e outros todos também está deixando os nervos do Pau Mandeta com os nervos em frangalhos! Claro que Pau Mandeta, auto-confiante, jura para si mesmo que seus podres financeiros estão bem escondidos e jamais virão a tona!

Loumari disse...

EM TEMPOS DE CORONA O AMOR GANHA OUTRO NOME, O AMOR AGORA SE CHAMA ÉTICA

Por Major Manuel Bernardo Gondola

Hoje vou falar sobre a relação entre coronavírus e a filosofia. Porquê!

Porque os tempos em que nós estamos vivendo nos levam a ter que tomar muitas posturas e muitas atitudes perante as situações, que estão colocadas no nosso dia-a-dia.

Então, podemos nos perguntar em tempos de pandemia de coronavírus o que é o certo, o que é errado, como devo agir, como me devo comportar, porquê me devo comportar de forma diferente, são questões, são perguntas da moral e da ética. E moral e ética fazem parte da filosofia.

Portanto, a relação entre coronavírus e a filosofia, se dá pelas atitudes que temos que ter que ao conviver em uma sociedade, conviver com outras pessoas em um mundo tomado por um vírus, que nos obriga a agirmos diferente, de forma diferente nas nossas relações interpessoais.

O professor Clóvis de Barros tem uma frase que eu creio muito bonita e satisfatória sobre a ética. Diz ele o seguinte: «a ética é a inteligência compartilhada a serviço do aperfeiçoamento da convivência». Ou seja, a ética é nós pessoas colocando a inteligência para melhorar a convivência em sociedade. E…, em tempos de pandemia como essa que nós estamos vivendo, somos obrigados a mudar as nossas relações sociais para cuidarmos de nós mesmos, das pessoas que amamos e que convivem connosco.

De facto, algumas atitudes são o exemplo do que é a inteligência ao serviço da convivência. Uma delas por exemplo é buscar não fazer stockes de alimentos, porque o mundo não está acabando.

Vejo supermercados, que têm prateleiras faziam, pois as pessoas que têm condições financeiras, vão lá e compram tudo e as pessoas, que não podem comprar, porque não tem dinheiro para comprar mantimentos em grande escala como é que ficam!

Porquê uma família com [3/4] pessoas precisam comprar dez pacotes de dez quilos arroz, vinte/trinta quilos de feijão, e uma pessoa que não pode comprar uma quantidade enorme assim como é que fica! Não pensam em pessoas, que precisam comprar aos poucos na medida que seu dinheiro permite. Isso é desumano, isso é egoísmo, isso é antiético.

Isso parece tolice! Têm supermercados que estão uma loucura total. Família com três pessoas saindo com [50] garrafas de álcool em gel, e pessoas que chegam depois, não conseguem comprar uma sequer. Isso é desumano, isso é antiético. Isso é o comportamento, que não [condiz] com o mundo em que estamos vivendo é ao contrário do que, se espera de seres racionais a qual nós humanos fazemos parte.

Continua...

Loumari disse...

Continuação: Por Major Manuel Bernardo Gondola

Eu ouvi um comentário nesses dias e isso doe-me bastante na alma, uma pessoa dizendo assim no supermercado: «háaaa…,eu vou comprar tudo mesmo e não me importa com o resto». E se nós todos pensarmos dessa forma aonde o nosso mundo vai parar! Por isso, que a filosofia nesse momento é tão importante, pois ela se debruça em cima das questões, éticas para destarte tarte poder colocar a inteligência a favor da convivência: o colectivo antes do individual.

Não são situações, que demonstram o carácter moral de cada pessoa, pois se todos pensarmos “vou fazer assim e nem me importa com o resto”. Se pensarmos só em nós, e…, não no outro e se essa atitude moral se espalha pode haver consequências [terríveis] para sociedade.

Pois então, a pessoa que transporta alimentos, também poder dizer, «eu não vou transportar vou ficar em casa com minha família e não me importo com resto» e isso pode levar sim…, a começar faltar comida de verdade.

Se por exemplo, a pessoa que transporta combustível disser; «háaa…, não vou-me ariscar-me sair de casa e não me importa com resto» e começar a faltar combustível. Todos nós algum tempo atrás passamos por uma experiência da “greve” das gasolineiras e faltou combustível, todos nós temos a noção das consequências que isso pode levar.

