quarta-feira, 22 de abril de 2020

O Tanque para a guerra contra o Mecanismo


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net
Siga-nos no Twitter - @alertatotal

No Dia do Descobrimento (ou Achamento) do Brasil, excepcionalmente quase nada escreverei... Porém, falerei... Assistam ao primeiro trabalho do recém fundado Tanque Instituto de Pensamento... A intenção dos Tanque Talks é aprofundar assuntos estratégicos. A Turma do Mecanismo vai odiar... Amigos e inimigos, inscrevam-se no canal...











Colabore com o Alerta Total

Jorge Fernando B Serrão

Itaú - Ag 9155 cta 10694 2

Banco do Brasil - Ag 0722-6 cta 209.042-2

Caixa (poupança) - 2995 013 00008261-7

Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

Jorge Serrão é Editor-chefe do Alerta Total. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos.  A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Apenas solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas.

©
Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 22 de Abril de 2020.

11 comentários:

Loumari disse...

Mensaje urgente de la Santísima Virgen María a las naciones de Latinoamérica - Mensaje a Gustavo

https://www.youtube.com/watch?v=ftqzeTozmss

EM PORTUGAL NAO TRABALHOS E NOSA ECONOMIA E VAPORIZADA disse...

=======================================================================
*****
adicione meu Blog ao seu blog amigos!!!!!*****

=============================================================
Bela Olivenza sempre Espanhola ❤️
Portugal?? el pais fallido y mais pobre de Europa
====================================
The Portuguese had a brutal record in the Americas as a colonial power. The most horrendous abuses occurred in the colony of Brazil: natives were enslaved, murdered, tortured and raped in the conquest and early part of the colonial period and later they were disenfranchised and excluded from power. Individual acts of cruelty are too numerous and dreadful to list here. Portuguese Conquistadors in Brazil reached levels of cruelty that are nearly inconceivable to modern sentiments.

Today, Portugal is the Biggest Racist country that i have ever lived in. I feared for my life there and i consider myself lucky that my family got out alive! I have never lived in such poverty (Sopas dos Pobres everyday) 40% unemployment rate and 60% of the population earn less than $932 USD per month, and that’s considered Middle Class here! Within the European Union it is the worst of the worst place to live in.

The bottom line is the bulk of the People in the poor country of Portugal exist in a brainless comma that is fed by Ignorance, anti-Spanish hate, and severe Racism of pretty much everybody that isn’t Portuguese! And, Portugal started the Global Slave Trade in 1441 so it is definitely NOT a safe place for Blacks!!

I found important websites that explain the Severe multi-generational Racism and Hate that exist in Portugal today, and i highly encourage all to read them and spread the word in order to avoid innocent, and desperate people from living or visiting there. Get educated on the Truths about Racist Portugal now.

1) https://www.theroot.com/a-white-journalist-discovers-the-lie-of-portugal-s-colo-1790854283

2) https://saynotoracistportugal.neocities.org/

3) http://www.discoveringbristol.org.uk/slavery/routes/places-involved/europe/portugal/

4)SOPAS DOS POBRES EVERYDAY IN PORTUGAL BECAUSE OF NON EXISTENT ECONOMY:

https://www.noticiasaominuto.com/pais/764453/sopa-dos-pobres-foi-criada-ha-anos-mas-ainda-existe-problemas-persistem

5) http://www.ipsnews.net/2011/10/portugal-crisis-pushes-women-into-prostitution/

6) https://www.theatlantic.com/business/archive/2013/06/the-mystery-of-why-portugal-is-so-doomed/276371/

7) https://portugaltruths.neocities.org/

8) https://portugalwasabadcolonizer.neocities.org/

9) https://portugalisxenophobic.neocities.org/

10) https://portugalisaracistcountry.neocities.org/

I HEREBY ALERT ALL PEOPLE ON EARTH TO NOT BUY FROM PUTUGAL, DO NOT SPEND YOUR HARD, EARNED MONEY GOING THERE AND BOYCOTT ALL PORTUGEE STORES IN YOUR AREA! DON'T BUY THEIR GOODS OR WINES!!!

