quarta-feira, 22 de abril de 2020

O Mártir Esquecido


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Sérgio Pinto Monteiro

Neste feriado de 21 de abril, recolhido ao lar em face de uma inusitada e, por que não dizer, ainda mal esclarecida pandemia, vi-me, de repente, com lembranças de um tempo que vai muito longe, eis que já completei oitenta anos. Refiro-me à minha infância, na metade do século passado. A data era muito especial. Nas escolas, dia de festa cívica.

O Hino Nacional Brasileiro, rotineiramente cantado nas formaturas que antecediam o início das aulas, provocava naquela garotada uma forte emoção e muitos até chegavam às lágrimas. Crianças e adolescentes, em trajes de época, representavam cenas da tragédia. Afinal, na véspera, os professores de História do Brasil focavam suas aulas na belíssima e emocionante saga do mártir Tiradentes.

No início dos anos 50, a televisão surgia no Brasil. Poucos possuíam aquele caríssimo aparelho. O Rádio era o grande veículo da mídia sonora da época. No dia de hoje, Tiradentes era pauta prioritária em programas e noticiários. Professores e escritores faziam depoimentos sobre o sacrifício do precursor da independência do Brasil. Muitas vezes, rádio atores interpretavam personagens históricos, no estilo das novelas radiofônicas. Nas organizações militares, as comemorações ocorriam com o habitual espírito cívico. Tempos distantes, de um país diferente.

Mais de meio século decorrido, vivemos tempos estranhos. Nas escolas, agora fechadas em função da pandemia, a História do Brasil, quase sempre é contada de forma errônea e ideologizada. Heróis verdadeiros são substituídos por vultos inexpressivos. A imagem do assassino argentino, travestido de cubano, “Che” Guevara, campeia, livremente, em nossas salas de aula, muros e camisetas.

Quanto ao noticiário da mídia televisiva, um sinistro e lamentável silêncio se abate sobre a saga do Mártir da Independência e o sonho de liberdade dos Inconfidentes. Há um claro propósito de ignorar ou, até mesmo, reescrever, ao arrepio da verdade, alguns dos mais relevantes episódios da história da nossa pátria. Aliás, temem a palavra PÁTRIA como os vampiros de ficção fogem da Cruz. Quem sabe, ainda conseguiremos reverter esse triste cenário. As futuras gerações precisam do nosso esforço. E até, se necessário, como Tiradentes, do nosso sacrifício.

Rio de Janeiro, manhã de sábado, 21 de abril de 1792. Às onze horas e vinte minutos, depois de penosa caminhada, sob um sol rigoroso, pelas principais ruas do centro, o Alferes Joaquim José da Silva Xavier, subiu, sem medo, o patíbulo erguido no Campo da Lampadosa, atual Praça Tiradentes. Como demorasse a morrer, o carrasco, um criminoso comum, montou-lhe nos ombros para abreviar o seu fim. Segundo a sentença, Tiradentes, único executado entre os Inconfidentes, seria enforcado, decapitado e esquartejado.

Com o seu sangue, lavrou-se uma certidão de que fora cumprida a pena. Sua cabeça apodreceu dentro de uma gaiola em Vila Rica. Os quatro quartos, conservados em salmoura, foram colocados em postes, ao longo do Caminho Novo, na Capitania de Minas Gerais, onde o Alferes fazia as “infames prédicas” pela liberdade de nossa pátria. Seus bens foram confiscados, as casas em que morou arrasadas e salgadas, para que nunca mais, naquele chão, algo germinasse.

Joaquim José da Silva Xavier nasceu em 1746 na Fazenda do Pombal, localizada entre a Vila de São José, hoje a cidade de Tiradentes, e São João Del Rei. Era filho do português Domingos da Silva Santos e da brasileira Maria Antonia da Encarnação Xavier. Quarto filho entre sete irmãos perdeu a mãe aos nove anos e o pai aos onze.