Se todos os que trabalham na distribuição de remédios, por exemplo disserem «não queremos nos ariscar em apanhar o vírus vamos ficar em casa porque isso não nos importa» como é que ficam as pessoas, que precisam de remédios para manterem as suas vidas?

E se os heróis, que estão lá na saúde: os médicos, os enfermeiros, paramédicos e os atendestes são pessoas que estão expostas diariamente e decidirem não queremos trabalhar. Como é que ficaria a sociedade numa época em que nós estamos vivendo uma pandemia?

Uma pessoa, que só pensa em si e não percebe, que o mundo acontece no colectivo, que nós sempre vamos precisar de outras pessoas não entendeu o que é a ética.

Por outro lado, existem pessoas principalmente jovens, que fazem pouco do vírus, que não se cuidam, pois acreditam que talvez não vai acontecer com elas é claro como você tem visto os jovens são as pessoas mais resistentes ao corona, porém podem não adoecer, mas muitas vezes lhes falta a consciência de que, podem sim se contaminar e contaminar outras pessoas, que ao se deslocarem ao supermercado, ao mercado a outros lugares movimentados podem trazer a contaminação para sua casa, para sua família, seus pais, seus avós, esses sim, são muito mais [susceptíveis] as consequências do vírus.

Portanto, em tempo de coronavírus, em que não se pode abraçar, não se pode beijar, uma prova de amor, de respeito, de cuidado, de carinho é se cuidar e cuidar da nossa sociedade, pois isso é problema não só de uma pessoa mas de todos nós.

Destarte, em tempos de corona o amor ganha outro nome, o amor agora se chama ética.

n/b: Acho que eu seria desonesto se não expressasse profundo desapontamento pela nomeação da Dr.ª Isaltina Lucas para assessora do Primeiro-ministro da República de Moçambique, porque ela sugere um certo grau de amoralidade. (x)

Por Major Manuel Bernardo Gondola

Artigo publicado no jornal moçambicano: Wamphula Fax Nampula, 14 de Abril de 2020 - Ano XVIII - Edição número 3565

Director: Jerónimo C. Júnior

Anônimo disse...

rvchudo
terça-feira, 14 de abril de 2020
Usando a Bola de Cristal.

Gostaria de dividir com vocês minha percepção sobre o que está acontecendo e como essa grande barbaridade vai impactar o mundo nos próximos anos. Muito do que direi aqui depende de fatores extremamente complexos então não encarem como uma previsão mas como um exercício de análise de possibilidades.

Primeiro, no mundo. A China foi desmascarada em diversos níveis. Seu totalitarismo ficou à mostra com a expulsão de jornalistas e o desaparecimento de médicos que tentavam denunciar o surto lá no início. A desonestidade do Partido Comunista Chinês ficou evidente com a ocultação de informações preciosas sobre a epidemia.

A imbecilidade de se permitir a concentração da fabricação de insumos vitais num país inimigo do Ocidente ficou igualmente óbvia.

Tudo isso vai resultar num gradual processo de limitação das ações chinesas. Isso já começou a acontecer, com a proibição da aquisição de uma empresa alemã pela China.

O resultado a médio prazo será um aperto econômico com severas consequências para o povo chinês. Isso causará, na mesma proporção, dificuldades para a paz da população chinesa, uma das menos livres do planeta.

A iminência de uma derrocada estrutural chinesa pode acelerar alguns processos oportunistas, com uma possível radicalização na postura de agentes poderosos, como o Japão, os EUA, a Índia e talvez até a Rússia, que pode preferir morder uma parte do bolo para garantir que outro rival não o faça.

Seja como for, o futuro não parece nada promissor para os responsáveis pela tremenda crise que enfrentaremos. Seus defensores estão já ficando sem artimanhas retóricas e se tornando cada vez mais ridículos.
Tudo isso favorece tremendamente o desenvolvimento do Ocidente. São boas notícias.

No Brasil algo parecido vai acontecer, e com o mesmo tipo de agente. A barbaridade que está sendo a atuação da mídia e dos agentes de esquerda, como os imbecis alarmistas que falam em milhões de mortes, vai ficar cada vez mais clara e portanto será cada vez mais difícil que eles consigam evitar não só o vexame mas a exposição contundente das suas ações, cruéis ao ponto da psicopatia. Continua.....

Anônimo disse...



continua II revchudo....

Figuras como a Vera Magalhães não conseguirão evitar a destruição de suas carreiras. E são vários. Não que tenham carreiras respeitáveis hoje, claro, mas a inclinação da ladeira de descida vai aumentar.