THESE XENOPHOBIC RACISTS HAVE TO LEARN AND THE BEST WAY IS TO BLOCK THEM ECONOMICALLY!

BE CAREFUL FRIENDS!

+++FEEL FREE TO ADD MY BLOG LINK AND PICTURES TO YOUR BLOG OR WEBSITE FOR FREE! IT IS IMPORTANT TO TELL PEOPLE THE TRUTH ABOUT PUTUGAL!!+++

Be SAFE friends. Hugs.
=======================================


O Alentejo Portugues? Ilhas Salvagems Espanholas! Olivenza Espanhois!!!!❤️

==============================================================================

aeffp2011 disse...

Só que não podemos parar com as mnifestações. É cansativo e desgastante, mas agora temos que continuaar.

Loumari disse...

O Papa reza para que a Europa consiga ter a unidade fraterna sonhada pelos pais fundadores

Na Missa esta quarta-feira (22/04) na Casa Santa Marta, no Vaticano, Francisco rezou para que a Europa, neste tempo em que é preciso muita unidade entre as nações, consiga ter esta unidade fraterna.

Na homilia, recordou o amor de Deus que veio ao mundo para salvá-lo, não para condená-lo

VATICAN NEWS

Francisco presidiu a Missa na Casa Santa Marta, no Vaticano, na manhã desta quarta-feira (22/04) da II Semana do Tempo Pascal. Na introdução, dirigiu seu pensamento à Europa:

Neste tempo no qual é preciso muita unidade entre nós, entre as nações, rezemos hoje pela Europa, a fim de que Europa consiga ter esta unidade, esta unidade fraterna que os pais fundadores da União Europeia sonharam.

Na homilia, o Papa comentou o Evangelho do dia (Jo 3,16-21) em que Jesus diz a Nicodemos que “Deus amou tanto o mundo, que deu o seu Filho Unigénito, para que não morra todo o que nele crer, mas tenha a vida eterna. De facto, Deus não enviou o seu Filho ao mundo para condenar o mundo, mas para que o mundo seja salvo por ele”. E o julgamento é este, afirma Jesus: “a luz veio ao mundo, mas os homens preferiram as trevas à luz, porque suas acções eram más”.

O amor de Deus parece uma loucura – disse o Papa –, o Pai nos deu o Filho Unigénito que morreu na cruz por nós. O crucifixo é o grande livro do amor de Deus por nós. Muitos cristãos passam o tempo contemplando o crucifixo e nele encontram tudo, porque entenderam, o Espírito Santo os fez entender que ali está toda a ciência, todo o amor de Deus, toda a sabedoria cristã: a luz de Deus.
Mas muitas pessoas – acrescentou – não podem viver na luz, são morcegos humanos que vivem na noite.
E também nós, quando vivemos no pecado, preferimos viver nas trevas e caminhamos como cegos. O Papa convidou a fazer-nos hoje esta pergunta: sou filho de Deus, filho da luz, ou filho das trevas? A seguir, o texto da homilia transcrita pelo Vatican News:

Esta passagem do Evangelho de João, capítulo 3º, o diálogo entre Jesus e Nicodemos, é um verdadeiro tratado de teologia: aqui está tudo. O Kerigma (1), a catequese, a reflexão teológica, a parenesi... está tudo, neste capítulo. E toda vez que nós o lemos, encontramos mais riqueza, mais explicações, mais coisas que nos fazem entender a revelação de Deus. Seria bonito lê-lo várias vezes, para aproximar-nos do mistério da redenção.

Hoje, tomarei somente dois pontos de tudo isso, dois pontos que estão na passagem de hoje.