Sua família, com muitas dívidas, ficou sem a pequena propriedade onde vivia. Joaquim, menor de idade, acabou sob a tutela de um padrinho, cirurgião, residente na cidade de Vila Rica, hoje Ouro Preto. Trabalhou como mascate e minerador. Foi sócio de uma botica de assistência à pobreza na Ponte do Rosário, em Vila Rica, se dedicou também às atividades farmacêuticas e ao exercício da profissão de dentista, o que lhe valeu o apelido de Tiradentes.

Na carreira militar tinha o posto de Alferes, correspondente hoje ao de segundo tenente e serviu no Regimento de Cavalaria Paga (os Dragões) da Capitania das Minas Gerais. Solteiro, teve uma filha com uma viúva de nome Joaquina. Considerado líder da Inconfidência Mineira, Tiradentes foi preso na Rua dos Latoeiros, hoje Gonçalves Dias, no Rio de Janeiro, quando divulgava os ideais revolucionários de tornar o Brasil uma nação independente.

Visitei a cela onde Tiradentes esteve confinado. Muito bem cuidada, fica nas instalações do atual Hospital Central da Marinha, na Ilha das Cobras, no Rio de Janeiro. Dali Tiradentes foi transferido para a Cadeia Pública da cidade, conhecida como Cadeia Velha, demolida em 1922 (próxima do atual prédio da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro), de onde partiu a pé para ser executado, por enforcamento, na praça que hoje leva o seu nome.

A Marinha do Brasil tem sob a sua guarda um dos mais importantes sítios históricos brasileiros. Foi emocionante adentrar aquela masmorra, escura, fria e úmida, sabendo que há mais de dois séculos o nosso herói maior ali padeceu pela liberdade do Brasil. Respiramos por alguns minutos o ar mau cheiroso proveniente da umidade que emana das paredes de pedra. Chegamos às lágrimas, face ao clima e à emoção que pairam no ar.

O sacrifício do Alferes Tiradentes, nosso herói maior, que completa 228 anos, deve ser lembrado com o merecido destaque. Pela Lei nº 4.897, de 9 de dezembro de 1965, Joaquim José da Silva Xavier - Tiradentes, foi proclamado Patrono Cívico da Nação Brasileira. Seu martírio, em última análise, retrata os ideais de liberdade e soberania do nosso povo, gente humilde e trabalhadora, que repudia qualquer tentativa de condução do país por caminhos que não se coadunem com os princípios democráticos e cristãos que forjaram a nação brasileira.

“Libertas quae sera tamen”
(Liberdade ainda que tardia)

Obs: Imagens da cela de Tiradentes podem ser vistas em:

Sérgio Pinto Monteiro é professor, historiador e Oficial da Reserva do Exército. É Patrono, fundador e ex-presidente do Conselho Nacional dos Oficiais da Reserva (CNOR). É membro da Academia Brasileira de Defesa, da Academia de História Militar Terrestre do Brasil e do Instituto Histórico de Petrópolis. É presidente do Conselho Deliberativo da ANVFEB.

5 comentários:

Loumari disse...

Expliquem ao mundo e aos vossos compatriotas, onde vocês estavam em duzentos anos?

E nos últimos cinquenta anos o que vocês fizeram para o bem da nação brasileira?

Quais são as obras que fazem o vosso renome como progressistas, moralistas e conservadores da fé cristã?

Até a vossa bíblia é Falso Testamento, para vocês fazerem tudo o que lhes apraz pegaram na Bíblia e procederam com modificar a Palavra de Deus, colocaram um cúmulo de mentiras e adoram demónios, e isso levou a extinção do Espírito Santo e o povo desta nação se tornou vaso cheio de imundícias, o que explica o vosso sentimento que vos leva sempre a se exprimirem no estado de agressividade, cheios de fúrias, jamais se pronunciam com propósitos de paz, comunicar no estado de espírito apaziguado e alma serena, JAMAIS, isso porque o espírito em vós é o espírito da maldade, do ódio, da violência, da arrogância, da prepotência, da soberbia, e estas são características típicas do Demónio.