Os partidos de esquerda perderão ainda mais credibilidade, arrastando consigo os ignominiosos centristas que tenham preferido torcer pelo vírus apenas por desgostar do presidente.

Os ocultadores e detratores dos tratamentos terão que amargar o sucesso destes e a redução acentuada no número de mortes pelo vírus. E quanto mais resistirem na sabotagem a esses tratamentos mais clara será a sua malícia, pois seus vizinhos estarão usando e o contraste será devastador.

Neste episódio pandêmico, mais do que nunca, ficará clara a maldade da ideologia revolucionária e de seus agentes. Dessa forma os esquerdistas "suaves" ficarão com mais dificuldade em camuflar suas sorrateiras ações. Posições frontais e combativas serão mais valorizadas, por maior número de pessoas.

Isso já se refletirá nas próximas eleições, sem nenhuma dúvida. Felizmente, poucos veteranos saberão capitalizar em cima da verdade e da bondade. Falta de hábito, talvez? Isso facilitará a entrada de novos nomes.

Tudo muito auspicioso! Que os vilões e seus mais insuspeitos defensores percam espaço. Assim teremos um país cada vez melhor.
E um mundo igualmente mais promissor, com menos globalismo e mais nacionalismo.

Deus escreve certo por linhas tortas e ai daquele que presumir antecipá-lo.
Eduardo Vieira
Postado por Ricardo Oscar vilete Chudo às 03:03
NUTAVAEL DIZ...
ENQUANTO NAO FECHAR O PUTEIRO DOS TRES PODERES DE MERDA O BRASIL CONTINUARA SE MOVENDO EM CIRCULOS ATE O JUIZO FINAL. A DECISAO DESTE JOGO ESTA NAS MAOS DE GENERAIS,BRIGADEIROS E ALMIRANTE ELIMINANDO OS LARANJAS DO PODER INCLUSIVE NAS FORÇAS ARMADAS. O PROCESSO DE DESMONTE DE NOSSO PAIS CONTINUA A CEU ESCANCARADO E ABERTO. FALEI.

Anônimo disse...

Blog da Família
11 de abril de 2020

Na Igreja Católica repete-se a Paixão de Nosso Senhor

Apesar da crise na Igreja, ocorrerá com ela, ainda em nossos dias, algo semelhante à Ressurreição de Jesus Cristo

➤ Paulo Roberto Campos

A Santa Igreja, bem sabemos, é imortal, mas passa presentemente por uma Paixão — ela é martirizada e, por assim dizer, passa por uma nova “Sexta-Feira Santa”, na qual se procura condená-la e crucificá-la.

A exemplo de Nosso Senhor Jesus Cristo, a Igreja Católica é perseguida, odiada, abandonada por inúmeros de seus próprios filhos, muitos destes, inclusive, ocupando altas funções em sua hierarquia. Assim, a Igreja muitas vezes parece sepultada sob a pesada pedra de um sepulcro.

Porém, os verdadeiros fiéis confiam firmemente na promessa de Nosso Salvador a São Pedro: “as portas do inferno não prevalecerão” contra a Igreja (Mt 16,18), e com Ela ocorrerá algo semelhante à Ressurreição do Divino Redentor. Ela poderá ser crucificada, mas um dia triunfará gloriosamente!

Posta essa conjuntura, nós, católicos que desejamos manter a íntegra fidelidade mesmo nas circunstâncias presentes, nas situações mais amargas e aparentemente sem saída, temos a obrigação de fazer em prol da Igreja e da Cristandade o que outrora realizaram os cruzados para libertar o Santo Sepulcro de Nosso Senhor Jesus Cristo.

O texto abaixo — extraído de histórico artigo de Plinio Corrêa de Oliveira publicado na revista Catolicismo (janeiro/1951) — constitui um verdadeiro programa para todos católicos autênticos e nos encoraja à resistência aos males que presentemente nos afligem.

“Na Idade Média, os cruzados derramaram seu sangue para libertar das mãos dos infiéis o Sepulcro de Nosso Senhor Jesus Cristo e instituir um Reino Cristão na Terra Santa. [...] Mas o que é o Reino de Cristo, ideal supremo dos católicos? [...] O próprio da Igreja é de produzir uma cultura e uma Civilização Cristã. É de produzir todos os seus frutos numa atmosfera social plenamente católica. O católico deve aspirar a uma civilização católica, como o homem encarcerado num subterrâneo deseja o ar livre, e o pássaro aprisionado anseia por recuperar os espaços infinitos do céu. Continua ….