O primeiro é a revelação do amor de Deus. Deus nos ama, e nos ama – como diz um santo – como uma loucura: o amor de Deus parece uma loucura. Ama-nos: “amou tanto o mundo, que deu o seu Filho Unigénito”. Deu o seu Filho, enviou seu Filho e o enviou para morrer na cruz. Toda vez que nós olhamos o crucifixo, encontramos este amor. O crucifico é o grande livro do amor de Deus. Não é um objecto a ser colocado aqui ou acolá, mais bonito, não tão bonito, mais antigo, mais moderno... não. É propriamente a expressão do amor de Deus.
Deus nos amou assim: enviou seu Filho, (que) se aniquilou até a morte de cruz por amor. Deus amou tanto o mundo, que deu o seu Filho.

Continua

Loumari disse...

Quantas pessoas, quantos cristãos passam o tempo olhando o crucifixo... e nele encontram tudo, porque entenderam, o Espírito Santo os fez entender que ali está toda a ciência, todo o amor de Deus, toda a sabedoria cristã.

Paulo fala disso, explicando que todos os raciocínios humanos que ele faz servem até um certo ponto, mas o verdadeiro raciocínio, o modo de pensar mais bonito, mas também que mais explica tudo é a cruz de Cristo, é Cristo crucificado que é escândalo e loucura, mas é o caminho. E esse é o amor de Deus. Deus amou tanto o mundo, que deu o seu Filho Unigénito. E por que? Para que todo aquele que crer n’Ele não se perca, mas tenha a vida eterna. O amor do Pai que quer seus filhos consigo.

Olhar o crucifixo em silêncio, olhar as chagas, olhar o coração de Jesus, olhar o todo: Cristo crucificado, o Filho de Deus, aniquilado, humilhado... por amor. Este é o primeiro ponto que hoje este tratado de teologia nos mostra, que é o diálogo de Jesus com Nicodemos.

O segundo ponto é um ponto que nos ajudará, também: “A luz veio ao mundo, mas os homens preferiram as trevas à luz, porque suas acções eram más”. Jesus retoma também essa luz.

Há pessoas – também nós, muitas vezes – que não podem viver na luz porque estão acostumadas com as trevas. A luz as encandeia, são incapazes de ver. São morcegos humanos: sabem deslocar-se somente na noite. E também nós, quando estamos no pecado, nos encontramos nesse estado: não toleramos a luz. Viver nas trevas é mais cómodo para nós; a luz nos esbofeteia, nos mostra aquilo que não queremos ver. Mas o pior é que os olhos, os olhos da alma de tanto viver nas trevas se acostumam a tal ponto que acabam por ignorar o que vem a ser a luz. Perder o sentido da luz porque me acostumo mais com as trevas.

E muitos escândalos humanos, muitas corrupções nos indicam isso. Os corruptos não sabem o que é a luz, não conhecem. Também nós, quando nos encontramos em estado de pecado, em estado de distanciamento do Senhor, nos tornamos cegos e nos sentimos melhor nas trevas e caminhamos assim, sem ver, como os cegos, deslocando-nos como podemos.

Deixemos que o amor de Deus, que enviou Jesus para salvar-nos, entre em nós e a luz que Jesus traz, a luz do Espírito entre em nós e nos ajude a ver as coisas com a luz de Deus, com a luz verdadeira e não com as trevas que o senhor das trevas nos dá.

Duas coisas, hoje: o amor de Deus no Cristo, no crucificado; no quotidiano, na pergunta quotidiana que podemos fazer-nos: “Eu caminho na luz ou caminho nas trevas? Sou filho de Deus ou acabei tornando-me um pobre morcego?”

O Santo Padre terminou a celebração com a adoração e a bênção eucarística, convidando a fazer a Comunhão espiritual. A seguir, a oração recitada pelo Papa:

Meu Jesus, eu creio que estais presente no Santíssimo Sacramento do Altar. Amo-vos sobre todas as coisas, e minha alma suspira por Vós. Mas, como não posso receber-Vos agora no Santíssimo Sacramento, vinde, ao menos espiritualmente, a meu coração. Abraço-me convosco como se já estivésseis comigo: uno-me Convosco inteiramente. Ah! não permitais que torne a separar-me de Vós!