Perguntamos ao articulista aqui: em qual das BEM-AVENTURANÇAS que Jesus Cristo pronunciou no Sermão da Montanha você se acha? Em qual?

Que a Palavra da Verdade seja proclamada e rejeitada a MENTIRA. Deus não é associação da verdade e do falso. A palavra mentirosa introduzida na Igreja de Cristo expulsou do Templo o Espírito Santo.
O povo de Deus está sendo dado a aceitar a mentira servida como verdade, o povo de Deus está sendo dado de comer e beber do pão e sangue impuro.

Aos que praticam estas coisas nos Templos de Deus estão sendo lenha que se coloca para fazer arder Roma. Por ignorância, por prevaricações deliberadas, estão a rejeitar a Voz do Espírito Santo e se constituírem servos ao serviço do Demónio que já se apoderou de muitas almas inocentes e tiraram a Pedro toda autoridade, criaram confusão na Igreja com a palavra da mentira, e muitos dos ministros de Pedro dentro mesmo da Igreja estão sendo parte da lenha que vai levar Roma a arder; criaram acção divisória entre o povo de Deus com intercalar entre a Palavra de Deus com a mentira do Demónio, e isso está a causar muita dor ao Povo de Deus, estes fariseus modernos estão impondo suas palavras que vão penetrando no íntimo das almas e tiram delas o que por bem devia ser guardado.



Loumari disse...

JESUS CRISTO A SEU POVO FIEL

Muitos ministros da Minha Igreja vão em contra dos Meus Desígnios. Usam de todas estratégias para mostrar-se piedosos mas quando não se pensa como eles, são capazes de descascar os dentes e esquecer-se do Amor que é fonte de inspiração e de união entre os irmãos.

Defendem o que crêem e ocupam o que não lhes é autorizado, seus frutos são nada mais que divisão e mostram abertamente o ódio por toda criatura que não pensa igual que eles; Nada do que venha de Mim pode ter estes pensamentos que nascem da rebeldia em que se encontram mergulhados.

Chegam a crer que vão por um bom caminho e que acharão a perfeição; mas quando verem que tudo começa a desaparecer ante seus narizes, quererão retornar, oxalá não seja demasiado tarde!

Que não sejam como aqueles que pensam no caduco e dizem: isso é bom para a alma e estar longe de praticar e levar a cabo uma vida devota aos outros no amor que cura, liberta e dá esperança.

Não deixes que Roma arda, teu dever primário é de orar, jejuar e entregar oferendas aos Meus Olhos, somente assim não cairás na confusão e se restabelecerá o que hoje se tem por Cabeça.

Muitos dos Meus ministros deram acomodação a Lúcifer, quem circula por todas partes exercendo sua influencia afectando os discernimentos nas mentes, que crendo-se brilhantes fazem tanto mal como a inspiração que recebem; longes estão de amar-Me, de serguir-Me, de encontrar-Me; preferem por orgulho dizer que estão bem, rendem honra a palavras pensadas na divisão e no ódio, o que causarão depois de tudo terem aceitado. Pois sem oração verdadeira nada se obtém.

Os escudos que deviam ter desaparecem no meio de tanta frouxidão espiritual; isso os leva a entregar ao Meu inimigo tudo o que devia prevalecer e estar presente na Minha Vinda.

Vocês bem sabem que escrito vos foi deixado, que ninguém vos engane, de maneira nenhuma; pois a Minha Vinda será precedida pela apostasia e seja revelado o pecado do homem; o filho da perdição, o qual se opõe e se exalta sobre tudo o que se chama Deus. Este se sentará no Meu Templo e se fará passar por Mim.