Anônimo disse...



Blog da Família..... continua II e termina.....

E é esta a nossa finalidade, nosso grande ideal. Caminhamos para a civilização católica que poderá nascer dos escombros do mundo de hoje, como dos escombros do mundo romano nasceu a civilização medieval. Caminhamos para a conquista deste ideal, com a coragem, a perseverança, a resolução de enfrentar e vencer todos os obstáculos, com que os cruzados marcharam para Jerusalém. Porque, se nossos maiores souberam morrer para reconquistar o Sepulcro de Cristo, como não querermos nós, filhos da Igreja como eles, lutar e morrer para restaurar algo que vale infinitamente mais do que o preciosíssimo Sepulcro do Salvador, isto é, seu reinado sobre as almas e as sociedades, que Ele criou e salvou para O amarem eternamente?”.
Postado por Paulo Roberto Campos
Nutavael diz... o ideario das igrejas hoje em dia e se enfiarem dentro dos processos politicos pelo poder e o dinheiro. Todas as igrejas hoje em dia são facçoes criminosas a mando da criminalidade eles usam as igrejas para enriquecer e enriquecer os religiosos cobrando tudo nas igrejas.
Jesus era simples e vivia ajudando as pessoas sem cobrar nada e vivia pobremente com seus seguidores. Ja suas eminencias desde os tempos dos faraos viviam em esbornia e sodoma e gomorra gozando dos privilegios que as religioes traziam de cobrar dizimos e mais dizimos. Foi por esse motivo que matavam as criancinhas para Jesus não nascer e posteriormente mataram Jesus. Ate hoje os do velho testamento continuam fazendo suas marquetagens religiosas para manter privilegios que jamais cessaram ate hoje. Acontece que eles verao a furia de D'us porque a despeito da mafia da religiao, ele nasceu e morreu por obra e graça dos anciaos que gostavam de ser patrocinados pelo Egito e Roma para manter seus privilegios. Hoje eles vao provar que sangue de Jesus tem poder porque esta sentado a direita de D'us Pai e vai julgar os bandidos que o mataram e continuam matando com blasfemias e mentiras da religiao judaico cristã. Quem viver vera. Sangue de Jesus tem poder. A hora esta chegando e os ladroes, assassinos e malditos vagabundos do erario publico vao sentir as maos de D'us inclusive os laranjas que estao no Poder. Breve todos estarao no lixao da historia do povo brasileiro. Os brasileiros são catolicos e são tementes a D'us Pai. Tolerancia zero para os ladroes da naçao, principalmente os bandidos de 64.

Anônimo disse...

BLOG DO ALUIZIO AMORIM

terça-feira, abril 14, 2020

ESPECTRO DA FOME RONDA O BRASIL! IMPACTO DA QUARENTENA DO MANDETTA AMEAÇA A PRODUÇÃO DE ALIMENTOS.

(A QUEM INTERESSAR O VIDEO ESTA NO BLOG DO ALUIZIO AMORIM)

Neste vídeo a gravação de live dirigida pelo professor e youtuber Antonio Pinho que entrevista o advogado Jeferson Rocha que também é produtor rural em Campos Novos (SC) e diretor jurídico da Andaterra - Associação Nacional de Defesa dos Agricultores, Pecuaristas e Produtores da Terra.

Nesta live Jeferson Rocha faz uma severa advertência do que poderá ocorrer caso se prolongue essa decisão do Ministério da Saúde, sob o comando do Mandetta, que praticamente paralisa todas as atividades produtivas e comerciais.

Segundo o Diretor Jurídico da Andaterra os efeitos de dessa ação de terra arrasada levará o Brasil a uma situação de desgraça jamais imaginada. Aliás o Estado de Santa Catarina é um dos Estados mais produtivos do Brasil, sobretudo no que concerne à agricultura mas também na dita agroindústria por abrigar diversos frigoríficos, com grande produção intensiva de carne e seus derivados.

Postado por Aluizio Amorim às 4/14/2020

JPerácio disse...

Esse sim um artigo que merece ser divulgado ao máximo. A saúde pública sempre foi colocada em terceiro plano pelos políticos, agora encontraram a oportunidade de enfiar o pé na jacá. Mais uma enorme conta a pagar pelo contribuinte. Infelizmente não temos a quem recorrer.