Antes de deixar a Capela dedicada ao Espírito Santo foi entoada a antífona mariana “Regina caeli”, cantada no tempo pascal:

Rainha dos céus, alegrai-vos. Aleluia!

Porque Aquele que merecestes trazer em vosso seio. Aleluia!

Ressuscitou como disse. Aleluia!

Rogai por nós a Deus. Aleluia!

D./ Alegrai-vos e exultai, ó Virgem Maria. Aleluia!

C./ Porque o Senhor ressuscitou, verdadeiramente. Aleluia!


(1) O kèrigma, transliteração de κήρυγμα (do grego: κηρύσσω (kēryssō), que literalmente significa: gritar ou proclamar, como um leiloeiro), é a palavra usada no Novo Testamento para indicar o anúncio da mensagem cristã (ver Mateus 3.1, Lucas 4.18-19 e Romanos 10.14).

ROMANOS 10:14 Como, pois, invocarão aquele em quem não creram? e como crerão naquele de quem não ouviram? e como ouvirão, se não há quem pregue?

Anônimo disse...


rvchudo

quarta-feira, 22 de abril de 2020

ELITE VIRA-LATA

Os Estados Unidos financiaram a reconstrução da Alemanha após a Segunda Guerra, e fez daquele país a segunda potência mundial em duas décadas;

Em seguida os Estados Unidos também fizeram do Japão uma potência, ensinando os japoneses a fabricar carros que depois se aproveitaram do mercado americano, aberto, livre para todos.


Os Estados Unidos atenderam apelos dramáticos do ditador Joseph Stalin e mandaram comida para a Rússia, para que o povo russo não morresse de fome; em plena guerra fria, travada contra os Estados Unidos.

Os Estados Unidos fizeram da China uma potência, processo iniciado quando Deng Xiaoping recebeu Richard Nixon e abriu a economia chinesa para o capitalismo, tirando da fome e miséria iminente quase um bilhão de chineses escravizados por Mao Tse Tung, o único barrigudo da China. Repetindo o fenômeno agora com Maduro, o único barrigudo da Venezuela, e Raul Castro o único barrigudo de Cuba.

Os Estados Unidos fizeram da Coreia do Sul uma potência, financiando seu desenvolvimento e abrindo o mercado americano para os produtos coreanos se fartarem.

Os Estamos Unidos estão fazendo da Índia uma potência, ao privilegiar mais investimentos naquele país. Bastou os Estados Unidos desviarem investimentos da China para a India para que a economia chinesa parasse de crescer os 15% ao ano, que impressionavam o mundo. Não deixando dúvidas de que são os Estados Unidos que fomentam as grandes economias, com investimentos e importações;

Os Estados Unidos não fizeram do Brasil uma potência porque desde a década de trinta, século passado, que nossos governos preferem se alinhar com regimes comunistas e investir na ignorância do nosso povo, em benefício de suas ambições políticas.

País nenhum vira potência sem Educação, e há oitenta anos que o Brasil vive às voltas com o arcaismo ideológico comunista, que investe na ignorância para controlar o povo e atrasar o país. Mas mesmo assim, as multinacionais americanas instaladas no Brasil são responsáveis por uma imensa fatia das exportações brasileiras, e do nosso PIB.

Sem os investimentos americanos o Brasil, com sua extensão continental, seria uma África.

A introdução é para que atentem ao fato mais relevante do momento; é a primeira vez na nossa história que um presidente eleito encara os Estados Unidos como aliado sem restrição, o que não ocorreu nem durante o regime militar, que tinha nos Estados Unidos apenas um aliado político contra a expansão do comunismo. Continua....

Anônimo disse...



rvchudo - continua II e termina....

Temos agora a primeira chance para o Brasil se transformar na potência econômica que sempre sonhamos.

Mas para que isso aconteça é necessário enterrar o que há de podre. Na política, na Justiça, principalmente no STF, e na Educação.