Na Sagrada Escritura não está isso escrito? Pois vos interrogarei, se é que tereis respostas a dar-Me.
O que vai se sentar no Meu Trono e fazer-se passar por Mim é o mesmo Demónio, que vos iludirá e sereis levados a crê-lo, e muitos dos Meus ministros lhe abrirão as portas de Roma.
A força anti-religiosa já está obrando secretamente. Só falta que desaparece o que resiste.

2 TESSALONICENSES 2:7 Porque já o mistério da injustiça opera; somente há um que agora resiste, até que do meio seja tirado;
8 E então será revelado o iníquo, a quem o Senhor desfará pelo assopro da sua boca, e aniquilará pelo esplendor da Sua Vinda;


ZACARIAS 13: 7 O PASTOR É FERIDO; O JUÍZO FINAL; A EXALTAÇÃO DA IGREJA.

Ouvi um rumor vindo do Senhor, que um embaixador é enviado às nações, para lhes dizer: ajuntai-vos, e vinde contra ela, e levantai-vos para a guerra. JEREMIAS 49:14


Matthaeus 6 Biblia Sacra Vulgata (VULGATE) 13 Et ne nos inducas in tentationem, sed libera nos a malo. Amen.

Loumari disse...

MENSAGEM DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO - 19 DE ABRIL DE 2020
A SUA AMADA FILHA LUZ DE MARÍA
SOLENIDADE DE JESUS DA DIVINA MISERICÓRDIA

QUEM É O HOMEM PARA NÃO PERDOAR?

Pobres criaturas humanas, estas que não perdoam, se saturam o coração de amargura e são presas da confusão e da inveja. Oh! como sofro por estas criaturas que não se Me acercam com o coração contrito e humilhado no Sacramento da Confissão! e o que fazem é se distanciar ainda mais de Mim.

Convido-vos a permanecerem no Meu Amor, onde não encontrarão detenções, nem julgamentos, nem desprezos, nem amarguras.
Convido-vos a serem o Meu mesmo Amor, para que a Minha Misericórdia não seja obstaculizada, para que, AGORA QUE INICIOU A MUDANÇA PARA A HUMANIDADE, MUDANÇA NO MEIO DE PROVAÇÕES E CALAMIDADE, SEJA ESTA MUDANÇA SUPERADA COM FÉ EM ESPÍRITO SANTO QUE VOS DARÁ A GRAÇA DE PERSEVERANÇA E DO AMOR ASSIM A MIM PARA QUE NÃO FIQUEM PELO CAMINHO, SE SÃO DIGNOS DE TAIS GRAÇAS, NO OBRAR E ACTUAR NA MINHA VONTADE.

Meus filhos beberão o cálix de seus próprios pecados, pois estes são os instantes de sofrer na raiz o resultado de seus grandes erros as que esta geração se abriu. E são as terras de Santa Fé e de Vera Cruz as que serão grandemente postas a prova.

Orem por esta cidade de Argentina, padecer que se estenderá a toda Argentina com prantos e grande tristeza. (1)

Orem filhos Meus, por Minha Terra onde Eu preguei E FUI LEVADO A MORTE DE CRUZ, será alvo de ataques.

Orem filhos para a terra de Santa Cruz em Brasil. Padece.

Orem filhos, a guerra passiva ganha dimensão na humanidade e o homem verá levantar-se outra guerra armamentista.

Orem, orem para que o Acto de Minha Misericórdia se ache cerca da humanidade, devem manter a Fé, para que logo do AVISO (2) Meus Anjos que estão na Terra levem almas fiéis a Mim e onde estiverem a pregar os Meus fiéis necessário é que sejam animados.

A ORAÇÃO É FORTALEZA PARA MEU POVO E A COMUNHÃO DE MEU CORPO E SANGUE É A UNÇÃO DIÁRIA PARA AQUELES QUE ME RECEBEM.