A vocação de vira-lata do brasileiro, identificada por Nelson Rodrigues, não é do povo, essa vocação é da elite, dos políticos. O povo é vítima dessa elite de gangsters, de esquerdistas. Temos que destruir essa canalhada de traidores da pátria, para que o Brasil comece a se transformar naquele país do futuro que o mundo apregoa há muito tempo. O futuro é agora.

Para conseguir isso é compulsório destruir a imprensa comunista, os políticos canalhas e os quatro pilares do imoral, vulgar STF, o quanto antes. O Brasil tem pressa. São mais de oitenta anos jogados fora, que precisam ser esquecidos.

E esses idiotas que tentam desqualificar a aproximação do Brasil com os Estados Unidos, primeiro ato sensato de um presidente eleito pelo povo; esses traidores motivados por pura inveja e sensação de inferioridade, que vão todos para a puta que pariu.

Hygino Vieira
Postado por Ricardo Oscar vilete Chudo às 01:00

Anônimo disse...

Meu pai que me alertava: "Filho, votar para quê? Se a gente vota em quem já foi 'votado', se é que você me entende...".

Levei mais de 27 anos para entender isso...

Hoje, vendo Bolsonaro brincar de ser presidente, entendo o que meu velho falecido pai queria dizer.

Nem sei ainda porquê votamos... Nem precisava mais. Deve ser para dar a idéia de "democracia"...

Loumari disse...

Pandemia: somente juntos podemos vencer os desafios globais, afirma o Papa na Audiência Geral

Papa no Dia Mundial da Terra: o mundo natural é o “Evangelho da Criação”

"Ao celebrar o Dia Mundial da Terra hoje, somos chamados a redescobrir o sentido do respeito sagrado pela terra, porque não é apenas a nossa casa, mas também a casa de Deus", disse Francisco.
Mariangela Jaguraba - Cidade do Vaticano

A catequese do Papa Francisco, desta quarta-feira (22/04), realizada na Biblioteca do Palácio Apostólico por causa da pandemia de coronavírus, foi dedicada ao 50º Dia Mundial da Terra.

“Celebramos hoje o 50º Dia Mundial da Terra. É uma oportunidade para renovar o nosso compromisso de amar a nossa Casa comum e cuidar dela e dos membros mais frágeis de nossa família. Como a trágica pandemia de coronavírus está nos mostrando, somente juntos e ajudando os mais frágeis podemos vencer os desafios globais”, disse o Pontífice.

O Papa citou um trecho de sua Encíclica Laudato si’ “Sobre o cuidado da Casa comum” e convidou a refletir sobre a responsabilidade que caracteriza a “nossa passagem nesta terra”. A seguir, Francisco disse:

“Somos feitos de matéria terrestre, e os frutos da terra sustentam a nossa vida. Mas, como o livro do Gênesis nos recorda, não somos simplesmente “terrestres”: também carregamos em nós o sopro vital que vem de Deus. Portanto, vivemos na Casa comum como uma única família humana e na biodiversidade com as outras criaturas de Deus. Como imago Dei, somos chamados a cuidar e respeitar todas as criaturas e nutrir amor e compaixão por nossos irmãos e irmãs, especialmente os mais frágeis, imitando o amor de Deus por nós, manifestado em seu Filho Jesus.

Continua

Loumari disse...

Nova maneira de olhar a nossa Casa comum

Segundo Francisco, “por causa do egoísmo, falhamos em nossa responsabilidade como guardiões e administradores da terra. ‘Basta olhar a realidade com sinceridade para ver que há uma grande deterioração de nossa Casa comum’.” “Nós a poluímos e depredamos, colocando em risco nossa própria vida. Por isso, vários movimentos internacionais e locais foram formados para despertar as consciências”, frisou o Papa que aprecia sinceramente essas iniciativas, reiterando “que ainda será necessário que os nossos filhos saiam às ruas para nos ensinar o que é óbvio, ou seja, que não há futuro para nós se destruirmos o ambiente que nos sustenta”.

Para Francisco, “falhamos em proteger a terra, nossa casa-jardim, e em proteger os nossos irmãos. Pecamos contra a terra, contra o nosso próximo e contra o Criador, o Pai bom que provê a todos e quer que vivamos juntos em comunhão e prosperidade”.

“E como a Terra reage?”, perguntou o Papa, citando um “ditado espanhol que é muito claro nisso, e diz o seguinte:

“Deus sempre perdoa; nós, homens, perdoamos às vezes sim, às vezes não; a Terra nunca perdoa”. A Terra não perdoa: se deterioramos a Terra, a resposta será muito ruim.”

A seguir, o Papa perguntou: Como podemos restabelecer uma relação harmoniosa com a terra e o resto da humanidade?

“Precisamos de uma nova maneira de olhar a nossa Casa comum. Ela não é um depósito de recursos a serem explorados. Para nós, fiéis, o mundo natural é o “Evangelho da Criação”, que expressa o poder criativo de Deus em plasmar a vida humana e em fazer o mundo existir junto com o que ele contém para sustentar a humanidade.
A narração bíblica da criação termina assim: “E Deus viu tudo o que havia feito, e tudo era muito bom”.”

Continua

Loumari disse...

Redescobrir o sentido do respeito sagrado pela terra

“Quando vemos essas tragédias naturais que são a resposta da Terra aos nossos maus-tratos, penso: “Se eu perguntar ao Senhor agora o que ele pensa sobre isso, não acredito que ele me diga que é uma coisa muito boa”. “Fomos nós que arruinamos a obra do Senhor”, disse ainda o Papa, acrescentando:

Ao celebrar o Dia Mundial da Terra hoje, somos chamados a redescobrir o sentido do respeito sagrado pela terra, porque não é apenas a nossa casa, mas também a casa de Deus. Daí vem a consciência em nós de estar numa terra sagrada!

O Pontífice frisou que é necessário despertar “o sentido estético e contemplativo que Deus colocou em nós”. Segundo ele, “a profecia da contemplação é algo que aprendemos sobretudo com os povos nativos, que nos ensinam que não podemos cuidar da Terra se não a amamos e não a respeitamos. Eles têm a sabedoria do “bem viver”, do viver em harmonia com a terra". A seguir, disse:

“Ao mesmo tempo, precisamos de uma conversão ecológica expressa em ações concretas. Como uma família única e interdependente, precisamos de um plano compartilhado para afastar as ameaças contra nossa Casa comum.”

“A interdependência nos obriga a pensar num só mundo, a um projeto comum”. "Estamos conscientes da importância de colaborar como comunidade internacional para a proteção de nossa Casa comum".

Duas importantes Conferências internacionais

O Papa exortou os que têm autoridade de guiar o processo que levará a duas importantes Conferências internacionais: a COP15 sobre a Biodiversidade, em Kunming, na China, e a COP26 sobre Mudanças Climáticas, em Glasgow, no Reino Unido.
Incentivou a organização de ações miradas no âmbito nacional e local, e a dar vida a um movimento popular “de baixo”. “O Dia Mundial da Terra, que celebramos hoje, nasceu assim.

Cada um de nós pode dar sua pequena contribuição”, disse ele, citando um trecho da Encíclica Laudato si: “E não se pense que estes esforços são incapazes de mudar o mundo. Estas ações espalham, na sociedade, um bem que frutifica sempre para além do que é possível constatar; provocam, no seio desta terra, um bem que sempre tende a difundir-se, por vezes invisivelmente”.

Francisco concluiu sua catequese, pedindo que “neste tempo de renovação pascal, procuremos amar e apreciar o magnífico dom da terra, nossa Casa comum e a cuidar de todos os membros da família humana. Como irmãos e irmãs, supliquemos juntos o nosso Pai Celestial: “Envia o teu Espírito e renova a face da terra”.

https://www.vaticannews.va/pt/papa/news/2020-04/papa-audiencia-geral-dia-mundial-terra-responsabilidade.html