Nestes momentos em que fecharam Meus Templos, triste pressagio do que está por vir, Meu Povo não deve angustiar-se nem sentir-se perdido, devem é fortalecer-se com as Comunhões anteriores e esperar com paciência. ENTÃO SE LHES DARÁ A SEGUNDA EFUSÃO DO MEU ESPÍRITO SANTO, logo a seguir do AVISO, a Meus justos e fiéis para que sejam estímulos para seus irmãos.

Mi Misericordia no olvida las necesidades de Mi Pueblo y Mi Santo Espíritu y Mis Santos Arcángeles y Ángeles no dejarán a Mi Pueblo solo.

Les amo Pueblo Mío, les bendigo.

¡NO TEMAN HIJOS!
¡CONFÍEN EN MI MISERICORDIA QUE ES INFINITA!

JESÚS, EN TI CONFÍO.
JESÚS, EN TI CONFÍO.
JESÚS, EN TI CONFÍO.

Su Jesús

AVE MARÍA PURÍSIMA, SIN PECADO CONCEBIDA
AVE MARÍA PURÍSIMA, SIN PECADO CONCEBIDA
AVE MARÍA PURÍSIMA, SIN PECADO CONCEBIDA


Loumari disse...

MATEUS 6:14 Porque, se perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai Celestial vos perdoará a vós;
15 Se, porém, não perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai vos não perdoará as vossas ofensas.


MIQUÉAS 6:3 Oh! povo meu! que te tenho feito? e em que te enfadei? testifica contra Mim.
4 Certamente te fiz subir da terra do Egipto, e da casa da servidão te remi; e pus diante de ti a Moisés, Aarão e Miriam.
5 Povo meu ora lembra-te da consulta de Balac, rei de Moab, e do que lhe respondeu Balaão, filho de Beor, desde Sitim, até Gilgal; para que conheças as justiças do Senhor.
6 Com que me apresentarei ao Senhor, e me inclinarei ante o DEUS ALTÍSSIMO? virei perante ele com holocaustos? com bezerros de um ano?


JOÃO 7:9 Não vos deu Moisés a lei? e nenhum de vós observa a lei.


Pois que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro, se perder a sua alma?
(MATEUS 16:26)


Acautelai-vos e guardai-vos da AVAREZA; porque a vida de qualquer não consiste na abundância do que possui.
(LUCAS 12:15)


APOCALIPSE 16:5 E ouvi o anjo das águas, que dizia: Justo és tu, ó Senhor, que és, e que eras, e santo és, porque julgaste estas coisas;
6 Visto como derramaram o sangue dos santos profetas, também tu lhes deste o sangue a beber; porque disto são merecedores.
7 E ouvi outro do altar, que dizia: Na verdade, ó Senhor DEUS, TODO-PODEROSO, verdadeiros e justos são os teus juízos.
8 E o quarto anjo derramou a sua taça sobre o sol, e foi-lhe permitido que abrasasse os homens com fogo;
9 E os homens foram abrasados, com grandes calores, e blasfemaram o Nome de Deus, que tem poder sobre estas pragas; e não se arrependeram, para lhe darem glória.
10 E o quinto anjo derramou a sua taça sobre o trono da besta, e o seu reino se fez tenebroso; e eles mordiam as suas línguas de dor.
11 E, POR CAUSA DAS SUAS DORES, E POR CAUSA DAS SUAS CHAGAS, BLASFEMARAM DO DEUS DO CÉU; E NÃO SE ARREPENDERAM DAS SUAS OBRAS.

Loumari disse...

Se vocês têm heróis, então, por quê vocês não seguiram seus exemplos e dar continuidade o que eles semearam?

Não é muito vergonhoso de estar a acusar um pobre morto como responsável de vosso fracasso? Se são incompetentes, se são como homens, um verdadeiro fiasco de incompetência, não é culpa de Che Guevara. Vocês são uns verdadeiros inúteis.
E a vossa incompetência, a vossa virulência, é o que vai levar esta nação a destruição. Não um pobre morto.